História On My Mind... - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Angel, Anna Heartfilia, Aquarius, Aries, Brandish μ, Cana Alberona, Carla (Charle), Charlie, Chelia Blendy, Elfman Strauss, Erik (Cobra), Erza Scarlet, Flare Corona, Gajeel Redfox, Gildartz, Grandeeney, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jackal, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Kinana, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Ashley, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mary Hughes, Mavis Vermilion, Meredy, Metalicana, Michelle Lobster, Midnight, Millianna, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Nashi Dragneel, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Sherry Blendy, Silver Fullbuster, Sting Eucliffe, Tauros, Ultear Milkovich, Ur, Virgo, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Lucy, Lucy_uzumaki17, Nalu, Natsu, Romance
Visualizações 394
Palavras 3.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yoo minna<3
- - - -
Mais um capítulo pra vcs💓
Não vou mais enrolar...
🌟Nos vemos lá em baixo🌟
Boa leitura (;

Capítulo 21 - Que os jogos comecem!!!


Capítulo 21- Que os jogos comecem!!!

Lucy On:

-Acordem seus preguiçosos!!! -Virgo gritou acordando Happy e eu no susto, enquanto Natsu ainda permanecia de olhos fechados e encostado em mim. -Vocês dormiram aqui nesse sofá demais, já são 14:00 da tarde!!!

-Só mais cinco minutos, Virgo-san... -Natsu disse com seus olhos ainda fechados, porém, sorrindo de forma maliciosa. -Eu estou na melhor parte do sonho!!!

Virgo encarou o rosado com fúria e sorriu de forma diabólica para meu chefe, que ainda estava sonolento. A rosada mais velha ergueu seu punho e deu uma porrada na cabeça do rosado, que abriu os olhos assustado e massageando o local acertado em sua cabeça. Happy e eu estávamos nos segurando para não rir, enquanto Natsu fazia uma carinha emburrada para sua empregada.

-Pra ele estar tão empolgado assim no sonho, no mínimo estava sonhando com a Luxy!!! -Happy disse rindo e Natsu sorriu envergonhado, me fazendo rir também.

-Pare de sonhar com coisas pervertidas seu moleque tarado, e Happy já pra mesa, o almoço de vocês já está esfriando... -Virgo disse autoritária, fazendo o pequeno azulado sorrir sem graça.

-Aye sir!!! -Happy disse obediente e saiu correndo do sofá, indo rapidamente em direção da mesa para almoçar.

Virgo foi brigando com Happy para lavar suas mãos, deixando Natsu e eu ainda sentados na sala e com um silêncio incômodo entre nós dois. O rosado parecia perdido em seus pensamentos, enquanto mantinha seus olhos ônix focados discretamente em mim!!! Suspirei tentando disfarçar o desconforto de ter Natsu me encarando tão intensamente, com seus olhos cheios de preocupação e dúvidas...

-Lucy... Nós precisamos conversar!!! -Natsu disse seriamente, sem desviar seus olhos de mim. -Você não parece estar bem, estou pensando nisso desde ontem à noite... Sobre o quê foi seu pesadelo?

-N-Natsu... Eu estou bem, aquilo não foi nada!!! -Falei tentando soar o máximo normal possível, porém, Natsu soltou uma risada sarcástica e me olhou irritado.

-Vai me dizer, que aquilo não foi nada?! Até quando pretende mentir pra mim, hein Lucy? -Natsu perguntou irritado com sua voz alta, me fazendo ficar nervosa e abaixar minha cabeça evitando de olhar em seus olhos. -Ontem depois que transamos você começou a chorar e dar pequenos gritos, eu não sabia o que fazer!!! Seja lá o que for está te afetando e parece que todos sabem o que você tem menos eu, até os nossos amigos eu sinto que estão me escondendo algo de importante!!!

-Não seja ridículo, Natsu!!! Ninguém está te escondendo nada... Está tudo bem... -Falei calmamente tentando o acalmar, porém, o rosado me olhou mais irritado ainda. 

