História Once upon a time... - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Branca de Neve, Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Branca de Neve, Caçador, Chenle, Jisung, Johnny, Príncipe Encantado, Rainha (Bruxa)
Tags Branca De Neve, Contos De Fadas, John Seo, Nct, Park Jisung, Snow White, Zhong Chenle
Visualizações 18
Palavras 296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo dois;;


Pouco tempo depois, o rei descobriu que o tão bem falado Zhong trabalhava no castelo, e era justamente o empregado que mais ouvia reclamações sobre, já que ele era feliz com o que tinha, e trabalhava a cantar pelo castelo. De primeira pensou em chamar um caçador, para que ele matasse ChenLe como qualquer outro animal, e o fez. Chamou o melhor caçador do reino entre todos, então, orgulhoso de si por ter sido chamado pelo rei, John Seo foi até o palácio, para saber o motivo pelo qual o rei havia o chamado, e ao receber a proposta da majestade, levou um susto, protestando de imediato.

“Majestade, eu não posso matar um jovem!”, dizia John, negando repetidamente com a cabeça enquanto andava em círculos em frente ao rei.

“Eu sou seu rei, me obedeça!”, esbravejou, batendo fortemente nos braços de seu trono e levantando-se do mesmo. “Eu lhe darei uma boa quantia de dinheiro em troca, o suficiente para pagar suas dívidas e o darei um bom cargo na corte.”

O outro andou mais um pouco, desta vez, pensativo sobre o assunto, era completamente endividado por seu vício em jogos, e tinha uma esposa e filhos para sustentar, dívidas pagas e um cargo importante na corte não seria uma proposta ruim.

“Tudo bem... Eu o farei, majestade.”, se ajoelhou, mostrando fidelidade ao seu rei.

“Mas, tem uma condição”, chamou uma das amas, essa que chegou com uma bandeja que sustentava uma adaga de prata e uma caixa de ouro. O rei pegou a adaga e colocou dentro da caixa, logo indo até seu súdito e o entregou o recipiente de ouro, assim olhando para ele com uma expressão séria. 

“Você terá de colocar o coração dele aqui, para que eu me certifique de que fez o que lhe foi pedido.”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...