1. Spirit Fanfics >
  2. One Love, Two Mouths - Fack >
  3. (Capítulo - 45) - Eu aceito.

História One Love, Two Mouths - Fack - Capítulo 45


Escrita por:


Notas do Autor


AAAAAA THE UMBRELLA ACADEMY TEMP 2 👉👈

- Boa leitura.

Capítulo 45 - (Capítulo - 45) - Eu aceito.


Fanfic / Fanfiction One Love, Two Mouths - Fack - Capítulo 45 - (Capítulo - 45) - Eu aceito.

~ Finn - P.O.V ~

Já estavamos no restaurante e não estava tão cheio, graças a Deus, se não ia ficar muito barulho. Nos sentamos em uma mesa um pouco longe das outras, na verdade não estava longe, e sim porquê não tinha ninguém sentado perto dessa mesa.

- Que cavalheiro. - Jack falou enquanto me olhava puxando a cadeira pra ele se sentar, e se sentou. - Obrigado.

- Tudo por você baby. - Dei um beijinho em sua testa e me sentei na frente do mesmo.

- Bom... - Olhou ao redor. - É um restaurante bem bonito.

- Sim, mas sabe oquê é mais bonito aqui? - Ele me olhou confuso e soltou um: "Hm, lança ai." - Você.

- Ah não. - Ele riu, ai que risada gostosa, Jesus. - Você também é a coisa mais linda daqui.

- Não mais que você. - Peguei na mão dele.

- Oquê vão pedir, belo casal? - Um garçom com um sorriso no rosto chegou na nossa mesa.

- Oh, não somos um casal.

- Ainda não... - Falei e deu pra perceber que o garçom escutou e riu soprado. - Eu quero um spaghetti ao molho branco com um fatias de bife.

- Anotado e o senhor? - Olhou para Jack.

- O mesmo que o dele só que eu não quero fatias de bife, e sim uma salada de acompanhamento. - Jack falou lendo o cardápio.

- E algo para beber?

- Eu quero... Uma coca mesmo.

- Eu vou ficar com um suco de laranja. - Jack fechou o cardápio e colocou na mesa.

- Certo, os pedidos chegaram em meia hora. Com licença. - Fez uma pequena reverência e saiu em direção à cozinha.

- Olha ele, todo fitness.

- Eu? Eu amo salada, mas acho que estou engordando...

- Ei, você é lindo do jeitinho que você é. Eu te amo por causa disso! - Peguei na mão do mesmo e acariciei-a, fazendo ele sorrir.

* Q.D.T *

Conversamos sobre várias coisas e rimos muito, eu amo passar o tempo com ele porquê tudo à minha volta para e eu só consigo olhar pra ele, nada mais tira a minha atenção.

- Aqui os pratos e as bebidas que os senhores pediram. - O mesmo garçom chega com os nossos pedidos e coloca na mesa. Ok, isso tira minha atenção, to cheio de fome.

- Muito obrigado, senhor...? - Olhei pra ele.

- Klaus. - Sorriu.

- Obrigado Klaus. - Jack sorriu.

- Digo o mesmo.

- Nada, afinal é meu trabalho e eu também namoro um homem, amo casais LGBTQ . Bom, aproveitem a refeição, qualquer coisa estarei ali no balcão ou anotando pedidos. - Se retirou.

- Simpático ele, né? - Jack colocava um pouco de sal em sua salada.

- Sim. Que bom que ainda existe gente com senso nesse mundo. - Jack riu e eu sorri. - Bon Appetit. - E começamos a comer.

Trocamos vários olhares, de alegria, paixão. Os olhos dele são pérolas, brilham e me deixam cego de tanta beleza.

* Q.D.T *

Já haviamos acabado de comer, o garçom tinha levado os pratos e agora é a hora.

- Jack... - O mesmo, que antes tinha sua atenção no celular, me encarou.

- Sim?

- Eu...

- FINN! AMORZINHO! - Olhei pra trás e vi Sadie correndo em minha direção, ah não, isso é pegadinha né?

- A-Amorzinho? Achei que tinham term-terminado... - Sua voz estava falhando.

~ Jack - P.O.V ~

- Eu ainda namoro com ele, ele ia me encontrar aqui não é amor? - Sadie estava abraçada em Finn.

- Não, tá maluca garota?

- Você me trouxe aqui para... - Me levantei segurando as lágrimas.

- Para falar que eu e ele estamos namorando óbvio. - Sink se soltou do mesmo e olhou pra mim com cara de nojo.

- Você... - Olhei pra Finn e quando ele ia falar alguma coisa, eu sai correndo.

Parei no caminho por falta de ar e me desabei ali mesmo, sem me importar com os olhares alheios. Eu estava acabado.

- JACK! - Droga, droga, droga. - Jack me escuta, por favor. - Se abaixou ficando na minha frente.

- Não quero suas explicações, se era pra contar que estava namorando Sadie era só ter falado por telefone!

- ME ESCUTA! - Gritou comigo e eu me assustei. - Desculpa, me escuta, sério. - Ele me ajudou a levantar.

- Fala... - Limpei as lágrimas.

- Eu te convidei pra esse encontro... Pra isso. - Se ajoelhou e tirou alguma coisa do bolso.

Ah. Meu. Deus. Era uma caixinha de alianças! Pra mim?

- Jack Dylan Grazer. - Eu já estava chorando. - Aceita namorar comigo?

- SIM! SIM! SIM! - Eu olhei ao nosso redor e tinha muita gente, umas filmando, outras gritando, outras chorando e outras fazendo coração.

- É claro! - Ele se levantou e me pegou no colo.

Assim nos beijamos. Mas não foi qualquer beijo, foi um selar de lábios, com paixão, com amor, com alegria. Estamos apaixonados.

Paramos o beijo por falta de ar e ele colocou a aliança no meu dedo e eu no dele.

- Agora você é todo meu. - Sussurrou no meu ouvido e eu estremeci.

- E você todo meu. - Falei no ouvido dele e sorrimos.


Notas Finais


Preguiça de colocar o final. B)

Adeus mundo, irei ver TUA agr


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...