1. Spirit Fanfics >
  2. One Shot BTS com Funk- PESADÃO >
  3. É só botadão - Kim Namjoon

História One Shot BTS com Funk- PESADÃO - Capítulo 5



Notas do Autor


Olha o meu ultt aí genteee

Delicie-se

bjos Sthef

Capítulo 5 - É só botadão - Kim Namjoon


Fanfic / Fanfiction One Shot BTS com Funk- PESADÃO - Capítulo 5 - É só botadão - Kim Namjoon

Kim Gostoso Namjoon.


É assim que chamo em pensamento o meu chefe. Ele é o CEO da empresa Mumber, e eu sou a secretária pessoal dele.


Confesso que desde que cheguei aqui nessa empresa tenho uma queda por ele, mas não demonstro por estarmos em nosso local de trabalho.


[…]


Hoje como qualquer outro dia eu estava em minha mesa cuidando dos assuntos necessários, até que ouvi o Kim me chamar na sala dele. Levantei indo até lá.


— Pois não, senhor Kim? - perguntei parada diante a porta de sua sala.


Nj: — Por favor, me traga os relatórios da semana passada.


— Sim senhor. 


Voltei a minha mesa e comecei a procurar pelos papéis na qual ele me pediu. Assim que achei, os reuni e retornei para a sala do Kim.


— Aqui estão. - estendi a pasta que contém os papéis, para ele pegá-la.


Nj: — Muito obrigado, pode ir.


Me virei para sair de sua sala até que o ouvi falar novamente.


Nj: — Como pode ter coragem de fazer isso...


Parei retomando minha atenção a ele que me analisava por cima de seus óculos de grau.


— O que o senhor disse?


Nj: — Eu disse... - ele se levantou retirando os óculos, deixando-os na mesa. — ...que como pode ter coragem de fazer isso? - ele já havia contornado sua mesa e se recostado na frente dela enquanto me encarava lascivamente.


— Perdão, mas isso o que? Há algum erro nos relatórios?


Nj: — Não, não há nada de errado aqui! - afirmou enquanto molhava os lábios.


— Então, o que?


Nj: — Como ousa vir com esse tipo de roupa para o trabalho?


Arregalei os olhos e me analisei rapidamente. Não continha nada de errado com a minha roupa no meu ver. Eu estou com um conjunto de saia midi com blazer vermelhos, e uma camisa social branca por baixo do blazer, e scarpin nude.


— Ah, me desculpe senhor Kim, mas não acho que eu esteja vestida informalmente.


Nj: — Não disse que está.


— Então...


Nj: — Céus, você deveria ser proibida de usar looks que a deixe mais gostosa... - ele disse enquanto mordia seu lábio inferior.


— Ah... - estava estatística, nunca pensei ouvir algo assim do Kim.


Ele sorriu. E aquela covinha destruidora de corações apareceu.


Nj: — Você nunca percebeu não é?


— O que?


Nj: — O quanto eu fico te observando. Você é extremamente linda e gostosa, que droga S/n.


— Eu realmente nunca notei nada... Também, aqui é nosso local de trabalho.


Nj: — Prefere então que eu te foda na minha casa? - me assustei com a pergunta e ele sorriu por isso.


— Senhor Kim, acho que é melhor eu voltar ao trabalho e... - ele havia passado por mim e trancado a porta. — O que está fazendo?


Ele voltou a caminhar até mim com aquele sorriso sedutor nos lábios e quando parou diante de mim me analisou novamente de cima a baixo.


Nj: — Não está nítido que eu te desejo?


Dito isso, ele atacou meus lábios e de início me assustei por sua ação repentina, mas logo cedi quando notei estar finalmente provando daqueles lábios macios e carnudos.


Nos separamos pela falta de ar e ele me olhou profundamente nos olhos.


Nj: — Eu quero você.


— Senhor Kim, eu acho que...


Nj: — Shiii - ele colocou um dedo em meus lábios me silenciando. — Pode me chamar de Namjoon, S/n.


— Tudo bem Namjoon, mas acho que você não está no seu juízo perfeito.


Nj: — Eu pareço bêbado ou algo assim? - neguei. — Pois bem. Eu só quero te fazer minha... - essas últimas palavras foram ditas em sussurro ao pé do meu ouvido.


— Mas assim, tão de repente? - não gente, eu não estou me fazendo de difícil, só quero entender o porquê dele falar essas coisas pra mim assim do nada.


Nj: — Já tem um tempo que quero você! 


— Ah é? - Namjoon assentiu e chegou seus lábios no meu ouvido.


Nj: — E eu sei que você também me quer. - ele deixou uma mordida no lóbulo da minha orelha e foi descendo as mordidas e beijos para o meu maxilar e pescoço.


Suspirei.


