1. Spirit Fanfics >
  2. Onde eles estão? >
  3. A jornada começa

História Onde eles estão? - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - A jornada começa


4 de fevereiro de 2014

      Expresso Relâmpago

Sasuke Uchiha


 O Expresso Relâmpago, o único jeito de se chegar até Konoha. um trem flutuante construído pelo quarto diretor da escola, Minato Namikaze. Eu estava alí agora, sentado em uma das pequenas cabines que o trem possuía, observando a neve cair lá fora. Em minha frente haviam mais três peculiares, um deles descobri ser Naruto Uzumaki, um loiro animado que não para de falar um segundo sequer; do seu lado Sakura Haruno, uma menina de cabelos rosas que conversava com o loiro sobre os lugares de onde vieram; e por último um homem de uns 25 anos com cabelos brancos e uma máscara que ocultava a metade de baixo do seu rosto, seu nome era Kakashi Hatake, e ele ia ser o peculiar responsável pelo nosso time.

- Bom, agora que estamos todos reunidos aqui como uma e equipe e só chegamos no nosso destino daqui a algumas horas, por que não contam de onde vieram e seus dons? - falou o de cabelos brancos - começaremos por você, Naruto.

O loiro se empolga muito fácil, é claro que dessa vez não seria diferente.

-Ah, claro, claro! Meu nome é Naruto Uzumaki, sou de Nova Iorque e eu tenho um monstro dentro de mim que é uma reserva gigantesca de energia H-13, mas eu ainda não sei como usá-la direto.

Um corpo com mais de uma reserva de energia H-13, sem dúvidas o garoto era poderoso.

- Como assim um "ser"? - questionou a de cabelos rosas.

- O nome dele é Kurama e ele foi criado em laboratório, uma vez ele assumiu o controle do meu corpo e derrotou os caras maus que me maltratavam. Não somos muito próximos, mas pelo menos ele me ajudou quando precisei.

O nome, o dom, tudo isso estava interligado.

- Você é o garoto do laboratório que foi massacrado, não é? - questionei.

- Bom, sim. - assumiu um semblante pensativo por um tempo. - As coisas não eram para terminar daquele jeito, eu só queria sair! Só não tenho muito controle do meu corpo quando ele assume. - assumiu risonho. - Mas que tal você ir agora, Sakura?

- Ah, tudo bem. Meu nome é Sakura Haruno e eu sou de Quebec. - disse com um forte sotaque. - Eu descobri minha peculiaridade mês passado, disseram que eu posso escolher o que fazer com a energia H-13 dentro do meu corpo. - disse um pouco retraída.

- É a primeira vez que escuto algo assim. - assumiu o Sensei.

- Você não é o primeiro a me dizer isso. - afirmou com um sorriso tímido no rosto.

As coisas começavam a ficar interessantes, de um lado temos um garoto que consegue utilizar incríveis reservas de energia por meio de uma fera dentro do seu corpo e do outro temos uma garota que consegue manipular essa energia.

- Sua vez, Sasuke. - disse Kakashi.

Estava meio envergonhado de conversar com estranhos, mas agora somos um time, e temos que agir como um.

- Sou Sasuke Uchiha, de Manchester. Ainda não sei ao certo o que meus olhos fazem, mas consigo invocar um esqueleto feito de energia que me defende como uma armadura, mas também consegue atacar com duas mãos grandes o suficiente para esmagar um adulto acima dos 1,80m. Assim como Naruto também não sei controlar meu dom.

Todos ficaram em silêncio por um tempo depois das apresentações, até Naruto abrir a boca novamente.

- E você Kakashi-sensei, não disse nada sobre você! - afirmou um pouco acima do tom.

- Ah, tudo bem. Sou Kakashi Hatake, mas não posso dizer o lugar de onde vim e nem meu dom por conta de algumas normas da academia. Eu até poderia dizer sobre o que planejo para vocês, mas vou deixar como surpresa.

- No final de tudo só sabemos seu nome. - resmungou o Uzumaki.

