1. Spirit Fanfics >
  2. Ômega. >
  3. Capítulo quatro - "seu ômega..."

História Ômega. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


capítulo não corrigido⚠

notas finais!

Capítulo 4 - Capítulo quatro - "seu ômega..."


Fanfic / Fanfiction Ômega. - Capítulo 4 - Capítulo quatro - "seu ômega..."

┊1720 d.C. Alcatéia do Sul┊


o pequeno garoto acordou depois de uma ótima noite de sono em uma cama verdadeira, com cobertores aconchegantes e quentes, coisas nas quais nunca teve oportunidade de chegar perto se não fosse para arrumar ou limpar. tentou se mover mas notou um braço grande e, de certa forma pesado, o abraçando pela cintura. não demorou para reconhecer o cheiro forte do alfa que o abraçava.

haviam se passado um mês desde que chegara a Alcatéia do Sul, o ômega havia se mostrado mais comunicativo e menos tímido para algumas coisas, ainda não havia criado coragem para sair e conhecer o lugar, a vergonha de pedir para que algum dos Jeons saísse consigo era grande. nesse tempo em que esteve lá, notou muitas coisas diferentes entre os Jeons e os Parks, como por exemplo, a família do líder não tinham empregados e tratavam os demais com igualdade.

os admirava por isso, mostravam quem ninguém estava acima de outra pessoa por sua posição social, e mesmo morando na maior cabana da alcatéia, era uma das mais simples, a família Jeon não gostava de esbanjar suas riquezas, não era necessário tal coisa.

se assustou ao ouvir uma risada soprada ao seu lado.

- bom dia pequeno. - a voz grossa e levemente rouca por ter acabado de acordar se presente agraciando seus ouvidos. - espero que tenha dormido bem esta noite, estava bem frio. - havia mais ou menos uma semana que dormiam juntos desde o alfa viu o pequeno ômega quase desfalecer de frio em uma noite em que passava para ver se estava bem. não espionava o pequeno, cuidava.

Jimin se sentou na cama com os cabelos levemente bagunçados e com a franja cobrindo seus olhinhos pequenos e levemente inchados por ter acabado de acordar, o lúpus sorriu ladino se sentando também. estavam bem próximos nos últimos dias e isso deixava seu lobo animado e feliz, este já havia o escolhido como seu ômega.

- bom dia, Jeongguk. - a voz doce e fina se fez presente enquanto o ômega passava seus dedos curtinhos e gordinhos pelos cabelos compridos e dourado como se estivesse o penteando, o futuro líder olhava todas as ações do ômega ao seu lado com toda atenção, cada movimento, por menor que fosse, exalava delicadeza. de fato, havia escolhido o ômega certo.

- se sente um pouco melhor? - perguntou. - a noite senti que estava tremendo de frio, temi que ficasse doente. - sua preocupação era nítida. - por isso o abracei.

Jimin sorriu fraco e assentiu com a cabeça. - estou bem, obrigado.

Jungkook desceu perigosamente seu olhar para a clavícula exposta pela blusa escura e de tecido grosso que pendia no ombro do garoto.

- Jimin-ssi. - chamou. - se arrume, o levarei para conhecer a Alcateia, comprar roupas e o que mais desejar. - sorriu para o menor se segurando para não passar seus dedos pela derme branca e macia que estava exposta.

- tem certeza de que seu povo me aceitará como futuro líder ao seu lado? - perguntou incerto. - fora anunciada sua chegada aqui com uma ômega filha de líderes, sou apenas um escravo.

Jungkook franziu o cenho em confusão, não entendia o por que do ômega se rebaixar tanto desta forma. - não pude ter feito escolha melhor. - assegurou vendo o menor abaixar a cabeça com suas bochechas coradas. - fique tranquilo, pequeno, aqui não és mas um escravo. - se aproximou levantando o rosto redondinho pelo queixo com o indicador e acariciando sua bochecha corada fazendo o menor se arrepiar pelo choque térmico entre a pele fria e a quente. - és o ômega do futuro líder, meu ômega.

- seu ômega. - não conseguiam quebrar o contato visual, seus rostos iam se aproximando até que suas testas estivessem juntas. o ômega pousou sua mão direira no pescoço do alfa enquanto a esquerda acariciava seus cabelos soltos.

e então seus lábios se juntaram, seus lobos se sentiram completos e uivaram dentro de seus corpos sentindo algo novo. ali foi feito o primeiro beijo do casal, o primeiro beijo do ômega.

