História One Hundred Years of Love - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Fifth Harmony, Halsey
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camilacabello, Camren, Camreng!p, Laureng!p, Laurenjauregui, Normanih
Visualizações 493
Palavras 2.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Capítulo 14


Fanfic / Fanfiction One Hundred Years of Love - Capítulo 14 - Capítulo 14

Escola, Sexta-Feira, 18 de Setembro, 6:56 AM.

POV Camila Cabello

Puxei Lauren comigo, pro vestiário, estava nem aí se alguém veria, o que iam pensa, eu só queria mesmo era dar um beijo naqueles lábios.

- Eai como dormiu essa noite ? -Olhei pro seu rosto, sério que ela havia perguntado aquilo, mas iria responder, não sou mal educada, mas antes a empurrei, fazendo ela sentar em banco de cimento, que havia no local.

- Acho que dormiria bem, se você estivesse lá comigo, claro que eu não iria tentar tirar sua virgindade, era apenas pra dormirmos de conchinha. - Sentei em seu colo, sugando seu lábio inferior, assim atacando seus lábios.

- Que bom, quem sabe um dia eu possa passar uma noite com você lá, conversando jogando alguma coisa. - Suas mãos, estavam tão bobas, desciam e subiam pela minha coxa até a cintura.

- É quem sabe um dia, mas agora quero apenas te beijar, deixar o assunto de lado, pode ser ? - Ela sorriu, então a beijei de novo, nossas línguas estavam numa batalha, de quem venceria essa guerra.

Eu não seria santa em nenhum dia, e nem muito menos agora, rebolei com gosto em seu colo, mexendo sobre seu colo, que hora ou outra, soltava um gemido de contenção, nossas respiração estavam altas, e eu precisava respirar, mas Lauren foi mais rápida, descendo seus beijos por meu pescoço, atacando ali sem dó nem piedade, provavelmente ficaria algumas marcas ali, isso eu não tinha dúvida.

Fui mais rápida, tirando sua jaqueta de couro, a deixando apenas com uma camiseta, ela não precisaria agora mesmo. Ela subiu os beijos, e uma coisa estava diferente em seus olhos, avermelhados, como eu havia visto ontem.

Ela não deu tempo, de ter visto nada, apenas me beijou de novo, com mais furia, levantou do banco comigo, indo direto pra outra parede, tão rápido que não sei como aquilo aconteceu, a batida doeu um pouco, mas não tive nem tempo de reclamar minha dor, seus lábios já estavam nos meus de novo.

POV Lauren Jauregui

Meu subconsciente, me mandava experimenta o sangue dela, era o que eu mais queria no momento, escutar seu coração bombeando sangue pro corpo todo dela, me deixava doida pra experimentar.

Quando menos esperei, sem querer minhas presas saíram, fazendo assim cortar os lábios dela, e então senti o gosto de seu sangue em minha boca, ela tentou me afastar, suguei seus lábios, sugando o seu sangue, meu olhos já haviam se escurecidos, então ela abriu os olhos, e me viu como eu era, quando estava dominada pelo vício do sangue.

- Aaahhhh... Socorrooooo... - Eu era mais forte, poderia a segurar o máximo que podia.

Mas uma dor em minha cabeça me fez parar, assim soltei Camila, caindo de joelhos no chão, com as mãos na cabeça, aí ouvi uma voz conhecida, era Dinah, Normani, George e Halsey.

- Tira ela daqui Normani, anda. - Os 3 ficaram me segurando, eu estava doida pra beber até a última gota de seu sangue sem pensa duas vezes.

- Lauren olha pra mim. - Dinah segurou meu rosto, fazendo eu olhar pra ela. - Essa não é você, respira volta a ser você, essa é apenas um monstro, e sei que você não é assim.

- Eu quero o sangue dela. - Dinah me deu um tapa no rosto muito forte, que fez até meu pescoço quebrar, assim morrendo por alguns minutos, ou seja, eu apenas morro com uma estaca em meu coração, ou se arrancarem ele do meu peito, fora isso eu continuo nessa vida, mas agora estava num coma por alguns minutos ou horas.

POV Camila Cabello

O que Lauren era ? Eu sabia ela era uma vampira, sim era isso, agora muita coisa se encaixava o sangue na geladeira, pera a família toda era, e agora estava sendo arrastada por uma, pra um lugar desconhecido por mim.

- Por favor não me machuca, eu te imploro. - Eu estava com medo agora, não poderia negar.

