História On The Turning Away - Capítulo 109


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins
Personagens Anastasia Steele, Christian Grey, Jared Padalecki, Jason Taylor, Jensen Ackles, Misha Collins, Personagens Originais
Visualizações 216
Palavras 1.046
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


😈🖤😍
Espero que gostem!

Capítulo 109 - Uma Noite Selvagem


Fanfic / Fanfiction On The Turning Away - Capítulo 109 - Uma Noite Selvagem


*ANASTACIA STEELE POV*

(...)

Saímos de lá. A noite estava fria e escura. 
Eu quase gritei enquanto andava até a rua para entrarmos no carro. Confesso que foi praticamente impossível caminhar até ele. Christian estava me torturando da pior forma possível . Taylor já nos aguardava do lado de fora e abriu a porta do Audi para que nós entrássemos. Não sabia que essas malditas ( ou benditas )  bolinhas era m capazes de fazer. O pior é que eu tive que controlar meus passos para que a sensação não se intensificasse mais dentro de mim , o que era praticamente impossível.
Me sentei no banco e novamente aquela sensação. Meu Deus , eu não vou aguentar. 


Eu estava com os braços cruzados e olhando para as ruas , tentando parecer calma e normal...até Christian colocar a mão sobre meu joelho esquerdo , pra piorar a minha situação.


Gemi baixo. Nã resisti.

-Você gosta , não é? - ele sussurrou enquanto se aproximava e mordia meu pescoço. Ah , barba desgraçada!

-Muito...- respondi mordendo o lábio.

Ele começou a subir a mão por minha coxa e me beijou , me puxando para seu colo. Suas mãos passeavam pelas minhas coxas com firmeza e habilidade.
Porra , como eu quero gritar!
Mas ele parou de repente

-Não vou te dar esse gostinho Anastacia...não aqui. - falou cerrando os olhos. - não vou deixar você gozar...

(...)

O apartamento estava em um silêncio assustador. Não havia ninguém na sala...já eram mais de meia noite quando chegamos.
Não conseguia andar direito. Minhas pernas estavam moles e meu corpo pegando fogo.
Gemi baixo.


Mordi o lábio e fechei os olhos.
Sinceramente? Pra dizer o baixo calão mesmo : eu estava louca para ser fodida.

Ele me encarou e , sem dizer uma palavra sequer , me prensou na parede com força , apertando minha cintura com força e me puxando contra ele.
Christian começou a distribuir beijos e mordidas por meu pescoço , descendo cada vez mais.
Agarrei sua nuca com força e soltei um gemido.

-O que você quer , hum? - sussurrou entre um beijo e outro.  

-Você...eu quero você! - respondi ofegante.

Eu não podia gritar.

Nathallie estava dormindo! 

Ele sorriu , formando uma linha dura em seus lábios.

-Não é assim que fala...- provocou mordendo minha orelha e subindo a mão na minha coxa , levando a barra do meu vestido junto. 

-Me fode...- falei suplicando. - me fode Sr Grey...com força...

-Isso. - ele respondeu sério.

Rapidamente , ele me tomou nos braços aos beijos e me levou até o centro da sala.
Christian me encarou.

-Você não disse que ainda estava com fome? Então vou matar sua fome agora Anastacia. - falou sério.

Ele me pegou no colo , e entralacei minhas pernas em cintura com forca. Christian me levou até ao piano e me fez deitar sobre ele...


Espera!
No piano?
Mas o que...
Nã consegui pensar e nem era preciso.

Grey juntou minhas mãos para trás e me conteve com sua inseparável gravata de seda extremamente macia. Ele simplesmente levantou meu vestido lentamente e o jogando em um canto qualquer da sala. Suas mãos estavam extremamente geladas   Gemi baixo devido ao choque térmico de nossos corpos.
Minhas reações pioraram quando ele se abaixou atrás das minhas pernas...logo senti mordidas nelas que estavam subindo...

-Huuuummm...- gemi.

Apenas senti sua boca na barra da minha calcinha , a tirando lentamente com a boca. A cada segundo que ele me provocava , parecia uma eternidade.
Ele é um torturador!

-Christian! - quase gritei.
-Quietinha. - falou sério e apertando minha bunda com força.

Ele apenas se colocou debaixo de mim , me acariciando...lá.
Eu estava me segurando para não me render na boca dele.
Christian arranhava e apertava minhas coxas , ao mesmo tempo que ele tirava as malditas ( ou benditas ) bolinhas de prata com a boca. 


Ele me torturou , pela milésima vez...chupava , lambia , me penetrava com dois dedos ao mesmo tempo...

Porra.


O que ele quer? Que eu grite? Que eu implore por ele?


Eu estava no meu limite...por um minuto , lembrei da palavra de segurança "vermelho" que estava no contrato.

-Boa garota senhorita Steele...não gozou , mas sei que está louca para ser fodida , não é? Modéstia parte , te disciplinei muito bem. - sussurrou no meu ouvido. - agora quero que me recompense pelo seu comportamento exemplar essa noite.

Christian me deu outro tapa forte e gritei. Meu Deus...espero que Nathallie esteja dormindo feito pedra.

Sem mais joguinhos , ele afastou minhas pernas com um chute , e puxou meu cabelo com força.
Não senti mais nada , a não ser ele me preenchendo de uma vez só.

Gritei de novo.

Tão bruto...
E eu amo essa brutalidade dele.

-Aah! - gemi.
-Só goza quando eu mandar. - sussurrou mordendo minha orelha e meu pescoço em seguida e se movimentando com força.

Eu não estava suportando aquilo.

-Agora. - falou sério.

Não resisti e simplesmente me rendi à ele. O senti pulsar dentro de mim e um líquido quente escorrendo entre minhas pernas.
Eu mal conseguia me mexer.
Estava inerte sobre o piano gelado , me arrepiando inteira.

Ele desatou minhas mãos e rapidamente me virou para ele , me tomando em um beijo ardente. Eu estava quente e ele também...estávamos pegando fogo , literalmente.

-Matou sua fome? - perguntou entre um beijo e outro , ofegante , assim como eu.

-Nunca mais me deixe com fome...nunca mais. - tentei responder calma.

-Então não faça por merecer. - respondeu. 

(...)


Transamos na sala inteira...em todos os cantos e móveis  possíveis. Eu estava suada , cansada e muito dolorida. Mas é aquele tipo de dor que te faz querer mais. Horas mais tarde , tomamos um banho e fomos direto pro quarto da Nathallie para ver como ela estava.

Christian abriu a porta cuidadosamente. Ela estava se mexendo muito na cama e rapidamente entramos no quarto.

-Shiu...calma...- o papai tá aqui...- ele sussurrou - fica calma meu amor...

-Filha...relaxa...tá tudo bem...- falei segurando sua mão.

Já eram onze e meia da noite.

-Pai...- ela sussurrou. - tá doendo...tudo tá doendo...

-Onde tá doendo meu amor?

-Garganta...

Coloquei a mão em sua testa. E de fato ela estava um pouco quente. 

-Christian...ela tá meia quente. ..- falei.

Ele fez o mesmo.

-Hey...o que você andou aprontando mocinha?- perguntou se deitando ao lado dela. - você tá tremendo inteira...

-Nada...eu não fiz nada...só tô com frio...muito frio...

-Christian...pode ser um resfriado. - falei - calma...a mamãe vai pegar mais um  cobertor. - falei a cobrindo.

Ficamos com ela até ela se ela pegar no sono e em seguida fomos dormir.


Notas Finais


Aaaaaaaaa MDS
O que acharam? 😈🖤😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...