História On The Turning Away - Capítulo 108


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins
Personagens Anastasia Steele, Christian Grey, Jared Padalecki, Jason Taylor, Jensen Ackles, Misha Collins, Personagens Originais
Visualizações 205
Palavras 1.152
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não me matem , por favor KKK
Aproveitem!💖

Capítulo 108 - Experiências


Fanfic / Fanfiction On The Turning Away - Capítulo 108 - Experiências


*ANASTACIA STEELE POV*


Porquê ele marca tudo em cima da hora , me pegando de surpresa?
Ah , porque ele é Christian Grey e pode tudo , na hora que quiser e como quiser. Eu queria muito ter dito não , mas provavelmente ele me daria uma boas palmadas...e sinceramente?


Eu queria. E muito.

Enquanto eu me trocava , fiquei pensando no dia surpreendente que tive hoje. Aconteceram tantas coisas...tivemos um dia cheio...cheio de problemas , medos e preocupações. Nathallie estava tão feliz , que pude ver a doçura no olhar dela...a mesma doçura que eu não via a muito tempo. Eu não sabia como seria a reação das duas , mas eu fiquei com medo no fundo,confesso. Mas elas precisavam uma da outra e ela voltou bem melhor pra casa.  Desde o dia que eu entrei nesse apartamento , nunca a vi tão feliz , a ponto de sair correndo e abraçar Jared , mesmo cheia de pontos na cabeça e cheia de ferimentos externos e internos, ela não deixou de sorrir.  Tenho muito orgulho da minha pequena...ela passa por tanta coisa ruim e mesmo sofrendo em silêncio , ela suporta.

Mas o que de fato me instigou , foi o pedido de Vivian para que eu cuidasse dos dois...para que eu fizesse de Nathallie minha filha. Ela insistiu muito e frisou que eu a protegesse de pessoas ruins. Por quê isso agora? Será que ela mesma se deu uma indireta? 


Sem motivo algum , comecei a ligar os fatos...os sonhos que Nathallie teve tempos atrás , dizendo que a mãe estava indo embora , a insistência de Vivian para que eu cuidasse dela como se fosse minha filha e...
Eu estava pensando em coisas que...

NÃO! ISSO NÃO!

Um tanto quanto estranho e muito bizarro.

Por mal ou bem , ela é a mãe. Ela e Christian são os pais dela e nada poderia mudar isso.
Nathallie já é minha filha ,ela é meu amor. Ela e Christian são.

Voltei meus pensamentos para o espelho e terminei de me arrumar : um vestido preto , maquiagem , bolsa...acho que está ótimo para um jantar. Até porque eu não sei que tipo de jantar é.


Me olhei no espelho e retoquei meu batom.
Não estava tão ruim assim.
Me sentei na borda da cama e calcei um Jimmy Choo preto para combinar com o vestido. 


Assim que me levantei , me deparei com Grey encostado na parede , em silêncio e com as mãos no bolso. Mas ele estava com aquele maldito olhar indecifrável , que atraessava minha medula.

Nos encaramos por alguns segundos em silêncio.  Ele estava impecavelmente arrumado. Extremamente sexy , sedutor , controlador , autoritário e...tão ele.
Como ele pode baixar minha guarda só com um olhar?
Ele joga sujo.
Muito sujo...


E eu adoraria me sujar com ele.

-Nunca viu uma mulher calçar as sandálias? - ironizei levantando a sobrancelha.

Ele caminhou até mim.

-Até que vi...mas nenhuma como você. - respondeu.

-Vamos comemorar alguma coisa? - falei.

-Sim , vamos. - respondeu conciso. - o nosso noivado...mas de forma particular...só nós dois


Não falei nada e segurei o riso.

Ele ficou alguns segundos em silêncio.

-Olha...achei que nosso jantar pode ser mais interessante se você usasse isso. - ele disse retirando lentamente do bolso uma espécie de corda ou barbante preto , com duas bolinhas prateadas. Não deu pra saber se eram leves ou pesadas. Mas era um objeto estranho.

-Como eu vou usar isso? - indaguei sem reação.

Ele deu um sorriso torto.

