1. Spirit Fanfics >
  2. Oh meus deuses! >
  3. The Holy Trinity

História Oh meus deuses! - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


E aí meus tchutchucos, como vocês estão? Aqui estou eu de novo, postando mais um capítulo! Bem, hoje não tenho muito o que falar, por isso, vamos ao capítulo!

Capítulo 7 - The Holy Trinity


Fanfic / Fanfiction Oh meus deuses! - Capítulo 7 - The Holy Trinity

Acordei de manhã cedo com uma ressaca do caralho. Eu sei, o palavrão às 06:00 é totalmente desnecessário. Entretanto, foi a melhor maneira que eu encontrei para expressar a dor de cabeça que eu estava sentindo.

Mesmo assim, decidi ir dar uma corrida na praia. Tomei o santo paracetamol de cada dia, calcei um tênis de corrida, peguei minhas chaves, celular e fone e, enfim, saí de casa. Não havia ninguém para me perturbar. Somente eu, a natureza e a música.

Eu tinha de admitir, se tem algo que o meu irmãozinho tinha feito bem, era a música. E para piorar, ele sabia cantar e tocar maravilhosamente bem. Espera, eu realmente estava pensando no meu irmão a essa hora do dia?

Falando no diabo, encontrei o mesmo saindo do mar G-E-L-A-D-É-R-R-I-M-O às 06:00 da manhã. Ok, ele pode até gostar de nadar, mas tudo tem limites! São seis da manhã! NINGUÉM ENTRA NO MAR GELADO ÀS 06:00 DA MANHÃ! Ao me ver, ele disse:

_ Fala, maninha! Como é que tu tá?_ quanto mais ele se aproximava, mais eu me esquivava. Não queria saber a temperatura da água!

_ Bem, mas por favor, não chegue um passo mais perto. Eu não tenho interesse em saber a temperatura d'água à essa hora._ respondi ele, olhando-o afoita.

_ Ah é?_ ele perguntou me olhando com uma cara de "Eu acho que alguém vai para água". Assim que percebi, saí correndo.

Olhei para atrás e percebi que ele estava à poucos passos de distância de mim. Quando estávamos próximos à umas rochas, senti um puxão, que rasgou minha blusa. Por sorte eu estava de top. Mas o impacto do puxão diminuiu minha velocidade.

Apolo me pegou no colo, correu até a beira do mar e me jogou naquela água gelada. Eu gritei, enquanto eu ouvia os risos altos de Apolo. Por sorte ele foi cuidadoso o suficiente para ter guardado meu celular e as chaves.

Saí da água furiosa e fui correndo até a casa. Entrei e tomei um bom banho quente. Desci para tomar café com a maior cara de bunda do universo. E percebi que não era a única com aquela expressão: Atena e Héstia também estavam assim. Perguntei o que houve e elas disseram:

_ Tudo culpa daquele idiota do Posseidon. Eu estava na biblioteca quando aquele sacripanta entrou lá e acabou com meu dia de paz!_ respondeu Atena

_ E eu estava fazendo meu café quando o demente do Hefésto quebrou minha xícara preferida!_ disse Héstia_ Mas o que houve com você? Sua cara não está boa.

_ O retardado do Apolo me jogou naquele mar frio às 06:00 DA MANHÃ!_ falei.

_ O que nós vamos fazer? Temos que mostrar quem manda aqui!_ questionou Héstia._ Eu não sou à favor de guerras. Mas essa medida é necessária!

_ E se a gente infernizasse eles o dia inteiro? Tipo, atrapalharmos eles a fazerem suas coisas preferidas?

_ Que ideia maravilhosa, Atena!_ disse para ela.

Nós nos olhamos e falamos nosso grito de guerra em uníssono:

_ Nosso lema é Santidade! Três são uma Trindade! Juntas por Castidade! Unidas verdade!

E assim começou a Guerra dos Sexos.


Notas Finais


Bom gente, foi isso, eu espero que vocês tenham gostado e não se esqueçam de favoritar, comentar, compartilhar e adicionar à lista de leitura/biblioteca para receber notificações de quando sair um capítulo novo! Um beijo e até amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...