-Não Lucy, não está nada bem!!! Eu sei que tem alguma coisa acontecendo e muito importante... Só queria que você confiasse em mim, pra eu poder te proteger melhor!!! -Natsu disse irritado e com sinceridade em sua voz, fazendo minha consciência pesar e uma insegurança dominar meu coração. -Foi difícil pra mim ontem te ver chorando e aparentemente sofrendo, mas eu nem sequer sabia como te ajudar... Eu me senti um merda!!!

-Eu não pedi para que me protegesse, sinto muito se criei essa situação... Mas acredite em mim, você não precisa saber dos "demônios" que me assombram!!! -Falei com mágoa na voz e me levantando do sofá para tentar ir embora, eu não queria ter que contar toda a verdade ainda para ele.

Assim que me levantei do sofá para sair daquela sala, Natsu agarrou meu pulso com firmeza me impedindo de caminhar para longe dele. O rosado me puxou com brutalidade, me fazendo cair sentada em seu colo enquanto me olhava com suas orbes ônix intensamente!!! Desviei o olhar envergonhada por estar sentada no colo do meu chefe, mas Natsu segurou meu queixo delicadamente e puxou meu rosto para olhar para ele novamente. 

-Então por quê não me conta logo sobre esses "demônios" que te assombram, pra eu expulsar eles da sua vida?! Eu sei que você me garantiu que me contaria seja lá o que for daqui a algum tempo, mas eu não posso continuar esperando você confiar em mim enquanto sofre sozinha!!! -Natsu disse mais calmo e acariciando meu rosto, enquanto eu estava pensativa. -Eu sei que não é minha obrigação te proteger, mas isso virou um princípio para mim princesa... Eu quero te proteger e poder ficar ao seu lado!!!

-Natsu... - Eu estava tão emocionada que não sabia o que dizer, apenas dei um selinho cheio dos meus sentimentos no rosado que parecia surpreso. -Certo, eu irei te contar... A verdade é que eu...

-Que cena mais linda, será que eu estou atrapalhando o casalzinho aí?! -Happy apareceu cantarolando de forma infantil, me fazendo corar ao ver a posição em que Natsu e eu estávamos.

-Você atrapalhou sim, seu pirralho atrevido!!! -Natsu disse indignado, enquanto eu ainda permanecia no colo do rosado e me segurando pra rir do xilique do meu chefe. -Se não se importa, eu gostaria de beijar minha princesa a sós!!!

-Uai vocês disseram que não namoram, duvido que você vai beijá-la!!! Eu só vim avisar que a tia Virgo está chamando pra almoçar... -Happy disse sorrindo desafiador, fazendo Natsu sorrir de canto para mim. Meu kami-sama!!!

Rapidamente Natsu me puxou para um beijo com nossos lábios se movimentando em sincronia, acabei não resistindo e correspondi ao seu beijo quente. Happy olhou para nós dois nos beijando boquiaberto e completamente estático, como se não acreditasse no que estava presenciando!!! Assim que nos faltou oxigênio, Natsu se separou dos meus lábios e enacarou Happy com um sorriso convencido... Eu ainda mato o Natsu por me passar vergonha!!!

-Avisa pra Virgo-san que já vamos almoçar, mas que antes eu estou ocupado com a minha princesa!!! -Natsu disse para o pequeno azulado, que acentiu concordando com a cabeça e saiu correndo em direção a cozinha ainda surpreso. -Onde paramos minha linda?

-Melhor irmos almoçar, ou se não Virgo-san te castra... Não quero que ela arranque o meu brinquedinho favorito... -Falei de forma sedutora no ouvido de Natsu, que suspirou excitado ao me sentir rebolar em cima do seu pênis.

Me levantei do colo de  Natsu, que me acompanhou até a sua enorme mesa de vidro que estavam sentados Happy e Virgo almoçando. Os dois nos encararam quando nos sentamos a eles, Virgo encarava Natsu com uma sombrancelha arqueada e desconfiada!!! Já Happy nos encarava confuso por ter nos visto nos beijando, mas sem ainda entender nossa verdadeira relação... Nem eu estava entendendo ultimamente!!!