-Bom...precisa de lubrificar antes...- respondeu. - tá afim de saber como é? - sua voz é aveludada e provocativa.

-Uhum...- fiz , mesmo sabendo como não fazendo ideia de como isso funciona.

-Ótimo...- ele respondeu. - abre a boca. - ele sussurou autoritário.

Respirei fundo e fiz o que ele ordenou. Christian colocou as bolinhas ,  uma após a outra na minha boca e deu um sorriso pervetido.

-Onde vai colocar isso? - falei assustada.

Ele não respondeu.

-Se inclina. - ordenou , me fazendo ficar inclinada sobre a cama.

Ele lentamente levantou meu vestido e apertou minha cintura com força.
Respirei fundo e apenas senti ele afastando minha calcinha , a colocando de lado e...colocando as bolinhas...lá. Estava gelado e me causou uma sensação arrebatadora por dentro , através do choque de temperaturas.

Estremeci.

-Calma...- ele sussurrou assim que terminou seu "trabalho sujo". Em seguida ele me deu um forte tapa na bunda e a beijou em seguida.

Ele me levantou , me fazendo ficar de frente pra ele.

-O que tá sentindo? Como é a sensação?

Me mexi um pouco , até me acostumar com aquilo dentro de mim.

-Estranha...mas não me incomoda...é bom até... - respondi me perdendo em palavras.. - o que isso faz? - indaguei ajeitando minha roupa.

-Logo você vai saber. - respondeu sério , dando um riso no final.

Descemos e Nathallie já dormia no colo de Jared.

-De novo? - indaguei.

-De novo...- Bree respondeu.

-Tentem fazer ela comer alguma coisa...ela mal tá comendo! - Christian disse preocupado.- Ah minha filha...o que você tem? Só fica dormindo pequena...

-Ela precisa de fazer ressonância...esse sono dela não é normal...- Jay disse calmo.


-Se ela não quiser comer , pode por ela pra dormir no quarto...- respondi.


Nos despedimos.



(...)

Meia hora depois , havíamos chegado no restaurante. Era um ambiente muito requintado , luxuoso e com a decoração a altura. Estava um pouco cheio e logo nos sentamos.
Assim que me sentei , senti um choque. Era como se aquelas malditas bolinhas prateadas fizessem eu implorar por ele. O meu corpo dava sinais que o queria dentro de mim de qualquer modo...eu estava me contraíndo.
Mordi o lábio discretamente e respirei fundo.

-Você tá bem? - ele indagou enquanto se servia de vinho que o garçom havia acabado de trazer.

Se eu tô bem?
Não consegui responder. Apenas ri baixo , sem graça e...
Louca para ser dele.

-Tá com fome? - indagou calmo. Ele parecia estar ficando satisfeito com minhas expressões faciais.

-Sim...estou com muita fome. - respondi , tentando parecer normal e o encarando nos olhos. Mas por dentro eu estava gemendo , gritando e me contorcendo.

Ele se aproximou de mim , ficando mais perto possível e tirou alguma mecha do meu cabelo do meu rosto , afastando-a dele.

-Agora sabe o que as bolas de prata fazem. - falou num sussurro e mosdiscando minha orelha em seguida.

Agarrei a barra do meu vestido com força e de forma discreta em baixo da mesa.

A expressão de Christian era indecifrável.

-O que quer comer Anastacia? - indagou.

-O que você quiser. - respondi.

"Eu! Eu quero que você me coma , aqui e agora!"

Eu estava suando por fora. Morrendo por dentro.
Por que isso tem que ser assim?

(...)

-Eu estou satisfeito...o cardápio estava ótimo , não acha? - ele indagou tomando seu último gole de vinho.

-Muito...mas...ainda estou com fome. - respondi por um impulso , mordendo o lábio em seguida.

Ou não.

A sensação daquela coisa dentro de mim estava me consumindo...eu estava praticamente falando entre gemidos.


Ele me olhou maliciosamente.

-Sua fome eu mato em casa. - respondeu.

Respirei fundo , parecendo ser normal.

-A conta , por favor. - ele fez um sinal para que o garçom viesse.

Apenas trocamos olhares.




Notas Finais


Hehehe
Tem a continuação desse cap , esperem só 😈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...