1. Spirit Fanfics >
  2. One Kiss - Jikook >
  3. Prólogo.

História One Kiss - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


❤ Oiê. Eu estou de volta na escrita. Caso nunca tenha me conhecido, eu era o autor de uma história chamada "Prisoner". Acabei parando a história por alguns motivos pessoais e falta de interesse na história, afinal, para mim ela estava se tornando bastante tóxica e sem sentido.

O capítulo é +18 por ser Yaoi, então, não terá Hentai ou alguma coisa do tipo na história.

Essa é uma história nova e mais gentil. Espero que gostem e que acompanhem os capítulos se possível.
Qualquer opinião e conselho, comentem que me ajudaria bastante a melhorar na escrita. Qualquer crítica construtiva é bem-vinda.

O Prólogo foi menor, mas garanto que os próximos capítulos serão maiores, então, podem aguardar, Scorpios.

Capítulo 1 - Prólogo.


Fanfic / Fanfiction One Kiss - Jikook - Capítulo 1 - Prólogo.

09 de fevereiro de 2020; Um domingo qualquer, ou, pelo menos é o que deveria ser, normalmente destinado a ser um dia de descanso, mas eu e Hoseok tínhamos que trabalhar neste dia na cafeteria, assim como no anterior, — Sábado —, por ser um dia de tempo livre, havia mais chances de atrair mais clientes para cafeteria, o que era um excelente plano. 

Faz 2 anos desde a época em que procurava um trabalho de meio período para me sustentar e foi então que encontrei uma vaga na cafeteria ao lado de Hoseok, que trabalhava na época para a senhora Park Jonghee. Estavam precisando de reforços, já que a senhora estava sem tempo para continuar ajudando no seu próprio negócio, assim, poderia se focar na reconstrução e talvez parcerias se tivesse um substituto. Uma chance perfeita, até porque eu precisava de um dinheiro extra para não ficar dependendo apenas dos pais na minha faculdade e que por coincidência, a cafeteria fica perto dela.

Atualmente, eu trabalho de forma alegre e não tenho o que reclamar daqui. De vez em quando tem alguns clientes chatos, mas nada que possa abalar totalmente o resto dos meus dias e os que vem depois dele. É apenas um choque, afinal, não podemos controlar as pessoas que vem no nosso caminho. A Jonghee é uma moça muito gentil e respeitosa por entender tanto meu lado quanto do Hoseok em relação as nossas opções de vida. Felizmente, ela não julga, assim tenho mais uma pessoa para contar nos meus momentos críticos além do meu melhor amigo. 

O clima na cafeteria está bem cheio, o que é algo bom, mas muito cansativo e exaustante de tantos pedidos seguidos que temos aqui. Correndo de uma lado para o outro e suando frio para não perca e erre nenhum pedido, os clientes podem muitos bem querer o dinheiro de volta e a senhora Jonghee queira me expulsar por esse erro... Quer saber, acho melhor não pensar em paranoias. Posso me desviar do meu foco no trabalho. 

— Hoje o dia está bem cheio, não? — Hoseok vem em minha direção sorrindo de lado travesso, enquanto servia os pedidos da mesa ao lado da minha. A barulheira de conversas paralelas estava tão alta ao ponto de eu não conseguir ouvi-lo. 

— Nem me diga... — Suspiro. Estava tão exausto querendo que o dia acabasse da forma mais rápido possível.

Não demorou muito para que o dia finalmente chegasse ao fim, levando em conta a chegada da noite. Hoseok estava limpando o chão sujo, enquanto, eu contava as quantias de dinheiro que havíamos conseguido naquele dia. Foram muitas comparado aos que temos ao decorrer da semana, o que dá um ótimo e melhor salário nesse mês trabalhando. Sinto leves cutucadas do Hoseok, com seu sorriso travesso de sempre e já sabia que não vinha coisa muito boa.

— Ei! O que acha de ir no Baile de Máscara da facul. nesse ano? Poxa, é que você nunca vai e me sinto tão sozinho. — Olhou pra baixo, enquanto falava com uma voz tristonha. Claramente uma chantagem para eu ir.

— Não, não! Nem pensar! Pra que eu iria numa festa quente, em que não posso revelar meu rosto e que não faria nada além de ficar em pé? É desperdício, e além do mais, você tem seus contatinhos que eu sei, Hoseok.

— Mesmo assim! O último com quem eu saí foi interessante demais que acabamos indo para outro lugar... Se é que me entende. Mas quando estávamos quase no final, o amiguinho dele era como o nome diz. — Hoseok me mostrou seu dedo mindinho. 

— É sério, Hoseok? — Começo a soltar risadas um pouco altas pela loja.

— Estou traumatizado, então, poderia me fazer esse favorzinho como melhor amigo, Jimin? — Ele me olhou com os olhos de um gato ou cachorro de rua carente.

Aff... Como eu poderia dizer não para você, em? É claro que eu vou então. Mas só porque é uma das únicas chances de nos encontrarmos já que sou do apartamento de Administração e você do de Moda e Design. — Suspiro, pensando já o quão cansativo será esse Baile de Máscaras.

— Viva!! — Me abraçou fortemente, eu apenas retribuí feliz por vê-lo daquele jeito. 

— Da próxima vez, é bom arranjar um contatinho melhor e se puder, evite ir até as finais com ele. Agora volte a varrer o chão antes que a Jonghee venha e brigue com você e comigo! 

