História Olhar para trás é perda de tempo - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Debrah, Kentin, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Rosalya
Tags Amor De Amigos, Enforcamento, Gravidez, Traições
Visualizações 59
Palavras 1.774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Isso ta de cortar o corazau ... voces tambem acham isso ??
Obg por lerem T-T

Capítulo 16 - Desprezo


Fanfic / Fanfiction Olhar para trás é perda de tempo - Capítulo 16 - Desprezo


Assim que saio,ouço Castiel perguntar a Debrah :
- Voce tá bem ?
Eu ... eu odeio ele.
Assim que toda a raiva sai do meu corpo , começo a chorar e a soluçar sem parar. As vezes engasgo no meu próprio choro e luto alguns segundos para recuperar o ar.
"Eu queria apenas morrer aqui" penso.
Olho para a tesoura ensanguentada em minhas mãos e começo a lembrar que aquele sangue pertence a vadia que estava transando com meu namorado, a vadia que ele disse que amava , a vagabunda que sorriu quando viu minhas lágrimas.
Vozes começam a invadir minha cabeça e começo a achar que estou louca. Elas dizem "Mate-a,Mate-o,Se vingue,Liberte sua dor"
Jogo a tesoura para além do corredor gritando:
- Eu quero ficar em paz , me deixem em paz !
Em seguida me enconto em uma parede e escorrego até o chão sussurrando:
-Me deixem ... morrer.
Coloco minha cabeça entre as pernas e começo a chorar novamente. Dói muito saber que tudo o que a gente viveu nao valeu absolutamente nada para ele. Eu prefiriria nunca ter acordado no dia em que conheci aquele ruivo puto !
De repente sinto uma mão tocando meu ombro. Levanto ligeiramente a cabeça para acabar olhando para o Lysandre que me fitava com aqueles olhos de pena.
Meu Deus o que ele tá fazendo aqui ? Por que justo ele ? Eu nao quero que ele esteja aqui !
Lysandre nao disse nada , apenas se sentou ao meu lado e  colocou minha cabeça deitada em seu colo.
- O que aconteceu Eva ? - ele perguntou tirando alguns fios de cabelos da frente de meu rosto.
- Eu nao estou a fim de conversar sobre isso ...
- Eva , só estou tentando te ajudar , eu nunca quis seu mal.
- Nunca quis meu mal ? - pergunto tentando me levantar irritada  - Voce contou para minha mãe que eu estava no quarto com o Castiel e ela ficou um bom tempo sem falar comigo por causa disso !
- Eu tinha te dito que ele nao prestava- ele diz me deitando novamente em seu colo e colocando seu braço sobre minha barriga - Voce nao me escutou e continou em contato com ele , então eu tentei ajudar falando tudo a sua mãe. Nao pense que eu queria te ferrar , era para o seu próprio bem.
- Voce estava certo no fim das contas - digo sorrindo e deixando uma lagrima cair de novo - Eu deveria ter ficado longe dele , ele é só um safado aproveitador.
- O que ele fez ? 
- Me traiu com a Debrah .. - murmuro.
- O que ? Como ele pode fazer isso ? - Lysandre pergunta indignado - Voce terminou com ele não é ?
- Puts ... eu esqueci disso.
- Ele nao te merece Eva , nao chore por um cara babaca como ele , se ele nao sabe dar valor , voce vai achar alguem que possa te dar. 
(NAO DAR O CU TABOM ?)
-Eu .. eu fui tão idiota ao ponto de achar que ele poderia chegar a me amar. Eu sabia que ele era muito para mim, eu nao era o bastante...
- Voce é até demais para ele .-  diz Lysandre aproximando seu rosto do meu - O que ele merece são putas ofericidas como a Debrah (estranho ver o Lys falando "puta"), mas voce Eva , voce é linda , divertida , não é exatamente carismatica , mas acho que é isso o que mais me encanta.
- O-oi ? - pergunto sentindo meu rosto queimar.
- Que-quero dizer - ele diz caguejando - É o que mais encanta em todos.
Eu dou risada dando uma cutucada na bochecha dele e digo:
- Voce nao existe em ! Cansei de chorar , acho que vou em casa. Hoje minha mãe vai estar fora para trabalhar , voce quer ir lá comigo ?
Eu sei que é meio errado já estar me oferecendo desse jeito para o Lysandre , mas eu realmente preciso disso..
- Claro. - ele diz sem olhar para mim.
Eu me levanto de seu colo e saio andando na frente dele.
Quando estamos do lado de fora , deslumbro Castiel carregando Debrah nos braços , tentando levá-la para fora da escola.
- Lysandre , voce pode comprar um Milkshake pra mim ? To cagada de fome.
- Ok eu vou comprar sim. 
Dou 2 reais na mão dele e assim que ele vira a esquina , saio correndo na direçao da Debrah e Castiel.
- Mas que porra é essa ? - pergunto pegando no braço do Castiel.
- Voce esperava que eu deixasse ela sozinha no porão ? - ele pergunta colocando a Debrah no chao e,tentando parecer bravo , mas nao funciona muito , já que a tristeza escondida nesses olhos cinzentos nao engana ninguem.
- Eu queria era que essa desgraçada morresse sozinha ! Se pá com voce junto seu arrombado ! - digo gritando com ele - Eu não sei o que eu tinha na cabeça pra nao ter cortado a porra do seu pinto fora também !!