-Por quê vocês dois não se assumem logo?! -Virgo disse sorrindo de maneira maliciosa, fazendo Natsu engasgar com a lasanha que a rosada mais velha havia preparada para o almoço.

-C-Como é Virgo-san? -Natsu perguntou recuperando o ar e batendo no próprio peito tentando se desengasgar. 

-Por favor né, Natsu-sama?! Happy me contou que viu vocês se beijando e a Hime no seu colo, além de outras coisas que vocês fazem... -Virgo disse nos encarando com um sorriso sacana, fazendo Natsu e eu corarmos de vergonha. -Não seria errado se vocês entrassem em um relacionamento sério, já que ficar com a Hime está dentro dos termos de Igneel-sama!!!

-Mas o meu pai só permitiu que eu escolhesse uma das moças das famílias Strauss, Cheney, Eucliffe's, Fullbuster' e Heartfilia!!! A Luce não é de nenhuma delas, o quê está ensinuando Virgo-san? -Natsu perguntou desconfiado e ainda corado, senti um desespero em mim e implorei com o olhar para que a rosada não contasse ainda.

-Deixa pra lá, Natsu-sama... Eu não tenho o direito de contar ainda... -Virgo disse a Natsu suspirando seriamente, ao entender meu olhar desesperado.

-Mesmo que eu pudesse ficar com quem eu quiser, com certeza eu não ficaria com a Luce!!! Nós não nos amamos, até porque amor é uma perda de tempo... -Natsu disse sem dar importância, eu senti como se facadas tivessem atingindo meu peito.

Meus olhos se encheram de lágrimas e eu as impedi de caírem as limpando discretamente com minha mão direita, Virgo notou que eu não estava bem e antes que ela disse algo eu neguei com a cabeça. Por algum motivo eu me senti uma idiota e em meu peito estava doendo, por eu ter sido tola o suficiente de ter admitido que ele poderia vir a sentir algo a mais por mim... Eu não passo de uma parceira sexual pra ele...

-E-Eu preciso ir embora... -Falei me levantando rapidamente da mesa e sem comer o almoço preparado por Virgo. 

-Não precisa ir agora, Luce... Fica mais!!! Nós ainda precisamos conversar, lembra?! -Natsu disse sorrindo calmamente e eu me senti mais idiota ainda, por ele nem ter se importado com suas palavras anteriores.

-Nós realmente não temos nada pra conversar, Natsu!!! -Falei ríspida e com a expressão fria para o rosado, que me encarou sem entender.

Caminhei em direção ao quarto do rosado em passos firmes, tentando inutilmente não derramar uma lágrima por aquele idiota!!! Assim que entrei no quarto, procurei pela minha bolsa e a achei em cima da cômoda. Assim que a peguei senti algo vibrar dentro da mesma, abri minha bolsa suspirando nervosa e encontrei meu celular com doze ligações perdidas e uma mensagem desesperada de Levy... O quê será que ela quer?

-Alô, Levy? -Perguntei ligando para a baixinha azulada, que atendeu na hora.

-Meu kami-sama Lu-chan, pelo menos você atendeu!!! Eu preciso que você venha para o seu apartamento agora!!! -Levy disse desesperadamente do outro lado do telefone, me fazendo estranhar.

-M-Mas por quê, alguma coisa aconteceu aí? -Perguntei a baixinha pelo telefone que suspirou profundamente. 

-Lu-chan quando você chegar aqui, eu te explico... Estou te esperando e venha depressa, pois as coisas vão ficar complicadas se eles suspeitarem de mim!!! -Levy falou com certo medo na voz, me fazendo ficar um pouco nervosa e meu corpo estremecer.

-N-Não me diga, que eles me encontraram... -Falei completamente incrédula e paralisada pelo medo, Levy suspirou confirmando. -Levy eu já estou indo pra aí, continue escondida!!!

Dito isso finalizei a ligação com Levy e guardei rapidamente meu celular na bolsa, andei apressadamente em direção a saída do apartamento sem ter tempo de me despedir de Virgo e Happy que almoçavam na mesa notando o clima hostil entre Natsu e eu. O rosado estava parado na frente da porta de saída do seu apartamento, me impedindo de passar pela mesma e me encarando seriamente.

