História Oh, it's a problem - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Adultério, Bissexual, Briga, Controlador, Drama, Justin Bieber, Obsessão, Possessivo, Proibido, Romance, Violencia
Visualizações 55
Palavras 1.196
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Não tão insuportável.


Fanfic / Fanfiction Oh, it's a problem - Capítulo 3 - Não tão insuportável.



 — Angel? 

Olhei na direção do meu chefe.

— Sim?

— Poderia revisar umas reuniões no meu notebook? Eu descerei rápido parar encontrar uma pessoa.

— Ahh, ok. 

Me levantei e fui em sua mesa, não ousei nem em encostar na sua cadeira, fiquei agachada no chão mesmo.

— Você pode sentar se quiser.

Senti meus pelos se arrepiarem com sua voz tão próxima do meu rosto.

— Não, obrigada. 

— Você quem sabe, eu já volto. — Disse se levantando e saindo a sala.

Suspirei.

Tinha se passados exatamente quinze minutos e eu tinha terminado tudo, eu estava fechando as pastas quando a foto na tela me chamou a atenção. Era o senhor Bieber e junto dele estava uma mulher, muito bonita por sinal, parecia uma modelo da Victorius... Será que era?

Fixei meu olhar no rosto dela e fiquei um pouco indignada por não achar nenhum defeito, ela aparentava ser mais nova que o Bieber porém não tanto. Aliás, quantos anos ele tinha?

Eu não dei muita atenção no que Mandy falava sobre ele, pra mim era perda de tempo mesmo ele sendo meu chefe.

Terminei de fechar o notebook e levantei me espreguiçando, senti toda a minha coluna doer. Realmente era pra eu ter sentado.

Estava pronta para voltar pra minha mesa quando começo a escutar vozes do lado de fora. Franzi o cenho.

— Amor, eu já falei sobre isso e não vou repetir. — Era a voz de uma mulher.

— Eu sei, eu sei. — E aquela era voz do senhor Bieber.

Rapidamente fui pra minha mesa me sentando no tempo exato em que eles entraram na sala.

Meu olhar foi logo na direção da mulher atrás dele, era a mesma da foto! E nossa, ela era ainda mais bonita pessoal, como isso é possível?

Acho que ela notou que eu estava a encarando demais porque seu olhar veio em minha direção e bem, não era nada simpático.

— Quem é essa? — Perguntou sem nem mesmo desviar o olhar.

— Essa é a nova estagiária, Selena. — Respondeu sem muita animação se sentando na cadeira.

— Estagiária? Contrata crianças agora? 

Rapidamente fechei a cara. Opa, opa.

— Meu nome é Angel. — Disse.

A mesma arqueou a sombrancelha.

— Ah sim. Eu sou Selena, a noiva do seu chefe. — Empinou o nariz.

Ok, o que ela tinha de beleza era o que faltava na simpatia.

— Hm, prazer. 

Ela sorriu falsamente e me deu as costas indo em direção ao Bieber.

— Como eu estava falando, todos vão estar lá e você não pode faltar, está me entendendo Justin?!

— Eu já disse que não quero ir Selena que droga. 

— Isso é problem seu, pare de agir como um garoto de dezesseis anos, você já é um homem e tem responsabilidades agora.

— Ah, sério? Não me diga. 

— Seja debochado comigo mais uma vez que você vai ver o que lhe aguarda Bieber.

Hm, afrontosa ela. Revirei os olhos discretamente com a pequena briga de casal que ocorria ali.  Eu não merecia isso. Eu merecia uma sala decente, com privacidade.

— As 19h, não se atrase! — Falou se virando e indo em direção a porta. Antes de sair girou a cabeça e me olhou, arquei a sombrancelha, ela revirou os olhos e saiu.

— As 19h não se atrase. — Resmunguei baixo, mas acho que não tão baixo pois o senhor Bieber olhou pra mim com uma sobrancelha arqueada.

_ Não sabia que era debochada, srt. Campbell.

— Não sou. — Disse séria, meu Deus eu estava debochando da noiva dele!

