História Once Upon a Time - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Dino, Hoshi, Jeonghan, Joshua, Jun, Mingyu, Scoups, Seungkwan, Seventeen, The8, Vernon, Wonwoo, Woozi
Visualizações 10
Palavras 1.083
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou de volta gente kkkk

Pretendo atualizar Once Upon A Time todas as segundas e Quintas, então fiquem atentas ;)

Espero que gostem :)

Capítulo 4 - A promessa de Chan e Liang!


Capítulo 03.

—Hyung... Hyung acorda! — Chan balançou WonWoo que resmungou antes de abrir os olhos, sussurrando um "O que foi?". — Liang está doente!

WonWoo se levantou correndo e checou o estado da garota. Sua temperatura estava muito acima do comum, as bochechas coradas e, mesmo que estivesse dormindo, espirrava constantemente. Ele apenas respirou fundo pensando "Eu avisei, não foi?", mas não disse absolutamente nada do tipo, apenas a cobriu melhor.

—Fique de olho nela, Chan. — Ele ainda não estava totalmente familiarizado com o grupo, então dificilmente conversava por muito tempo. — Vou até a farmácia.

Liang acordou completamente desnorteada. Demorou um tempo até se lembrar que havia dormido no dormitório do grupo de Junhui por que decidiu passar o Natal acompanhada de WonWoo. Se encolheu na cama ao sentir uma onda de frio invadir seu corpo enquanto ela sentia suas costas doerem de maneira em que não conseguia ficar deitada em nenhuma posição.

—Você está bem? — Uma voz masculina perguntou, e só então a chinesa olhou para o lado, avistando Chan, o maknae do grupo, eles tinham a mesma idade, mas o menino era mais velho por apenas alguns meses. — Sua febre ainda não baixou... Aish, onde o Hyung se meteu?

"Talvez ele tenha voltado mais cedo". Liang concluiu, já que ainda haviam malas ao seu lado. Entrou em pânico se perguntando que horas eram, já que levaria uma bela bronca por ter dormido em outro lugar que não fosse a empresa, e ainda tinha que treinar hoje. "Droga, estou atrasada".

—Diga ao WonWoo que vou pegar o casaco dele emprestado. — A garota disse enquanto se levantava e tremia mais ainda de frio, apenas negou se agarrando a blusa. — Obrigada por cuidar de mim, Chan.

—Liang? Liang onde você vai? — Chan questionou, observando ela caminhar até a saída. — Você não pode sair assim!

Mas de nada adiantou, quando menos viu, a garota chinesa já havia saído do dormitório. Liang se esforçava para treinar sua dança, já que era particularmente péssima nisso. Seu corpo todo doía, mas suas costas realmente estavam ficando insuportáveis.

A chinesa passou uma semana espirrando e com dores por todo o corpo, mas não deixou de treinar em nenhum momento. E, sem que notasse, já era véspera de ano novo. Dessa vez, ela não tinha WonWoo como companhia, então apenas ficou deitada e dormiu, como se fosse um dia normal, mas acordou no outro dia quase morrendo.

Não parava de tossir e sentiu literalmente que seus pulmões estavam sendo praticamente dilacerados, e sentia que tinha pelo menos cem quilos sobre seu corpo, então não conseguiu levantar. Ficou apenas choramingando e resmungando, até que alguém adentrou a sala de treino.

—Liang! — Chan correu na direção da garota desesperado vendo seu estado. — Vem, eu vou te levar ao médico... Consegue andar?

Liang nunca pensou que Chan fosse tão cuidadoso daquela maneira, também não sabia se ele estava fazendo aquilo a mando de alguém ou por conta própria, mas agradecia mentalmente pelo garoto ter entrado na sala de treino bem naquele momento. Talvez Junhui tivesse pedido ao menino para checá-la, já que ela não respondia suas mensagens desde o Natal.

Ambos quase tiveram um ataque do coração quando o médico constatou que ela estava com uma pneumonia. A doença havia surgido devido a uma gripe mal curada, e além dos vários remédios que teria de tomar, teria de ficar de repouso absoluto. 

Chan se sentia culpado, já que WonWoo havia o deixado responsável por ela naquele dia, e ele não cuidou dela, então agora ela estava muito doente. Decidiu então que dessa vez não sairia do lado dela por hipótese alguma.

—O QUE? PNEUMONIA? — Junhui gritou no telefone assim que a amiga ligou pra ele, explicando o que estava acontecendo. — SUA IRRESPONSÁVEL! POR QUE SAIU NA NEVE AQUELE DIA?

Esse Hyung é tão exagerado... — Chan resmungou enquanto treinava um pouco, ele já estava ali, por que não dançar para o tempo passar? — Já disse que vou cuidar dela...

—EU SÓ NÃO PEGO O PRÓXIMO VOO PRA COREIA POR QUE O CHAN ESTÁ COM VOCÊ! — Céus, até quando ele continuaria gritando? Aquilo era tão desnecessário. — WonWoo sabe disso?

Liang e Chan se encararam como se conversassem apenas com os olhos. Definitivamente não queriam levar outro sermão como o de Junhui, então apenas prometeram que não diriam a mais ninguém a situação até que tudo melhorasse, seria melhor assim.

Junhui deu mais alguns esporros na amiga e logo teve de desligar o telefone ou então seu salário todo seria pra pagar a conta do aparelho. Liang passou o dia todo observando o quanto Chan era bom em dançar, como ele parecia transmitir tudo que sentia com o corpo, ela admirava aquilo.

Por mais que não quisesse, ela caiu no sono antes das oito da noite devido a alguns remédios que havia tomado no hospital, já que não iria tomar os que o médico receitou. Chan então se sentou frente a "cama" da garota e ficou a observando, atento para que sua temperatura não subisse ou coisa parecida. E notou que ela resmungava algo enquanto dormia, mas era mandarim e ele jamais entenderia.

Quando deu onze horas, Chan, que cochilava sentado, sentiu algo tocar seu ombro e acordou assustado, seu coração quase saiu pela boca, mas se tranquilizou ao notar que era apenas JeongHan que provavelmente havia voltado da casa de seus pais e saiu para procurá-lo já que não estava no dormitório.

—Você vai ficar com dores, vamos pra casa. — JeongHan sussurrou sorrindo fraquinho, o maknae negou. — Chan...

—Vou cuidar dela, não se preocupe. — Ele ainda estava grogue de sono ou algo assim? Por que ele cuidaria dela? Ela estava doente por acaso? — Pode ir pra casa...

JeongHan acabou indo, mas logo voltou com uma coberta e um travesseiro para o garoto. Tomou cuidado para não acordar nenhum dos dois e deitou o garoto, o deixando o mais confortável possível para que não adoecesse ou tivesse dores depois. Apenas riu da situação e voltou para o dormitório.

No dia seguinte, a chinesa acordou duas vezes pior do que no dia anterior. Tremia muito de baixo da coberta e sentia que a qualquer hora poderia sofrer uma convulsão, estava com um frio insuportável. Chan se desesperou ao notar que ela havia piorado, e saiu correndo atrás de uma farmácia.

Liang apenas riu, se sentia feliz por que alguém se importava com a sua saúde. Chan havia se tornado seu anjo da guarda.

O que foi que aconteceu com você? — Era WonWoo, e agora ela estava muito ferrada.


Notas Finais


E então? Vejo vcs nos comentários.... ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...