História Onde existe ódio a amor - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Dakota, Iris, Kentin, Leigh, Lysandre, Nina, Priya, Rosalya
Visualizações 51
Palavras 1.472
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente me desculpa eu sei que eu estou demorando para postar os capítulos, mas é porque eu estou cheia de tarefas na escola e em casa, mas prometo que vou tentar postar com mais frequência. Boa leitura!! 😘😘😘

Capítulo 20 - Uma visita surpresa


Fanfic / Fanfiction Onde existe ódio a amor - Capítulo 20 - Uma visita surpresa

            *LYSANDRE ON*

Quando eu voltei para sala com os documentos Clarise já tinha ido embora o Kentim estava só. 

Lysandre - aqui está, e a Clarise? 

Kentim - ela foi para o quarto, mas você parece muito feliz, Posso saber o porquê?

 Lysandre - a Clarise acaba de me dar a melhor notícia do mundo, ela está grávida! Eu vou ser pai! 

Ele pareceu ficar um pouco atordoada com a notícia mas logo voltou se. 

Lysandre - b-bom desejo-lhe meus parabéns. 

Ele Estendeu sua mão e eu apertei. 

Lysandre - porque não fica para o almoço? 

Kentim - eu não sei. 

Lysandre - por favor, não aceito não como resposta! 

Kentim - tudo bem eu vou falar com a Iris. 

Lysandre - traga ela também, sei que a Clarise vai ficar muito feliz em dar a notícia para ela. 

 Kentim - claro eu vou buscar lá e logo estou de volta. 

Lysandre - vou esperar. 

Kentim saiu e eu fui contar para Clarise que o kentim e a Íris viriam para o almoço. Quando eu abro a porta do quarto vejo ela e a Nina se encarando. 

Lysandre - Nina o que está fazendo aqui? 

Eu fico de frente para as duas quando a Nina fala. 

Nina - a senhora vai falar ou falou eu. 

Clarice parecia tensa com certeza era mais uma das fofocas da Nina, só que eu não vou permitir que a Nina fique incomodando a minha mulher, ela está grávida e precisa de descanso. Eu vou para perto da Clarise e coloco minha mão em sua cintura. 

Lysandre - eu proíbo que você venha incomodar a minha mulher, não tem nada o que fazer nesse quarto! E assim como eu já pedi a Clarise para te respeitar e te considerar parte da família o mesmo exige de você! Que respeite a Clarise como a minha esposa e senhora desta casa! 

Nina - acontece que você tem que saber que... 

Eu não a deixa ela terminar de falar, não me interessa o que ela tem a dizer da Clarise. 

 Lysandre - não! Isso é uma ordem Nina, saia agora mesmo daqui! 

Ela olha para mim como se não acreditasse no que eu havia acabado de dizer, depois ela olha para Clarise com raiva e sair do quarto a passos pesados. 

 Eu me viro para Clarice ficando de frente para ela. 

Lysandre - por favor me desculpe Clarise. 

Clarise - porquê? 

Lysandre - porque eu ignorei todas as vezes que você se queixou da Nina, mas eu prometo que vou dar atenção a esse assunto. 

Ela me dá um sorriso doce. 

Clarise - obrigado. 

Lysandre - eu peço que se ela voltar a te incomodar por favor me diga, as duas tem que fazer um esforço para se dar melhor, e... Clarise essas brigas entre vocês duas realmente são muito chatas. 

Clarise - mas se ela não se meter comigo não vai ter nenhum problema, mas é como se esse tempo todo ela fique procurando qualquer pretexto para me provocar. 

Lysandre - bom eu vim dizer que o Kentim vai almoçar aqui. 

Ela me olhou surpresa. Eu já percebi que é Clarise não gosta muito da presença do Kentim.

Clarise - aqui! Mas porque?! 

Lysandre - eu quero que todos saibam que nós vamos ter um filho meu amo.  

Clarise - Mas isso é algo de família não tem porque ele participar! 

Eu me aproximei mais dela segurei Sua cintura e olhei em seus olhos. 

Lysandre - ele agora é o meu sócio meu amor é só por isto, vamos não fique com essa cara. 

Clarise - tudo bem mas eu peço que não convive mais ele sem me consultar antes. 

Lysandre - tudo bem. 

Eu selei nossos lábios com beijo que foi ficando cada vez mais intenso. Eu nunca me canso de beijá-la poderia fazer isso o dia todo mas infelizmente tenho assuntos para resolver. 

Lysandre - eu tenho que ir, tenho assuntos a tratar. 

 Vi um pouco de decepção em seu olhar o que me fez dar um sorriso, ela também me deseja como eu a ela. 

Lysandre - mais tarde terminamos esse assunto, eu vou estar no escritório. 

Eu dei um último beijo nela e sair do quarto. 

