História On The Turning Away - Capítulo 89


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins
Personagens Anastasia Steele, Christian Grey, Jared Padalecki, Jason Taylor, Jensen Ackles, Misha Collins, Personagens Originais
Visualizações 55
Palavras 2.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Um cap desses mano!
Ficou grande hahaha , mas espero que gostem
Talvez o próximo cap só saia no fim de semana , então aproveitem!

#Bjokas 😘❤

Capítulo 89 - Proposta


Fanfic / Fanfiction On The Turning Away - Capítulo 89 - Proposta

*ANASTACIA STEELE POV*


Um pedido de casamento...

Um esposo

Uma filha.

Não , não pode ser verdade...isso não está acontecendo comigo.

Eu tô sonhando? Bebi demais? É um delírio?

Christian tinha me falado que era apenas uma pequena comemoração de minha formatura. Mas assim que cheguei no apartamento tinham várias pessoas , inclusive Kate e outras que eu nem conhecia.

O que esperar desse homem? Minha cota de surpresas já estava esgotada. Tudo bem que ele havia de pedido em casamento , mas...uma comemoração surpresa? Isso foi demais...ele é demais.

Fiz Nathallie dormir e sinceramente? Eu chorei em silêncio ao vê-la nesse estado...me dói , me machuca...e não conseguia ajudá-la , a não ser tentar acalmá-la com palavras de conforto.

Fiquei pensando em como Christian havia mudado em relação à ela...ele estava mais calmo , paciente , relaxado...ele de fato estava se sentindo e sendo pai.

Assim que minha pequena dormiu , desci para ficar um pouco com os convidados.

Todos estavam incrédulos pelo pedido. E eu anestesiada com a situação. Não sou ninguém perto dele.Eu vou me casar com o milionário mais bem sucedido de Seattle , dono da cidade inteira e um dos solteiros mais cobiçados. E o principal : o melhor pai do mundo. É uma realidade totalmente oposta da minha ,mas eu estou orgulhosa dele...me sinto realizada.

Christian passou os braços em volta de minha cintura. Sorri.

-Te amo. - falou entre um sorriso.

-Te amo demais - respondi

Bree veio em minha direção enquanto nós estávamos juntos.

-Eu não acretido que ganhei uma irmã! Ah Ana, como estou feliz por vocês! Vocês merecem toda a felicidade do mundo! - falou me abraçando. - precisamos marcar um dia só nosso!

-Oh querida , muito obrigada! Espero que a gente possa ser mais amigas! - respondi. - com certeza vamos marcar!

Briane é um amor de pessoa...tão doce , afetuosa e gentil...tem razão da Nathallie ser desse jeito. Acho que ela tinha um pouquinho de cada um : a inteligência do pai , as ironias do padrinho e a doçura da tia.

-E essa aliança? Minha nossa , tinha que ser coisa do meu irmão! - falou alegre.

Eu estava olhando pro meu dedo feito uma idiota , não acreditando na situação.

Grace e Carrick nos abraçaram.

-Você é mais que bem vinda minha querida! Nem vem ao caso te desejar boas vindas , pois você já é da família! - ela disse me abraçando.

-Estamos orgulhos...meus filhos cresceram e estão constituíndo uma família! - Carrick falou simpático.

Jensen se aproximou da gente e nos abraçamos. Ele é incrível.

-Você é meia maluca em querer se casar com uma coisa dessas , mas de uma coisa eu tenho certeza : você é a mulher que Christian merece...vocês se merecem!

Eu já estava chorando pela milésima vez.

-Cadê meu bebê? - ele perguntou.

-Só acorda amanhã...ela não tá bem. - Christian respondeu.

-Ela estava chorando muito- falei.

Ele ficou preocupado.

-Que pecado meu Deus...minha garotinha não merece isso. - falou cabisbaixo.

-Como tá se sentindo Ana? - Jared perguntou alegre.

-Não dá pra falar o que tô sentindo! Acho que sou a pessoa mais feliz do mundo!

Christian me olhou.

-Eu sou o homem mais feliz do mundo por ter duas garotas incríveis na minha vida! - respondeu alegre.

Ele está diferente...mas é um diferente bom.

Ficamos conversando por um bom tempo , principalmente sobre alguns detalhes do casamente de Bree e Jared...estavam pensando em fazer algo ao ar livre.

Ficaram conversando , enquanto eu fui buscar uma bebida pra mim.

Assim que me virei , Kate estava com duas taças de Martini nas mãos.

-Você realmente precisa disso! - falou me passando a taça. - foi só eu viajar por alguns dias e volto com uma bomba dessas!

-Ah Kate , desculpe...é que aconteceu tanta coisa! - respondi e nos abraçamos.

-Meu Deus...Christian Grey é pai! É o pai mais fofo do mundo! Que gracinha! Ela é a cara dele! Sempre achei que ela era parecida com ele, desde o primeiro dia que vi ela!  Eu não acredito nisso! Ah amiga , agora você tem uma filha! Isso é lindo!

Enfim eu posso ser mãe. E isso me completa.

