História Omoide no Winwin - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Taeyong, Winwin, Yuta
Tags Fluffy, Nct, Omoide No Marnie, Winta, Winwin, Yaoi, Yuta, Yuwin
Visualizações 45
Palavras 556
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Memórias


Fanfic / Fanfiction Omoide no Winwin - Capítulo 1 - Memórias

 E novamente Yuta estava lá, naquela mansão que já conhecia tão bem e que estivera abandonada por muitos anos, para que hoje em dia estivesse cheia de vida novamente.

Porém hoje não estamos aqui para falar do presente, mas sim do passado, de coisas que ocorreram naquela casa e todos duvidariam de Yuta caso este contasse. Coisas que ocorreram no verão passado, e deixaram aquela mansão cravada para sempre no coração daquele garoto.

                                ~.~.~.~

Há aproximadamente seis meses, Yuta ia pela primeira vez visitar seus tios, que moravam no interior, e além disso, iria morar com eles por um tempo.

Não tinha muitas espectativas sobre a vivência no campo. Sendo um garoto quieto, antissocial e até um tanto estranho aos olhos dos outros, socializar e infiltrar-se entre as crianças alegres e animadas estava fora de cogitação. Mas de qualquer maneira, não pretendia fazê-lo, queria apenas passar suas tardes sozinho, desenhando em qualquer lugar agradável, só ele e o ar puro do campo.

Porém todos os seus "planos de verão" se tornaram inválidos quando meses atrás, naquela mesma mansão, conhecera um garoto encantador, dono de um sorriso que Yuta nem imaginava que se tornaria a razão do melhor verão de sua vida.

Lembrava-se perfeitamente daquele momento: era uma noite silenciosa, porém bela, o céu estava estrelado e Yuta estava fascinado. Sentado às margens do pântano que levava àquela mansão tão misteriosa, que muitos diziam estar abandonada a muitos anos, Yuta vira um pequeno barco próximo ao porto e, com sua mente domada pela curiosidade e coragem súbita, resolvera usá-lo para chegar à mansão.

A ideia parecera ótima em sua cabeça, porém o pobre garoto esquecera de um "pequeno" detalhe: nunca havia remado na vida. Mas incrivelmente aquilo não havia se mostrado um grande problemas, pelo menos até metade do trajeto, onde de repente os remos prenderam em algo, e passaram a não se mover mais, não importando a força que o garoto colocava sobre eles e, impulsionado pela força das águas que iam em direção à mansão, tinha plena certeza que bateria com força no forte muro de pedras que havia ali; tinha certeza que se ferraria muito e que, no mínimo, ganharia várias fraturas em seu corpo. Até que, no último momento, um garoto – vestido em roupas delicadas demais para aquele lugar sujo –, surgira de dentro da mansão e ajudara-o rapidamente a controlar o barco, impedindo que se machucasse e praticamente salvando sua vida.

Yuta estava mais que agradecido por aquilo, sentia vontade de voar no garoto e passar o resto da noite o agradecendo por tê-lo salvado, isso, é claro, se não estivesse tão chocado e sem palavras por aquele garoto estar ali, afinal, aquela mansão estava abandonada à um século, não estava?

Mas todas as dúvidas e incertezas que rodeavam sua mente foram esquecidas no momento em que aquele garoto sorrira bonito para si. "Chamo-me Sicheng, mas por gentileza, chame-me de Winwin.", ele falara em meio ao silêncio da noite, fazendo sua voz doce ecoar pelo ambiente e pelos ouvidos de Yuta, que encontrara-se hipnotizado por aquele garoto de aparência tão delicada.

Quem era aquele garoto? Porque estava naquela mansão supostamente abandonada? O que fazia ali? Será que morava ali? Aquelas eram questões que Yuta estava disposto a desvendar, sobre aquele belo garoto que chamara sua atenção e curiosidade naquela noite de céu estrelado.


Notas Finais


provalmente isso vai ser uma shortfic de 3 capítulos :)

~espero que tenham gostado do capítulo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...