1. Spirit Fanfics >
  2. Oh lover, boy - reibert >
  3. Three

História Oh lover, boy - reibert - Capítulo 3


Escrita por: isa_hoover

Notas do Autor


oii amores!

cap de hoje ta mais uma ceninha fofa deles e para vocês descobrirem como cada um conheceu Zeke e Annie

eu tinha algo principal em mente mas ia dar mais de 2.000 palavras e eu não quero deixar algo muito cansativo pra vocês, mesmo assim espero que gostem!

se cuidem viu comam frutas

bjs os amo

Capítulo 3 - Three


03

meses antes do término


Viver em um ambiente conservador pode ser meio estressante, principalmente quando você tem um parceiro amoroso e quer ter relações sexuais com ele. Ou até mesmo para assistir filme no sofá e dormir em seu peito.

Era assim que Bertholdt vivia, após sua irmã ter o coração partido por Eren, a mesma mais do que nunca não saiu do pé do irmão, o seguindo até nas caminhadas matinais, na qual era uma desculpa esfarrapada de Bertholdt para ver seu namorado.

O sol de três da tarde era coberto por nuvens carregadas, o inverno estava cada vez mais próximo. E como de custume, em todas as quartas os dois se encontravam, geralmente na casa do loiro para dormirem a tarde toda juntos. Era o horário perfeito já que Mikasa ajuda Yeager nas tarefas da faculdade, mas agora tudo era diferente.

━ Aonde vai? ━ Mikasa perguntou se encostando na barra da porta.

━ Ver o Reiner, se importa de ficar sozi-

━ Vou com você.

Ela saiu do quarto antes que Bertholdt pudesse pensar em algum resposta, suspirou baixo tendo que aceitar em silêncio, iniciar una discussão com sua irmã principalmente naquele estado não era a melhor decisão a se tomar. E também ele provalvemente perderia.

Bertholdt vestiu um moletom e caminhou até a sala onde Mikasa já esperava na porta, sem muita animação pegou a chave do carro e trancou a casa. Passaram o caminho todo em silêncio, mas não porque estavam brigados ou coisa do tipo, Bert não viu a necessidade de se irritar ou coisa do tipo, então passou o tempo todo concentrado na estrada.

Estacionaram perto do edifício e se caminharam até a portaria, com alguns meses de namoro o porteiro já sabia quem os dois eram. Receberam uma pequena surpresa ao chegarem no primeiro bloco, Reiner se encontrava no térreo em seu bloco próximo ao elevador, mas acompanhado de um loiro alto de óculos.

Não era exatamente ciúmes, mas Berth sentiu um sentindo parecido, sentiu uma pequena onda elétrica percorrer seu corpo, balançou a cabeça tentando não pensar no pior mas era inevitável.

━ Bert acho que deixei meu óculos no carro, pode me dar a chave?

━ Claro. ━ Bert entregou a chave a morena sem tirar os olho dos dois.

Era uma batalha iminente em seu corpo, estava conseguindo se conter até então mas a qualquer momento pularia em cima do loiro. Observava cada detalhe da situação, o forma em que Braun gesticulava suas mãos e sua forma entusiasmada de conversar com o mesmo, pelo menos estava usando sua aliança.

Estava tão concentrado que mal percebeu que tinha companhia, uma moça jovem de cabelos loiros presos em um coque, carregava um monte de livros em suas mãos mas parecia não se incomodar com o peso.

━ Você devia disfarçar um pouco. ━ ela disse encarando os dois loiros no outro bloco. ━ Antes que algum deles perceba.

━ Ah! ━ Bertholdt se assustou ao ver uma pequena figura ao seu lado. ━ 'Tá muito na cara? Merda.

━ Ciúme de amizade é meio novo para mim, não sei como ajudá-lo.

━ Bom, é o meu namorado.

A loira estreitou os olhos um pouco concentrada.

━ O baixinho bombado?

━ O baixinho bombado. ━ Bertholdt assentiu.