-Nathallie é linda Kate...você não faz ideia de quanto eu amo ela! Minha filha...nossa filha! - respondi com os olhos marejados.

-Para de show! Não chora! - ela disse rindo e fiz o mesmo.

-Me conta qual é a sensação de ganhar o coração do solteiro mais disputado e cobiçado da cidade?

-É um pouco assustador , chocante e inacreditável , mas...- falei rindo.

-Você dá conta Ana...você consegue! - falou rindo.

Ficamos conversando por um tempo , até ela ser chamada por Briane. Incrível como todos ficaram amigos.

-Volto logo gata! - falou me abraçando.

Assim que Kate foi , tomei um gole generoso de Martini e respirei fundo com um sorriso no rosto.

Ouvi alguém batendo palmas vindo atrás de mim. Mas era algo irônico.

-Meus parabéns Anastacia...parabéns pela coragem por ter que cuidar e tomar conta de uma garota louca que nem a Nathallie....

Me virei.

Era Lucia.

Ela tinha um sorriso sarcástico e frio.

Não...vou vou deixar que ninguém fale da minha filha desse jeito.

-Como é? - indaguei incrédula. - quem é você pra falar da minha filha desse jeito?

-Eu? Eu sou a pessoa que jamais quis ter aquela pestinha perto de mim...garota insuportável...não sei como Christian aguentou isso...meu Deus...ele é pai...e disfarçou muito bem.... - falou irônica. - um homem tão lindo como ele não merece ter uma filha doente...coitado...que peso. Filhos dão tanto trabalho querida...

Aquilo me doeu.

Duas lágrimas escaparam dos meus olhos.

-Eu não te dou o direito de falar da minha filha! - rebati. - você é cruel!

-Querida...você só tem vinte e três anos...uma vida toda pela frente...você vai definhar por causa dessa pirralha! Acorda garota , você não merece essa vida! Vai ver ela surtar , agredi os outros e se machucar!

-Eu vou fazer algo que você nunca fez por ela! Vou assumir a Nathallie com todo o amor do mundo e você não tem o direito de falar isso. Ela nunca teve culpa de nada!

-Você é louca Ana...Christian é louco...vocês dois são! - ela respondeu.

Ouvi passos fortes vindos atrás de mim.

-Claro Lucia...sou louco pela minha filha...louco de amores por ela. - Christian respondeu sério. - você e William não tem nada a ver com ela e não tem o direito de falar nada. Vocês nunca se preocuparam com ela.

Ela riu sarcástica.

-Na verdade...eu já disse o que eu queria...não é mesmo Ana? Ah , parabéns pelo noivado cunhadinho...de fato vocês se merecem... - falou irônica.

Vi Bree se aproximar de nós.

-Tá acontecendo alguma coisa aqui? - ela indagou séria. - você não tem vergonha na cara mesmo né sua oportunista! Não eram nem pra tá aqui! - Bree falou.

-Ah...Doutora Briane Sophie Grey...você acha que eu tenho medo de você? Se enxerga!

Bree a encarou.

-Ah...você não tem medo né...? Mas pode passar a ter!

Nisso , Bree foi com tudo pra cima cima dela , porém com muita classe e estilo e desferiu um boa bofetada no rosto da víbora.

O que eu não fiz , Bree se encarregou.

Gritei de alegria e satisfação por dentro.

-Isso é pra você aprender a respeitar as pessoas! Eu já te avisei pra não falar da minha sobrinha desse jeito, desgraçada! Você não vale nada , nunca valeu!

-Briane , calma! - Christian falou.

-Calma eu só vou ficar quando essa desgraçada sair da minha frente!

Jared se aproximou assustado.

-O que houve aqui?

-Lucia que começou tudo! - Bree rebateu. - ela chamou minha Nathallie de doente mental Jared! - falou entre lágrimas e ele a abraçou.

-Que repugnante Lucia! - ele disse alterado. - que horror! Você é desumana!

Christian suspirou fundo.

-Fora da minha casa. Os dois e agora! - falou sério.

Lucia fez uma cara de deboche misturada com ódio e foi embora , pegando William pela mão e indo até o elevador.

Briane secou os olhos.

-Ana , Christian...me perdoem , por favor!

-Hey , você não tem culpa de nada! Você colocou a Lucia no lugar dela! Ela pediu aquilo e ela recebeu! - respondi. 

Eu queria muito ter dado uns bons tapas naquela víbora. Mas Bree colocou ordem. Sorte nossa que ninuém viu a discussão.

Jared a levou para cima.

Pus minha mão na boca e chorei desesperadamente.

-O que foi? O que a Lucia falou com você? - Christian perguntou me abraçando.

-Eu não vou conseguir te ajudar com a Nathallie Christian...não vou! - falei entre soluços. - talvez você mereça alguém melhor que eu!

Ele me encarou.

-Ana, para com isso! É claro que você me merece...eu mereço você...a Nathallie te ama! Nós vamos cuidar da nossa filha...nós dois juntos...vamos conseguir. Somos uma família... - falou beijando minha testa. - ela vai ficar bem.

-Só queria ser uma boa mãe pra ela...

-Você já é...- sussurrou em meu ouvido. - Oh baby...como eu amo você pelo o que você é...

