História One in a million - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Personagens Axl Rose, Duff Mckagan, Izzy Stradlin, Matt Sorum, Personagens Originais, Slash, Steven Adler
Tags Slaxl
Visualizações 96
Palavras 909
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Sex


Pov Slash:

 Depois de ter gozado e o obrigado a engolir tudo, era a vez do rapaz estar preso contra a parede enquanto nos beijamos ferozmente. O clima estava muito esquentado e eu estava perdendo o meu autocontrole, no entanto estavamos no banheiro de uma festa chata , eu não queria que o ruivo perdesse a "virgindade" num lugar daqueles. 


Slash: Vamos para o hotel Will( falei num sussurro sem deixar de beijar e chupar aquela pele branquinha do ruivo) 

Axl: O que quer fazer comigo Slash? ( perguntou com uma falsa inocência, contendo os seus suspiros mordendo os lábios)

Sorri sacana com a pergunta, depois de dar um pequeno selinho no ruivo, agarrei seu pulso tirando-o do banheiro para depois o arrastar até fora da festa. Avisei os garotos é claro, falei que o Axl tinha bebido de mais e que não se encontrava muito bem disposto, o que não é totalmente mentira. Pegamos um táxi e não demorou muito para estarmos a subir as escadas até ao nosso quarto. Quando lá entramos nossas bocas se uniram como se tivéssemos ficado anos sem nos torcarmos. O desejo que eu sentia pelo ruivo, era um desejo que eu nunca sentira por mais ninguém. 

Tanto ele como eu já estávamos em cuecas, empurrei o ruivo com violência para a cama me deitando de seguida sobre ele para o beijar novamente. Fui depositando beijos por todo o seu peito fazendo o rapaz arfar. Agora eu chupava os seus mamilos e Rose gemeu...como seus gemidos eram marivolhosos. Axl agarra meus ombros e  me puxa para um beijo, desta vez um beijo calmo e doce quase como se tratasse de um beijo sentimental. Voltei minha atenção para o corpo que agora se encontrava nu e toquei seu membo já ereto o fazendo gemer baixinho...como eu estava louco para a etapa seguinte.

Slash: vira e fica de quatro( falei autoritário)

O ruivo me olhou e após alguns minutos de reflexão obedeceu, eu sabia que ele estava nervoso. Ele sempre achou que isto era algo proibido e doloroso, devido a ter sido abusado na infância. Eu seria cuidadoso com ele, pelo menos esta noite eu seria.

Beijei toda a extenção das suas costas e parei para admirar o ruivo, como ele era lindo, com um linda bunda tenho de admitir.

Pov Axl:

Eu estava numa situação que há uns tempos atrás nunca me imaginaria, seria mais provável me imaginar num foguetão a caminho de Marte do que num quarto de hotel completamente excitado por outro homem que por acaso é o SLASH. Mas eu neste momento não estava preocupado com nada, a minha tesão era muito maior que qualquer problema que pudesse vir. 

O moreno acarenciava e beijava a minha bunda, me deixando completamente louco, eu precisava de mais.

Slash: Eu vou preparar você

O moreno beijou a minha entrada para depois colocar um dedo, me fazendo gemer de dor, agora já eram dois e a dor era maior. Ele movia devagar. Então um terceiro dedo foi colocado, o incomodo dava aos poucos lugar ao prazer. Eu queria mais então rebolei timidamente. O Slash retirou os dedos para me dar um leve tapa na bunda, devia ter ficado irritado com aquele gesto ousado, no entanto eu tinha gostado, eu estava a gostar de ser submisso.


Slash: Me diga o que você quer ruivinho( o moreno sussurrou no meu ouvido enquanto acarenciava a minha bunda)

Axl: vai logo

Slash: Não, eu quero que você diga

Axl: Eu quero que você me foda Slash ( falei com convicção, eu já não aguentava mais a espera)

O moreno tirou sua cueca e colocou sua glande na minha entrada me fazendo estremecer.


Slash: Eu não vou machucar você ( o cabeludo acarenciou meus cabelos num ato carinhoso)

O guitarrista então colocou todo seu membro dentro de mim, que bem como sabem não é nada pequeno. Soltei um gritinho de dor, porque aquilo era muito desconfortável. O rapaz começou a movimentar devagar e a dor estava a dar lugar ao prazer, um prazer que eu nunca tinha sentido antes. Eu já não controlava os meus gemidos.

Axl: Ahh Saul mais rápido

O moreno aumentou o ritmo e agora as estocadas eram mais fortes e violentas. Foi quando o guitarrista atingiu a minha protasta e eu perdi todos os meus sentidos.

Axl: aí outra vez por ...favor...aahh 

Slash agarrou o meu membro e me masturbava ao mesmo ritmo das estocadas, me atingindo várias vezes naquele ponto tão sensível.

Slash: aahh will você é tão apertado...gostoso demais

Eu estava quase gozando, eu não aguentaria mais tempo.

 Axl: Eu es...tou quase 

Slash agarrou meu cabelo com força e ao mesmo tempo eu acabei gozando soltando um gemido alto que depois foi seguido por Slash que sujou toda a minha entrada. Defenitivamente aquilo foi o melhor sexo da minha vida.


Pov Slash:

Não preciso nem de dizer que foi a melhor foda da minha vida né...deitei me ao lado do ruivo nos tapando com os lençóis da cama. Puxei o ruivo para mim e o deitei no meu peito que não resmungou com o ato e foi agarrado a ele que adormeci 

Acordei na manhã seguinte e encontrei o ruivo sentado na cama me olhando.

Axl: Não devia ter bebido

Slash: A bebida te deu a coragem que não tinhas Axl , mas valeu a pena não acha?

Axl: não vai voltar a acontecer ( o ruivo se levantou da cama ajeitando a sua camisa)

Slash: Mas foi ótimo

Axl: Mas isso não é desculpa para voltar a acontecer 

O vocalista me olhou mais uma vez e então saiu do quarto.











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...