História One more night - Capítulo 3


Escrita por: e Killdobieber

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Barbara Palvin, Hot, Imagine, Imagine Hot, Justin Bieber, Suspense
Visualizações 81
Palavras 2.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que você esteja gostando, boa leitura ❤❤
-Biank
- kill

Capítulo 3 - Me sinto suja


Fanfic / Fanfiction One more night - Capítulo 3 - Me sinto suja

     POV Katherine       

                                                      12:00 PM

Acordo com a claridade do sol invadindo "meu quarto" provavelmente agora deve ser umas 11 horas ou 12:00, Droga não percebi que aqui tem uma cortina, eu deveria ter fechado ela antes de dormir, Me levanto pra poder fechar aquela cortina chata pra poder voltar a dormir, ja que é só isso que posso fazer nesse quarto, fecho a cortina e quanto volto percebo que tem uma sacola vermelha em cima do criado, não resisto sou curiosa quero saber oque tem naquela sacola, vou até ela a pegando me sentando na cama abrindo vendo oque tem dentro... uns dois pares de roupas...lingeries... ok, pelo menos pra isso o Justin presta, lembrou que eu preciso de roupas.

No banheiro tem tudo oque é necessário pra higienies, pego uma mini xuxinha de cabelo que tinha em meu braço e faço um péssimo rabo de cavalo em mim, aaah quer saber? Vou escovar meus dentes no banho mesmo, começo a me despir e entro embaixo do chuveiro.

[...]

Saio do banho com uma toalha amarrada no corpo indo ate a sacola que deixei em cima da cama, visto a lingerie, shots jeans e uma regata branca, fico minutos la entediada sentada na cama e olhando pro nada.

Escuto e porta sendo aberta, percebo que era o Justin mesmo estando olhando pro chão, percebo também o olhar dele em mim, malicioso, do chão desvio meu olhar pro Justin.

Justin: - A princesinha acordou ?! - fala com tom irônico, enquanto ele fala abaixo a cabeça não dando atenção a ele, acho que ele não gostou ixi... ele anda até mim, me segura brutalmente pelo braço fazendo eu levantar e encara-lo

Justin: - olha pra mim quando eu estiver falando vadia.

Mas Não vou abaixar a cabeça pra ele, o encaro com cara de brava.

Katherine: -Não gosto de olhar pra uma pessoa como você, oque vai fazer? Vai me bater agora? 

Justin: - você é bem desaforada garota, merece mais que uma surra, merece um tiro no meio da testa - fala me dando um chacoalhao pelo braço e me solta dando um suspiro se virando de costa 

 Justin: - se arrume que mais tarde você vai em um racha comigo - fala ja saindo pela porta

Katherine: - EU NÃO VOU! - falo em uma altura suficiente pra ele ouvir e vendo o mesmo voltar

Justin: - docinho, eu não perguntei se você quer ir, isso foi uma ordem - novamente ele sai, ele consegue ser extremamente chato, ainda não entendi o propósito dele aqui.

Depois de uns 30 minutos a mesma mulher de ontem entrar no meu quarto pedindo licença, coloca uma bandeja na cama do meu lado e na mesa ela recolhe de de ontem e avisa que o Justin falou que eu posso andar pela casa e em seguida se retira gentilmente, estou faminta, assim que ela sai logo vou vendo oque tem lá, panquecas com mel e morangos... suco de laranja... gosto disso. Como tudo em poucos minutos não sou nada delicada.

Passa algumas horas e eu não quis sair do quarto e ja estava ficando de noite, pois o ceu estava escurecendo.

Ja fazia 30 minutos que eu ja estava pronta, usando uma calça com rasgões na coxa e no joelho, um cropped preto bem decotado mesmo, shocker, cabelo solto, por cima uma jaqueta vermelha que quebra o preto e no pé um tênis, até que esse look não esta tão ruim mas... não esta bom... fiquei no quarto mesmo o dia inteiro ate que não e uma má ideia sair, passa alguns minutos e o Justin aparece no meu quarto

Justin: boa garota - fala com um tom arrogante, reviro os olhos pra ele e ele sai, o sigo, ele sempre fica olhando pra trás, possivelmente esta certificando se estou seguindo ele ate a garagem

Justin: - vamos la, eu deixo você escolher um - tinha muitos carros la... mas não vou escolher nada

Katherine: - quem vai correr é você, escolha voce.

