História Once Upon a Time - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Dino, Hoshi, Jeonghan, Joshua, Jun, Mingyu, Scoups, Seungkwan, Seventeen, The8, Vernon, Wonwoo, Woozi
Visualizações 28
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou de volta gente kkkk

Não tenho muito o que dizer sobre esse capítulo, apenas para não criarem esperanças de Liang e WonWoo... Não agora pelo menos :v

Espero que gostem, até lá embaixo...

Capítulo 3 - Um triste Natal pra você!


Capítulo 02.

O inverno de dois mil e quatorze chegou mais rápido do que Liang poderia prever. E com isso, a garota ficou triste, ela odiava o natal. Essa era a data onde ela mais sentia falta de sua tão amada avó materna, a pessoas que a criou. Sua avó costumava juntar toda a família em sua casa e fazer uma grande festa para que todos ficassem juntos.

E agora, ela passaria aquela data sozinha. Odiava o natal já a a dois anos, uma data que ela um dia, já amou mais que qualquer outra. Junhui e os trainees que eram do grupo do mesmo estavam todos com suas famílias e seu amigo estava fora do país, então ela realmente se encontrava completamente sozinha. Então ela apenas abraçou seu Xiongmao e cobriu o máximo da cabeça que conseguia e chorou.

Era a primeira vez em dois anos que Liang se deixava chorar, e chorou o quanto conseguiu, soluçou, gritou em frustração e permaneceu quieta até que não houvessem mais lágrimas para chorar. Assim que escutou o barulho da notificação chegar, ela o pegou na esperança de que fosse alguém de sua família, mas era apenas Junhui.

Como você está? Já comeu? Espero que sim... Me desculpe por não ficar com você... WonWoo ficou no dormitório, você pode ir até lá e passar o Natal com ele, o que acha? Bem... Feliz Natal Liang, obrigado por esses dois anos juntos... YanYan, dê feliz Natal para a Liang. — Junhui chamar o irmãozinho mais novo, eu gostava do garotinho, sempre falava com ele por áudio.

Olá Liang JieJie... Feliz Natal, fique saudável e feliz... Junhui GeGe, me deixei ir agora... Tchau JieJie... — O audio se encerrava ali.

Liang acabou sorrindo e se emocionando ao perceber que havia alguém que ainda lembrava-se dela, optou por não mandar um áudio pois estava com voz de choro e não queria deixar o garoto mais velho preocupado com isso, então apenas escreveu um "Obrigada Junhui, feliz natal, fique bem... Mande um beijo para YanYan, eu o amo".

Ainda eram por volta de dez e meia da noite, e lá fora nevava sutilmente e Liang não queria passar aquela data sozinha, não novamente. Entretanto, ela não tinha roupas de frio, então apenas suspirou olhando para fora da janela da sala de treino. Respirou fundo, não ficaria sozinha.

Vestiu a roupa mais quente que tinha, uma blusa rosinha clara de seda com uma calça jeans escura e seu all star já desgastado. Esperou um tempo e tentou ao máximo esconder a cara de choro com maquiagem, o que provavelmente não funcionou. Não se importou em pegar o celular ou qualquer outra coisa, apenas saiu.

Assim que pisou fora da empresa, se arrependeu amargamente. O frio a atingiu com tudo, fazendo com que ela se abrassase e tremesse os lábios de maneira incessante. Mas não desistiu, continuou caminhando observando o chão branco com todas aquelas luzinhas coloridas ascendendo e apagando, odiava aquilo.

Quando chegou em frente ao prédio onde os garotos moravam juntos, tocou o interfone rezando para que WonWoo a atendesse o mais rápido possível. Suas pernas já tremiam e estava difícil ficar de pé, enquanto aquela fumacinha estranha saia de sua boca.

—Pois não? — Escutou a voz grossa de WonWoo através do interfone, ela espirrou antes de falar qualquer coisa. 

—Tem espaço para uma chinesa aí? — Liang questionou brincalhona espirrando novamente. — WonWoo?

O garoto sequer escutou ela o chamar, pois já estava descendo as escadas correndo. Assim que a viu através da porta de vidro, negou com a cabeça ao ver a maneira como ela estava vestida naquele frio, ela era louca por algum caso?

—Entre logo! — Ele ordenou abrindo a porta, Liang passou correndo pela mesma. — Meu Deus, vamos subir, você precisa se aquecer ou ficará muito doente!

O dormitório estava mais organizado do que quando os treze garotos estavam todos lá, talvez WonWoo tivesse tirado o dia para arrumar e limpar toda aquela sujeira. Ela se sentou em uma espécie de cadeira de madeira que havia ali, e WonWoo correu pegar um de seus casacos e um cobertor para a garota.

—Aqui... Vista rápido! — WonWoo entregou o casaco para a menina e logo depois passou o cobertor pelas costas dela. — Não deveria ter saído da agência nesse frio...

—Eu não queria ficar sozinha... — Liang comentou, já sentindo seu corpo aquecer e fungando o cheiro forte que vinha do casaco que WonWoo lhe deu. — Junhui disse pra eu fazer companhia a você e para comermos juntos...

Novamente, eles acabaram conversando como se se conhecessem a séculos. WonWoo contou que seus pais haviam ido viajar e por isso, ele ficou no dormitório, mas iria no ano novo. Eles não comeram, apenas beberam um chocolate quente, não sentiam fome, e aquilo foi mais confortável do que se fosse uma refeição.

—É quase meia-noite... — O garoto comentou retirando sua franja que insistia em cair sobre seus olhos. — Vai pedir algo?

—Sim, eu tenho um desejo... — Liang lhe respondeu, e apenas deitou no ombro dele. WonWoo se sentiu desconfortável, mas nada disse, se ela se sentia bem, ele ficaria paradinho. — Feliz Natal, Jeon WonWoo... 

—Feliz Natal, Wong Liang... — Ele apenas respondeu isso, Liang não disse em voz alta, mas desejou em silêncio que um dia, voltasse a ser feliz no Natal. — Você quer jogar videogame?

Eles ficaram a madrugada toda jogando um contra o outro, e WonWoo não contava que a garota fosse tão boa ao ponto de vencê-lo todas as vezes. Foram dormir por volta das três e meia da manhã, WonWoo disse que ela podia ficar na cama de SeungCheol, que era ao lado da sua. Liang encarou o menino que dormia calmo... Talvez seu Natal tivesse sido um pouquinho feliz naquele ano.

No dia seguinte, o maknae havia voltado da casa de seus pais, e se surpreendeu ao notar que a amiga de Junhui havia dormido sozinha com WonWoo. Eles não estavam na mesma cama, mas a mão dela estava para fora e parecia querer se encontrar com a dele, mesmo que não fizesse isso. Chan achou estranho a garota tremer tanto, então se aproximou e com cuidado, colocou sua mão na testa dela... E ela estava queimando de febre.


Notas Finais


E então? Vejo vcs nos comentários ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...