Seus lábios carnudos e macios trassavam uma trilha de chupões por todo meu pescoço e colo. Apertei mais forte seus músculos quando ele deixou um chupão mais forte na região visível pelo decote do meu seio.


— Namjoon...


Nj: — Hm? - ele voltou a subir seus beijos e parou a milímetros da minha boca.


— Você está demorando demais... - sussurrei


Ele sorriu nasalado e tomou meus lábios em um beijo selvagem enquanto apertava minha cintura fortemente.


Comecei a ser guiada por ele cegamente para trás, até sentir a mesa dele bater na altura do meu bumbum. Foi quando Namjoon passeou suas mãos por minhas pernas, subindo minha saia, para logo em seguida, ter a facilidade de me suspender pelas coxas me deixando sentada em sua mesa.


O Kim começou a retirar seu paletó e eu fiz o mesmo com meu blazer. Juntamente desabotoamos nossas camisas sustentando o olhar sedento um do outro. Quando ele tirou a camisa eu fiquei embasbacada com o físico definido e espetacular dele.


Vendo-me apreciá-lo, Namjoon sorria satisfeito.


Nj: — Muito bem, muito bem...


Ergui meu olhar para ele que mantinha seu sorriso cafajeste.


Nj: — Gosta do que vê? - assenti mordendo o lábio inferior. — Também gosto do que vejo. - ele disse encarando meus seios e logo pôs-se a tirar meu sutiã.


Namjoon chupava-os com devoção e eu gemia manhosa. Tratei de desafivelar o cinto de sua calça e abri o zíper da mesma. Pude sentir o quanto Namjoon já estava pulsando. Ele voltou a me beijar e se pos a simular singelas estocadas.


— Nam... Me deixa te chupar... - após pedi-lo, me ajoelhei em sua frente, abaixando sua calça e box rapidamente.


Salivei ao ver seu pau já molhado de pré gozo e no quanto ele é enorme. Comecei a trabalhar na sua glande, logo enfiando o que cabia em minha boca, enquanto masturbava o restante. Namjoon gemia rouco, arrastado, e eu me encontrava em êxtase por ele. Suas grandes mãos foram de encontro ao meu cabelo, o segurando em um rabo de cavalo mal feito para auxiliá-lo nas estocadas.


Nj: — Levanta. - o ouvi dizer rudemente, seguido de um tapa na minha cara. — Quero botar com pressão na sua buceta!


Assim que fiquei de pé ele me deitou em cima de sua mesa, e me puxou pelas coxas até beirada. Namjoon rasgou minha calcinha e deu uma lambidona, na minha intimidade, para logo depois pincelar seu pau na minha entrada, antes de me preencher por completo.


[…]


Não vou mentir, eu já imaginei muitas vezes o Kim me fudendo, mas nenhuma delas se compara ao momento. Sua brutalidade, força e maestria nos movimentos me deixavam a beira do delírio. Namjoon começou a estocar mais rapidamente e mais fundo ainda do que achei que pudesse chegar, e em algum momento ele encontrou meu ponto G.


— Aaaaaa.... - meu gemido foi abafado por uma de suas mãos.


Nj: — Parece que eu encontrei... - sorriu sacana. — Silêncio amor, deixe pra gritar meu nome quando estivermos na minha casa!


Ele começou uma sequência de saídas e retomadas certeiras no meu ponto de prazer e eu revirava os olhos enquanto tinha meus gemidos abafados por ele.


Quando Namjoon se cansou, ele sentou em sua cadeira e me colocou em seu colo de frente para ele. Suas mãos apertavam firmemente minha cintura, me fazendo cavalgar e eu mordia seu ombro tentando conter os gritos. Ele tomou meus lábios para si em um beijo quente e delicioso. Durante nosso ósculo eu gozei. Gozei como nunca antes e senti ele me preencher com seu gozo também, fazendo assim escorrer por minha buceta.


Continuamos o beijo até não dar mais para respirar, e quando nos separamos estávamos ofegantes, suados e satisfeitos.


Nj: — Eu quero você na minha casa, hoje a noite, para darmos continuidade disso aqui. - ele respirava com dificuldade e estava mais gostoso do que antes.


Eu sorri e confirmei com a cabeça.


Nj: — Ótimo! - sorriu


— Temos que nos limpar e nos vertir novamente... - fiz menção de levantar mas ele me segurou firme em seu colo, abraçando minha cintura. — Nam...


Nj: — Vamos ficar só mais um pouquinho assim, hum?! - ele voltou a me beijar, agora mais suavemente, muito diferente dos beijos anteriores, mas perfeito igualmente.


Sorrimos entre o beijo e ele sussurrou.


Nj: — Aproveita que hoje é o seu dia... 


Notas Finais


PS: Orgasmei

Ooh aqui em casa hein Namjoon hehehehe 😏🤤


Minha fic do Namjoon nenéns:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/amor-colegial-18998263


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...