1. Spirit Fanfics >
  2. Ômega em meio de uma confusão >
  3. Capítulo 14

História Ômega em meio de uma confusão - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - Capítulo 14


{NÃO REVISADO}

Acordei com meu celular tocando, era Hoseok, suspirei me espriguiçando e bocejando.

        一 Fala Hoseok

        一 Jungkook, não encontramos ninguém compatível, mais estamos com um probleminha aqui, eu tentando resolver, falta o Jimin a fazer e ele .tem medo de agulha, mais ele é a nossa única esperança agora

       一 Hoseok resolve isso aí! Ele é teu ômega! Conversa com ele.- Falo massageando minhas têmporas.

        一 Eu sei Jungkook! Mas ele apavorado, eu queria que você viesse aqui, convencer os médicos a deixarem acordar O Taehyung, pra ele conversar com ele, os médicos não querem deixar ngm entrar pois ele passou muito mal e conseguiu dormir com remédio.

       一 Já Já chego aí, Thau!.- desligo o celular.

   Me espreguiça uma última vez, pego minha toalha e me dirijo ao banheiro, tomo um banho rápido, pois eu não podia me demorar muito, precisava resolver isso o quanto antes.

     Ao acabar de me banhar adequadamente, visto uma camiseta cinza e uma calça preta com rasgos nos joelhos, acompanhado de allstar vermelho  passo meus dedos em meus cabelos os penteandos de forma desleixada, e me retiro de meu quarto, descendo as escadas e encontrando Jennie no sofá assistindo um filme qualquer de terror

      一 Já vai sair kookie?!

      一 É né... o dever me chama Jen.- assinto com a mão pra ela e me dirijo ao meu carro, assim dando partida direto para o hospital

    Cerca de mais ou menos quinze minutos, Chego ao local desejado, e sem perder tempo me dirijo ao quarto de Taehyung, porém, sou impedido pelo médico.

      一 Desculpe senhor, mais o Sr.Kim está muito mau, e só conseguiu dormir direito não faz muuito tempo, então ele está descansando, creio que o senhor não vai querer atrapalhar o seu descanso.- O olho sério e ele engole em seco.

       一 Sei Sei... mais agora eu preciso vê-lo então, me de liçensa e chame Park Jimin até aqui por favor.- Falo e ignoro o breve aviso que ele tinha me dado.

     Rosto sereno e respiração calma, Taehyung se encontrava tendo o o sono dos justos e cansados. Por que tão fofo?

      一 Tae... Tae meu anjo! Acorde por favor sim?.- o sacudo pelos ombros e ele resmunga coisa desconexas, se se mexendo um pouco e formando um bico adorável e manhoso, tentando se desvencilhar de meus toques em seus ombros.一 Vamos pequeno... Por favor levante.- sussurro em seus ouvidos, e vejo seus pelinhos se eriçarem e sorrio minino com a reação de seu corpo a minha voz.

   Ele resmunga mais um pouco, e abre seus olhos aos poucos, coçando os mesmo e fazendo um enorme bico preguiçoso, mais desisto em esmagar suas bochechas e me aproxima e mordendo seu bico

   Ousado? Sim! Mais não ligo! Foi só uma mordida e nada demais! E convenhamos e quase impossível segurar a vontade de morder aqueles lábios carnudos.

   Foda-se, ele é perfeito, e eu não faço ideia de quando eu começei a reparar em si dessa forma, mas, seus cabelos cinzas e um pouck longos meio caracolados, seus olhos castanhos claros e brilhantes, meio grandinhos, seus lábios cheinhos atrativos e convidativos, seu sorriso peculiar que fica perfeitamente perfeito em si, seus traços delicados, e curvas de tirar o fôlego, sua bunda enorme e redondinha, suas coxas sendo a mesma coisa, suas pernas faziam qualquer um ficar babando, seu nariz de botão, seus cílios longos, fazendo uma pequena sombra em suas bochechas, uma pintinha adorável em seu nariz, seu jeito adorável, mandão, valentão, adorável, fofo, destemido... enfim! Tudo, uma combinação imperfeitamente perfeita! Se é que isso existe!

   Eu queria saber, quando foi que eu começei a observar tanto assim! Desde de o contratempo que o trouxe para esse hospital, já se passaram Três semanas, e todas as vezes que eu venho o visitar, me pegava reparando em algo em si! Que merda tava acontecendo! Meu lobo só pode estar louco!

     一 Junggukie! Eí Gguk!.- Taehyung estava os dedos em minha frente, me fazendo voltar a realidade.

      一 Hã... oi, o que foi?.-pergunto meio confuso.

      一 Como assim oi, o que foi? Eu que? Deveria te perguntar isso! Você tá aí paradão com essa cara de idiota olhando pro nada! Confesso que sua clara de abestalhdo e engraçado.- ele comente segurando um risinho, o olho e travo meu maxilar, ficando sério e o fuzilando com os os olhos.一 Calma ae Garotão, desculpas, mas é verdade.- ele continua e leva suas mãos até sua boca abafando um risinho lindo dele, desmancha minha carranca, até por quê, quem consegue ficar irritado com esse ser?

