1. Spirit Fanfics >
  2. One shot and one gangster... >
  3. Beach

História One shot and one gangster... - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Beach


Fanfic / Fanfiction One shot and one gangster... - Capítulo 9 - Beach

         

 Passei uns dias com a minha mãe depois que tudo aconteceu, contei tudo a ela sem poupar nem um mísero detalhe e a mesma quase me bate de tanta aflição,  e me dá várias broncas, mas eu à acalmo um pouco. 

Falta apenas 2 dias para o ano novo e a minha mãe decide que vamos passar na praia. A viagem durou umas 2 horas, por sorte nós moramos em uma cidade perto do litoral. Chegamos e fomos direto para o hotel, a minha mãe pega quartos separados e eu fico confusa.

- Mãe, por quê a senhora pegou quartos separados?- pergunto e ela responde com um olhar maldoso e meio safado, eu fiquei constrangida com tal ato da minha própria mãe, ela provavelmente vai aproveitar mais que eu.

Sigo para o quarto colocando minhas roupas para os próximos 4 dias no resort no guarda roupa acoplado que havia ali, depois que terminei fui tomar um banho na banheira da suite, a água estava muito boa, passei horas no banho ouvindo minhas músicas favoritas, foi muito relaxante. 

Estava tranquila tomando meu banho fabuloso e do nada ouço batidas na porta, saio da banheira mais ainda querendo ficar, visto o roupão muito macio e confortável, chegando na porta eu a abro e vejo que a minha mãe, ela está muito bem arrumada com um vestido azul marinho longo, um alto preto, o cabelo estava amarrado em um coque bagunçado, usava uns bricos de ouro grandes, estava tão elegante. Ela entra sem aviso prévio eu fecho a porta indo logo atrás para saber o que ela quer, já eram umas 20:00 horas quando ela chegou.

- Que bom que já tomou banho, agora se arruma e vem comigo ao bar, tenho que te apresentar uma pessoa. - ela diz me apressando e escolhendo a minha roupa - Toma, você vai vestir isso! - ela diz me entregando um vestido tubinho curto na cor cobre e um par de sandálias de salto fino na cor dourada.

Eu pego tudo e em seguida visto, ela me olha com admiração e me manda arrumar o cabelo e a maquiagem. Fiz uma maquiagem leve e pranchei meu cabelo o deixando solto mesmo, finalizo tudo com perfume. Minha mãe pula da cama e bate palmas, eu caio na gargalhada e logo depois ela também.

- Hannaby, você está exuberante! - ela diz e eu sorrio em agradecimento 

- Vamos? - pergunto e ela afirma 

Descemos até o bar, eu me sento em uma mesa e ela vai até o balcão onde estão os barmens, minutos depois ela volta com dois Martíni, ela me entrega um enquanto toma o outro.

- Ele está quase chegando meu amor - ela diz anciosa 

- Quem está chegando mãe? - pergunto e antes que ela possa me responder uma voz masculina grossa se fez presente 

- Oh Izumy, me esperou muito? - um homem grisalho de olhos azuis que parece ter 1,80 surge atrás da minha mãe.

- Ah não, estamos aqui a uns 10 minutos. Está é minha filha Hannaby - ela diz abraçando ele e apontando para mim

- Olá Hannaby, eu sou o Nelson Johnson. Muito prazer em conhecê -la - ele diz simpático

- Igualmente Sr. Johnson - falo gentil. A minha mãe parecia soltar fogos de artifício com os olhos

- Hannaby filha, o Nelson e eu estamos namorando há quase 4 meses - ela diz e meu queixo caí. Como assim a minha mãe tá namorando a tanto tempo e não me disse nada?.

Nós conversamos por muito tempo, ela disse que conheceu o Nelson no trabalho, e começaram a sair e a coisa foi fluindo, fluindo e acabou que começaram a namorar. Os dois pareciam muito felizes, eu apoio a minha mãe em tudo. E depois que o meu pai nos abandonou quando eu tinha 4 anos, ela nunca tinha namorado, pelo menos não até agora, eles parecem se gostar de verdade e depois de uns drinks eles me deixaram no bar enquanto subiam para o quarto, sabe Deus o que iriam fazer. Eu fico no bar e tomo mais uns drinks enquanto observo o local. Estava no último gole do último drink quando senti uma mão alcançar o meu ombro e uma voz doce ao mesmo tempo grossa me chamar, olho pra trás e vejo o Yuri. 

