História One Piece World - Capítulo 88


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Personagens Originais
Tags One Piece, Opw
Visualizações 4
Palavras 753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Luta, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 88 - Lado dos Revolucionários : O plano de Técnico


Dois dias depois da morte de Hideki e desaparecimento de Jellal, Ed está junto a técnico no porto de Baltigo falando com Joe, a serpente ele o rodeia 

Joe : Você tem certeza ? 

Ed : Sim....e..eu preciso de um tempo, muitos soldados já morreram por minha causa

Joe : Você é um bom comandante

Ed : Acho que os mortos diriam o contrário

Joe : Vou te deixar um tempo sem missões, fique em Baltigo

Ed : Certo

Ed sai da sala

Técnico : A recruta que eu falei está na sala de espera

Joe : Pode mandar entrar

Técnico : Antes eu quero pedir um navio e um navegador

Joe : Você vai sugerir isso de novo ?

Técnico : Na nossa frágil situação, acho essa opção aceitável, Laxus odeia o governo mais que qualquer Yonkou

Joe : Então que seja, vamos tentar isso

Técnico : Agradeço

Técnico sai daquela sala, Ed observa o mar até ser abordado por uma garota baixinha e loira com um laço vermelho

??? : Oi, tudo bem

Ed : Te conheço ?

??? : Não, eu cheguei aqui a pouco tempo

Ed : Bom, sou o Ed, só Ed

Ela cutuca a bochecha dele : Você parece triste

Ed agarra a mão dela : Não me enche, não quero papo

Orochibiba chega ali dizendo : Minhas crianças, sem briga

Ed solta a mão dela

??? :Poxa, me desculpa, sou Lili

Orochibiba : Eu ouvi que você vai dar um tempo na liderança em missões, por isso acho que você pode treina-la

Ed : Não to afim

Lili : Eu não quero incomodar, então tudo bem se não quiser

Orochibiba : Bom, se não quer treina-la, pelo menos ajude ela como veterano, preciso ir até outra ilha

Ed : ok, Ok, eu observo ela

Lili : IIEEIiiii

Ela abraça Ed, o mesmo a lança longe

Orochibiba : Que fofo, já vou indo

Ele se retira dali deixando os dois sozinhos, Lili se levanta e volta até Ed

Lili : Então, por que está triste ?

Ed : Eu mando soldados para morrerem em prol de resultados, mas eu acabo vivendo

lili : Você deve ser um bom comandante se eles confiavam em você pra morrer

Ed : Não, não sou, vou te mostrar o dormitório

Ele se levanta e a novata o segue

Oito dias depois

Técnico corre pelas ruas da ilha submersa dos tritões

Técnico pensa : MERDA, MERDA, MERDA, MERDA

Ele se joga atrás de um barril do lado de fora de uma loja, alguns tritões viram a esquina o procurando

Tritão : Perdi ele de vista

Tritão 2 : Vamos começar a espalhar cartazes dele

Eles se retiram dali

Técnico pensa : eu sabia que o rei era um Shichibukai, mas não imaginei que me achariam tão rápido, cadê o contato ????

Técnico sai de trás do barril e vai procurar um local chamado Polpo's bar, por volta de uma hora depois ele acha o local, ao adentrar a maioria dos olhos se direcionam a ele, diversos tipos de tritão estão sentados neste lugar, o balcão é lavado por um tritão polvo

Técnico se senta num dos bancos do balcão

Barman : Oque vai querer ?

Técnico : Ser milionário, mas vodka serve

Tritão : O navio te espera no porto leste 

Técnico :Ótimo

Tritão : Tente não revidar, vai chamar muita atenção

Técnico : Revidar do que ?

Um tritão tubarão põe sua mão no ombro de Técnico

Ele então diz : Vamos pra fora

Dois deles seguram Técnico atrás do bar enquanto o tubarão o espanca, o revolucionário aguenta os golpes demonstrando alguma dor, após isso ele é largado no chão

Tubarão : Heitor, mata ele aí, vou beber alguma coisa

Ficam a sós Heitor, o tritão peixe-gato e Técnico, o tritão sacou uma pistola e apontou para o humano no chão

Técnico :Não faça isso

Heitor : Cala boca

Técnico se levanta enquanto Heitor engatilha a arma, da mochila, Técnico tira um arco retrátil e uma flecha

Heitor : Hahaha, você acha que vence uma pistola com uma flecha

Técnico : Tenho fé nas coisas antigas

A flecha é disparada, a pistola também, a flecha corta a bala no ar e corta a arma de Heitor em duas, o mesmo surpreso ergue os punhos boquiaberto

Técnico : Já te derrotei armado, e eu tenho mais uma flecha

Heitor sai correndo dali, o revolucionário foi ao local indicado, onde havia um navio pronto para leva-lo para o Novo Mundo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...