História Ohh,My Daddy-Jeon Jungkook. (Incesto) - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jungkook
Visualizações 516
Palavras 796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E vai aqui para vocês mais um capítulo desta trama!!😂❤

A
P
R
O
V
E
I
T
E
M

Capítulo 26 - Twenty four


Fanfic / Fanfiction Ohh,My Daddy-Jeon Jungkook. (Incesto) - Capítulo 26 - Twenty four

-preciso conversar com você,urgente!!

Receio foi o que eu senti no momento em que ele disse tal frase.

- se for por conta daquilo,já digo que te perdôo…-digo a frase sem olhar para o mesmo.

-mas não foi legal o que eu disse,eu te tratei feito uma puta…-diz como se fosse um sussurro.

-mas está perdoado!!-abro um sorriso,parecia que estava me livrando de um peso nas costas.

-eu nunca mais me intrometo na sua vida,apenas em casos específicos!!-diz brincalhão e eu dou uma risada fraca.

-sabe…-finalmente meu olhar se encontra com o meu.-hoje de manhã até achei divertido,era como se fosse antes…

-eu te irritava e você brigava comigo ou vice e versa,estava até com saudades das nossaspaqaa brigas e das suas traquinas!!-solta um riso.

-pois agora vai voltar,se prepara…-dou outro riso fraco.

Um silêncio toma conta,fazendo eu refletir um pouco sobre os tempos em que eu e Jimin nos víamos apenas como aberrações desse mundo.

-sabe…-corta silêncio.-eu não te dei nenhum presente de aniversário…

-não precisa!!-ja o corto.

-eu insisto!!-percebo que era melhor eu aceitar, conheço o Jimin o suficiente para saber não negro nada dele.-gostaria de ir para algum lugar??

-sabe,faz tempo que eu não vejo a minha mãe,estou com saudades dela,tenho a impressão que ainda estamos brigadas,queria muito quebrar está barreira entre nós duas!!-digo baixo,mas o loiro escutou.

-então,depois da escola iremos para a casa da sua mãe!!-diz determinado.

-mas eu acho que Jungkook não quer que eu vá lá!!-coço a nuca.

-oushi,mas por que??-pergunto confuso.

-acho que ele tem medo de eu querer volta a ficar com ela!!-dou um palpite.

-não seja problema,nos vamos escondido!!-faz uma cara de quem está bolando o plano mais radical do mundo.

-esta doido??-digo surpresa.

-claro que não,ele chega apenas de noite, não vão acontecer nada!!-diz tentando me confortar.

Ele até tinha razão,era apenas uma visita,iríamos voltar antes mesmo dele chegar, qual é o problema nisso??

[…]

Estávamos em frente a porta da casa da minha mãe.

Eu estava nervosa e ansiosa ao mesmo tempo,era um sentimento estranho.

Respiro fundo e toco a campainha,umas duas vezes,logo a trinca da porta se abre revelando a minha mãe.

-filha!!-ela me abraça forte,parecia surpresa em me encontrar ali.

Nessa altura já estava com os olhos cheios de lágrimas,de felicidade.

Como um momento tão simples pode mexer com a estrutura toda da gente??

-o que está fazendo aqui??-se separa de mim,segurando meu rosto,já encharcado.

-vim ver a senhora!!-ela abre um sorriso largo,beijando a minha testa carinhosamente.

Minha mãe pode ter aprontado tudo neste mundo,mas querendo ou não ela continua sendo minha mãe.

A mulher que colocou comida na mesa,que cuidou de mim,que me trouxe momentos de felicidade,de adrenalina e de tristeza.

Logo separa nos duas,olhando diretamente para Jimin,que nos olhava sorrindo.

-você veio de brinde??-da um risada média.

A mesma abraça ele,logo convidando nos duas para entrar.

[…]

Ficamos umas duas horas conversando,a hora maisdifícil foi quando eu ui embora.

Eu prometi para ela que iria voltar o mais rápido possível.

Conversamos sobre tudo,a barriga dela já estava grande, então estava prestes a nascer a qualquer momento.

Estava feliz por ela.

Estávamos dentro do ônibus,já que tivemos que vir para outra cidade para vê-la,estava ansiosa e torcendo para chegarmos em casa a tempo.

De repente Jimin começa a ficar aprenssivo e levantar rapidamente.

-o que está acontecendo Jimin!!-me levanto também,colocando a mina mochila nas costas.

-acho que pegamos o ônibus errado…-da sinal e logo o motorista para para nós descermos.

-e agora??-digo o olhando.

-vamos até o metrô de lá eu sei ir!!-foos andando.

[…]

Já estava escurecendo e nada desce metrô chegar,minhas pernas doíam de tanto andar.

Minha felicidade fica grande quando vejo uma construção indicando que era o metrô, começo a agradecer a Deus mentalmente por não te que andar mais.

-fica calma, não vai querer parecer que está perdida!!-diz quando estávamos passando pelos guardas.

Concordo com a cabeça e passo o mais normal possível,com aquela carinha de que não tô devendo nada.

Pego o meu bilhete e passo na catraca, finalmente estávamos dentro.

Agora só resta saber,pra que adora nos Vamos??

[…]

Chegamos em nossa rua,já havia escurecido,agora era torcer para Jungkook não te chegado em casa.

Meu celular descarregou,o de Jimin também, então,estávamos praticamente sem nenhum equipamento caso acontecesse alguma coisa com a gente.

Conseguimos entrar no prédio,antes de pegarmos o elevador olhamos na direção da sacada da casa,que estava apagada.

Demos um suspiro de alívio e subimos.

Ao chegar no andar,o loiro destrancou a porta para nós dois entrarmos,agora era arrumar tudo rapidão e tomar uma ducha,para ele não desconfiar.

Jimin fecha a porta e liga a luz,nessa altura já estava no meio da sala.

Ao ele ligar a luz,me assusto com um pé batendo no sofá,olho para trás vendo Jimin com uma expressão assustada.

-fudeu!!-sussurro para ele que anda estava estático na porta.

Parecíamos duas pessoas que foram pegas pelo raio de gelo.

Logo Jungkook de levanta do sofá,com uma expressão séria,o mesmo mordia os lábios para conter a sua raiva.

Abaixo a minha cabeça para evitar contato,já pressentia que iríamos levar uma bronca.

-gostaria muito que vocês dois me dissessem aonde andaram até essa hora…-o moreno bate os pés impaciente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...