História Meu confidente de papel - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 15
Palavras 334
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Meu confidente de papel - Capítulo 1 - Capítulo 1


Olá, querido diário,


Hoje me senti bem, fisicamente, estou incrível, cheia de energia


Faz um tempo que retomei meu trabalho na alfaiataria que parece estar crescendo, as pessoas me procuram mais ultimamente, apesar de me ser herança de minha  mãe, assim como quase tudo neste lugar, hoje eu reparei várias calças, vestidos e incontáveis roupas infantis. É como se tornasse o ambiente animado de novo, depois de um bom tempo fechado.


E a época de natal está se aproximando, todos se reunindo com suas famílias, sempre sorrindo, mas... me sinto sozinha.. meu amado....
Faz um tempo que meu amado não parece se lembrar do seu lar, apesar de ter uma pessoa como eu,
ele nunca volta para casa.... isso me deixa bem triste... eu queria tanto olhar em seus olhos.. beijá-lo e dizer que o amo muito, mas.. minha solidão apenas aumenta.. posso dizer que meu trabalho me distrai um pouco dessa situação, mas não o suficiente pra amenizar a dor que eu sinto.


Hoje eu o vi na cidade, estava lindo, sua pele radiante brilhando sob o sol, aquele sorriso incrível que me arranca suspiros, aiai.. mas ele estava acompanhado, e por uma mulher bonita, tinha um belo rosto, vestida de seda rosa e linho, e sorria pra ele como se estivesse feliz, estavam de mãos dadas, o que ele pensa que está fazendo ? Seria por isso que ele não volta pra casa ? Eu não aguentava ver aquilo, então me virei e voltei pra casa o mais rápido possível, nunca imaginei sentir tanta dor no peito..


Enfim, sei que ele irá voltar pra mim, será uma questão de tempo, e eu tenho minhas esperanças. Mas eu preciso me concentrar no meu trabalho. Apesar de meu talento, sinto que quanto mais corto e costuro, fico melhor no que faço.


Meu confidente de papel, preciso ir, posso sempre confiar em você pra desabafar minhas palavras, mas amanhã será um dia cheio, sei que as pessoas continuarão me procurando, te vejo amanhã, caro diário.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...