1. Spirit Fanfics >
  2. Onde Mora o Amor. >
  3. Rivais.

História Onde Mora o Amor. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


oii gente! aqui estou eu novamente e com outra fanfic, pra felicidade de poucos (pouquíssimos) espero que gostem pq fiquei pensando nisso as férias todas ok! Me dêem biscoito kkkkkkk

link da trilha sonora: https://open.spotify.com/playlist/6Vzu2xu2UbmLP1lhNk57oa?si=lAy-Z-SgTzWVpIR33P5NUQ&utm_source=copy-link
nessa trilha sonora, nem todas as músicas têm um significado.

Capítulo 1 - Rivais.


 

 

· · Baile de Formatura, final de ano. · ·

Música capítulo um: Part Of Me - Katy Perry *sem significado*

 

Era dezembro e o ensino médio estava sendo concluído pra mais uma geração em uma das escolas de Tóquio. O salão de festas estava lotado de adolescentes recém formados, com roupas chiques. A maioria das meninas usando vestido, com a maquiagem perfeita. Os meninos...deram o seu melhor...

Sakura Haruno, usava um vestido tubinho branco, tomara que caia longo. Um batom vermelho no rosto e duas pérolas como brinco. O cabelo rosa em um coque feito no salão, que demorou horas pra ficar pronto. (sem contar a unha e a maquiagem que foi feita.) Ela estava se sentindo uma deusa! e com toda razão. Estava espetacular.

A Haruno se aproximou do open bar do salão de festas e pediu uma batida com álcool. Enquanto esperava, mexia a cabeça no ritmo da música que tocava no fundo, de forma animada. Quando derrepente uma figura loira apareceu ao seu lado, parecendo até uma assombração.

 

— Escuta, conseguimos uma casa de praia pra passar as férias. Já deixamos tudo preparado! O verão inteiro. - Disse a Yamanaka no ouvido de sua amiga para que a mesma escutasse, já que a música estava no último volume.

Sakura arregalou os olhos encarando a garota. Ino Yamanaka, melhor amiga desde infância, uma das garotas mais lindas de Tóquio. Usava um vestido roxo, com brilhos na saia e alça fina. Cabelo longo e penteado para trás, o que deixou ela parecendo uma modelo.

— Glória! Meus planos eram ficar o tempo todo em frente a televisão. - A rosada comentou no ouvido de sua amiga e olhou pra mesma com grande animação.

— Só tem uma coisa.... - A loira deu um sorriso sem graça e olhou pra trás de Sakura, dando um sinal pra garota olhar.

A Haruno sem disfarçar ou se importar, olhou pra trás sem cerimônia e a primeira pessoa que viu foi Sasuke Uchiha conversando com uma garota aleatória da escola.

Quem estudava naquele colégio sabia muito bem da reputação de Sasuke e todo ódio que Sakura nutria por ele (que era recíproco). A má reputação de Sasuke e o motivo de sua popularidade também, era ser um tanto rude com as pessoas e galinha pegador.

Sakura constatou que tudo que odiava em alguém, estava em Sasuke Uchiha. Pra melhorar, tinham amigos em comum, em específico Naruto Uzumaki. 

 

— Só pode estar brincando. - Disse a Haruno com uma das sobrancelhas levantada e novamento com a sua atenção na loira.

— Amiga, a casa é da família da Hinata. Hinata é a namorada do Naruto. Naruto é o melhor amigo do Sasuke. E você é a melhor amiga do Naruto. - A Yamanaka gesticulou com as mãos, tentando fazer sua amiga entender a situação.

— Puta merda. - Respondeu a garota, recebendo seu drinks do barman e logo depois pegando o copo com certa força. — Não acredito que vou ter que ficar no mesmo teto que ele.

— É só durante o verão! você vai conseguir. - Sua amiga beijou sua bochecha rapidamente e correu pra pista de dança, onde tocava "Part Of Me" da Katy Perry no refrão da música, a parte mais animada.

"Eu realmente vou conseguir?" pensou sakura.

 

A garota deu mais três goles enormes na batida, engolindo quase todo o líquido no copo e soltou um suspiro pesado quando terminou. Olhou mais uma vez na direção de Sasuke, com a expressão de tédio, pensando no inferno que seria conviver com ele.