Mikasa voltou em silêncio para o lugar onde estava, mas com a nova companhia parou alguns metros da garota loira, o problema é que a mesma também havia notado a sua chegada, e ambas se entreolhavam de cabeça a baixo. Por ser mais observadora, a Hoover percebeu o colar escrito "Annie" que a loira usava.

Depois de alguns segundos, a loira voltou seu olhar para os dois e puxou levemente o casaco de Bertholdt, para que ele prestasse atenção na mesma.

━ Se eu fosse você, iria lá e daria um puta beijo nele, na frente daquele... ━ Annie observou o acompanhante de Reiner por inteiro. ━... mal amado.

Annie sorriu de canto por alguns segundos até o outro bloco, a garota por coincidência era vizinha de Braun, só nunca havia interagido com ele, e nem queria. Mikasa se juntou ao irmão novamente e antes que pudesse perguntar sobre a loira Hoover deu de ombros indicando que também não a conhecia.

Apesar de inteligente, Bertholdt era bem ingênuo, e muito fácil de se enganar. As palavras de Annie foi exatamente o que o moreno precisava para ir até os dois e perguntar o que estava preso em sua garganta, basicamente fazer uma cena já até imaginava tudo acontecendo em sua mente.

Infortunadamente quando se deu conta o loiro alto de óculos não estava mais lá, apenas Reiner que o esperava com as mãos na cintura e um sorriso de canto.

Um pouco envergonhado caminhou ao lado de sua irmã até onde o loiro se encontrava, seu olhar ansioso se desfez ao sentir os lábios molhados do namorado entrarem em contato com sua pele fria. Não tinha dúvidas que Reiner era a pessoa perfeita para ele.

━ Adorei a visita espontânea. ━ Reiner segurou o elevador para que ambos entrassem. ━ Ainda trouxe sua irmã, que maravilha.

━ Ela insistiu.

━ Que bobeira. ━ Mikasa suspirou. ━ Gosto da sua casa.

━ Só veio nela uma vez. ━ o loiro saiu do elevador a já em seu andar.

━ Gosto mesmo assim.

A garota deu de ombros enquanto o proprietário do apartamento abria a porta. Uma olhada para a escada e pode ver Annie subindo os degraus, algum sentimento estranho despertava dentro da morena ao ver a loira, talvez raiva, talvez alegria. Não conseguia distinguir.

Após entrarem no apartamento, o loiro trancou a porta enquanto mikasa se deitava no sofá, Sasha se deitou ao lado da morena recebendo um carinho generoso na barriga.

━ Você pode me ajudar no quartinho da bagunça? Eu já comecei a arrumar só falta alguns detalhes. ━ Reiner disse jogando a chave em cima da mesa.

━ Posso, claro.

Caminharam calmamente os dois até o pequeno lugar que ficava de frente ao quarto do loiro, Mikasa se espreguiçou para pegar o controle na mesinha ligando a tv para assistir a um pouco de teen wolf. Bertholdt entrou primeiro pensando por onde começaria a arrumar todas aquelas caixas no chão, porém estava mais preocupado em beijar seu namorado.

E foi isso o que fez. Após Reiner fechar a porta selou seus lábios aos do namorado numa forte intensidade, Bert precisava daquilo, precisava de Reiner, e o mesmo também sentia aquela necessidade. Braun empurrou Berth contra a parede retribuindo o beijo, com suas mãos na cintura do moreno nas quais apertava levemente. Por conta do ar se separaram daquele beijo sedento. Braun aproveitou o clima para abraçar o mesmo. Aquela era sua parte favorita do dia, onde sentia o perfume suave do moreno. Onde o tinha só para si.

━ Como estão as coisas? ━ Reiner perguntou sem tirar o rosto do pescoço do namorado.

━ As mesmas de sempre, você sabe. As vezes ela me chama de Eren, e usa aquele cachecol estúpido para dormir.

━ Não fale assim, eu que disse para ele comprar aquele cachecol. ━ Reiner fez um biquinho. ━ Você parece cansado, aconteceu alguma coisa?

━ Não, eu só não tive uma boa noite de sono. Como estão as coisas? Conseguiu a vaga? ━ Bertholdt disse enquanto fazia um carinho nas costas do loiro.

