1. Spirit Fanfics >
  2. Oh, meu eterno outono! >
  3. 'único e doloroso, assim como suas palavras soltas ao vento.

História Oh, meu eterno outono! - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


eh, sei la

Capítulo 1 - 'único e doloroso, assim como suas palavras soltas ao vento.


ah, meu eterno outono!

eu sinto tanta falta de sentir sua pele sob meus dedos e sua respiração no meu pescoço em meio a um abraço desajeitado. sinto tanta falta de puxar a sua mão quando subiamos aquela rua enorme e te ver franzir as sobrancelhas ao ver minha cara de choro.

meu eterno outono.

nunca foi tão doloroso ver-te partir igual dessa vez. meus olhos ardem assim como meu nariz e minh'alma se parte em pedaços ao lembrar dos momentos que passamos juntos.

meu ser chora quando revê as malditas memórias de nossas brigas ou de nossas conversas melancólicas sobre o quão difícil é manter o sonho de lutar e de jogar. sobre o quão difícil é ficar firme quando as vozes dos outros falam mais alto que suas expectativas em cima de si mesmo.

meu eterno outono...

você era o que mais se aproximou de um amor real. talvez eu tenha me precipitado ao ver um futuro contigo ao meu lado. nah, eu sinto falta do abraço que colocava minha coluna no lugar.

é, eu consegui colocar minhas mãos no bolso do seu moletom no maldito dia frio que fez no nosso lugar e você sorriu quando eu fiz isso, dizendo o quão lindinha eu ficava com as bochechas vermelhas e os lábios inchados por causa do frio cortante do inverno no início de julho, 13 dias antes do meu aniversário.

se eu fechar os olhos enquanto tomo café sentada na janela num dia de chuva, quase consigo sentir o calor do seu corpo e seu cheiro perto de mim.

a chuva sempre me faz lembrar de você. inconstante e talvez imprevisível, um pouco inconsequente e intolerante. você combina com a letra I.

minhas memórias contigo ficam cada vez mais apagadas e eu entro em um dilema interior sobre finalmente estar me desprendendo de lembranças que só dilaceram cada parte do meu ser e me agarrar a elas porque é somente lá que você é quem eu sempre achei que fosse.

eu sinto falta dos momentos com você. das sensações que você me causava e do frio na barriga que eu sentia quando via você de manhã cedo sentado no mesmo lugar que todas as outras manhãs.

é. momentos.

eu sinto falta disso.

meu eterno outono.


Notas Finais


ah seila tô bebada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...