História Onde mora o coração (NaruHina) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Amizade, Jeans Viajante, Naruhina, Naruto
Visualizações 97
Palavras 1.445
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Genteeeee! Eu achei que ninguém ia dar importância à fic, mas teve até favoritos! Muito obrigada, fiquei tão feliz!
Em comemoração a isso, decidi postar um capítulo hj mesmo hahahaha podem me chamar de exagerada.
Espero que gostem! E não desistam da fic hahaha

Vamos lá...

Capítulo 2 - Mudando de estação


Fanfic / Fanfiction Onde mora o coração (NaruHina) - Capítulo 2 - Mudando de estação

Dois meses antes

Meu despertador tocou às 08h em ponto, e eu sorri internamente quando me dei conta de que o verão finalmente havia chegado, ou seja, adeus escola! No auge dos meus 18 anos não poderia haver alegria maior do que pensar que a escola finalmente tinha acabado. E agora tudo o que eu precisava era receber uma carta da Escola de Design de Rhode Island, a RISD, para realizar o meu sonho de ir para a escola de artes. Me levantei bem preguiçosa da cama e me dirigi ao banheiro para fazer minha higiene matinal. Olhei para meu próprio reflexo no espelho e lembrei da única coisa que poderia me entristecer naquele dia: eu não passaria o verão com as minhas melhores amigas. Era muito triste de se pensar, na verdade, porque desde que eu me entendo por gente tudo que eu faço estou cercada por Sakura, Ino e Tenten. Nos conhecemos desde que nascemos, pois nossas mães faziam aula de ioga juntas e todas engravidaram e nos tiveram na mesma época, variando apenas alguns meses. Talvez se não fosse isso, e nos conhecêssemos na vida, nunca tornássemos amigas, já que nós 4 somos completamente diferentes. 

Na verdade, acho que elas até poderiam ser amigas, mas jamais se tornariam amigas de alguém fechada e sem graça como eu. Na escola, lembro que sempre diziam que eu era linda, mas quase ninguém nunca se aproximava por causa do meu jeito fechado e tímido. Sakura e Ino era quem sempre atraiam mais atenção, também pudera com toda aquela beleza e jeito expansivo. Mas eu nunca me importei de ficar escondida, na verdade até preferia. 

- Hinata, você vai se atrasar para o café! Desce logo! - ouvi minha mãe gritar, interrompendo os meus pensamentos.   

Vou até o guarda-roupa e escolho um vestido leve para usar, afinal com a chegada do verão, tudo fica muito mais quente. Ao chegar na sala encontro minha mãe já se servindo do café; meu pai, Hiashi, atento à leitura do jornal; e minha irmã mais nova, Hanabi, mexendo em seu celular. Essa não é uma cena muito comum por aqui, meu pai é empresário e vive viajando. Mas quando ele está presente, sempre temos que fazer essa ceninha de família unida e feliz e tomar o café da manhã juntos. 

- Ohayo! - digo sem muita animação.

- Ohayo! - me respondem em uníssono. 

- E então, minha filha, ansiosa pelo primeiro dia do resto da sua vida? - minha mãe me olha atenta. 

- Estou sim, mamãe. - dou um sorriso tímido a ela - Mas também muito ansiosa pelas respostas das universidades. - falo calmamente enquanto me sirvo com um pedaço de pão. 

- Minha filha, você sabe que a Universidade de Brown irá te aceitar, não acho que você deva se preocupar com isso. Preocupe-se mesmo é em decidir o que fará, porque agora que acabou a escola espero que essa história de desenho e pintura acabem junto! Agora é hora de pensar em uma carreira, não em brincadeiras. - meu pai me fala sem tirar os olhos do seu jornal. 

Minha mãe e Hanabi olham diretamente para mim. Elas duas compreendem que minha relação com a arte não é uma brincadeira. Elas entendem que não há nada que eu goste mais nesse mundo, e que eu nasci para ser uma artista, mesmo eu não mostrando muito as coisas que eu faço. Mas elas também sabem que eu jamais responderia o meu pai. Eu fui criada para seguir as regras, e era isso que eu fazia. Sempre a garota obediente. Um silêncio torturante tomou conta da mesa, e até mesmo Hanabi que sempre enfrenta meu pai parecia estar em dúvida sobre como agir nessa situação. Mas não dei tempo para que nada mais acontecesse. 

- Se vocês me dão licença, eu preciso ir porque combinei de comprar algumas coisas com as meninas antes da viagem. - falo já me afastando da mesa. 

- Nem me fala dessa viagem! Ainda não aceitei o fato de não poder ir com você! - Hanabi fala cruzando os braços e de cara emburrada. 

- Minha filha, você terá a chance de ir tal qual Hinata, mas logo mais ela começará a faculdade e não terá como ir, o mesmo ocorrerá com você. - minha mãe tenta acalmá-la com um olhar carinhoso. 