Ele revira os olhos bufando e acaba escolhendo uma CCXR, entro junto com ele e logo coloco o sinto, Justin sai cantando pneu

Justin: - você gosta com velocidade?

Khaterine: - sim - seca falo a verdade, ja participei de um racha uma vez e as vezes dirigo como louca pelas ruas.

Justin: - irei ne lembrar disso quando eu estiver te fodendo - ele da uma piscadinha, meu deus que homem nojento

Katherine:- voce NUNCA vai me fuder.

Justin: - você não perde por esperar, Khaterine- sorri irônico.

Katherine: - só se você me estuprar.

Justin: - calma kath, uma hora voce vai implorar pelo meu pau - sorri malicioso

Katherine: primeiramente eu não te dei autoridade pra me chamar de kath, e você deve ter um pau minúsculo - faco sinal diminuitivo com os dedos, ok, talvez estou com um pouco de medo das consequências, mas jamais vou abaixar a cabeça.

Justin: - eu te chamo como quiser, kath-me provoca-fala isso quando eu estiver te arrombando-estou cada vez ficando com mais medo do Justin, mas jamais abaixarei a cabeça.

Justin estaciona o carro, provavelmente a gente ja tinha chegado no local do racha, era um terreno aberto e livre, la tinha alguns carros de luxo, pessoas dançando e bebendo em grupos, decemos do carro juntos ele vem ate mim e segura na minha mão, por uns segundos gostei disso, mas logo depois soltei com brutalidade fazendo ele me olhar

Justin : não tente nada, ta cheio de homens que trabalha pra mim aqui, pra eu atirar em você é um segundo - fala sério.

Apenas reviro os olhos, fomos andando pelo terreno tinha varias vadias la as quais o Justin ficaba secando tudo, ele é tao babaca, que diabos eu to fazendo aqui? Fomos andando em direção de tres meninos que estavam bebendo alguma.

Justin: - iea brothers - fala alegre fazendo toque com cada um dos meninos 

Justin: cade o nolan? Ja era pra ele estar aqui a muito tempo!

Ryan: olha la ele vindo atrás de você- o loiro de olhos azuis aponta pro garoto vindo em nossas direções 

Cris: não vai apresentar Justin? - se refere a mim

Katherine: sou uma sequestrada, e to muito feliz de estar aqui - faço cara de cu me intrometendo 

Chaz: - aah, essa é a Katherine Adam... boa mercadoria em Bro

Katherine: - eu ainda estou aqui, e não sou um pedaço de carne pra me tratar como mercadoria - após dito os meninos fazem ouuuuou incluindo o tal nolan quem acabou de chegar

 Justin: agora que o nolan chegou, vamos fechar a aposta?

Justin: o vencedor ganha 40 mil dólares de cada um dos participantes, fechado?

Porra, tudo isso... mds

Ryan/chaz/nolan/Cris: fechado

Eles apertaram as mãos como acordo e os meninos sairam pra posicionar os carros dele, Justin pega na minha mão e fomos andando ate o carro dele pra ele fazer a mesma coisa, esqueço quem ele é, o monstro que ele é e acabo curtindo o momento me derreto toda a mão dele é tão pagajosa, firme esta sendo bom sentir o calor dele ao meu lado. Volto pra realidade quando ele chega no carro nos soltando, entramos na mesma sequência e ele vai aonde os meninos estão, posiciona o carro dele

Cris na escuta: chama logo a vadia pra dar a largada 

Justin coloca a mão pra fora e chama uma moça, bem gostosa... colocamos o cinto de segurança.

Passa cinco segundos e a vadia da largada.


       POV Justin Bieber 


Saio cantando pneu assim como os meninos quando a vadia da a largada

Justin: DROGA! - chaz e Ryan passam a minha frente

Escuto Katherine dar uma risadinha por isso, mando ela calar a boca se for pra ficar rindo.

Passo de Ryan ficando na cola de chaz, abro a janela mesma a pressão do vendo estando forte, coloco a mão pra fora e mostro o dedo do meio pra eles fecho o vidro e logo depois cris me passa, idiota.

Passa 10 minutos e ficamos nesse sequencia por alguns minutos, ja tinhamos passado da curva de voltar, estamos quase chegando de volta no ponto final, cris esta quase ganhando.

Quando falta apenas 1 km pra chergamos, ultrapasso de cris, ganho a corrida.

