História OmbroAmigo (Joshler) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Melanie Martinez, Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Melanie Martinez, Tyler Joseph
Tags Crybaby, Debby Ryan, Dun, Joseph, Josh, Joshler, Melanie Martinez, Twenty One Pilots, Tyler
Visualizações 11
Palavras 774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ã.... eu n seu bem como é q funciona esse ngc de polícias etc (fds) ent, sla... se alguma coisa não se encaixa e pá ignorem ta,
Mentira não ignorem, leiam até o fim. Skskskk qq

Capítulo 2 - Detetive


Fanfic / Fanfiction OmbroAmigo (Joshler) - Capítulo 2 - Detetive

Tyler acorda com os raios de sol invadindo seu quarto pela janela , ele olha para o despertador sobre a cômoda ao lado da sua cama, já são quase dez horas da manhã, ele achou estranho sua mãe não ter vindo acorda-lo.

Tyler então se levanta, veste uma roupa e sai do quarto. Percebe que a casa está silenciosa de mais.

Tyler chama por sua mãe, mas ela não responde. Ele pensou então que ela deveria ter ido ao mercado, ou a casa de Jenna, a vizinha deles.
Ele então foi até a cozinha comer alguma coisa. Aproveitou que sua mãe "nao estava" em casa, preparou um sanduíche e um copo de suco e foi comer na sala.

Mas quando chega la se assustou ao ver sua mãe ali, caida no chão desacordada e com sangue saindo de seu nariz e boca.

Ele deixa o prato cair, ficou um tempo parado, em choque. Tentando entender tudo. Suas pernas ficaram fracas, por um momento pensou que ia desmaiar. Mas ele tirou forças de sla onde e correu em direção a sua mãe.

Desesperado ele começa a chorar e gritar tentando acordar a mãe. Mas quanto mais ele gritava, ele se dava conta de que não iria adiantar. Ele então voltou para o quarto, subindo as escadas praticamente rastejando, pegou seu telefone e estava pronto para ligar para a polícia, quando ouviu um grito vindo da sala.
"Mae?" Ele pensou, e então jogou o telefone em cima da cama e correu até la. Quando chegou la viu que não era sua mãe, e sim Jenna, a vizinha e amiga de Kelly.

- Meu deus o que houve Tyler?-

Agora sim, as forças de Tyler sumiram. Tyler caiu no chão, desmaiado.

Jenna entrou em choque no mesmo momento e só sabia dizer a mesma coisa o tempo todo, com as mãos na cabeça sem saber o que fazer:

- meu deus meu deus meu deus -

Depois de Jenna se recuperar un pouco, ela ligou para a polícia. E aos prantos explicou o qie houve e passou o endereço.

(...)

Quando Tyler acordou, ele estava no sofá. Sua visão estava embaçada mas via que sua casa estava bem movimentada.
Quando acordou por completo viu Jenna conversando com alguns polícias, ao seu lado tinha uma mulher de uniforme da polícia, uma detetive.
Peritos andavam pela casa e faziam anotações.


- Ela vai ficar bem.- disse a detetive. - Podemos conversar?- perguntou ela, Tyler ficou quieto e ela levou isso como um "sim".

- Então... Podemos ir até a cozinha ? Pra você tomar um copo de água...- Tyler não respondeu ela ,apenas levantou e foi em direção a cozinha sugerindo que ela o seguisse.

Ele se sentou, a mulher pegou um copo de vidro que estava sobre o balcão e colocou água para o garoto.

-Meu nome é Debby Ryan, sou detetive, e preciso da sua ajuda pequeno Tyler.

Tyler assentiu com a cabeça.

- Você viu alguma coisa ? Tem alguma ideia de quem possa ter sido? - perguntou ela se referindo ao momento da agressão. Tyler parecia ter ficado mudo, não respondia as perguntas feitas ele apenas balançava a cabeça de acordo com a resposta. Ele então apenas balançou a cabeça negativamente enquanto ela anotava alguma coisa em um bloco de notas .

- Eu ... E-eu não sei... Eu só acordei e...- Tyler voltou a chorar, se lembrando da cena em que viu sua mãe desacordada e sangrando.

- Olha só... Eu sei que você está triste, abalado e talvez...- ela parou procurando uma palavra para dizer - confuso mas... Tenta se concentrar... Só um pouco.... Assim você estará me ajudando e ajudando sua mãe . Tenta ficar calmo e se concentrar para lembrar de alguma coisa.-

- Não tem como eu ficar calmo! Minha mãe está num hospital, desacordada e ninguem nem sabe se ela pode acordar! Como quer qie eu fique calmo porra?!

Tyler abaixou a cabeça e passou as mãos no cabelo, nervoso.

Ela soltou um suspiro - Eu entendo.... Mas-

- Eu quero ir pra casa da minha irmã . Não quero mais ficar aqui .- diz Tyler baixinho interrompendo Debby.

- Sua irmã?-

- sim minha irmã!-

- Ela já sabe?...-

- Eu acabei de acordar de um desmaio! Como quer que eu saiba?!


Tyler estava agindo grossamente, mas ele não aguentava mais. Ele só queria ver sua mãe.

- Vamos... Eu vou te levar
.- disse ela lavantando da cadeira .
Se essa tal irma não morava ali, provavelmente ela ja era maior de idade e teria mais maturidade e calma para responder as questões que a detetive precisava. 

Notas Finais


Tyler putasso kssksksk
Aaaa ♡

Sei q esse cap não foi lah uma coisa linda de se ler... mas EU PROMETO q vai ter uns capítulos bem maiores e fodas!

P.S: a foto do cap, é pra ser o Ty no carro da Debby, por isso ignorem o Josh la rsrsrs :)

(A e eu n sou muito boa e criativa com os títulos dos capitulos, ent me perdoem e talvez mais pra frente alguns n vao ter nome ksksks)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...