1. Spirit Fanfics >
  2. One Shot - Jung Hoseok - Só uma noite... >
  3. Só uma noite - Capítulo Único

História One Shot - Jung Hoseok - Só uma noite... - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Finalmente um One Shot do Hoseok!
Esse garoto me tira do sério aaaaaaa.
Bom, estarei atualizando minhas outras fic's essa semana!
Vamos para a historia!

Capítulo 1 - Só uma noite - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction One Shot - Jung Hoseok - Só uma noite... - Capítulo 1 - Só uma noite - Capítulo Único

🔥Só uma noite...🔥

Era sábado, 23:57, eu estava em casa assistindo dorama acompanhada de um balde de pipoca, refrigerante e chocolates.

Normalmente, eu estaria com meu namorado Hoseok em alguma festa ou transando nesse momento, mas terminei com ele faz uma semana. 

Eu não aguentava mais as "amigas" dele. Elas davam em cima dele na cara de pau mesmo e ele simplesmente dizia: "É só brincadeira delas amor", essa brincadeira acabou com o nosso relacionamento. Eu sinto saudades dele. Ele me fazia sorrir, era carinhoso comigo e fazia um sexo gostoso demais.

Enquanto assistia o filme e comia, acabei derramando chocolate no meu moletom branco, bom... Ele não era meu na verdade. 

Aproveitei o acidente e tomei um banho quente, eu estava precisando, o dia foi cansativo e não ter o Hoseok por perto tornou o dia pior.

Enquanto estava no banheiro, ouço a campainha tocar, me enrolei na toalha e corri para abrir a porta.

Hoseok estava lá, com uma camisa amarela de mangas curtas, uma calça preta rasgada e o seu chapeuzinho de pescador.

-O que você quer? - pergunto ajeitando a toalha em meu corpo molhado.

-Não vim pedir pra voltar - ele me olha de cima a baixo.

-Bom, pelo menos não fez viagem perdida - replico.

-Chata como sempre - ele sorri de lado.

-Fala logo, eu preciso terminar o meu banho - o apresso.

- Eu te espero terminar - ele invade minha casa e senta no sofá.

-Volto em três minutos - falo e me dirijo  ao banheiro. 

Termino meu banho e começo a pensar: "Eu sei que terminamos mas... preciso daquele homem.". Meus pensamentos se perderam ao pensar em Hoseok me fudendo do jeito que só ele sabe fazer. Resolvi provocá-lo, vesti o pijama que ele me deu de aniversário, um conjunto preto de seda fino, não coloquei roupa de baixo, apenas o pijama e nada mais.

Cheguei na sala e percebi os olhares dele em mim, sentei ao seu lado no sofá e sentei em posição de índio, o provocando mais ainda.

-Pode falar agora - me ajeito no sofá.

- Eu sei que eu fui um filho da puta com você - ele começa - devia ter ouvido você quanto as minhas amigas. Não devia ter deixado a amizade louca delas tirarem o seu lugar. Eu não estou pedindo pra voltar, até porque não te mereço de volta, mas eu estou com saudades de você, do seu corpo, dos seus carinhos - ele se aproxima de mim - do seu olhar, da sua... boca.

Ele tenta me beijar mas eu  me afasto.

- Eu também sinto sua falta mas... - ele me olha curioso - não quero sofrer de novo.

- Não estou pedindo pra voltar meu anjo - esse era o apelido que ele me deu - eu só quero mais uma noite com você...

- Só uma noite?

-Sim... - Hoseok se aproxima novamente.

Ele beija meu pescoço e eu permito. Era tudo o que eu precisava, uma noite de sexo bem gostoso, e quem melhor do que meu ex? O famoso "sexo sem compromisso".

Ele continua a beijar meu pescoço mordendo devagar. Seus dentes arranhavam meu queixo em pequenas mordidas. Seus lábios tocaram os meus com uma vontade imensa de tê-los. Ele chupava meus lábios e mordia com força. 

Nossas línguas brigavam por espaço e nossa falta de ar nos impedia de brigar muito.

- Eu preciso de você - Hoseok sussurrou em meu ouvido mordendo minha orelha.

-Você já conhece o caminho - digo me referindo ao quarto.

Ele agarra minhas coxas e me levanta fazendo com que eu me segurasse em sua cintura com as pernas. As mãos dele apertavam minha bunda com força me fazendo arfar. Isso com certeza vai deixar marcas.