- Eva , voce tá louca , cega pela raiva , voce não é assassina , nem ameaçadora . Voce é apenas minha Eva , minha Eva doce que sempre quer o bem dos outros , que tenta se manter fria por fora sendo que é a pessoa mais calorosa por dentro.. - ele diz segurando meu rosto com suas duas mãos.
- Voce ... - eu começo a chorar loucamente igual antes. Castiel nunca me viu chorar , apenas naquele dia em que machuquei minha perna, mas mesmo assim , nao era dor emocional. - Voce fodeu com a minha vida ! Eu alguma vez te dei motivos pra fazer essa sacanagem comigo ? Como voce disse, eu era uma pessoa calorosa , APENAS COM VOCE , porque voce era a pessoa mais importante da minha vida e agora voce me traiu , me trocou por uma vagabunda! Deixei de ser insegura , para falar pra todo mundo que eu tinha um namorado que me amava tanto quanto eu o amava. Mas agora vou ser vista como mentirosa , já que tudo isso não era verdade. Se voce tava insatisfeito seu puto ridiculo , terminava comigo ! Sabe o que é terminar ? É o que estou fazendo com voce agora !!! Que se foda voce  e sua vagabunda ! 
Olho para Debrah que está quase inconsciente e vejo seu peito ainda sangrando. Molho meus dedos no sangue daquela vagabunda e começo a jogar vários pingos na cara do Castiel. Um dos pingos entra em seu olho , o que faz ele gritar de dor.
- Sente o gosto do sangue da sua puta seu desgraçado ! Queima essa porra nao queima ? Tambem queima a dor de ser traída por alguem que eu amo !! 
Castiel se ajoelha e abraça minha cintura , tentando fazer com que eu nao fosse embora. Cubro ligeiramente meu rosto para que ele nao me vija mais chorando. Por mais que eu precise, eu nao quero me separar desse abraço.
Pego os braços que Castiel estava usando para me segurar , o jogo no chao e saio andando rápido.
Porém ele se levanta, mas não é capaz de correr atrás de mim
Olho um momento para trás antes de virar a esquina que Lysandre havia virado e vejo que Castiel está esticando o braço para que eu nao fosse para longe dele. Ele está  olhando para mim com aqueles olhos de quando eu o conheci e o que corta meu coraçao , é que ele está chorando.
- ME DESCULPA !!!! - ele berra em minha direçao.
Começo a chorar como nunca chorei na vida e Castiel cai de costas no chão se debatendo igual um doente , gritando "desculpa" várias vezes.
O estado dele está deploravel. Nem quero imaginar como deve estar o meu, já que espanquei a amante dele.
Assim que viro a esquina, dou de cara com o Lysandre.
- Eu ouvi gritos - ele diz me encarando.
- Vamos para casa - digo pegando o Milkshake que ele estava estendendo para mim.
Assim que chegamos em casa , dou uma rápida conferida na local e realmente minha mãe está fora.
- Vem pro quarto - digo tentando imitar uma voz sedutora , por mais que eu nao tenha.
Nao precisa falar duas vezes e ele está lá atrás de mim.
- Voce transou aqui com ele ? - perguntou Lysandre deitando em minha cama.
- Na real , foi na casa dele mesmo - digo e após relembrar daquele dia , minha garganta queima novamente e sei que vou começar a chorar de novo.
Antes que isso aconteça , Lysandre me puxa para a cama tambem , me fazendo deitar junto dele.
Pelo menos nao estou sozinha ...
Olho os olhos do Lysandre e me lembro que foram eles que mais me chamaram a atençao , afinal , são lindos.
Me aproximo lentamente e dou um beijo demorado nele.
Nunca beijei alguem deitada desse jeito na cama.É muito bom ... me deixa excitada.
Lysandre começa a retirar minha blusa , mas quando ele está quase chupando meus seios ele se afasta e diz :
- Voce está fazendo isso apenas por alívio.
- Nã-não Lys , não estou te usando e ...
- Está sim , nao precisa mentir. - ele me interrompe , mas nao vejo sinais de tristeza ou desapontamento em seu rosto.
- Me desculpe .. - digo abaixando a cabeça.
- Voce nao precisa de um homem para se sentir melhor. Voce precisa de apoio , depois voce pensa em transar.
Ele me deita na cama de costas para ele e se encaixa atras de mim , nos deixando de conchinha.
- Lysandre , voce acha que um dia poderia me amar ? - pergunto.
- Não sei , quem sabe ? - ele admite - Acredite , tambem ja fui muito machucado nessa vida.
- Então , enquanto não temos ninguem , podemos dizer que nos amamos ? 
- Sim , claro. - ele responde com um bocejo.
- Então , eu te amo Lysandre - digo fechando os olhos.
- Eu te amo Eva - ele diz e por um instante consigo imaginar que Castiel havia dito aquilo.
Porém , nesse momento, meu ex namorado provavelmente está se debatendo no chão, se arrependendo de ter traído, talvez, a unica pessoa que o amaria de verdade nesse mundo.
 


Notas Finais


EU ESTOU NA BAD POR ESSA MINA !!
A garota só se fode ... bem eu na vida kkkkk
Voces gostaram ??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...