- Hanna, por quê você está bebendo tanto? - ele diz se sentando ao meu lado

- Por quê você está aqui, por acaso está me seguindo? - pergunto um pouco alterada

- Não se preocupe, se eu estivesse te seguindo garanto que não saberia nunca. - ele diz frio

-  Tá bom, por quê está aqui então? - digo no mesmo tom de antes

- Eu vim passar o ano novo na praia, como você, provavelmente. - ele diz e eu fico calada mudando o olhar para a sacada 

- Você veio sozinha Hanna? - ele pergunta calmo

- Não. Eu vim com a minha mãe, mas ela me deixou aqui e foi para o quarto como namorado. - digo e peço outro drink, eu disse que era o último, mas o Yuri chegou então vou beber até ficar tonta.

- Hanna, é melhor parar você já está bebada - ele diz e eu bebo de vez o drink que acaba de chegar

- Você... não manda.. em.. em mim! - digo isso e capoto na mesa do bar.

Quando acordo estou na cama, olho por baixo dos lençóis e não vejo meu vestido, mas ainda estou de langeri, agradeço imensamente por isso. Olho ao redor para me situar, esse não é o meu quarto, é maior e mais luxuoso, me levanto e visto um roupão já que não vejo meu vestido em lugar nenhum, abro a porta do quarto e dou de cara com uma sala, vejo que há alguém dormindo no sofá, chego mais perto e reconheço a pessoa, era o yuri. Ele dormia tão calmamente que me fez parar por uns segundos e observa-lo, acho que eu tenho alguma queda por ver pessoas dormindo. 

Me mexo para sair de fininho, mas acabo esbarrando na mesa de centro que cai um enfeite, paro imediatamente e olho para o Yuri, ele parece não ter acordado, então dou mais um passo em direção a porta, mas sou parada por um braço.

- Aonde pensa que vai? - Yuri diz e soa meio possessivo 

- Para o meu quarto tomar um banho e me vestir - afirmo me soltando do braço dele

- Seu vestido está no banheiro secando, tive que lavá-lo depois que você vomitou nele todo - ele diz como se isso fosse uma coisa de outro mundo

- Não fez mais que sua obrigação - digo e dou um sorriso brincalhão vendo a cara de bobo que ele fez

 Saio da sala e vou ao banheiro pegar o vestido e ir embora, cheguei no quarto e me joguei na cama, rapidamente peguei no sono. Me acordei já eram 18:00 horas. Tenho que correr para me arrumar a tempo da virada. Como um lanche que o serviço de quarto deixou e logo em seguida vou para o banho, lavo e hidrato os meus cabelos junto com a pele, faço meu skincare e logo depois o cabelo, seco e faço ondas nele o deixando bastante praiano, vou para a make fazendo um esfumado marrom e logo em seguida aplico um pigmento dourado combinando com o subtom do marrom,  coloco um cílio postiço, corrijo minha sobrancelha e faço a pela leve e coloco um lip tint nos lábios só para ter uma saúde, coloco o vestido branco leve de alcinha e decote em V juntamente com uma sandália sem salto. Estou pronta. 

Ouço 3 batidas na porta, era a minha mãe e o Nelson, vieram me buscar para ver os fogos e o show, pego minha bolsa e vamos. Chego lá e o show do 1kilo tinha acabado de começar, estava tocando deixe-me ir, é tão linda essa música, faltava só 5 minutos para os fogos começarem e o Yuri chega ao meu lado.

- Quando o relógio bater 00:00 em ponto você faz um desejo e pula 7 ondas- ele diz 

- Eu sei disso - digo e ele ri

- Então se prepare por que é agora - ele diz me mostrando o celular 

Ambos fechamos os olhos e desejamos os pedidos, logo em seguida pulamos as ondas e por último paramos pra olhar os fogos de artifício, ele me chama e eu olho pra ele, o mesmo me beija sem mais nem menos, nos separamos pouco tempo depois, e eu o encaro procurando entender o porquê dele ter feito isso. Ele chega perto do meu ouvido e diz que o beijo foi o pedido dele. Eu tento esconder uma pequena risada em minha boca mas ele percebe e me abraça, curtimos o show, conversamos, e nos beijamos um pouco. Essa noite foi muito boa, pra mim e pra minha mãe que se divertiu muito com o Nelson, dava pra ver a alegria dela a cada vez que eu os via. Parece que o Nelson faz bem pra minha mãe e o yuri pra mim, mas nunca admitirei isso pra ele.



















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...