História One more try in love - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Histórias Originais
Visualizações 6
Palavras 563
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Febre?


Fanfic / Fanfiction One more try in love - Capítulo 5 - Febre?

Umm, esse lugar é tão relaxante, tranquilo, lindo... A paz que tem aqui é completamente diferente de estar sozinha em casa.

Rayan aparece com uma bandeja com frutas picadas.. se senta ao meu lado.

- Vamos dar um passeio? - Ele pergunta.

- Agora?

- Sim, depois que acabarmos de comer.

- Uhum.

Minutos depois

Rayan e eu saímos de casa e fomos dar uma volta, Glória a Deus ele ta vindo explorar esse belo lugar comigo. Já entramos na trilha que havia na entrada da Mata, andamos durante tempos, vi vários templos, mais um me chamou a atenção: templo sagrado da raposa de nove caldas, já ouvi falar muito no Brasil, mas nunca passei que existisse realmente. É bem limpa, e tem muitas estátuas de raposas, ameii.

Saímos da Mata e fomos parar em um parque público havia patos nadando na Lagoa, passarinhos cantando e muitas cerejeiras.

- Obrigado. - Agradeci ao azulado, que ficou sem entender nada.

- ...? Pelo que?. - Ele pergunta confuso.

- Pelo passeio.

Fomos tomados por um silêncio.

- Erika?.

- Oii?.

- É... - Ele pausa antes de continuar. - deixa quero.

- Agora fala to curiosa

Rayan saiu andando não dando idéia pra mim. - Eii espera, Me fala.. - Eu digo logo atrás dele.

Chegamos em casa me espreguiça no sofá. Rayan foi tomar banho.

Começou a chover, hummm que cheiro de terra molhada. Escuto um barulho vindo do banheiro parece que alguém caiu. Corro e entro desesperada dentro do toalhet, o azulado se encontra caído no chão, levanto sua cabeça

- Ouu.. Rayan.. você tá bem?. - não obtive resposta alguma. Coloco minha testa na dele, está queimando de febre... tento me levantar com ele, mas acabo escorregando no sabão  ( Oque? Esse sabão não tava ai..), Rayan solta um som parecido com um gemido oque me fez corar. Derepente ele abre os olhos e me encara, Me da um beijo surpresa, e coloca sua língua dentro da minha boca, mesmo comigo forçando pra que ela não entrasse. A língua dele traçou cada centímetro da minha boca e quando me dei conta já estava entregue aquela droga viciante, Ele começa a beijar meu rosto e assim desce pro meu pescoço.

- R-rayan.. - Eu tento dizer seu nome.Sou correspondida com um som que o mesmo acaba de fazer. - É melhor-

Antes que eu pudesse terminar de falar o azulado para e deita a cabeça em meu ombro.

- Você tá acabando comigo.

Tempos depois

Já deitei Ray na cama e dei o remédio pra febre, agora ele está dormindo que nem bebê ta muito fofo.

Me sentei na cadeira que havia no quarto dele e peguei o celular, Ellen me mandou varias mensagens e minha mãe também, Alex so perguntou como estamos, Marcos, Cindy, Mary, e os outros demais me perguntam no grupo pq sumi, [risos].

- Não!!!!. - Rayan grita derepente, oque me fez dar um pulo da caseira. - Não por favor, não.... - Parece está tendo um pesadelo.

Me aproximo dele, está suando muito, passo um pano úmido na testa dele e no pescoço, Ray agarra minha mão fortemente, o pesadelo não parece bom, estava a me machucar um pouco eu passo a outra mão na dele e ele desaperta minha mão. Já deve ser 22:00, por ai, sento me ao seu lado ainda segurando sua mão e sem perceber acabo dormindo.


Notas Finais


Gente, capítulo ficou curto, pq não sei oq escrever.
E a Erih é desligadona kkk muito.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...