1. Spirit Fanfics >
  2. Onde eu fico? >
  3. Capítulo 1

História Onde eu fico? - Capítulo 1


Escrita por: 09__Tai

Capítulo 1 - Capítulo 1


-Filha você está bem?

Isaac apareceu na sala preocupado com a filha que chegou bêbada como os outros finais de semana

-Eu tô bem! Pode voltar pro porão,e vê se não fica até amanhecer dessa vez_sua voz saiu embargada enquanto caminhava com lentidão para seu quarto

Não sabia ao certo quando começou isso,mas assim que bebeu pela primeira vez não parou mais

Com o pouco de consciência que tinha, conseguiu trocar sua roupa por um pijama branco junto com sua calça

Deitou no chão do quarto enquanto procurava o celular na bolsa

Marcava duas e meia da manhã

Estava com um pouco de sono,mas provavelmente não conseguiria dormir

Quando ia desligar o aparelho, recebeu uma ligação em grupo

"Inseparáveis"

-O que vocês querem uma hora dessas?

-Chloe? Você bebeu de novo?

-Novidade se não estivesse né? Quando que você vai parar?

-Falem logo o que vocês querem,eu estou morrendo de dor de cabeça

Eles começaram a cantar parabéns no meio da ligação

-O quê...?

-Feliz aniversário!

-Aniver...sário?

Se afastou do telefone para ver o dia de hoje

“23 de abril”

De fato,era seu aniversário

-Não vai me dizer que esqueceu?

-Claro que não! Está louco Thomas? Eu hein

-Está desanimada,parece que esqueceu

-Eu não esqueci! Só achei que era amanhã por conta do horário

-Okay,okay,eu e Helena vamos te ver mais tarde

-Sem falta!

-Ta! Tchau!

Desligou o celular sem esperar resposta deles

Thomas e Helena eram seus melhores amigos desde pequenos,agora eles eram um casal,mas isso não atrapalhava a amizade dos três,na verdade só estão juntos hoje por conta de Chloe 

-Vinte e dois anos...grande coisa

Se levantou com preguiça até sua cama,se jogando de qualquer jeito

O quarto estava totalmente escuro,seus olhos começaram a pesar,mas quando estava quase pegando no sono,abriu um dos olhos procurando uma certa luz que batia com força no seu rosto

Se sentou na cama e ficou encarando aquilo por algum tempo, coçou os olhos achando que era alguma alucinação,mas aquilo ainda estava ali

-Que merda...é essa?_se aproximou daquele enorme círculo que se encontrava no seu quarto,com luzes num tom azul,aquilo brilhava tanto que teve que fechar um pouco seus olhos para poder se aproximar

Pensou em chamar seu pai,mas pelo porão ser longe ele não iria ouvir,e não estava afim de ir até lá

Para acabar com as dúvidas,tentou colocar a mão na esperança de encostar na parede,mas sua mão atravessou aquele círculo

-Que?!_começou a mexer sua mão,mas não sentia nada de diferente

Ela já estava pronta para entrar em seja lá o que for aquilo mas não conseguiu pois seu pai apareceu na porta do quarto

-Ainda acordada? Está se sentindo bem?

-Pai! Olha isso aqui!_desviou o olhar de seu pai e foi o tempo exato para aquele círculo que mais parecia um portal sumir

-Isso o que?_perguntou ligando o interruptor

-Tinha um...um portal aqui! Era azul e eu consegui colocar a minha mão!

Ele olhou para todo o quarto procurando esse “portal”

-Chloe,quantas garrafas você bebeu hoje?

Ele tinha razões para achar isso,mas era a primeira vez que ouvi a filha falar de um "portal"

-Eu não estou bêbada! Pelo menos não tanto...

Ela bebeu poucas garrafas e não era fraca com isso, estava sóbria o suficiente para ter visto um portal com luzes brilhantes no seu quarto

-É melhor você voltar a dormir,mais tarde falamos sobre isso

-Pai! Acredita,eu realmente vi!_ insistiu

-Tudo bem,se acalme,tente dormir, amanhã falamos disso

Ele saiu do quarto e agora ela estava na dúvida se aquilo era real ou era coisa de sua cabeça

Voltou para cama dessa vez se cobrindo tentando não pensar em nada

Aquele portal não voltou

[...]

-Senhor Isaac! Como vai?_entrou na casa junto com o namorado

Helena abraçou o mais velho sendo seguida por Thomas que estava com um bolo recheado na mão

-Vou bem! Chloe ainda está dormindo,ela chegou muito tarde ontem

-É, sabemos

Eles não sabiam aonde ela ia, até segui e ver que a mulher parou em uma loja e bebia lá mesmo, não gostavam de ver a amiga assim, até que ela melhorou bastante para o que bebia

-Mas não vamos pensar nisso não é? Vamos lá acordar ela!_disse Thomas indo até o quarto da amiga

-Espera aí!_tirou o fósforo do bolso_As velas!

Acenderam as velas agora abrindo a porta do quarto

Começaram a cantar parabéns fazendo a mulher cair da cama pelo susto

-Assopra as velas!

-Vocês sabem que horas são?_ignorou seus amigos se levantando_Que saco!

-Hora de acordar não acha? Anda, assopre as velas

Assoprou as velas com rapidez e voltou a deitar na cama

-Fez um pedido?

-Não...

-Ei! É seu aniversário, vamos levantar daí Chloe!

