História Once again - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jaehyun, Yuta
Tags Breakup, Drama, Jaehyun, Jung Yoon-oh, Nakamoto Yuta, Nct, Nct 127, Nct U, Yujae, Yuta
Visualizações 31
Palavras 274
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Ficção, LGBT, Shoujo-Ai, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu juntei-me ao lado negro da força e como o Yuta é o meu bias e o Jaehyun é o meu bias wrecker, shipo. É isso.

Capítulo 1 - Único.


Fanfic / Fanfiction Once again - Capítulo 1 - Único.

Eu pensava que te tinha esquecido. Tu foste para tão longe e eu lutei para te ter perto. Mas eventualmente sucumbi à razão e aceitei que te foste e que eu fiquei, e era hora de te deixar ir. Até comecei a fazer yoga, pois pensei que, se conseguisse esvaziar a mente dos meus problemas, talvez conseguisse também esvaziar o meu coração de ti. Até comecei a aprender uma nova língua - graças a ti eu já era bilíngue -  julgando que, pensando noutro país, não teria de pensar no teu, nem em ti, nem em ambos. E até comecei a escrever mais, despejando em palavras o que não consegui despejar em sentimentos, fazendo da escrita a minha terapia e o papel o meu conselheiro.

Eu pensava que te tinha esquecido, mas coisas como tu nunca se esquecem. Coisas como almas boas, sorrisos brilhantes, mãos doces e conversas inteligentes. Coisas como o nosso futuro, o nosso passado, o nosso momento, não se apagam nem com yoga, nem com papel nem com idiomas.

Eu pensava que te tinha esquecido, mas bastou um sorriso, num balcão de bilheteira, e um acelerar do rimo cardíaco, para eu perceber que nunca te esqueci, que jamais iria esquecer, e que não havia forma de o fazer. Bastou um olá e um sorriso, um convite para sentar ao pé de ti, uma mão sobre minha durante o filme, um beijo no rosto na despedida, para voltar a ficar cheio de ti, preenchido por ti, completo por ti. Depois mais um encontro, dois beijos trocados à minha porta, e um ano depois da despedida estavamos outra vez no ponto de partida.


Notas Finais


espero que tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...