- Eu não vou te fazer nada, apenas me segue eu juro okay, não encostar um dedo em você, apenas vamos pra minha casa, você vai sair viva de lá. - Montou em sua moto, me passando confiança pra montar também, poderia me chamar de louca, mas eu fui poderia morrer mais eu queria ir.

Assim saímos da escola, indo em direção a sua casa, tinha ido duas vezes com uma vampira, que estava doida pra sugar meu sangue, a todo momento, eu estava correndo risco de morte toda vez, que estava com ela, meu Deus.

Não sei, quando chegamos, mas estávamos em frente a casa deles.

- Desce chegamos, prometo não fazer mal. - Desci da moto, adentrando o local, e Dinah, George e Halsey, já estavam ali com Lauren, não sei como chegaram tão rápido, mas tinham.

As mãos de Lauren, estavam amarradas com correntes super grossas, o que nós separava dela, era apenas uma janela aberta, com o sol entrando.

- Desculpa o incômodo, não era pra isso acontece, ela nunca foi descontrolada assim. - Disse Dinah ao meu lado, olhei pra ela.

- Desde de quando vocês se conhecem ? - Perguntei por curiosidade.

- Desde de 1910, foi quando a achamos, quase morta em u... - Um gemido de dor, nós fez olhar pra direção em que ele saiu, Lauren havia acordado. - Fique com isso aqui.

Dinah me entregou, o anel que Lauren sempre estava usando, eu não sabia o por que disso.

- Não precisavam quebrar meu pescoço, isso doí sabia. - Quando ela puxou suas mãos, ela viu que estava presa, só pode ser brincadeira isso, então ela olhou encontrando meu olhar, vi seu olhar de culpa por ter acabado de fazer aquilo, eu estava com muito medo de estar ali, eu era a única humana no meio de 5 vampiros, eu não tinha chance nenhuma.

- Por que perdeu o controle, por isso fizemos isso Lauren. - Ela se levantou, puxando aquelas correntes, e não adiantaria nada tiraria ela dali.

- Camila me perdoa, eu não sei o que deu em mim. - Ela foi caminhar até mim, eu já dei um passo pra trás de medo, mas algo inesperado aconteceu, o sol a queimou. - Aaiii.

Assim ela voltou pra sombras, olhando em sua mão vendo que seu anel não estava ali, então olhou pra minha mão vendo ele em meus dedos, ela engoliu em seco.

- Camila os humanos, tem o cantinho do castigo, vocês tem que pensar no que fizeram, apenas isso, já nós fazemos pior. - Parei no mesmo lugar, olhando pra Dinah. - Nós castigamos queimando, e tirando o anel do Sol, todos nós temos nossas recaídas, e acabamos aqui, até aprendermos a ser civilizados de novo.

Eu estava com dó de Lauren, ela sentou no cantinho, e Dinah abriu mais a cortina, segurando o braço de Lauren contra o sol, o deixando até pegar fogo. Os gritos de Lauren, já eram desesperadores, eu não aguentava ficar vendo aquilo, e pensar que ontem eu estava com ela, achando que ela era uma pessoa normal mas não era.

- O que vamos fazer com ela em ? Ela sabe demais. - Halsey disse, gelei na hora, meu coração estava a mil, pelo medo. - Estou brincando, o máximo que podemos fazer é apagar sua memória, matar não é comigo, não mais.

- Não, eu juro, eu vou guardar o segredo de vocês, eu não vou falar pra ninguém. - Eu estava sendo sincera, eu iria guarda o segredos deles, só queria ficar longe de Lauren, essa era a condição.

- Como podemos confiar em você ? Não tem como. - Olhei pro chão, eu poderia ser puta, dar pra todo mundo, mas a minha palavra sempre era seria, isso eu tinha pelo menos, so era boa em guardar segredo.

- Se eu contar os alguém, podem me matar, podem beber todo meu sangue. - Lauren olhou pra mim, eu olhei pro lado, não queria olhar pra ela, não agora, coloquei seu anel sobre a mesa. - Eu já vou indo, é muita loucura pra um dia só.

- Camila, conversa comigo, me deixa explicar, por favor, eu não queria te machucar tem vez que isso é mais forte que eu. - Fiquei de costas pra ela, então Lauren se levantou, fazendo o mesmo de antes e se queimando de novo. - Aaaaaaiiii... porraaaaa.

- Okay, eu converso com você, estou escutando. - Olhei em seus olhos, esperando ela começar.