O moreno dessa vez conversava com Naruto, mas ele não parecia nenhum pouco interessado no que o loiro dizia. Pegou a caixa de cigarro no bolso de seu terno preto, deu dois tapinhas no ombro do amigo e se retirou pra fumar. Foi a deixa pra Sakura ir até o seu melhor amigo, que estava no outro lado do salão de festas, lotado de alunos e professores.

 

— Ino me contou sobre a casa de praia. - a garota falou em um tom alto, a música berrava por todo o local. — Ainda bem que conseguiu.

Naruto sorriu vendo sua amiga e fez sinal com a cabeça, para que a mesma se colocasse ao seu lado.

— A família da Hinata decidiu ficar o verão em casa. O lugar é todo nosso! - O mesmo falou animado, esfregando as mãos ansioso. 

 

O que poderia acontecer de ruim? oito adolescentes sozinhos em uma casa de praia. Casa de praia todinha só pra eles! Pensando bem, tudo de ruim poderia acontecer.

Na cabeça de Sakura, veio a imagem da Ino no pátio da escola, mostrando no celular as imagens da casa Hyuuga. Era enorme, tinha dois quartos de casal com banheiro, cozinha junto com a sala de jantar e o quintal que tinha espaço pra estacionar quatro carros. Sem contar que era 5 minutos até a praia.

Mesmo sem ter a confirmação da Hinata, Ino já estava cheias de ideias, pra ninguém ficar no tédio. Idéias que envolviam bebidas e putaria.

— Qual vai ser o dia? tenho que arrumar minhas coisas. Vai ser um mês fora de casa. - Dei um pequeno sorriso.

— Eu falei com todo mundo e geral topou em sair amanhã de manhã. - Assim que disse, Sakura arregalou os olhos sem acreditar. 

— TA ME DIZENDO QUE A GENTE VAI TER QUE SAIR DAQUI A POUCO? - Respirou fundo tentando conter o nervosismo. - Naruto, são 02:30 da manhã, a gente já bebeu horrores. Que horas você pretende sair?

— Pretendo sair de casa 07:20. - O loiro falou com naturalidade, só depois se tocou do horário que a Sakura tinha dito. Acordar amanhã com disposição? Zero chances. — Isso explica porquê a Hinata pegou carona com a Temari e o Shikamaru. 

O que o Naruto tinha de bonito, ele tinha de burrice. Ninguém explica como ele conseguiu passar de série e terminar o ensino médio. 

— Não acredito nisso. - Sakura revirou os olhos. — Tudo bem. Amanhã você me pega em casa, certo?

— Pode ser. 

 

A mesma confirmou com a cabeça e puxou o garoto até a pista de dança, pra aproveitar o resto da noite que eles ainda tinham. A festa só iria acabar 03:30 da noite, ainda tinha muito tempo pra curtir.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sábado, 07:20 da manhã.

Pov's Sakura Haruno.

 

Quando eu escutei o barulho do alarme do meu celular tocar, senti vontade de morrer. Deveria ser crime acordar cedo depois de uma festa exaustiva. Aquele barulho irritante, só me enchia a paciência cada vez mais, até eu finalmente desistir e desligar de vez, sem colocar na soneca (o que eu normalmente faria).

Levantei literalmente na força do ódio e minha cabeça doía demais, não consegui ficar bêbada, mas foi o suficiente pra me deixar com uma ressaca fudida. Caminhei sem rumo e parei de frente ao espelho do armário, dando de cara com a figura mais terrível do mundo. > Eu <

Meu cabelo estava todo bagunçado e eu acabei esquecendo de tirar toda a maquiagem de ontem. Quando cheguei em casa só tirei a roupa, escovei os dentes e coloquei um blusão velho pra dormir. Resultado da minha aparência tenebrosa.

Fiz uma careta admirando a minha aparência no espelho, até o meu celular tocar em cima da mesinha ao lado da cama. 

 

— Bom dia! Já se arrumou? Estamos colocando as coisas no carro do Naruto. - Disse Ino, com uma voz super animada. O que é estranho, porquê essa hora da manhã ela estaria pronta pra matar todo mundo que falasse com ela. 

— Eu literalmente acabei de acordar. - Bocejei logo em seguida e passei a mão no rosto. — Ainda vou tomar café e tomar banho.