-Luce está tudo bem? Eu não vou permitir você sair deste apartamento sem uma boa explicação... -Natsu disse seriamente e eu solteira uma risada sarcástica, com muita mágoa no meu interior.

-Está tudo ótimo, Dragneel... Não poderia estar melhor!!! Agora dá licença, que eu tenho assuntos importantes para resolver... -Falei com raiva na voz e antes que Natsu pudesse me segurar, me desviei dele e passei pela porta.

-Lucy volta aqui, volta aqui logo!!! -Natsu me gritou pelo corredor, eu apenas o ignorei e comecei a correr pelas escadas do seu edifício para sair dali.

Sem que eu notasse lágrimas caíam pelo meu rosto e em meu peito eu sentia com se algo tivesse se quebrado, um mútuo de mágoa e tristeza inerentes haviam se instalado em meu coração. Continuei a correr enquanto chorava e me sentindo péssima por me permitir chorar por ele, as palavras que ele havia dito não saiam da minha cabeça o que só as tornavam mais dolorosas para mim. Esse é o meu preço a pagar, por estar amando alguém como ele!!!

                                  ~*~

O táxi que eu havia pago estava me levando ao meu endereço rapidamente, enquanto eu olhava em direção da janela as paisagens completamente pensativa com meus temores e decepções em mente.

-Senhorita já chegamos... -O motorista idoso me avisou sorrindo gentilmente, acenti e agradecimento a ele.

Saí do carro e caminhei cautelosamente em direção ao meu prédio, pude avistar uma limousine branca e chique estacionada na frente do meu prédio. Comecei a tremer e sentir minha respiração falhar, meu coração disparou no momento em que eu reconheci de quem pertencia aquela limousine!!! E-Ele me achou... Mas como???

-Lu-chan!!! -Levy chegou por trás de mim, me dando um susto ao vê-la vestindo roupas escuras e um óculos para não ser reconhecida. -Ele te achou e acabou de chegar aqui, precisamos subir ao seu apartamento e pegar suas coisas sem sermos vistas!!!

-Levy como você sabia, que ele estava aqui? -Perguntei discretamente a ela, que mantinha seu rosto sério.

-Meu celular acabou rastreando os movimentos suspeitos dele, que me trouxeram até seu prédio... Mas eu não sei como ele te encontrou, depois de tantos meses te escondendo!!! -Levy me explicou preocupada e seriamente, me fazendo suspirar nervosa. -Se não nos apressarmos ele irá te encontrar, vamos subir logo e pegar apenas o necessário!!! 

-C-Certo... -Concordei com as palavras da baixinha azulada, porém, eu estava aterrorizada em pensar na possibilidade de ser mandada para aquela mansão novamente.

Levy segurou minha mão e me puxou correndo em direção a lateral do meu prédio, peguei minhas chaves que abriam o portão lateral com as mãos trêmulas. Consegui abrir com muito esforço aquele maldito portão e adentramos sorrateiramente o prédio, corremos para subir as escadas e chegar ao meu apartamento no final do corredor no terceiro andar!!! Meu kami-sama eu espero que ele não me veja...

Assim que entramos no meu apartamento enquanto eu trancava a porta, Levy correu em direção ao meu quarto e pegou minhas duas malas grandes. A ajudei a abrir o meu guarda-roupa e pegar todas as minhas roupas e as jogar dentro das malas, pegamos algumas maquiagens, jóias, fotografias importantes pra mim e uma chave dourada muito bonita que estava escondida na minha gaveta da cômoda... Eu não me lembro dessa chave dourada...

-Lu-chan acho que isso é o suficiente, precisamos sair daqui agora!!! -Levy disse e eu suspirei concordando tristemente, por ter que me despedir daquele apartamento que foi o começo da minha vida em Magnólia.