Desço do carro e eles também 

Justin: nos acertamos amanhã, não vou pra boate hoje!

Eles asente, trocamos mais algumas ideias e depois fui embora.


POV Katherine 

Justin estaciona o seu carro na garagem e logo desço andando pra dentro da mansão, praticamente correndo, confesso que estou com um pouco de medo agora pelas coisas que havia falado mais tarde, espero que ele não tente me mostrar quão grande seu pênis é, eu falei aquilo sobre o pau dele mas não foi verdade e acho que ele não gostou nada disso, mds, sinto que Justin esta me seguindo, vou mais rapido e entro no meu quarto que nem é meu, não sinto que seja meu, fechando a porta, ou não, antes que ela possa ser fechada Justin a abre.

Justin: ta tentando fugir de mim, princesinha? - ele parece uma pessoa tão má agora, isso aos poucos ta me dando um medo do caralho.

Katherine: não estou fugindo, você poderia sair? to cansada quero descansar! - tento falar pra ver se ele sai de la

Justin: esqueceu quem manda aqui madame? Ja ta me expulsando? 

Katherine: se você não vai sair eu saio - tento passar ele, mas ele não deixa.

Justin: ham ham, pode voltando aqui - me puxa de volta e fecha a porta.

Katherine: Justin, oque você vai fazer? Abre essa porta! - minha vida senhor, espero que ele não tente fazer oque eu to pensando.

Justin: tire a roupa! - ordena rigido, começo a ficar com mais medo ainda e travo meu maxilar, quero chorar, mas não farei isso

Katharine: não vou tirar minha roupa - tento manter minha postura de durona mas isso não esta mais dando certo

Justin tira uma arma da cintura

Justin: Não?

Katherine: justin, por favor - suplício ja desesperada 

Justin: por favor? Decidiu ser educada adam? - zomba de mim

Katherine: voce não pode fazer isso comigo! 

Justin: porque não? - tira minha jaqueta fazendo a mesma deslizar pelo meus braços até cair no chão

Katherine: pq eu não quero ser tocada por você.

Justin: ja ouviu o ditado "querer não e poder?" - rasga minha regata com brutalidade e tira sua blusa, eu queria fazer algo, mas ele ainda esta com a arma na mão, acho qie vou ter que abaixar a cabeça, decido não lutar mais contra a força dele agora.

Ele me joga na cama com brutalidade e me analisa mordendo o lábio, ele tira sua calca ficando apenas de cueca, percebo que ele ja estava duro me arrependo de ter falado que o pau dele era minúsculo isso vai doer tanto, ele volta a mim e tira meu tênis a minha calça, fico só de langerie a parte de baixo? Ele abacou de rasgar também, estou muito constrangida, quero chorar. Ele se deita em cima de mim beijando meu pescoço apertando meus seios desce os beijos ate meu seio, abaixa o sutiã que ainda estava ali e chupa o biquinho do meu peito, uma de suas mãos  desce ate minha intimidade, começa fazer movimentos circulares no meu clitóris, mas estou muito tensa, não me lubrifico de forma alguma, isso vai doer pra caralho, o pau dele ja estava muito duro, ele tira a cueca e sem piedade alguma penetra o membro dentro de mim. Solto um gemido de dor, não muito alto, quero muito chorar.

Justin: cade toda sua marra agora katherine? - me provoca enquAnto penetra em mim.

Ele começa a ir muito rápido, muito mesmo, deixo uma lagrima cair do meu olho enquanto ele afunda o rosto do meu pescoço, não era um choro de dor, era um choro por eu estar me sentindo um lixo me sentindo suja.

  Ele chega ao seu limite, sai de dentro de mim e goza em cima da cama, quando dele termina deixo mais algumas lagrimas cairem, choro baixinho e ele viu isso... se vestiu e saiu sem falar nada.

Me encolho na cama e me permito botar todo o choro acumulado pra fora, porra acabei de ser estuprada, Justin e um monstro Eu me sinto suja. 

POV Justin Bieber

Ouvi ela chorando baixinho e por um segundo a realidade me doeu, eu tinha estuprado ela, levantei sem falar nada e me levantei indo até meu escritório, bolei um baseado logo pensando que ela não foi a primeira, acendi o cigarro dando uma traga, logo não me importando com mais nada.





Notas Finais


Até o próximo, xoxo💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...