— Sakura, quem costuma se atrasar é o Naruto. O que houve contigo? - Revirei os olhos. Ela esqueceu totalmente que eu estava em uma festa umas horinhas atrás. — Ah, esqueci de te falar. Você vai ter que vir aqui em casa, não vai dar pra ele te buscar.

Franzi a testa. Tá de brincadeira que eu vou ter que andar igual um zumbi até a casa dela? 

— Combinei dele me pegar aqui em casa. Qual é o problema? - empurrei a porta do armário e peguei quatro cabides de uma vez, jogando em cima da cama logo depois.

— Quando você chegar eu te explico. Não demora! Deixa pra tomar café quando chegarmos lá. Vou desligar, tchau! - Encaro o celular vendo a ligação encerrada e ponho o mesmo novamente em cima da mesinha.

 

 

De banho tomado e mala pronta, eu estava até um pouquinho animada pra fazer essa viagem, mesmo que a minha cabeça esteja latejando horrores. Me despedi dos meus pais, coloquei a mochila no ombro e puxei a mala de rodinha, indo em direção a casa de Ino que não era tão longe assim, eu que estava de drama mais cedo.

Quando cheguei na garagem, vi o pessoal colocando as coisas no carro do Shikamaru. Estavam todos lá, Temari, Ino, Hinata, Naruto, Sai, Shikamaru e ele..... Sasuke Uchiha. 

Sim, minha cara se desfez na mesma hora. Tinha esquecido completamente que esse garoto estava incluso nas férias de verão.

 

— Finalmente chegou. Vem, me dê as suas coisas. - Temari veio na minha direção e pegou a mala que eu carregava. — Péssima notícia pra você. O Sai tá sem carro, ele e a Ino vão ter que pegar carona com a gente

– E qual é a notícia ruim? - Levantei uma das minhas sobrancelhas. 

— A Kombi do Naruto tá lotada de mala e comida, só o banco da frente tá livre, onde a Hinata vai ficar. Ou seja...- Temari colocou a mão na cintura dando um pequeno suspiro.

 

Olhei pro lado e por coincidência, Naruto estava tendo a mesma conversa com o Sasuke, fazendo o moreno olhar na nossa direção. Pelo visto eu não era a única que não estava satisfeita com aquilo.

— Tá me dizendo que eu vou ter que ir de moto com ele? - Voltei a olhar pra Temari, com o rosto estampado de indignação. 

— Ah não ser que você queira ir no porta malas com as comidas. - A loira deu uma pequena risada e caminhou até o automóvel, pra colocar a minha mala.

— Sinceramente? Eu prefiro ir com as comidas. - Coloquei a mão no peito fazendo um certo drama.

— Por que você odeia ele? Ele nem é tão irritante assim. - A garota fechou a porta do porta-malas e voltou a me encarar. — Colocou biquíni? Quando acabarmos de arrumar a casa, a gente vai direto pra praia.

— Ele sabe muito bem o motivo do meu "ódio." - Assim que a mesma falou sobre biquíni, afirmei com a cabeça. Antes de sair de casa, decidi de última hora colocar um biquíni novo que eu havia ganhado, era verde claro e asa delta. 

— Explicou pra ela? - Disse Ino assim que chegou na nossa conversa. — Certo, Sakura você não tem opções, ou você vai ou você vai! Simples! 

As duas me encararam esperando a minha resposta. Soltei um suspiro pesado, coloquei o óculos escuro que estava na minha cabeça e caminhei devagar até o Sasuke, que estava ao lado da moto.

Pude ouvir um "boa garota" da Ino e me segurei pra não mandar ela se fuder no meio da caminhada. Quando fiquei ao lado da moto, Sasuke levantou o rosto e me encarou com uma expressão neutra.

 

— Bom dia. - Falei, sem muita animação. 

— Parece que a princesa vai ter que ir comigo. - Ele pegou o capacete e jogou para que eu pegasse. - Coloca o capacete.

Peguei o objeto e levei até a cabeça, encaixando o fecho. 

— Infelizmente, eu não tive muitas opções. Eu preferia ir com as comidas, mas fui obrigada a ir com você... - dei um sorriso falso.

— Eu também preferia que você fosse com as comidas, a viagem seria bem menos irritante. - O garoto retribuiu o sorriso falso e pegou seu capacete.

 

Eu simplesmente ODEIO quando ele me chama de irritante. E ele sabe disso, sempre me chama assim quando pode. 