Ok, ok... Você as vezes é tão chato! — Hoseok corre para longe de onde eu estava no momento em que levantei minha voz para dar um tapinha nele de repreensão. Quando estava longe o suficiente de segurança, ele me mostrou sua língua.

A porta se abre com nossa chefe chegando, ainda bem que terminamos da hora certa. Apenas faltava guardar os materiais no armazém, e assim, estaríamos livre. Ela nos olhava séria, mas logo esboçou um grande sorriso alegre e gentil. Não era incomum de ela nos deixar tenso sem sentido, para que possamos suspeitar dos seus pensamentos e também para claramente nos assustar.

— Quanto conseguimos hoje, meninos? — Aproximou nós dois colocando cada um dos seus braços por volta dos nossos ombros.

— Posso garantir que muito mais que os outros dias, senhora. — Confirmei, falando com respeito.

— "Senhora"? Meu deus, não me chame assim, Jimin. Não tem ninguém aqui além da gente e ainda mais, me faz parecer velha. Você me acha velha?

— Não! Não! Claro que não... — Respondi de forma bem rápido, e logo em seguida, abaixei minha cabeça para evitar falar mais alguma besteira que pudesse me prejudicar de alguma forma. 

— Que tal irmos beber como comemoração nesse dia? — Sugeriu Hoseok, com um grande sorriso.

— Isso aí! — Confirmou Jonghee, animada. Realmente, esses dois juntos confirmando em algo pode ser tornar um completo estrago. 

— Hoseok, eu não quero acordar com ressaca amanhã, já que nós dois temos faculdade. Esqueceu que amanha é segunda-feira? Se-gun-da? — Falo de forma que ele entendesse e como tentativa para 

— Deixa disso e vamos apenas aproveitar! — Antes que eu pudesse falar, os dois me puxaram para o bar mais próximo. Como se tivessem me puxando para baixo em direção ao mais profundo lugar do inferno. Só sei que terei problemas amanhã com dor de cabeça, espero que não me atrapalhe. 

O caminho até o bar não foi tão longe como eu imaginava, o trânsito estava infelizmente favorável, — já que não queria de forma alguma ir para o bar pelos possíveis prejuízos que poderiam trazer no dia seguinte em sala de aula —, porém, não tinha muito o que se fazer naquela situação, além de esperar chegar no local desejado pelo Hoseok e pela Jonghee. Durante o pequeno percurso que fazíamos com o motorista do Táxi, aconteceu algumas conversas constragedoras, mas ao menos, não eram por parte minha.

— Você é solteiro, moço? — Hoseok perguntou ao motorista, pois, claramente estava interessado na sua beleza que realmente era evidente e clara à todos. 

O senhor não respondeu, pois estava claramente sem graça e envergonhado com tal pergunta do Hoseok. Eu dei uma leve cotovelada nele, para ver se parava de dar cantada em pessoas aleatórias, ainda mais em quem está nos levando para algum destino desejado, e tinha riscos de cancelar a viagem por conta das vergonhas feitas pelo Hoseok. 

— O que foi? Eu achei ele bonito, ué. Você também não? — Ele me olhou com um ar de julgamento, esperando uma resposta.

— Sim, eu achei, mas não precisa ficar falando assim do nada com ele, Hoseok. É desrespeitoso. — Repreendo ele, que em seguida, começou a resmungar palavras sem sentido ficando emburrado e na dele calado (o que seria uma coisa bem rara). 

— Tem certeza que não já tinha bebido antes de vir para cá? 

— Que isso? Tô economizando para quando chegar no bar, hehe. 

— Qual bar vocês vão? — O homem do táxi olhou nos olhou pelo retrovisor do carro, que se localiza na sua frente, acima de si. 

— No Bar XXX. — Jonghee falou por nós dois, até porque ela era a única que sabia o destino, já que tinha dado a ideia inicial para esse não tão saudável encontro. 

— Eu já fui lá algumas vezes, é um dos melhores desta cidade. — Confirmou, o homem.

— Quer ir com a gente? — Perguntou Hoseok, novamente dando mais uma cantada como o esperado.

Antes que eu, ou a Jonghee repreendesse, o homem respondeu a pergunta dele com certa naturalidade, diferente da primeira vez que Hoseok tinha feito a cantada anterior à ele.

— Como pode ver, estou trabalhando. Mas bem que iria se pudesse. — Sorriu para o Hoseok, o que com certeza foi um tiro para ele.

Seguindo o caminho, o silêncio permaneceu até chegarmos ao bar que estava consideravelmente cheio, mas de pessoas muito bem vestidas por se localizar em um lugar de bairro nobre. Jonghee pagou a viagem ao motorista, enquanto o Hoseok foi logo se atirando para cima dele querendo seu número, mas felizmente a Jonghee o impediu de tal ato, que o fez ficar bem triste. 

Pedimos um lugar para nos sentarmos e bem ali no local em que estávamos eu vi ele, Jeon Jungkook. 


Notas Finais


シ Comentem e compartilhem. Me ajudaria bastante na divulgação, mas claro que só façam se quiserem.

Podem me chamar no privado, me recomendar alguma história de vocês, até mesmo comentar sobre a histórias e conselhos lá se forem tímidos. Apenas não façam isso nos comentários dos capítulos para acontecer Spam e essas coisas. Obrigado por lerem até aqui. ✦

Byee ~~~~ ✿


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...