História Olhares. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Chichi, Gohan, Goku, Videl
Tags Dragon Ball, Gohan, Shoujo, Videl
Visualizações 60
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie gente! já era tempo da doida aqui aparecer né rsrs, me desculpem pela demora tá, aconteceram avalanches de coisas na minha vida e eu fiquei completamente enrolada e sem tempo.
Vou tentar prolongar um pouco mais a fic pessoal, estou com novas idéias em mente, vamos ver como vai ficar! ;)
Consegui terminar o segundo capítulo hoje, aee! \o/, eu sei gente, eu não consigo escrever capítulos longos T.T, não tem jeito rsrs.
Dessa vez "tentei" fazer um capítulo mais engraçado e descontraido, decidi colocar a Chichi na história e retratei ela bem do jeitinho que ela realmente é no anime rsrs, bom, é assim que eu vejo ela, ah vai pessoal, até que ficou engraçadinho hehe, só lendo para saber né queridos!!!
Vamos lá então?
Boa leitura. <3

Capítulo 2 - Sensei.


Gohan e Videl permaneciam parados em frente a porta da grandiosa mansão que pertencia ao pai da jovem menina.
Os minutos iam passando lentamente, mas a atração entre eles era tão forte que os jovens  não conseguiam desviar seus olhares.
Gohan se arriscou em dar o primeiro passo, se aproximou de Videl, sem pressa, apenas analisando a reação da menina.
Videl sentiu seu rosto queimar de constrangimento, tinha total certeza de que sua pele estaria completamente vermelha, mas não se importou com o tal fato.
Seus rostos estavam cada vez mais próximos, suas respirações eram quentes e fora de rítmo, a ponta de seus narizes quase tocaram-se, mas Gohan inesperadamente parou,  a poucos centímetros da boca de Videl.
O garoto queria adimirá-la um pouco mais. 
- A menina tão cheia de si agora está aqui feito um gatinho indefeso. Pensou ele, já decidido em provar o sabor dos lábios dela.
- Espera aí garotão! Disse Videl repreendendo Gohan.
O moreno se assustou com a imprevisível reação da jovem.
- Como assim? espera aí?
- Eu pensei que você queria que eu te beijasse. Disse Gohan coçando os pequenos fios de cabelo da nuca, decepcionado com o acontecido.
- Não sou assim, nós mal nos conhecemos.
- E onde foi parar a sua timidez? de novo né, já estou duvidando dela .
Gohan sorriu de canto, mas logo em seguida gargalhou da situação.
- Me desculpe, eu não consegui resistir, foi mais forte do que eu. Sussurrou roucamente.
- Sei, vou deixar passar essa.
- Se você me ensinar umas técnicas legais de artes marciais amanhã, quem sabe você ganha um beijo.
Videl já nem sabia o que estava dizendo, ela já não sabia se suas palavras saíram apenas por um impulso ou se ela realmente queria aquilo.
Gohan sentiu um gostoso calafrio percorrer as costas.
- Você é incrível Videl, assim como pensei, aliás, linda também, é claro. Disse ele olhando nos profundos olhos turquesa da jovem, tentando disfarçar seu nervosismo colocando as mãos sobre os bolsos da calça.
Videl sentiu suas bochechas ruborizarem mais uma vez.
- Droga, de novo. Ela pensou.
- Te vejo amanhã então Gohan.
A imponente porta já havia se fechado mais o moreno permanecia estático ali, sorrindo feito um bobo, mas repentinamente decidiu olhar as horas através do visor do celular.
- Caramba, já está muito tarde, minha mãe vai me matar.
~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~
- Isso são horas de chegar em casa Gohan!!!
- Eu me esforcei tanto pra te incentivar nos estudos, te apoiei tanto pra você entrar em uma boa faculdade e ser alguém importante na vida.
- E onde você estava menino? porque chegou tarde assim?
- Já não basta seu pai que só quer saber de lutar e não para em emprego algum?
- Não faz isso com sua mãe Gohan.
- Calma mãe!
- Eu sai um pouco pra descansar a mente.