 

— Terminamos de colocar as coisas, estamos prontos pra sair. - Shikamaru chamou a nossa atenção e abriu a porta do carro, entrando no veículo pra pegar no volante.

— CASA DE PRAIA LÁ VAMOS NÓS! - gritou Naruto com a cabeça pra fora do carro e buzinou o carro três vezes seguidas.

— Naruto, seu idiota. Vai acordar toda a vizinhança. - Sasuke chamou atenção do loiro e subiu em cima da moto.

 

Pela primeira vez, eu tive que concordar com uma atitude de Sasuke Uchiha.

 

Depois de alguns lamentos, subi na garupa da moto e segurei na cintura do mesmo com um certo receio. Não é todo dia que você vai ter que ficar agarrada com o garoto que não suporta.

— Pode segurar firme, eu não mordo. - O moreno tirou sarro, me fazendo bufar de raiva.

 

 

 

 

 

 

 

 

PRIMEIRO DIA DE AULA DA SAKURA.

 2° ano do ensino médio | Flashback

 

 

 

Eu havia acabado de me mudar pra konoha, meu pai havia arranjado uma proposta de emprego boa nessa cidade e sem muita opção, decidimos morar aqui. É um saco ser adolescente e ter que começar tudo do zero, a escola, as amizades e etc.

Foi tempo de arrumar todas as coisas no dia anterior e correr pra fazer a inscrição no novo colégio. Colégio particular famoso por aqui, metade da cidade estuda por lá. E eu estava lá, de frente á Konoha Valley, com um copo de capuccino na mão e ainda sem a vestimenta da escola.

Quando eu entrei, acabei chamando atenção do outros com o meu cabelo rosa, que querendo ou não, era a minha marca registrada. Peguei um papelzinho no bolso da mochila, onde dizia o número do meu armário no corredor.

Mas como uma boa desastrada, acabei esbarrando em alguém e derrubando metade do meu capuccino em sua camisa. Eu definitivamente me odeio por isso.

 

— Merda! - Exclamei vendo a besteira que fiz e de imediato peguei uma toalhinha que tinha na minha mochila, na esperança de "tentar" ajudar. — Me desculpe. Sério, eu não te vi e acabei fazendo isso..

— Isso é capuccino? - Disse o garoto sentindo o cheiro do líquido que pegou metade da sua blusa. — Qual é o seu problema?

— Foi sem querer! - Suspirei e olhei pros lados, vendo um grupo de adolescentes rindo da minha situação. — Qual seu nome? Eu posso...

— Você por acaso fez toda essa situação pra falar comigo? Olha a merda que fez. - O moreno me olhou com indignação e testa franzida.

— Como assim pra falar com você? — Levantei a sobrancelha sem entender. Eu realmente fiquei perdida com essa situação, ele achou que fiz de propósito, é isso?

— Não é a primeira garota que faz isso pra chamar a minha atenção. - Ele tentou torcer a camisa pra tirar o capuccino, mostrando metade de seu abdômen sarado. — Irritante.

 

Que babaca. 

 

Estava me sentindo culpada por ter jogado metade de um líquido morno em cima dele, em pleno primeiro dia de aula e me trata desse modo arrogante? Nariz empinado?

— Olha, eu já disse que posso te ajudar com a blusa. Não fiz de propósito, nem te conheço. - Respirei fundo tentando manter a paciência. Afinal, se alguém fizesse isso comigo, provavelmente eu ficaria puta da vida.

— Agora vai fingir que não me conhece. - Balançou a cabeça de forma negativa, revirando os olhos logo depois.

Sou obrigada a saber quem é o narizinho empinado com um ar de superioridade???

— Tentei te ajudar, mas você não quis. Então... vai se fuder, você e sua blusa. - Falei dando o último gole no capuccino e jogando o copo descartável vazio no garoto, e dessa vez foi de propósito.

Passei por um grupo de garotas que acompanhava tudo e caminhei rápido até a sala de aula. 

 

Começamos o dia muito bem em Konoha Valley!!

 

 

 

 

 


Notas Finais


sgostaram? comentem aqui! é sempre uma boa motivação <3 obrigada por lerem até aqui.

link da trilha sonora: https://open.spotify.com/playlist/6Vzu2xu2UbmLP1lhNk57oa?si=lAy-Z-SgTzWVpIR33P5NUQ&utm_source=copy-link


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...