1. Spirit Fanfics >
  2. One-Shot de Academia Lawrence >
  3. Único

História One-Shot de Academia Lawrence - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Meu primeiro One-Shot! Espero que gostem :D

Capítulo 1 - Único


Laura POV.

Eu estava esperando o chato do Kaique pra vir na minha casa, nós tínhamos que fazer um trabalho em dupla da feira de ciências e estava sozinha. Depois de meia hora eu escutei uma batida na porta, era ele que havia chegado.

-Por que você demorou tanto?!

Eu indaguei impaciente.

-Calma, eu tive um emprevisto no caminho

-E eu posso saber o que aconteceu?

-Er... Nada não

-Vamos fazer o trabalho logo

-Agora não, tô com fome

-Tá, vou procurar algo nos armários

Eu peguei o Kaique pela mão e levei ele para a cozinha, procurei e achei um pacote de bolachas fechado.

-Serve?!

-Tá

Ele falou pegando o pacote da minha mão.

-Mas eu queria comer uma outra coisa...

Ele sussurrou para mim no meu ouvido, e eu fiquei corada, só eu que achei que ele falou em outro sentido?

-Q-que coisa??

-Melhor você nem saber...

-Já podemos fazer o trabalho?

-Sim

Nós caminhamos até o meu quarto, mas o Kaique tropeçou e caiu em cima de mim, me beijando logo em seguida. Eu pensei em escapar daquele beijo, mas estava tão bom que acabei desistindo disso, então eu fiquei ali, deixando ele me dominar.

Ficamos se beijando por alguns minutos, e eu senti uma ereção surgindo em Kaique enquanto ele me colocava em seu colo. Ele logo se afastou do beijo e se levantou calmamente. Eu também me levantei, mas senti as mãos bobas do Kaique envolvendo minha cintura e me fazendo sentar na cama.

-Uau! Não sabia que você tinha tanta pegada

-Melhorei bastante desde a última vez, gostou do beijo?

-Er... Sim

-E você não quer mais?

-E-eu

Tinha ficado muito envergonhada com aquela situação e Kaique passou suas mãos sobre minhas nádegas. Aquilo me deu a coragem necessária para aceitar a sugestão.

-Eu aceito!

-Que bom

-Espera só um pouco

Falei enquanto pegava o preservativo.

-Ok

Após isso eu empurrei Kaique, o fazendo deitar na minha cama (de casal) e subir por cima dele. Então nós dois começamos um beijo feroz, logo me enchendo de excitação, enquanto sentia uma ereção ainda maior na calça de Kaique. Eu pedi passagem, e ele cedeu. Eu passeava com a língua em cada lugar de sua boca, coloquei uma das minhas mãos na nuca dele e me deitei por cima.

-Tá preparado?

Eu pergunto para ele.

-Sempre estive

-Você quem sabe...

Abaixei a sua calça, o deixando só de cueca, e tirei também a sua camiseta, mostrando o seu abdômen um tanto quanto sarado. Ele logo tirou o meu casaco, me deixando apenas de camiseta e calcinha. Resolvi ajudá-lo tirando o resto de minha roupa.

-Pronto para se ver sob o meu controle?

-Duvido que consiga

Ele falou me deixando ainda mais excitada. Eu tirei a sua cueca, e logo comecei a passar as minhas mãos lentamente sobre o seu membro, que aliás era muito grande e já estava ereto.

-Hmm, vejo que está animado para fazer isso comigo

Falei acelerando os movimentos.

-Ug! É...

-E que logo estará sob o meu controle

Acelerei um pouco mais os movimentos.

-A~~rg, tente se quiser

-Não vou tentar, vou conseguir!

Falei direcionando minha cabeça até o seu membro e comecei a lamber.

-A~~wng, sua...

Eu ri um pouco e fiquei lambendo suas bolas enquanto massageava o seu membro, lhe deixando ainda mais excitado.

-A~~rg, L-lAuRa~~~Aah

Comecei a chupar o seu membro enquanto olhava para ele. Então ele segura meu cabelo enquanto eu o mamava. Depois disso usei os meus seios para fazer uma espanhola. Ele tentava controlar os seus gemidos, mas isso só fez com que eu aumentasse ainda mais a intensidade, fazendo ele gemer meu nome e pedir por mais.