Levy pegou uma mala e eu carreguei a outra, mas antes de sairmos do apartamento olhei discretamente através da janela do meu quarto e pude ver ele com seu típico terno marrom, gravata vermelha e com sua expressão fria como sempre conversando com a gorda da proprietária que eu aluguei meu apartamento. Ele estava pagando a ela uma grande quantia de dinheiro e ela apontou em direção a minha janela, rapidamente me escondi e vi ele comandando seus seguranças grandes e fortes subirem em direção ao meu apartamento!!!

-M-Merda Lu-chan!!! Eles estão subindo e são quatro homens enormes!!! -Levy disse desesperada e ainda segurando minha mala, me senti culpada por estar metendo uma amiga tão querida por mim neste perigo eminente.

-Levy chega de me esconder, talvez se eu me entregar eles não te machuquem... -Eu disse não conseguindo achar outra saída para aquela situação, meus olhos se encheram de lágrimas e a azulada baixinha me encarou já derramando suas lágrimas de tristeza.

-N-Não ouse desistir ainda, Lucy Heartfilia!!! Você não vai voltar para aquele inferno, eu me recuso deixar uma amiga para trás... -Levy disse firme e com seu rosto escorrendo lágrimas, fiquei surpresa e sorri determinada por entre minhas lágrimas. -Vamos sair pela saída de emergência, através das escadas na lateral!!! Elas vão nos levar ao mesmo local em que entramos... Não iremos desistir ainda!!!

-Certo, então vamos logo... -Sai daquele apartamento acompanhada de Levy, que carregava minha mala com certa dificuldade.

Antes de descermos pelas escadas da saída de emergência, olhei uma última vez para a porta do meu apartamento que um dia eu chamei de lar. Senti um enorme peso no coração por ter que deixá-lo, porém, antes de sair deixei o dinheiro do aluguel e uma carta em cima do balcão para a proprietária.

Levy e eu descemos sorrateiramente aquelas escadas ouvindo os passos dos homens se aproximando, assim que já havíamos saído do edifício eu destranquei o portão lateral que havíamos entrado e saímos de dentro do meu prédio exaustas e ofegantes de tanto correr. Pudemos ver ele olhando fixamente para o edifício em direção a janela do meu apartamento, o mesmo parecia ansioso para poder me capturar!!! O mesmo estava acompanhado por dois homens fortes ao seu lado, Levy e eu estávamos sem carro e chamar um táxi para nos tirar dali levaria algum tempo... Coisa que não tínhamos!!!

-L-Lu-chan... O quê faremos agora? Assim que ele notar que o apartamento está vazio, irá mandar seus homens procurar ao redor do prédio e seremos achadas!!! -Levy disse o óbvio com preocupação e desespero, olhei de um lado e do outro sem achar nenhuma solução possível.

Ouvimos um barulho de carro se aproximando em nossa direção rapidamente, senti um desespero na possibilidade de ter sido localizada por ele. Porém, quando reconheci de quem era o carro estacionado a nossa frente senti um misto de alegria e desgosto em vê-lo... Eu desconfio que o destino adora me pregar peças!!!

-As moças estão precisando de carona? -Natsu disse sorrindo de canto, abrindo a porta da sua Ferrari preta para nós duas.

-Chegou bem na hora, hein bicha purpurinada?! -Levy disse sorrindo aliviada e colocando minha mala no porta mala do quarto do rosado, comecei a pensar se entrar no carro dele era mesmo a melhor opção do momento. -Lu-chan o quê está esperando?! Vamos sair daqui logo!!!

Suspirei vendo que não haveria outra opção e guardei rapidamente minha outra mala no porta mala, adentrei a luxuosa Ferrari me sentando no banco do passageiro ao lado do meu chefe. Levy estava sentada no banco atrás e olhando a janela do carro inquieta, enquanto eu via de longe os homens procurando por nós!!!

-N-Natsu nós te explicamos tudo depois, agora acelera essa desgraça de carro e leva a gente pra bem longe daqui!!! -Levy gritou com o rosado que a encarou sem entender e fez exatamente o que a baixinha azulada pediu!