- Prometo que te trago uma lembrança bem linda de lá, Hana! - digo dando um beijo em sua bochecha e saindo.

Eu ainda estava muito incomodada com a situação com meu pai, então decidi me retirar logo para não ficar pensando muito sobre isso. A verdade é que eu havia me inscrito para a faculdade de artes na Brown, e eu não sabia como dar essa notícia ao meu pai quando a carta chegasse. Mas, nesse momento, eu só queria pensar em encontrar as minhas amigas uma última vez antes de todas tomarmos destinos diferentes nesse verão. 

--

As meninas me esperavam na pracinha da cidade, onde sempre nos encontramos. Se eu fechasse os olhos, acredito que poderia lembrar de cada momento que passamos juntas ali. E ao ver o sorriso das minhas melhores amigas me esperando, meu coração já aperta ao lembrar que vão ser 3 meses longe delas. Recebo um abraço de todas e já chegou ouvindo Ino tagarelar sobre um garoto que ela conheceu em uma festa que foi, e como ele era incrível. 

- Gente, o nome dele era Gaara e tinha os olhos verdes mais lindos que já vi nesse mundo! - ela exclama animada. 

- Ino, por favor, já tem meia hora que você tá falando desse garoto. Será que não passa nada nessa cabeleira loira além de meninos? - Sakura fala dando um suspiro cansado. Tão típico dela, sempre tão segura e tão centrada. 

- Com certeza deve passar, além de garotos passa roupas, maquiagens, cremes pra pele… todas essas coisas aí que ela gosta. - Tenten fala rindo despreocupada, como sempre. 

- Ei! Eu penso em muito mais, como por exemplo, futebol! - todas nós damos risadas pois sabemos o quanto a loira adora jogar futebol. 

Decidimos entrar em uma lojinha super fofa que encontramos no centro da cidade. A verdade é que eu não gosto muito de sair para fazer compras. Principalmente com elas, porque todas tem estilos super legais, e eu só quero procurar roupas em que eu me sinta confortável e não chame atenção. Logo Tenten encontra uma calça jeans que me parecia inclusive meio surrada, e foi exatamente por isso que ela gostou. Tão típico dela. Ao sair do provador, ela nos pergunta o que achamos. 

- Olha, eu não curto muito calça jeans, né.... Mas já que é pra usar, tinha que ser uma tão surrada? - falo calmamente pra ela.

- Hinata! Você só diz isso porque tem vergonha que a calça jeans mostre as verdadeiras curvas que você tem por baixo desses vestidinhos folgados que você usa. - ela fala debochada. E ela estava certa. A verdade é que não gosto de chamar atenção, e sempre tive um corpo bem voluptuoso, mas fazia de tudo para esconder. 

Tenten volta para o provador e ao tirar a calça joga em cima de mim.

- Prova! - ela diz colocando a cabeça para fora do provador. 

- Você tá doida, Tenten? Olha a diferença dos nossos corpos! Se deu em você nunca vai dar em mim! - falo meio irritada. 

- Prova logo, Hina! Se não der, eu peço um outro número, vai logo!

- Hina vai provar calça jeans? Ah, essa eu preciso ver! - Sakura chega falando animada, e Ino concordando do seu lado. 

- Eu vou provar logo pra vocês me deixarem em paz! - falo pegando a calça e entrando no provador. Fico surpresa quando a calça me cabe direitinho. Nem folgada, nem apertada. Simplesmente perfeita! Saio do provador e todas nós nos olhamos surpresas. Tiro a calça e jogo em cima da Sakura, que dentre todas era a mais magra de nós. Mais uma vez a calça fica perfeita, e ficamos novamente sem palavras. Decidimos, então, tirar a prova com Ino que também fica com o encaixe perfeito na calça. 

- Garotas, foi o destino que nos trouxe nessa loja! - diz Ino sorrindo e com os olhos brilhantes. 

- Do que você tá falando, Ino? - pergunto confusa e um pouco tonta ainda com essa história.

- Simples, estou falando que vamos comprar essa calça, porque ela vai nos unir esse verão. - ela diz já se dirigindo ao caixa. 

Eu, Sakura e Tenten nos entreolhamos sem entender nada. Mas, como sempre, seguíamos qualquer doideira com que Ino se importasse. 

 


Notas Finais


Esse capítulo ainda não tem o encontro do nosso casal amado, mas é uma introdução importante pra vcs entenderem como vai funcionar o sistema da calça. Além disso, a amizade/irmandade das meninas é uma força muito forte, e vai ser essencial para o andamento da história. Espero que vcs tenham gostado!
Falando nisso, comentem se vcs querem que eu faça alguns capítulos pequenos focando no que acontece com Sakura, Ino e Tenten no verão, ou se vcs só querem que os acontecimentos dela apareçam em cartas. Dos dois jeitos dá pra fic funcionar bem legal. No mais, é isso. Não me abandonem rsrsrs

Beijo!





love always,
B.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...