História Ohh Meu Chefe - Imagine Lay EXO - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Lay, Lu Han, Sehun, Tao, Xiumin
Tags Amor, Drama, Exo, Lay, Romance
Visualizações 158
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Lírica, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! ♥ rs.

Capítulo 13 - Lábios Carnudos Parte:1


Fanfic / Fanfiction Ohh Meu Chefe - Imagine Lay EXO - Capítulo 13 - Lábios Carnudos Parte:1

Assim que abro os olhos sinto enjôos, corro diretamente para o banheiro, começo a vomitar, fico ali por alguns minutos, me levanto, vou até a pia do banheiro e escovo os dentes, depois vou para debaixo do chuveiro, eu queria tirar aquele fedor horrível de vômito que estava em mim, termino de tomar meu banho e vou para o quarto,  quando saiu do banheiro vejo o Suho ea Yoona me esperando.

-- Você está bem? - Suho me abraça. 

-- Claro que estou! - dou uma risada fraca e aperto nosso abraço. 

-- Mas.... - ele me olha preocupado.  -- Porque você desmaiou? 

-- Eu acho que foi porque eu não tinha tomado café.  - dou um sorriso. --Não precisa ficar preocupado. 

-- E isso agora. Oque foi? - vejo que ele fica mais despreocupado. 

-- Aiii Suhoo! - fico incrédula. -- Você sabe muito bem que quando ando de carro e fico muito tempo nele, eu fico enjoada. 

-- Mas você saiu do carro faz tempo.

-- Isso e verdade, mas esses meus enjôos vem depois de algumas horas. - me sento na cama. 

-- Tá bom. - ele senta do meu lado. 

-- Oiii Yoona! - me levanto ao perceber que ela estava ali. 

-- Ahh Olá.  - ela se aproxima. -- Vim saber se você estava bem e também agradecer por aquilo. - ela da  um sorriso fofo.

 Suho sabia escolher suas peguetes, todas eram lindas e fofas, no meu ponto de vista Suho adorava mulheres fofas, bem ao contrário de mim, haha, eu não era nada fofa, nem tão bonita quanto as suas elas.

Suho te odeio! 

Invejosa.

Cala a boca! 

So falo verdades amiga.

Dou um sorriso falso. Eu queria poder gostar daquela garota, mas tinha algo nela que eu não me agradava. 

-- De nada fofa. Precisando e só vim perguntar para a unnie. 

Ela da uma risada forte.

-- Descupas, mas eu sou sua unnie. 

Fico confusa. A garota parecia um bebê.

-- E quantos anos você tem, fofa? - faço questão de falar fofa.

-- 29.

Fico chocada e olho para o Suho. 

Como assim cassete? A menina além de ser linda e bem velhinha.

-- Meu Deus! 

Ela da uma risadinha.

-- Além de você ser bonita, você e bem velha. - a sinceridade as vezes aparecia pra mim.

-- (S/L)! - Suho parecia que ia me degolar. 

Dou um sorriso fraco. 

Afff Suho. Já ja você calar até...

Não fale isso. Isso e nojento!

-- Então era só isso mesmo. - ela vai até a porta do quarto.  -- To te esperando lá fora. - ela sai. 

-- Tá bom. - Suho me olha sério. -- A próxima vez que você falar coisas assim para ela, eu te mato!

-- Aii Suho, você está me magoando. - fico triste. 

-- E sério (S/L) e não se faça de triste.  - ele levanta.  -- Eu vou atrás dela.

--  E vai me abandonar? - o ciúme corre entre minhas veias.  --Tá bom vai atrás da sua velhinha.  - cruzo os braços. 

-- Vou mesmo. - ele sai e bate a porta com força. 

-- CASSETE!! PUTA! GUEGA! - dou varios gritos dentro do quarto.  Eu estava morrendo de raiva, o Suho nunca ficou daquele jeito comigo e so foi aquela vaca chegar que ele começou a agir daquele jeito.

Alguém bate na porta.

Toc toc

-- Entra!  - vou ate a janela e fico olhando o campo.

-- Você está com raiva? - pergunta Jisoo depois de entrar.

-- Um pouco.  - a olho. - Oque você quer?

-- Perguntar se você está bem. - ela se aproxima de mim. -- E também perguntar se você quer sair com agente.

-- Sair? Aquela nojenta da Sulli vai? 

-- A Sulli foi para casa com o Minho. - ela da uma risada fraca. -- A Jennie quer quebrar o clima tenso na casa, então, ela quer levar todos nós para o festival de música que vai ter em uma cidade aqui perto.

-- Não vou. - volto a olhar para o campo. -- E eu to bem. - dou uma risada fraca.

-- Ok. Então fica bem tá, agente volta mais tarde. - ela vai em direção a porta.

-- Ok.

 Ela sai. 

Depois de alguns minutos, vejo pela janela os carros saindo, o do Suho eo da Jennie sairam, mas eu não via o do Lay.

-- Ele deve ter ido com o Suho. - raciocínio. -- Mas ele seria bastante besta em ir no meio de um casal. 

Burro!

Saiu do quarto apernas de roupão, como não tinha ninguém em casa eu pensei em sair  daquele jeito, meus cabelos estavam molhados, me deixando um pouco sexy.

-- Ahh como eu sou sexy! - falo descendo as escadas. 

-- Realmente.  - Lay fala.

-- Lay? - fico assustada. 

-- Eu mesmo. - ele sorri mostrando aquelas covinhas. 

Resolvo subir as escadas, mas acabo escorregando, pois meus pés ainda estavam molhados. Caiu nos braços do Lay. 

-- Nossa, não pensei que você iria se jogar tão facilmente assim nos meus braços.  - ele me segura por trás. 

Me ajeito, ficando de frente para ele. 

-- La.. Lay me solta!  - falo com um tom de voz nervoso.  Eu estava extremamente nervosa, ficar ali nos braços do Lay era uma coisa que me deixa muito tentada, seus braços fortes  me deixava ter pensamentos maliciosos com oque eles poderiam fazer comigo. 

-- Tem certeza disso? - ele fica olhando para a minha boca.

-- Ten...tenho. - olho para sua boca, sua boca era toda carnuda, me deixava com muito desejo. Tento me soltar dele, pois eu sabia que se eu continuasse ali eu não poderia resistir a tanta gostosura. 

-- Não.  Não faça isso! - ele me olha serio. 

-- Eu ja estou fazendo. - me mexo em seus braços, consigo finalmente me soltar dele, dou um sorriso vitorioso, mas foi por um breve momento, pois cai de novo em cima dele o fazendo cair no chão. 

-- Eu te falei para não fazer isso. - ele fala ja no chão. 

Meu corpo estava em cima do seu, eu podia sentir seu membro, podia sentir o maravilhoso cheiro de seu corpo, podia sentir tudo que tinha nele. Fico o olhando por um breve momento, até que não resisto mais e o beijo.





Notas Finais


UUUU Lay e (S/L) sozinhos na casa, será que vai acontecer algo ali? Haha
Vamos saber na próxima parte, que sairá agora de noite. Bjss♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...