- Eu nunca saio de casa, essa é a primeira vez.
- E eu não tinha nenhum dever da faculdade pra hoje, não se preocupe. O moreno tentava a todo custo se livrar das broncas da mãe.
Chichi respirou fundo, tentando tranquilizar-se.
- Tudo bem filho, só não quero que você comece a sair pra se divertir e se esqueça dos estudos.
- Você é meu orgulho sabia, tão inteligente. Disse ela abraçando o filho.
- Obrigado mãe! Ele retribuiu o abraço, aliviado.
- Uffa, me safei dessa. Pensou.
- Então mãe, tenho que te contar uma coisa.
- Encontrei uma amiga da faculdade hoje, por coincidência, e marcamos de treinar artes marciais amanhã. Gohan pausou a fala para respirar fundo.
- Aqui em casa. Completou, fechando os olhos e esperando a reação lunática da mãe.
- Filho, tome cuidado com essas meninas da faculdade, elas chegam de fininho, te conquistam e levam você pra longe de mim.
- O que é isso mãe, é só uma amiga. Ele cruzou os dedos, torcendo para que a mãe acreditasse.
- Sei! Respondeu Chichi, estreitando os olhos desconfiada.
- Tá bom então.
~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~
O sol já brilhava intensamente, anunciando que logo chegaria o verão e juntamente com ele viria as férias da faculdade.
Gohan normalmente passava a temporada de férias treinando em casa com o irmão mais novo e em alguns momentos, com seu pai, mas tudo indicava que nessas atuais férias algo novo aconteceria e mudaria completamente a vida do garoto.
- Mas que horas são? Disse o moreno tentando alcançar o celular em cima do criado mudo, enquando abria preguiçosamente os olhos.
- Sério que eu dormi tudo isso?
- Droga, a videl já deve estar chegando. Gohan saltou da cama apressado, tropeçando em alguns livros que estavam em um canto no chão.
- Depois arrumo isso.
O moreno retirou o pijama do corpo e vestiu suas costumeiras roupas de treinamento, penteou seu cabelo arrepiado, ajeitando os fios que teimavam em ficar em pé, escovou os dentes incrívelmente rápido, correu em direção a cozinha, pegou uma maça que estava em cima da mesa dando-lhe uma boa mordida.
Gohan já ia abrindo a porta principal da casa quando sua mãe o chamou.
- Onde você vai com tanta pressa? nem me deu bom dia!
- Bom dia mãe! vou esperar a Videl aqui em frente a casa, ela já deve estar chegando. 
- Eu acordei tarde e acabei perdendo a hora. Disse ele sem jeito.
- Isso é o resultado da sua saidinha de ontem a noite, tá vendo Gohan? 
- Tá bom mãe, eu sei, eu sei,  mas agora eu preciso mesmo ir, ok? O moreno acenou para a mãe, dando mais uma mordida na maça e em seguida fechou a porta.
- Ah essa juventude. Disse Chichi enquanto lavava a louça.
- Espera aí, ele disse Videl ou eu estou ficando louca?
- Videl não é a filha do prefeito?
- Minha nossa, acho que sim. Chichi arregalou os olhos sem acreditar no que o filho havia acabado de dizer à ela, afinal, Videl era muito conhecida pela população da cidade, uma consequência por ser a filha do prefeito.
Quando a senhora decidiu ir atrás de Gohan para tirar suas dúvidas, escutou o barulho de uma moto parar em frente a casa da família, curiosa, ela decidiu espiar por uma brecha da janela.
- É ela! Pensou, eufórica.
~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~ GH ~~~~~~
Videl estacionou sua moto amarela no quintal da casa de Gohan, a menina retirou seu capecete, balançou seu cabelo contra a leve brisa da manhã e encarou o moreno à sua frente.
- Pronto para me dar algumas aulas, sensei?
Gohan engoliu em seco e sentiu seu coração pulsar enlouquecido em seu peito.
- Com certeza, gatinha.


Notas Finais


O que acharam? logo posto o próximo, assim que eu conseguir! comentem por favor, ok? estarei esperando. Um beijo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...