┊1720 d.C. Alcatéia do Sul┊

tendas estavam postas uma lado da outra, cada uma vendendo uma coisa diferente, de tecidos a comidas, eram poucas devido ao frio, mas muitas famílias precisavam manter a renda de suas famílias. o ômega se via admirado com tudo aquilo, mas se sentia acanhado e tímido ao ter diversos olhares sobre si vindo dos feirantes. afinal, estava acompanhado do futuro líder e o fato deste estar com um ômega desconhecido deixavam todos confusos e curiosos.

- tenho algo para você. - o alfa disse chamando a atenção do pequeno que olhava uma pequena gargantilha de prata, fina e delicada.

levou seu olhar para o alfa que tinha um saquinho de pano em mãos, franziu o cenho, afinal não havia o visto comprar nada e nem havia pedido nada.

- tomei a liberdade de lhe comprar um presente enquanto estava distraído olhando as coisas a nossa volta. - disse calmo sentindo os olhinhos de cores diferentes e curiosos encima de si. - meu primeiro presente para ti. - entregou o pequeno saquinho de tecido escuro ao menor que com todo o cuidado do mundo, o abriu e virou em sua mão. uma gargantilha ainda mais bonita que aquela a qual observava. - posso colocá-la?

Jimin sorriu e assentiu se virando de costas para o alfa, juntou seus fios de cabelo e os levantou dando passe livre para que o alfa prendesse a joia em seu pescoço. quando já colocada, se virou novamente e deixou o alfa surpreso ao ficar nas pontas de seus pequenos pés para abraçá-lo pelo pescoço. a diferença de altura entre os dois era… grande, Jimin poderia se passar facilmente por uma criança ao lado do lúpus se não fosse seu corpo e rosto.

- é linda. - se afastou levemente e deixou um selar na bochecha do alfa que o segurava pela cintura o fazendo sorrir. - muito obrigado. - passou os dedos pela joia e sorriu mais ainda.

a tarde dos futuros líderes havia sido divertida, Jungkook apresentou todo o lugar ao ômega, que por onde passava recebia elogios devido a sua beleza e educação. no final da tarde, o passeio chegou ao fim, Jungkook levou o ômega a uma cabana mais afastada da cabana do líder, era bonita e simples, mas não tão grande quanto a que estava morando.

- essa será a nossa cabana quando casarmos. - segurou delidacamente a mão do ômega enquanto a outra segurava uma cesta de palha com as coisas que havia comprado para ele. abriu a porta e entrou no lugar. - comecei a construir este lugar aos quinze, e bom. - se virou. - meu sonho sempre foi morar aqui com meu ômega e filhotes. - o alfa andava pela sala já mobilhata com móveis feitos de madeira pela família Kim.

Jimin sentiu uma sensação nervosa tomar conta de seu corpo, ainda era novo para pensar e saber que o líder de uma alcateia havia o escolhido para cortejá-lo e carregar seus filhotes. sorriu vendo a expressão sonhadora do alfa.

- já pensou em ter filhos, Jimin-ssi? - se virou para o ômega que ainda estava em pé próximo a porta.

- ah… - abraçou o próprio corpo e caminhou mais para perto do alfa. - eu nunca imaginei estar aqui ou deixar de ser escravo. - riu sem humor. - mas sempre tive o sonho de ter filhotes. - sorriu triste. - dar a eles uma vida que não tive oportunidade de ter.

Jungkook sorriu, o ômega era bom demais para ter aquela vida, por ter passado tudo aquilo.

- se ficar comigo e aceitar ser meu ômega. - segurou em sua cintura. - lhe darei quantos filhotes quiser. - o ômega pode ver as orbes escuras do alfs brilharem em expectativa.

- eu… - pensou, ali teria uma niva vida, novas oportunidades e… uma família. - aceito Jungkook, aceito ser seu ômega.

┊1720 d.C. Alcatéia do Sul┊

- aqui. - Seokjin entregou a caneca com chá para o outro ômega sentado em sua frente, Taehyung havia levado Yoongi para sua cara para passarem o dia, mesmo conhecendo a família Kim, o ômega teria que se acostumar, afinal, fará para dela. - espero que goste, sei que gosta de pouco açucar no chá. - sorriu se sentando.