- Eu morri em 1910, e nasci pro vampirismo nesse ano, 2 anos pós eu ter virado um sangue suga, eu saí de casa queria me virar sozinha sem Dinah e Normani me controlando, eu matei alguns inocentes, mas também ajudei muitos, mas depois de 10 anos vivendo soiznha, eu voltei elas me tracaram bem aqui, até eu ficar de boa sem querer ataca ninguém, mas ouvindo seu sangue percorrer seu corpo todo, me fez perder o controle, eu juro isso jamais irá acontece de novo, eu prometo. - Ela disse tudo de uma vez, sem respirar nenhum minuto.

- Okay, eu tenho que ir, que você se recupere, e fica bem. - Dei meia volta, saindo pela porta em que eu havia entrado alguns minutos antes, pra não voltar mais.

3 semanas depois...

Escola, Segunda-Feira, 12 de Outubro, 10:03 AM.

Lauren, havia voltado pra escola a 1 semana, todos os dias, eu ainda estava a ignorando, eu prometi guardar seu segredo, mas não queria ela perto de mim nunca mais.

Nessas semanas, em que ela não havia vindo, eu tinha transado com 2 caras e com Ariana duas vezes, mas todas as vezes que acabava, eu pensava a mesma coisa, ninguém tem o beijo igual o dela, mas desde que ela voltou que faz uma semana, eu não tinha ficado com ninguém.

- Vamos jogar futebol, Lauren e Ariana escolhem o time. - Eu evitava olhar pra Lauren, ela tentava a todo custo falar comigo, mas eu sempre a deixava de lado.

- Par. - Disse Lauren.

- Ímpar. - Disse Ariana, já que foi o único que sobrou.

Ariana havia posto 5 e Lauren 2, que no total seria 7, fazendo então Ariana ganhar.

- Ganhei... Camila. - Ainda bem, ela havia me escolhido, assim não teria nenhuma chance de ficar no time dela.

- Ana.

- Avril.

Foi assim até o final de todas as escolhas, Lauren havia escolhido o campo, então nós ficamos com a bola. Quando a professora, deu o sinal, a bola começou a rolar no campo, a todo momento, Lauren vinha me marcar, mas acho que só queria tentar falar comigo.

Eu estava com a bola, driblando todo mundo, olhei pra frente, e Ariana estava lá pedindo a bola, chutei a bola, e Lauren fez questão de pegar, merda.

Eu nunca tinha corrido tanto na vida, apenas pra ganhar de Lauren, eu estava achando que ela estava usando seu truque, pra poder ganhar de nós, já que havíamos perdido de 5x2.

- Vão pro vestiário, tomem banho e direto pra sala meninas. - Agarrei o braço de Ariana, e caminhamos assim até o vestiário.

Tomei meu banho, lavando meu cabelo, que agora estava pregando, mas logo logo estaria limpinho. Não demorei tanto, me sequei, saindo da cabine, adivinha quem estava lá fora esperando ? Lauren ela mesmo.

- Camila podemos conversa ? -Passei direto, sem ao menos parar e responder alguma coisa.

-Mila já está pronta pra ir ? - Ariana perguntou, olhou pra trás vendo Lauren ali.

- Vou vestir meu uniforme e vamos . - Deixei elas pra trás, indo em busca do meu uniforme, eu sei estava fazendo muito cu doce, mas eu tinha medo dela.

Ao acaba voltei, agarrando o braço de Ariana, Lauren já não estava ali, provavelmente, tinha ido tomar banho.

Fomos pra sala, e assim pra ter a última aula, poder ir embora, pra casa logo.

***

6:47 PM.

Meu pai não havia chego ainda, eu estava sozinha ouvindo música, deitada em minha cama, até com os olhos fechados, curtindo a música que tocava ali.

Tinha algumas horas que me sentia tão sozinha, que dava vontade de voltar pra Miami, e ficar lá mesmo que minha mãe enchesse meu saco, pelo menos lá eu não iria sentir esse vazio.

Quando menos esperei, senti o colchão ao meu lado afundar, abri os olhos, pulando da cama, indo até a janela, e ficando por lá.

- O que você está fazendo aqui ? Sai daqui. - O medo era ciente em minha mente eu estava sozinha ali, com uma assassina, querendo ou não, ela era. 


Notas Finais


Como estamos ?

Mas um capítulo, como foi o Enem ? Pra mim olha, só Deus na causa viu kkkkk

Votem, comentem e espalhe a fic assim vamos ficar mais conhecidos.

Leia, Infidel Love 1 e 2 temporada, vocês não vão se arrepende.

Até a próxima. ❤😉

TT: @FAcidente.

Xoxo.

Love You.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...