História Ohh Meu Chefe - Imagine Lay EXO - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, G-Dragon, Jennie, Jisoo, Kai, Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Rosé, Sehun, Seungri, Suho, T.O.P, Taeyang, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Drama, Exo, Exo Hot, Jennie, Kai, Kris, Lay, Lay Hot, Luhan, Romance, Sehun, Suho, Suho Hot, Xiumin, Ztao
Visualizações 514
Palavras 920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente eu vou começar o Pov do Lay aonde ele começou a se sentir culpado, porque eu estou com um pouco de preguiça de começar da boate, então espero que gostem! Haha e muito fogo no parquinho.
Boa leitura e descupas pelos erros absurdos!♥

Capítulo 21 - Lay Arrependido


Fanfic / Fanfiction Ohh Meu Chefe - Imagine Lay EXO - Capítulo 21 - Lay Arrependido

Porque você está fazendo isso Lay? Cadê os seus princípios? Você sabe que esta sendo um homem horrível?  

Ver a (S/L) chorar por aquele cara me fez repensar oque eu estava fazendo, meu pensamento antes era ajudar a Jennie por amor, eu amava ela tanto quanto a minha vida, mas depois que comecei a fazer essas coisas para ela, eu estou me sentindo mal e não sinto mais o mesmo de antes, a Jennie que eu me apaixonei era fofa e animada, não essa Jennie que quer vingança. Me sinto culpado por esta fazendo isso, essa garota e tão inocente, a Jennie me disse que ela era fria e má,  mas depois de a ver chorando daquele jeito eu tenho certeza que ela não e do jeito que a Jennie falou. Não acredito que estou fazendo isso, eu fico nervoso ao pensar de ver ela chorando por mim do mesmo jeito que ela estava chorando por aquele cara. 

Eu tenho que fazer algo!

Aqui estou eu em meu carro com a (S/L) ao meu lado, tiro a minha atenção um pouco da estrada e  a vejo cantando, ela parecia uma criança animada, tão fofa, tão alegre, tão pura. Não demorou muito até ela cansar e acabar dormindo. Ela estava tão calma, tão quieta, parecia um anjo dormindo.

-- Descupas!  - falo baixo enquanto a observava dormir. -- Você não merece isso. - uma lágrima cai sobre meu rosto. Eu me sento um lixo, um lixo mesmo, fazer uma coisa tão horrível com uma criança dessa. 

Paro o carro.

-- Oque eu posso fazer? - mexo em seus cabelos. 

-- Sehun!... - ela fala enquanto estava dormindo, logo cai uma lágrima sobre seu rosto.

-- Porque eu estou fazendo isso? - falo baixo e abaixo a cabeça sobre o volante. Fico pensativo, penso na merda que estava fazendo, como eu poderia lhe contar? 

Logo chegamos na casa do tio de Jennie, ela estava tão linda dormindo, fiquei com pena de acorda-la, mas vejo a Jennie, tento acorda-la mas ela pede que a deixasse ali mesmo, resolvo pega-la em meus braços. Quando chego em seu quarto a deito na cama, ela da um sorrisinho fofo e eu logo abro um sorriso. 

Saiu de seu quarto e a Jennie vem tirar satisfações.

(...)

Jennie sai da casa e me deixa lá a sós com a (S/L). Eu realmente não queria mais estar ali. 

A (S/L) desce as escadas dizendo e sexy. Sorri naturalmente.

(...)

Enquanto a beijava naquela cozinha, eu não queria pensar no plano da Jennie, eu queria pensar so naquele momento, viver aquele momento com ela, ter o momento mais natural possível.

(...)

Ja deitados na cama, eu olhava para o teto, ficava pensando novamente no plano da Jennie.

No que fui me meter.

(S/L) na cama era tão diferente da Jennie, ela era safada mas sua safadeza era tão pura... eu sei pura com safadeza não combina em nada, mas esse eo modo que eu via a (S/L). Já a Jennie, a Jennie era safada, violenta, sempre queria mais e mais, mesmo depois do colapso ela sempre queria mais, ela não era igual a (S/L) que vivia o momento por viver. Digamos que depois daquele dia que eu a vi chorando por aquele cara, eu comecei a agir com mais naturalidade, não pensando que tinha que fazer aquilo pela Jennie. 

(...)

Depois que a Jennie entrou no quarto da (S/L) eu fiquei a esperando no lado de fora. Eu queria dizer para ela que eu queria parar com aquilo. Mas depois que ela saiu daquele quarto, eu senti o mesmo amor que sentia antes, então a beijei.

(...)

Olho a (S/L) descer as escadas, ela estava tão simples, mas tão linda! 

(...)

Depois que a Jennie foi embora eu fiquei com a (S/L), vi o G-Dragon falar de uma (S/L) achei estranho, até perguntei mas ela disse que não era ela, depois ele fala de novo, a minha dúvida havia ido embora, agora eu tenho certeza que a (S/L) tinha algo com o G-Dragon. 

Já no parque, me veio um sentimento estranho, esse sentimento estranho ficou mais estranho ainda quando a (S/L) falou que me amava, mas depois ele desapareceu do nada e eu comecei a pensar naquele maldito plano.

Me levanto e mexo nos cabelos. A (S/L) levanta e me beija. Eu não pude pensar mais em nada e continuei o beijo até um maldito guarda aparecer lá. Depois que chegamos na casa do tio da Jennie chamo a (S/L) para vim dormir comigo, seu corpo era tão aconchegante, tão quente, que me deixava confortável em ficar abraçado. 

(...)

Assim que Suho me pergunta do trabalho eu ja estava prestes a responder que era o chefe da (S/L), mas ela fez um gesto tão estranho que acabei mentindo. Eu queria rir, mas a Jennie estava sobre a mesa.

Já no carro voltando para Seul, a (S/L) fala que ama de novo, e de novo começo a pensar naquele plano. 

(...)

Resolvo falar com a Jennie sobre a (S/L), ela manda eu acabar com aquilo, o problema e que eu não conseguia mais, depois que a (S/L) chegou naquela sala, eu queria abraça-la, beija-la e lhe dar todo o amor que eu tinha para dar, oque eu sentia não era paixão, mas sentia um sentimento tão doce que eu queria cuidar da própria. Mas ao invés disso eu agi frio. Depois que ela saiu daquela sala, eu comecei a chorar feito um frangote, o Lay que queria fazer tudo pela sua namorada havia desaparecido, tipo desaparecido mesmo, agora nascia um Lay que queria cuidar e proteger a (S/L).

Lay's POV Off



Notas Finais


Gente me perdoem se eu não expliquei direito as partes do Lay com a (S/L), eu não sei fazer muito bem Povs de outros personagens, eu so sei fazer o da (S/L), então me perdoem Por favor!
Hm... oque está acontecendo com o Lay? Paixão nós sabemos que não é, então e oque?
Haha obrigada por ler e até amanhã! ♥
E por favor não odeiem a Jennie, ela tem seus motivos para fazer tudo isso. Vamos botar um pouco de fé nela, Ok?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...