Hoseok abre a porta do quarto brutalmente e me joga na cama como um saco de batatas. Ele retira a camisa e se deita sobre mim esfregando seu membro já excitado em minhas coxas.

-Vejo que alguém está animado - seguro o pau dele por cima da calça e o acaricío.

-Você não viu nada - ele diz arrancando a blusa amarela de seu corpo e eu tiro minha blusa.

Hoseok aperta meu seio direito com uma mão enquanto distribui chupões no esquerdo. Ele amava fazer chupões em mim, dizia que era para os outros saberem que eu tinha dono.

Ele desce a mão até meu shorts e a coloca dentro do mesmo a procura da calcinha, como não encontrou apenas sorriu e disse:

- Safada - ele me encara maliciosamente.

Seus dedos entram em contato com meu clitóris o massageando lentamente fazendo eu arquear as costas. 

- Eu tava com saudade desses toques - falei entre arfadas - eu estava com saudades desse seu corpo - aperto os músculos dele.

-Vou matar essa saudade - ele sussurra, arranca meus shorts e se abaixa encaixando sua cabeça entre minhas pernas.

Hoseok chupa meu clitóris com força enquanto me penetra com dois dedos. Segurei meus gemidos enquanto ele estocava os dedos em mim.

Minhas pernas começaram a querer fechar, mas Hoseok as segurou e apertou minhas coxas.

Ele sobe e me beija lentamente Enquanto tira a minha blusa. Eu o viro e o deito na cama.

-Minha vez - falo me aproximando de sua calça arrancando ela de seu corpo junto com a box branca - já está duro?

-É sempre assim quando eu penso em você - Hoseok cora.

Seguro a base do pênis dele fazendo uma masturbação rápida que o fazia arfar. Me abaixe e comecei a lamber a cabeça do pau dele. 

Suas veias estavam ficando cada vez mais visíveis avisando que logo ele iria gozar. Quando percebo que ele estava quase, parei com os movimentos e o beijei.

-Por que não me deixou gozar? - ele pergunta me virando e ficando sobre mim.

-Quero que você goze em mim - falo mordendo os lábios dele.

-Você tá muito safada hoje - ele me beija - assim que eu gosto.

Ele volta a me beijar. Hoseok abre minhas pernas e esfrega seu membro na entrada da minha vagina.

Sem aviso, ele penetra em mim arrancando um gemido alto. Ele não se movimenta até que eu começo a rebolar avisando que ele podia estocar.

Hoseok estocava lento, nos fazendo sentir o prazer primeiro. Seu pau deslizava dentro de mim me dando uma sensação maravilhosa.

-Mais rápido - pedi manhosa.

Ele obedece e acelera as estocadas colocando força nelas. Eu arranho as costas do maior o fazendo arrepiar. 

-Aaah Hoseok - gemi enquanto ele colocava mais velocidade nas estocadas.

-Goza pra mim vai - ele sussurrou  em meu ouvido.

Minutos depois, eu me desfiz nele liberando meu gozo em seu pau. Depois ele fez o mesmo, senti seu líquido quente dentro de mim.

-Gostosa - ele dá um tapa na minha bunda.

Hoseok se joga na cama e eu deito no peito dele.

-Você pode pegar uma caixa  de comprimidos dentro do criado mudo? - peço com delicadeza.

Ele pega os comprimidos e eu tomo com um copo de água que estava em cima do criado também.

-Anticoncepcional? - ele pergunta.

- Sim - respondo e volto a me deitar com ele.

-Sabe não precisa terminar assim - ele fala e eu rapidamente o encaro - eu ainda te amo muito.

- Hoseok eu... - começo mas ele me interrompe com um beijo.

- Eu te amo meu anjo - ele sorri.

Não sei o que fazer, como essa história vai terminar, o que fazer com meus sentimentos e com meu orgulho.

Mas a única coisa que eu tinha certeza, era que não queria sair daquele abraço. Tudo o que eu pensava era que eu tinha tido uma das melhores noites da minha vida, e com a pessoa que eu amo.

-Também te amo meu sol...




Notas Finais


Aaaaa gente, aqueles dramas de ex.
Bom, é isso.
Espero que vocês tenham gostado!
Beijinhos B.V🇧🇷❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...