Kakashi-sensei foi esperto em esconder sua peculiaridade, mas não foi o único. A minha real individualidade eram um par de olhos vermelhos, capazes moldar de formas diferentes a energia que está a minha volta. Pode parecer errado omitir essa parte, mas ele com certeza já sabe disso, apenas queria que compartilhassemos nossos dons uns com os outros.

- Kakashi-sensei, por que não nos conta um pouco sobre a academia? - sugeriu Sakura

- Ah, claro. Konoha é mais uma cidade do que uma academia, lá temos nosso próprio comércio local onde peculiares artísticos vendem suas obras e utensílios, depois disso temos o pátio central, onde os eventos normalmente ocorrem, além desses dois temos a ala residencial, onde vocês vão morar pelo tempo que estiverem lá. Se quiserem depois posso apresentar a vocês algumas outras coisas legais de fazer por lá.

- Vamos ter nossa própria casa? - questionou Naruto.

- Sim, cada grupo possui sua casa.

Isso sim era torturante, ter que viver com os outros dois por todo aquele tempo.

- Quando podemos sair? - questionei.

- Todo sábado vocês são liberados para pegar o Expresso Relâmpago de novo, depois é só pedir para seus familiares buscarem vocês na estação da sua cidade.

Pelo menos dois dias de folga.

- E você, Kakashi-sensei, para onde vai? - questionou a garota.

- Ah, lugar nenhum. Meu pai morreu em um assalto e minha mãe morreu no meu parto, minha cidade natal também não é tão divertida, então eu fico sempre aqui.

- Ah, eu também não tenho pais! Eu cresci em um laboratório de testes do governo para jovens sem dons peculiares.

- Meu pai morreu alguns anos atrás na guerra do Atlântico, desde então somos só minha mãe e eu. - disse Sakura. - E você, Sasuke, tem alguma história para contar?

A verdade é que eu não tinha nenhuma história triste como a deles, pelo contrário, na verdade minha família era bem grande e saudável.

- Ah, eu não tenho nada muito impactante para contar.

Eles riram por alguns segundos, me deixando sem entender nada.

- Qual a graça? - questionei.

- Nossas histórias não são impactantes Sasuke, na verdade são só parte dos horrores do mundo atual. A verdade é que o surgimento dos peculiares só deixaram a desigualdade ainda maior, os líderes criam os conflitos e a população que arca com as consequências. - disse Sakura.

- Ela está certa, Sasuke, nós somos crias do mundo moderno. - disse Kakashi-sensei.

- Para falar a verdade o mundo sempre foi assim. - argumentei.

- E quando a chance de mudar surgiu nós a desperdiçamos. - rebateu Sakura.

É, isso não havia como negar.

- Então aqui faremos uma promessa! Nós seremos aqueles que acabaram com essa injustiça, os que lutaram pelos fracos e os ajudaremos a ficarem fortes. - disse Naruto. - Fomos reconhecidos como ameaças em potencial por todos, mas podemos ser mais que isso! Se usarmos nossos dons da mentira correta podemos mudar o mundo!

Ele era otimista e idiota demais para perceber que isso era impossível.

- Como sugere que isso aconteca, Senhor salvador? - disse.

- Kakashi-sensei, quem é a pessoa mais influente desse meio peculiar?

- O diretor da academia de Konoha possui o maior peso de votos no conselho peculiar. Chamamos essa pessoa de Hokage. - disse com um sorriso pouco visível por trás da máscara.

- Então eu vou me tornar Hokage! E vocês me ajudaram nisso.

- Não é tão fácil quanto parece, Naruto! - afirmou Sakura.

- Eu não desisto tão fácil, Sakura-chan! Pode demorar, mas tenho certeza que vou conseguir.

Ele não desistiria dessa idéia tão fácil.

- Bom, se esse é o seu sonho... - sussurrei.

- Se é isso que você quer, então iremos te apoiar! - afirmou Kakashi-sensei.

Acho que podemos dizer que foi assim que tudo começou.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...