História Ominosa vida - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Loucura, Psicologia, Psicopata, Solidão
Visualizações 2
Palavras 419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor



Capítulo 2 - Alice


Fanfic / Fanfiction Ominosa vida - Capítulo 2 - Alice

  Dizem que você é boa, dizem que você é especial. Sim eles estão certos. Você é boa, em deixar pessoas como zumbis aos seus pés. Sim você é especial, como é ser amada assim? Você e eu sabemos que ninguém te quer. Mentira. Eu te quero. Te quero em minhas mão. Te quero deitada em meu colo, já sem vida, com seus cabelos macios endurecidos. Você sabe que nenhum deles quer te ver sorrir de verdade, ah mas eu quero. Eu quero te ver sorrir, eu quero ouvir o riso irônico da morte em seus lábios. Alice não é? tão doce.

  Todos caem ao seus pés, e você me olha, de canto, se pergunta por que eu não cai. Eu te digo. Eu sou louca. Sequer posso ouvir suas mentira. As vozes em minha mente gritam mais alto, mais forte, mais verdades. Quer saber que eles me dizem? Eles me contam de você. Da sua alma, da sua dor. Que dor? A que você vai sentir. Porque você vai rir para mim Alice. Só para mim. Eu vou te devorar viva. Eu quero sentir sua carne, o gosto humano. Errei. O gosto da mentira. Sim, agora está certo. É isso que você é. Uma mentira.

  Sabe Alice? Eu prefiro ser só. Assim não tenho que fingir nada para ninguém. Eu posso me sentar e ouvir, então venha até mim. Eu sei os seus pontos fracos. E eu irei te abraçar e você vai esperar que eu diga um vai ficar tudo bem. Eu vou rir. Sim Alice. Eu vou rir e antes que você posso se soltar deste abraço de morte vou acertar uma linda adaga reluzente em suas costas. Seu zumbis não farão nada. Eles sequer olharão. Sabe porquê? Porque eu já matei eles também. Isso que divertido! Isso é como um site que incentiva o suicídio, as pessoas sequer pensam, que, quem escreve está vivo.

  Eu sei que sou pesada, triste, dramática, neurótica, louca, insatisfeita, mimada, carente. Mas você se esqueceu da minha maior qualidade: eu sou só. Por isso que agora seu sangue se espalha pelo chão. E, se você tiver sorte Alice. Você vai sobreviver, para que eu posso arrancar cada membro seu e te despedaçar com as mãos nus. E te torturar. Não grite. Não chore. Você não tem direito a vida. Era isso que as vozes gritavam.

  Eu ouço alguém me chamando, desligo a música mas ela continua a tocar em minha mente, eu me levanto da cama. Está na hora de jantar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...