                 *CLARISE ON*

Eu mal podia acreditar o Lysandre me defendeu da Nina, isso deixou claro que eles não têm nada e que o Lysandre ama somente a mim, mas eu não posso deixar aquela bisbilhoteiras da Nina acabar com isso, eu vou em direção ao seu quarto. 

Quando eu chego entrou sem bater da mesma forma que ela faz comigo. 

Nina - imagino que veio implorar para eu não falar nada para o Lysandre. 

Clarise - como é que é? eu implora para você Nina? não, não se engane. 

Nina - não disfarça tô vendo que você morre de medo, e faz bem Lysandre não me deixou falar agora mas eu juro que hoje mesmo ele vai saber que o senhor Kentim estava reclamando por a senha te beijado o Lysandre. 

 Ela falou isso em tom de ameaça, eu me aproximei dela devagar. Vou entrar em seu jogo perverso e vamos ver quem ganha Nina. 

Clarise - não, não Nina eu acho melhor você não dizer nada para ele. Você não quer que eu desapareça da vida do Lysandre? Se você dizer isso para o meu marido você vai colocá-lo de sobre aviso. É verdade você me prejudicaria muito mas faria com que eu nunca pudesse sair daqui. É isso que você quer Nina? que o Lysandre me mantém aqui a força para sempre? 

Ela Ficou pensativa por um momento, eu nunca contei tantos mentiras mas isso vai fazer ela se calar em quanto eu decido o que fazer. 

Clarise - pensa Nina pensa. o que seria mais conveniente para você? 

Eu disse isso e saiu do quarto sem dizer mais nada, quando eu fecho a porta e vejo a Rosa, ela se aproxima e me leva para um lugar mais afastado. 

Rosa - estava te procurando já sabe que o Kentim vai almoçar aqui. 

Clarise - sim, o lysandre me contou será que ele não vai desistir nunca?! 

Rosa - quem sabe com a notícia da gravidez ele vai embora. 

Clarise - espero. Você acredita que a Nina ouviu uma conversa minha do Kentim? Ele veio aqui tirar satisfações por eu ter beijado Lysandre, e a Nina escutou tudo. 

Rosa ficou nervosa o que eu disse. 

Clarise - e isso nem é tudo, ela queria contar para o Lysandre mas por sorte ele nem deixou ela falar. 

Rosa - ainda bem. E o Kentim tem que ir embora já imaginou se o Lysandre descobri tudo. 

Clarise - Rosa eu tenho tanto medo não quero que eles se enfrentem e que algo de mal aconteça com eles.

Rosa - é verdade, se o Lysandre descobrir vai acabar acontecendo uma tragédia! 

Clarise - mas sabe às vezes eu penso em contar tudo para o Lysandre e tirar esse peso das minhas costas, não gosto de ficar contando mentiras ou  meias verdades para ele. 

Rosa arregalou os olhos com que eu disse. 

Rosa - ficou louca?! Se o Lysandre descobri ele não vai pensar duas vezes se não em mata o Kentim, e ele pode até pensar que esse filho que você carrega em seu ventre não é dele. 

Clarise - não isso não pode acontecer! 

 Não Lysandre não pode duvida que o filho que eu espero é dele, não pode. 

              *LYSANDRE ON*

Eu estava no meu escritório quando Selha vem no meu escritório e me dá uma ótima notícia, que o Castiel está na fazenda eu vou até a sala para recebê-lo. 

Lysandre - eu não posso acreditar, que surpresa maravilhosa, Castiel você voltou! 

Eu fui até ele o abracei. 

Castiel - não imagina, e eu voltei com novidades eu me casei e essa é a minha esposa priya. 

 Ele me apresenta a ela, ela é muito bonita tinha cabelos castanhos, pele morena, e olhos azuis esverdeados. 

Priya - é um prazer conhecê-lo, Castiel falou muito de você. 

 Lysandre - o prazer é todo meu, eu espero que só coisas boas. 

Pria - sim, coisas boas do modo dele. 

 Nós sorrimos documentário da Priya e sentamos e começamos a conversar, eu contei a ele Como ia o meu casamento com a Clarice e que graças a ele por ter visto aquele sujeito com a Clarise ela não fugiu, e hoje estamos muito felizes. 

Priya -  Então foi você quem pediu a Clarise de fugir? 

Castiel - sim eu estava no jardim tentando me livrar daquela chata da Ambre, quando eu vi a Clarise e aquele homem conversando eu observei os dois e escutei toda a conversa. 

Eu vejo o Kentim chegando com a Iris. Que momento perfeito para apresentar o Kentim para o Castiel.  

Lysandre - Castiel quero que você conheça o meu sócio Kentim.  


Notas Finais


Até o próximo Capítulo beijos😙😙😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...