Nos abraçamos mais forte.

-Te amo...- falei baixo.

Nos encaramos.

-Vou lá em cima passar o olho nela , ok? Já venho. - disse me dando um selinho e logo subiu.

Fiquei num canto da sala , esperando ele voltar. Volta e meia alguém conversava comigo e eu fiz o mesmo. Aos poucos relaxei.

Me dirigi até a janela da sala e fiquei observando a cidade , apreciando seu brilho.

-É...quem diria não é Anastacia...- ouvi uma voz feminina atrás de mim.

Me virei e dei de cara com a Sra Robinson.

Ah não.

Hoje tiraram a noite para me atormentar.

-Corajosa você...mas eu tenho pena ao mesmo tempo...

Respirei fundo.

-Não vejo motivos pra você estar aqui. Já não basta o que você fez com ele? - respondi seca. - deveria se envergonhar de ter abusado de uma criança.

-Só mostrei à ele quem ele é de verdade...e ele é grato por isso , pois ele reconhece.

-Que nojo! - falei.

-Querida...você só vai ser mais uma submissa na vida do Christian...vai ser mais uma , como todas as outras....ele vai te fazer o mesmo que a Vivian...e olha no resultado final...ninguém esperava.

Ela tá falando da minha filha de forma indireta , como se ela fosse um acidente?

-Christian tá mudando...e você tá falando da Nathallie? - indaguei.

-Sempre soube que ele foi além da dominação com a Vivian...você acha que não sei? Nathallie é a cara dele. Sempre soube que ele era pai.

Vadia!

-Ele vai enjoar de você...Christian só vai casar com você pra te ter disponível como submissa e escrava sexual vinte e quatro horas por dia...

-O quê? - falei.

-Filha...você é só mais uma oportunista que quer tirar proveito de tudo...principalmente da fortuna dele. Vê se cresce e se coloque no seu lugar!

-Não tem como você dizer algo tão repulsivo como esse...quem é você pra se meter na nossa vida? - rebati.

-Sou sou a pessoa que conhece Christian Grey mais do que você...e se bobear , até mais que ele mesmo...interesseira você...tenho certeza que você nem o ama.

Fui as lágrimas. Aquilo estava me fazendo mal.

Sequei meus olhos disfarçadamente ao ver que Christian descia as escadas. Bree e Jared vieram atrás e foram beber.

Ele notou minha cara de choro.

-O que tá acontecendo aqui? - ele indagou sério.

-Ela não serve pra você Christian...- ela disse nos encarando.

-Você não sabe e nunca soube o que serve pra mim ou que deixa de servir Elena. Você me ensinou tudo ,menos o que é amar alguém...e foi isso que Ana me ensinou e muito mais. Você jamais poderia me fazer feliz , da mesma forma que ela me faz. Não era nem pra você ter vindo aqui.

Ela ficou visivelmente irritada e saiu de perto da gente.

-Hey , fica calma...- ele disse paciente e secando meu rosto.

Sorri.

-Como ela tá? - perguntei. - ela tá melhor? 

-Nathallie acordou um pouco e...- ele fez uma pausa - quase entrou em pânico quando me viu abrindo a porta do quarto pra descer...aí tive que fazer ela dormir de novo. Jensen tá lá com ela. - respondeu calmo , mas seu olhar e semblante eram de preocupação.

-Meu Deus...- respondi fechando os olhos.

-Ela tá com medo de que eu abandone ela...-falou com pesar.- ah meu Deus...ver minha filha assim acaba comigo...talvez eu mereça isso.

-Christian , não diga isso...ninguém tem culpa de nada do que aconteceu.Ela vai ficar bem...vamos cuidar dela...- respondi.

Ele me olhou nos olhos e segurou meu rosto com as mãos.

-Tenho uma proposta a te fazer...e não aceito um não como resposta. - falou divertido.

-Não sou muito boa com negociações...- respondi sorrindo.

-É uma proposta irrecusável.

-Qual é? - indaguei curiosa.

-Quero que venha morar aqui comigo. - falou sério.

Que?

Essa me pegou de surpresa.

-Mas...Christian...você tá falando sério? - peguntei incrédula. - é que...o apartamento tá tão cheio...não quero atrapalhar.

-Ana , esse apartamento é meu...não tem problema algum você ficar aqui e além disso , Nathallie super aprovou a ideia.

-Mas eu....- eu comecei a falar , mas ele me calou com um beijo.

-Quero você perto de mim o tempo todo...- sussurrou em meu ouvido. - você é só minha Steele...só minha.

Me arrepiei inteira.

-Tá , tudo bem! Eu moro com você! - respondi alegre.

Meu Deus...

Eu morando em uma cobertura de luxo , num prédio de alto padrão. Não era por isso que eu aceitei a propostar , mas sim para  ter meus amores comigo e mais perto de mim.

Era surreal.


Notas Finais


Aaaaaaa mds!
O que acharam?
Tentei adaptar a cena do tapão que a Sra Robinson levou , no filme Cinquenta Tons Mais Escuros ( melhor parte dele 🌚 )

Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...