Ela só queria dormir mais um pouco,seus amigos não deixaram, então foram para sala cortar o bolo

-Eu pensei em um presente para você,mas achei melhor uma viajem para nós dois,o que acha?

- Uma viajem para quê pai? Pra você ficar enfiado em algum lugar escrevendo  o tempo todo?

-Chloe,u prometo que vamos nos divertir,vou deixar os livros aqui

-Talvez seja bom para você amiga.

-Não,eu prefiro ficar em casa mesmo!

Comeram o bolo em silêncio,ela parou para pensar,talvez estava daquele jeito por conta do pai que passava quase quinze horas do seu dia naquele porão, infelizmente teve que se virar sozinha por um bom tempo

[...]

Mesmo desanimada,Thomas e Helena conseguiram tirar ela da casa, aproveitando indo a um karaokê,fazendo ela prometer que hoje não iria beber

E agora estavam voltando para casa exaustos

-Vão conseguir ir para casa?

-Não se preocupe,voltamos de táxi

-Tudo bem então

Se despediram e Chloe entrou na casa indo para o porão,onde estava seu pai

-Ei!_tentou chamar atenção dele_Pai!

-Ah,oi_tirou os óculos e olhou para filha_Como foi lá? Se divertiu?

-É, até que foi legal,mas isso não vem o caso agora

-Tudo bem,o que quer conversar?

-Sobre... aquele negócio

-Que negócio?

-O...portal lá que vi de madrugada

-Aquele que você viu enquanto estava bêbada?

-Estou dizendo,era real! Eu consegui passar minha mão sabia?

-Filha_se levantou e se aproximou da mais baixa_Você devia estar cansada,vai ver foi até um sonho e não se lembra, esqueça isso

Ela tinha certeza que não era um sonho,mas tentou se convencer disso

-Tudo bem, é melhor eu ir dormir...

[...]

-Eu não consigo dormir!_olhei para o celular e marcava duas e vinte e nove,levantei para lavar o rosto já que não dormiria mesmo

-Essa merda de novo?!

O portal estava ali na parede do meu quarto,de novo!

Pensei em chamar meu pai,mas é capaz desse portal sumir assim que ele chegar

Me aproximei o portal e coloquei minha mão assim como na madrugada anterior

-Tudo bem,eu vou fazer isso!_fechei meus olhos e pulei para dentro daquele círculo brilhante

A sensação era estranha,abri um olho com medo mas...que lugar é esse?

Eu estava descalça,então meu pé estava em contato com a grama,tinha uma trilha em minha frente,estava de dia,mas tinha uma lua azul enorme no céu.Era basicamente uma floresta,e eu agradecia por não ser sombria


-Finalmente apareceu!_me assustei quando ouvi um voz fina do meu lado,mas não tinha ninguém

-Quem tá aí?_olhei para todos os lados procurando quem quer que fosse

-Aqui em cima!

Olhei para cima vendo um ser minúsculo com asas da cor rosa,bem brilhantes

-O que você é?

-Uma fada! Eu que fiz esse portal para você._agora ela estava na minha frente,logo apareceu mais duas fadas iguais,apenas com cores diferentes

-Você fez para mim? Por que?

-Precisamos de sua ajuda!

-Mas não sabemos se é ela mesmo!

-Mas é claro que é! Eu tenho certeza

- Calma aí,do que vocês estão falando?_não estava entendendo nada

-Vamos!_elas voaram na minha frente,não tinha o que fazer,então fui indo logo atrás

-Para onde estão me levando? Só pra saber onde estou me metendo

-Grina,ela vai saber o que fazer.

Caminhamos por um tempo,o lugar era era cheio de cogumelos 

-Sem querer se chata nem nada,mas aquela lua azul grande no céu,é normal?

-É normal,ela fica bem maior que isso! Mas infelizmente estamos com a rainha errada

-Rainha errada? Como assim?

Parei de falar quando uma delas bateu a árvore,no início eu não entendi,mas ela se abriu como se fosse uma porta

-Troxeram ela?

-Sim!_elas me empurraram para dentro da árvore e consegui ver uma mulher de cabelos verdes,ela não tinha asas e orelhas eram pontudas muito parecida com a de um elfo,parece que saiu de um dos contos de fadas de meu pai

-Sente-se querida

Me sentei em uma cadeira que mais parecia ser de boneca,na verdade tudo na sala parecia ser de boneca

-Acho que não me apresentei,Grina.

-É,eu ouvi falar,meu nome é Chloe

-Seu cabelo loiro é lindo, é seu mesmo?

-Ah,valeu.É meu sim_ainda bem que esqueci aquela ideia de pintar de preto

-Chloe...Hum...quer alguma coisa? Água? Chá?

-Não,eu quero saber o que está acontecendo,não estou entendendo nada,quero saber o motivo de me trazerem aqui_ encolhi as mangás do meu pijama_Me contem agora!

-Deixa eu só ver uma coisinha_ela ficou atrás de mim tentando achar alguma coisa

-É essa marca que estamos procurando?_uma das fadas se pronunciou tocando umas das minhas tatuagens,uma borboleta no braço

-Isso não é uma marca, é só minha tatuagem,linda né?

-Tatuagem? O que é isso?

-Achei!_nem percebi que ela tirou os meus cabelos curtos de minha nuca,vendo um dos meus sinais de nascença

-Achou? Achou o que?

-É ela mesmo! Estamos salvas!_ A fada exclamou totalmente feliz com aquilo

-Do que diabos vocês estão falando?_me levantei tentando afastar elas

-Você é a princesa!

-O QUÊ?!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...