      一 Okay okay! Eu vim aqui lhe acordar, pra você conversar com o Jimin e o fazer tirar uma amostra de sangue pra fazer o exame de sangue, pra ver se ele é compatível com você.- Falo calmo e ele me olha confuso.一 Todos do bando já fizeram o exame, todos mesmo! Até seus amigos, com exceção de Jimin e claro! Então converse com ele.

      一 PELOS CÉUS JUNGKOOK!! VOCÊ FEZ TODO MUNDO FAZER ISSO POR MINHA CAUSA E FALA ISSO COMO SE FOSSE A COISA MAIS NORNAL DO MUNDO!!.-  ele berra e eu apenas dou de ombros como se fosse algo insignificante, e de fato erade certa forma.一 VOCÊ É DOIDO!!

      一 Okay... pare de grit-

      一 Ér... liçensa... você queria falar comigo Tae.- minha fala e interrompido por um pequeno ômega de cabelos rosados entrando na sala.

      一 Na verdade nã-

      一 Ele quer sim!.- Falo interrompendo Taehyung.- Eu acho bom vice convencê-lo ou então... você pode morrer Kim.- Falo sério olhando no mundo dos seus olhos e ele assente engolindo em seco.

   Saio do quarto os deixando a sos e me dirijo até Hoseok e Namjoon estava, conversando com o restante do bando e os dispensando, cumprimentei aos que ainda estavam lá, e quando todos se retiraram, quebrando apenas eu, Hoseok, Yoongi, Namjoon e Seokjin, resolvi me pronunciar.

    一 Não acharam ninguém mesmo compatível..?.- pergunto receoso e eles negam com a cabeça.

      一 Não irmão... lamentamos.- Namjoon fala, pois sabia da minha ligação com o ômega, e se ele morresse, meu lobo ia junto.

   Assento em derrota, e fiquei por ali conversando com ambos, enquanto Taehyung tentava convencer Jimin, nossa última esperança.

   Acho que uma hora se passou, e nada de Jimin, está demorando demais. Eu não quero usar a força com o pequeno, mas se for necessário, não terei escolha, meu irmão vai ficar furioso comigo, mais ele sabe como as coisas funcionam.

   Depois do que pareceram décadas de espera Park Jimin saiu de dentro da sala com seu rosto e olhos avermelhados, e assim correu até os braços de Yoongi e Hoseok.

     一 Eu vou... Eu vou fazer o exame Jungkook, mais vices dois Vão ter que ficar ao meu lado, yoon e Hobi!.- ele falou manhoso.

   Se dirigiram até a tal sala de exame, e assim Eu fui para o quarto de Tae, o encontrando com um biquinho e os olhos brilhantes.

     一 O que foi babe?

     一 O Jimin ele... ele vai fazer o exame... e sei lá.. eu  não sei... Aish!! Meu lobo! Aish!! Não sei.- ele se joga na cama confuso e esperneia um pouco como uma criança.

       一 Calma Calma! Eu hein! Descansa!.- Começo a rir de seu desespero.一  Errada pra lá! Vamos conversar um pouco!.-  ele assim faz e me deito ao seu lado e assim começamos a conversar.

   Se passou bastante tempo com a gente jogando conversa fora, sua boca se mechendo de uma forma  lenta e sedutora,  firma que ele os umedecida com sua língua conforme falava, o rosado deles tão convidativos, o modo que ele puxava o inferior entre dentes pra evitar alguns risinhos! Porra! Tô fodido!

    Volto a olhar sua face devido ao silêncio que se fez presente e o encontro também encarando meus lábios, então volto minha atenção aos seus, assim me aproximando aos poucos, sentindo sua respiração descompensada bater contra meus lábios, a aproximação entre nossos lábios era quase extinta...

    一 TaeTae!.- a porta e aberta revelando um Seokjin pulando de alegria, e Yoongi igualmente feliz ao seu lado.一 Oh... Me des-esculpe... eu-eu  ér...- ele coça a garganta se recomponho.一 Ér... quero dizer, viemos só avisar que... o Jimin já fez o exame e...

        一 E o que!!.- pergunto aitirario devido ao seu suspense, afinal! Quanto tempo se passou desde a hora que entrei aqui?!!

         一 E... ele não é compatível... sinto muito.- eles fazem uma cara decepcionada e abaixam os olhares, suspiro triste.

          一 Ha que merda!! Eu tenho que fazer alguma coisa!

          一 Kookie... eu vou morrer?!.- ele pergunta, seus olhos se enchendo de lagrimas.一  E-eu nã-não quero mo.- risadas! Sua fala e cortada por risadas da parte dois.

          一 Estamos brincando!! Park Jimin e compatível sim! E ele vai lhe doar sangue TaeTae!.- eles falam  uníssono, pulando e trabalhando com tamanha felicidade...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...