- obrigado, tio.

- então quer dizer que se casará com meu filho. - o alfa, Namjoon pai de Taehyung, cantarolou e o Jeon sorriu corando enquanto assentia com a cabeça. - pensei que nosso filho nunca tomaria atitude para tal coisa.

um bagulho na entrada da cabana foi ouvido e todos sabiam que era Taehyung.

- incrível, não perdem uma oportunidade de me difamar para meu ômega. - o alfa praguejou arrancando risadas dos mais velhos. - olhe quem esta aqui, Minho. - o pequeno alfinha que acompanhava Taehyung olhou na direção em que este estava apontando e sorriu grande andando cambaleante até lá.

Minho era o caçula da família Kim, o pequeno alfa de seus recém completos dois aninhos estendeu os braços para o ômega pedindo colo, este deixou a caneca na mesa e pegou o menor em seu colo. Minho se aninhou no peito do ômega e fechou os olhos.

Taehyung, que apenas olhava a cena um pouco distante sorriu imaginando como sua vida será no futuro, imaginou sua cabana com pequenos Kims correndo por esta e em como seu ômega ficará lindo carregando seus filhotes. sorriu vendo a delicadeza que o ômega usava para falar com seu irmão mais novo.

depois de tanto tempo separados, agora sim poderiam ficar juntos como era de suas vontades. ninguém poderia atrapalhar a felicidade de ambos.

- sem querer atrapalhar, mas vou roubar meu ômega por um tempinho. - chegou sorrateiro por trás de Yoongi, este se levantou com Minho que já caia de sono devido ao carinho em seus cabelos escuros. caminharam pela casa e deixaram o mais novo em seu quarto dormindo, logo seguindo para o quarto do alfa mais velho.

Yoongi diria com toda a certeza que o alfa fazia um bem enorme para sua vida, a sensação de liberdade que este lhe dava era tão grande que nem ao menos sabia explicar.

o alfa abriu a porta e deixou que o menor entrasse no cômodo primeiro, o cheiro do alfa estava presente em tudo e isso fazia com que seu corpo ficasse quente e seu lobo ficasse feliz e calmo. caminhou até a cama e se sentou ali. enquanto isso, Taehyung entrou e fechou a porta caminhando até a cama e tirando a camisa que usava.

era uma característica dos alfas que os ômegas invejavam, raramente sentiam frio.

Yoongi corou e desviou os olhos do corpo do alfa ouvindo uma risada rouca e grave do mesmo. - terá que se acostumar a me ver assim, sabe que não uso muitas roupas quando estou em casa. - parou em frente ao ômega e segurou em seu queixo o fazendo olhar para si. - meu corpo é seu, pode tocar se quiser.

Yoongi desceu seu olhar para o abdômen levemente trincado do alfa, a pele amorenada parecia clamar por si, o alfa soltou seu queixo e sorriu ladino levando suas mãos até seus cabelos e os prendendo em um coque. prendeu o lábio inferior entre os dentes ao sentir as pontinhas dos dedos gelados do ômega em uma de suas cicatrizes na barriga.

- meu corpo também é seu. 


Notas Finais


era pra eu ter postado isso a dois dias atrásKKKKKKNJNN
mas é aquilo né, elah faz o atraso delah

· só digo uma coisa: atenção aos itálicos, boa noite.

· divulgação de história:

「❀」✥Love From Other Lives✥「❀」

¦1920 - 2019¦

❝para uns, reencarnação e/ou almas gêmeas são apenas mitos ou bobagens que outras pessoas acreditam por puro tédio, mas jaehyun, ao descobrir que é a reencarnação de alguém e que está destinado a um ômega que nem ao menos conhece direito, vê que sua vida pode ser completamente diferente de como planejou.

ou aquela onde jaehyun prometeu amar taeyong em todas as vidas possíveis e voltou para cumprir sua promessa.


- eu voltarei. - o abraçou. - meu amor por você não é o suficiente para apenas uma vida, se não voltar - deixou um beijo em sua testa. - lhe encontrarei em outras vidas quantas vezes for preciso.❞

https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-from-other-lives-19627568


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...