Natsu acelerou o carro e saiu correndo daquela área com velocidade e cantando pneus, antes que nos distanciassemos do meu prédio olhei de relance para ele que sorria de forma cínica aguardando para que seus homens me achassem e me entregassem de bandeja a aquele homem... Conforme nos afastavamos eu me sentia péssima por estar deixando o local que um dia eu chamei de lar, suspirei olhando para Natsu sem que ele percebesse por estar concentrado em dirigir... Hoje eu perdi o meu lar e fui feita de trouxa pelo meu chefe, será que tem como ficar pior?!

Lucy Off/Autora-chan On:

Enquanto Natsu dirigia em alta velocidade para tirar Lucy e Levy daquele local, um certo homem estava aguardando ansiosamente com seus seguranças na frente do prédio de Lucy...

-Meu senhor, não havia ninguém no apartamento só achamos este bilhete e dinheiro para o aluguel do imóvel!!! -Um dos seguranças disse ao homem que trincou os dentes com ódio. -Procuramos ao redor do prédio, mas não encontramos a senhorita Heartfilia!!! Várias roupas e objetos pessoais foram retirados do apartamento...

-Merda!!! Como aquela pirralha sabia que havíamos a achado?! -Ele gritou repleto de ira, assustando a mulher mais velha que era proprietária do apartamento. -Você não disse, que ela estava naquele apartamento?

-Sim, senhor!!! A Lucy-san havia alugado um dos meus apartamentos há exatamente seis meses atrás... Porém, ela acabou de deixar esse bilhete que diz que a mesma se mudou as pressas e pagou o restante do aluguel que me devia... -A mulher havia dito a ele, que encarou a mulher com ódio.

-Ela não poderia saber que estávamos aqui ou que sabíamos sua localização... A menos que... -Ele disse completamente perdido em seus devaneios.

-A menos que o quê, senhor? -Um dos seguranças lhe perguntou intrigado, ele encarou seu empregado com um sorriso maléfico em face.

-A menos que aquela puta esteja recebendo ajuda de outras pessoas!!! -Ele disse sorrindo maléfico ao confirmar sua possível teoria. -Quero que eliminem qualquer um que saiba a verdadeira identidade dela e a esteja ajudando...

-Com permissão para matar, meu senhor? -Outro de seus seguranças perguntou sorrindo de forma macabra, sacando sua arma na mão assustando a mulher que era proprietária dos apartamentos.

-Sim, começando por essa mulher... Podem matar a vaca gorda, ela também sabe demais!!! -Ele disse cruelmente e sorrindo.

Um dos seguranças mirou sua arma na cabeça da mulher mais velha que tentou correr, porém, houve um enorme barulho de estouro disparado da arma. Assim que ele olhou para o chão, lá estava a proprietária jogada ao chão da calçada e com sua cabeça estourada pela bala que havia lhe atingido. O segurança que havia matado a mulher viu todo aquele sangue e pedaços de neurônios espalhados pelo chão como se não fossem nada, o mesmo pegou um lenço e começou a limpar seu terno caro que havia ficado sujo de sangue. 

-Eu vou te achar, Lucy... Que o nosso jogo de esconde-esconde comece!!! Veremos quantas mais vidas serão perdidas por sua causa!!! -Ele disse com uma risada maléfica, sendo acompanhado por seus seguranças sanguinários que deixaram o cadáver da mulher jogado na calçada sem dar importância. -Que os jogos comecem...





Notas Finais


Yoo minna<3
- - - -
Kkkkkkk capítulo tenso para um cacete...
Porém, foi preciso né?!
Natsu foi um cuzão com a Lucy, mas gente vamos dar uma trégua pra ele... Nisso rosado é meio lerdinho, não sabe o que diz as vezes😂
Lucy tá sendo caçada e Levy foi nossa salvadora, se não poderíamos ter perdido nossa amada loira💖
Natsu também apareceu em uma boa hora👀
"Ele" está infernizando a vida da nossa loira, e só é o começo das merdas que "ele" ainda vai fazer 😈 Muahahahahahaha
Me digam como ficou o capítulo e o quem vcs acham que seja "ele", adoroooo ouvir a teoria de vcs😘
Até a próxima...
Bjos de Nutella, meus lindos e lindas💋🍫


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...