━ Ainda não mas acho que vou conseguir, passei para a segunda fase com mais 4 pessoas, 5, comigo. Se der tudo certo vou começar a trabalhar com Grisha mês que vem.

━ Que ótimo! É um motivo para comemorarmos.

━ Comemorar é? ━ Reiner saiu do abraço indo para de trás da porta onde algumas caixas se encontravam. ━ Eu que vou ganhar o boquete hoje?

━ Eu posso tentar.

O moreno fechou a cara por alguns segundos e se virou para ajudar a organizar o lugar ue se encontrava em estado deplorável. Caixas por todo lado e os armários todos vazios, era como se o loiro tivesse tirado tudo e esquecido de organizar.

Por sorte se separaram no momento certo, em poucos minutos Mikasa apareceu no pequeno quartinho a procura de seu irmão.

━ Bert? Uh wow. ━ Mikasa olhou para o chão se surpreendedo com a bagunça. ━ Então, eu vou ver uma amiga, volto de noite para te buscar.

━ Na verdade, Mikasa eu... ━ Bertholdt juntou sua pouca confiança, mas não adiantou muito. ━ Se divirta então.

━ Eu irei, tchau Reiner.

Berth a acompanhou até a porta se despedindo e trancando a mesma. Na volta em vez de entrar no quarto da bagunça, entrou no quarto do loiro se jogando direto na cama, suspirou alto finalmente tendo algum minuto de paz a sós.

━ Vá tomar um banho, seu fedido. ━ Reiner disse ao ver o garoto deitado na cama. ━ Depois durma a tarde toda.

O moreno resmungou alguma coisa e se virou na cama quase chegando a beirada, Braun pegou uma toalha e uma calça moletom do namorado as deixando em cima da pia. O desafio era tirar o garoto da cama, com um pouco de esforço tirou o tênis e as meias do mesmo, em seguida o puxou até o banheiro.

Sem outro jeito de resistir, Hoover só aceitou sua derrota e fechou a porta do banheiro. Tirou a roupa rapidamente e correu até o box do banheiro, por pouco o chuveiro não pega em sua cabeça, uma desvantagem de ser alto demais. Reiner aproveitou para colocar uma roupa mais confortável, fechou as cortinas e apagou a luz, deixando apenas o abajur em sua escrivaninha acesso, se acomodou na cama enquanto lia um material sobre política.

Após alguns minutos Bert saiu do banho usando só a calça moletom, deixando seu tanquinho não muito definido a mostra, parecia desnorteado aliás, banhos quentes nós dão mais sono ainda. Passou a mão em se cabelo com alguns fios ainda úmidos e se jogou em cima do loiro, com os pés para fora e a cabeça em sua barriga.

━ Vai me usar de cama agora?

━ Uhum.

Bertholdt subiu um pouco se deitando no peito do namorado e o abraçando de um jeito meio estranho, mas estava confortável.

━ Antes de dormir. Não vai mesmo me fazer a pergunta que está doido para fazer? ━  Reiner iniciou um cafuné na cabeça do moreno.

━ Uhm.

Hoover queria desviar do assunto. Mas ao mesmo tempo queria saber sobre.

━ Quem era aquele homem com você?

━ Zeke. Ele é filho do Grisha, vai passar direto pelo concurso mas ainda quer concorrer com a gente. Ele é gente boa.

━ Convidou ele para seu apartamento?━ Bertholtd perguntou.

━ Não, ele disse que veio ver uma amiga, nós encontramos por acaso.

━ Entendi. Também fiz uma amiga. ━ Bert levantou o rosto. ━ Ela te chamou de baixinho bombado.

━ E você me defendeu?

Hoover sinalizou que não arrancando um sorriso de lado do loiro, o mesmo se aproximou depositando um beijo em sua testa e deitando sua cabeça novamente em seu peito. Se esticou um pouco deixando seu celular na escrivaninha e apagando o abajur deixando o quarto no clima perfeito para uma soneca.

Em alguns minutos os dois adormeceram.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...