— Aham, sei. — Estreitou os olhos. Negou com a cabeça e sorriu. — Já almoçou?

Neguei.

— E está esperando o que? O horário do almoço já deve estar no final.

— Eu não vou almoçar, não estou com fome.

— Sério? Eu não quero funcionária minha desmaiando por que não comeu.

— Não se preocupe, isso não irá acontecer.

Ele assentiu se concentrando nas suas coisas e eu fiz o mesmo.

Já estava quase anoitecendo quando eu terminei o meu trabalho e eu estava pronta para ir embora.

Ajeitei minhas coisas na bolsa e me levantei, o senhor Bieber tinha saído fazia uns dez minutos e não tinha voltado, então presumi que tinha ido embora.

Suspirei. 

Eu estava pronta pra abrir a porta quando outra pessoa fez isso antes de mim.

Bieber me encarava, depois olhou pra minha bola e pra mim novamente.

— Já está indo embora?

— Oh sim, senhor Bieber. Já deu meu horário. 

— Certo. Tome. — Me estendeu uma sacola com um anunciado da Starbucks. 

Franzi o cenho confusa.

— Eu lhe disse que não quero funcionária minha fraca.

Abri a sacola e ali tinha um sanduíche, doces, um café e um suco. 

— Eu não sabia se você preferia café ou suco, então trouxe os dois. O sanduíche é de frango e os doces, bom, eu me dei a liberdade de escolher os meus preferidos, espero que goste deles também.

Engoli o seco meio incrédula. O meu chefe tinha comprado um lanche do Starbucks para mim? Ele fazia isso com os outros funcionários também?

— Anh, obrigada. — Sorri tímida. Meu Deus eu deveria estar parecendo um tomate. — Não precisava disso, é sério.

— Eu sei, mas eu quis. — Deu de ombros.  — Eu também estou indo, não iria te oferecer carona porque sei que veio de carro. Então, até amanhã.

Eu estava soando Deus.

— Sim, até amanhã.

Sorri acenando e sainda dali.

Eu devia perguntar o que tinha acontecido? É, acho que não.

Ok, ele pode não ser tão insuportável assim. 

Chegando no apartamento eu nem me dei ao trabalho de chamar por Mandy, sabia que ela não estava em casa essa hora, com certeza tinha saído com um dos ficantes dela.

Tirei meu casaco e o pendurei na cadeira próximo do sofá.

Joguei a sacola do Starbucks fora, eu tinha comido a metade do sanduíche no carro e bom, ele acertou em cheio. 

Os doces ele também acertou, mas eu ainda não comi.

Tomei o restante do café e guardei o suco na geladeira, também coloquei a outra metade do sanduíche.

Peguei meu celular me apoiando no balcão. Comecei a ver algumas coisas do trabalho e sem perceber eu já navegava em coisas totalmentes diferentes.

Justin Bieber: pesquisar.

Justin Drew Bieber, dono da empresa Bieber, uma das maiores empresas de Nova York. 

Justin é considerado um dos homens mais ricos dos Estados Unidos.

Saiba tudo sobre um dos homens mais cobiçados de todo país.

Justin é considerado pela 4 vez consecutiva um dos homens mais sexys da América.

Bieber está nas listas dos homens mais bonitos do país.

Revirei os olhos com cada enunciado das notícias. Ah, qual é ele nem era isso tudo. 

Mentiras a parte.

Continuei lendo até parar em algo que me interessou.

 Não muito jovem mais ainda sim dando de 10 a 0 em muitos novinhos, nem parece que o nosso querido Drew está nos seus 34 anos.

Mordi o lábio. É, ele era realmente um tio. 

Ri com meu próprio pensamento. Mas minha atenção foi tirada dali quando surpreendentemente eu recebi uma mensagem e era d eum número desconhecido.

Ué.

Abri a mensagem não deixando minha cara de surpresa passar. Como ele conseguiu meu número?

 Srt. Campbell, não preciso que venha no seu horário normal amanhã cedo, quero que venha as 18:30, é importante e por favor, coloque um traje de sair. 

Mr. Bieber.


O que? Como assim um traje de sair? O que ele estava tramando?




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...