História One in a million - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Personagens Axl Rose, Duff Mckagan, Izzy Stradlin, Matt Sorum, Personagens Originais, Slash, Steven Adler
Tags Slaxl
Visualizações 91
Palavras 18
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pov Axl:

Eu estava em choque, eu não sabia como reagir a tudo aquilo. Eu não queria ter deixado o slash naquele estado, eu mesmo fiquei decepcionado por não conseguir continuar . Eu o desejo e isso está destruindo a minha mente, como se ela não fosse problemática o suficiente. Bufei com os meus pensamentos e saí do quarto, depois de me vestir é claro.

Pov Slash:

Assim que me desfiz de toda a tensão saí do banheiro. Os garotos já me esperavam na sala.

Izzy: Slash , acho que o cargo de senhor atrasado está passando para você, tá perdendo ruivo ( izzy se direcionou divertido para Axl).

Slash: Ele não está perdendo Izzy. A causa dos meus atrasos é culpa dele. Então a culpa dos atrasados ainda é dele

O ruivo me lançou um olhar mortal me fazendo rir divertido.

Steven: Estou confuso

Duff: e eu assustado

Axl: ah porra, Slash já não sabe o que diz. Além disso calem a boca todos, nem tudo é culpa minha tá?!

Steven: Grande parte

Axl: ah vai se foder vai

Alan: GAROTOS( falou Alan entrando na sala aos gritos nos assustando) temos de ir. Depois desta noite eu não vos chateio mais. Então peço com toda a delicadeza seijam cavalheiros.

Steven: Cavalheiros com quem?

Alan: Com todo o mundo de preferência.


Depois de alguns minutos de viagem, chegamos em uma grande mansão. Com um jardim imenso cheio de rosas, rosas vermelhas. Era lindo tinha de admitir. Assim que parou o carro imediatamente nos levaram para dentro , estava cheio de artistas, modelos , jornalistas, fotógrafos e claro músicos.

Axl: Quero ir embora( sussurrou Axl, bufando e cruzando os braços, parecendo uma criança fazendo birra, aquilo estranhamente era fofo)

Toquei levememte o seu ombro sem que ninguém se apercebesse e o acarenciei.

Slash: Isto não há de demorar Rose.( Sussurrei no seu ouvido)

Axl: Slash cuidado alguém pode reparar( se afastou)

Slash: Reparar em quê?

Axl: Deixa de ser tão complicado.

Slash: Eu complicado? Você é que é complicado, você sempre foge. ( Falei me aproximando e novamente o ruivo se afastou)

Axl: você age como se isto fosse normal.

Slash: E porque não seria? O que tem de tão anormal ?

Axl: somos homens slash, HOMENS. Eu não sou gay. Eu nunca senti atração por homens.

Slash: Eu também não sou gay Axl, na verdade eu não sei o que sou. Mas é impossível não admitir que sinto muito desejo por ti e sei que o sentimento é recíproco.

Axl: Para Slash...hm isto nem sequer é um local ideal para ter uma conversa destas. Se alguém perguntar por mim diz que estou no jardim, preciso apanhar ar.

Assim que o ruivo saiu, Izzy apareceu.

Izzy: Então o que tanto conversavam?

Slash: Nada relevante

Izzy: Ele não saiu com a cara mais feliz do mundo. Eu sei que se passa alguma coisa.

Slash: Eu não sei o que se passa. Porque eu saberia ein?( Falei demonstrando uma certa irritação)

Izzy: Calma moreno, não precisa ficar desse jeito.

Slash: Tá tá desculpa , mas é que esta festa está me deixando aborrecido.

Izzy: Verdade, vamos procurar os outros garotos.

Slash: Vamos

Pov Axl:

Slash Slash Slash
A única coisa que me passava pela cabeça.
Slash Slash Slash
A palavra que não saía da minha mente.
Sentei me no meio de umas árvores , precisava respirar ar puro , precisava de pensar em algo que não fosse um homem de cabelos encaracolados.Era um lugar escondido, poderia ficar aqui até o final da festa. Até que sinto alguém se sentar junto. Era Elsa uma modelo desejada por todos. Tinha um corpo escultural e uns lindos olhos azuis. Eu e ela nos pegamos várias vezes, ela até que é boa de cama.

Elsa: O que um homem sexy como você faz aqui sozinho ( falou se aproximando e se sentando no meu colo, colocando uma perna em cada lado)

Axl: você é atrevida

Elsa: verdade e tenho muita tesão por rockeiros bad boys que nem você. Além disso tenho saudades( sorriu maliciosa)

Elsa começou me beijando o pescoço, agarrei com força a sua cintura a beijando ferozmente, para depois colocar as minhas mãos nos seus seios. Mas algo estava errado, eu não estava excitado. Simplesmente porque Slash Slash Slash continuava a não sair da minha cabeça.

Axl: Merda

Afastei rapidamente a garota me levantando.

Elsa: Ei o que se passa?( Ela me olhou indignada)

Axl: Hoje eu não estou afim.

Saí dali sem dizer mais nada, ainda a ouvi resmungando algo, mas não dei importância. Fui até ao bar da festa e pedi Jack Daniels. Eu já tinha bebido muito, eu já me tinha descontrolado. Eu diria que já estava bêbado . Foi então que vi o Slash entrando no banheiro e o segui, que por sinal não estava lá mais ninguém. Fechei a porta fazendo o moreno me dirigir o olhar.

Axl: Me beija Slash

Slash: Você está bêbado, Axl

Axl: Me beija vai ou então eu vou procurar outra pessoa mas eu duvido que ela seija tão boa quanto você.

Eu realmente não estava bem , visto que na minha sã consciência eu nunca admitiria tal coisa.
O moreno sorriu preverso e se aproximou de mim, me agarrou pela cintura e eu coloquei minhas mãos em seus ombros. Nos beijamos, um beijo delicado mas muito excitante, dei passagem para a sua língua que explorava toda a minha boca.

Pov Slash:

Eu estava surpreendido com o ruivo, eu sabia que parte da sua coragem se devia à bebida mas eu não me importava. O vocalista me surpreendeu ainda mais quando me pressionou com força contra a parede.
O ruivo me olhou nos olhos.

Axl: Quero dar prazer a você ( o ruivo se ajoelhou na minha frente, desapertou o meu cinto e desceu as minhas calças juntamente com a cueca revelando o meu membro já ereto.) Mas eu não sei como fazer.( Falou olhando me com os seus hipnotizantes olhos verdes)

Slash: Faça do mesmo jeito que eu te fiz, tenho a certeza que lembra.( Sorri sacana)

Axl agarrou com a sua mão o meu membro fazendo leves movimentos. Só esses leves toques me estavam deixando sem sentidos. Foi então quando ele colocou a sua boca, defenitivamente o paraíso existia e era um diabinho do pior que me estava proporcionando isso. O Ruivo primeiramente estava tímido mas agora sugava todo o meu membro de forma obscena. Que boca maravilhosa e que visão. Agarrei seus cabelos com força o ajudando com os movimentos, aquilo era o melhor sexo oral que eu alguma vez tivera.

Slash: ah Will isso, você é tão gostoso.

O ruivo se afastou um pouco para me lançar um sorriso sacana para depois continuar aquele ato tão proibido.

Capítulo 7 - It's so easy


Me desculpem pela demorara e mais ainda pelo capítulo não ser muito bom. Os próximos serão melhor Concerteza.


Notas Finais


Sorry por ter colocado a história nas notas do autor. Fiz o capítulo um pouco à pressa e peço desculpa por isso. Os próximos serão melhores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...