Eu enfiei todo o seu membro na minha boca e comecei a chupar, fazendo ele gemer mais alto ainda. Ele então, empurrou a minha cabeça para baixo, preenchendo minha garganta com o seu membro e fazendo uma garganta profunda. Eu revirei os olhos e comecei a lacrimejar, enquanto ele fazia os seus movimentos mais fortes ainda. Ele por fim, chegou ao orgasmo, me engasgando mais ainda com aquele líquido vindo em massa pela minha garganta, se espalhando pelo meu rosto e seios. Eu não consegui engolir tudo, cuspindo um pouco enquanto tossia, e Kaique finalmente tirou o seu membro da minha boca. Eu continuei a tossir e lacrimejar, enquanto ele ria da minha expressão, que era de irritada e confusa ao mesmo tempo.

-Kkkkk, então vemos que eu venci, não é mesmo?

-Não se deixe enganar, ainda falta muita coisa pra essa tarde chegar ao fim!

Falei lambendo o seu sêmen que havia cuspido, e aproveitando para dá uma última lambida em seu membro.

-Aliás, eu já citei que o seu gosto é muito bom?

-E o seu deve ser melhor ainda

Falou ele enquanto me fazia deitar ao seu lado, e subindo em cima de mim.

-Está certo, mas você não vai me dominar

Falei enquanto me ajeitava na cama, e corri a minha mão pelo peitoral de Kaique, chegando até o seu membro e apertando.

-Apenas me aguarde

Ele beijou a minha boca e então se dirigiu aos meus seios, lambendo e chupando os mamilos. Eu sentia sua língua quente lambendo os meus seios, ele fazia isso tão bem que não pude conter os gemidos. Ele continuou a lamber e chupar, só que com mais intensidade, e eu continuei gemendo.

-Hmm... Hora de experimentar se o seu gosto é melhor do que o meu

-Como quiser

Ele deu mais uns chupões no meu abdômen, então se direcionou a minha parte íntima. Ele começou a lamber a minha virilha, e então a minha vagina. Eu comecei a gemer seu nome, pedindo por mais, então ele também começou a chupar.

-A~~~wng... A-assim v-você me leva... A loucura a~~rg

Ele continuou a lamber, me fazendo gemer mais alto ainda. Eu já estava sentindo a loucura do prazer, quando ele de repente começou a penetrar a sua língua em meu interior, era tão quente que eu segurei o travesseiro em busca de gemer mais baixo, mas foi em vão. Eu acabei chegando ao orgasmo ali mesmo, molhando a cama e nós mesmos com aquele líquido quente.

-Eu estava certo sobre o seu gosto, mas ainda não acabou

Ele pegou o seu membro e estava prestes a enfiar dentro da minha vagina.

-Está pronta?

-Espero...

Ele colocou o seu membro dentro de mim, então começou a dá leves estocadas, aumentando aos poucos a velocidade e fazendo com que saísse sangue.

-Não sabia que você era virgem

-A~~wng, Kaiqu~~eee

Respondo louca de prazer, e como consequência, ele começou a dar estocadas mais rápidas e mais fortes, me fazendo arquear as costas e gemer descontroladamente. Nós começamos um beijo quente durante o ato. Abafando a maioria dos meus gemidos e fazendo com que ele soltasse um "Eu te amo" sem querer. Eu digo o mesmo e ele logo começa a dar mais estocadas, até retirar o seu membro dali.

-A~~~wng

-Fique de quatro

-Aí! Você vai me foder todinha agora...

Eu falei ficando de quatro sobre a cama.

-Claro

Ele subiu em cima de mim e começou a enfiar o seu membro ali (no meu cu), deixando ele bem arrombado.

-Você é mesma apertada em...

-A~~wg! Percebi...

No começo eu senti dor, mas ela logo se misturou com o prazer que eu sentia. Eu só pensava em prazer, e meus instintos já estavam me controlando. Ele continuou fazendo com mais força, e o tamanho de seu membro dentro de mim já estava me deixando louca, então ele começou a enfiar dois dedos na minha vagina.

-A~~rg, Kaique, v-vai com c-calma

-Eu quero te ver sob o meu controle

Ele retirou os dedos dali e aumentou a velocidade, dando tapas em minha bunda e segurando meu cabelo, depois começou a chupar e morder meu pescoço enquanto pegava nos meus peitos. Deixando algumas marcas e tirando um pouco de sangue. Ele então me fez sentar no seu colo e continuou a dar estocadas, só que dessa vez mais fortes e mais intensas.

-A~~~rg, isso é tão bom...

Logo depois fiizemos a posição 69, e então só me ajeitei em seu colo novamente e ele continuou a dar estocadas fortes. Eu já estava completamente louca de prazer nesse momento, gemia o nome de Kaique e pedia por mais, ficando toda molhadinha.

-Laura, a-acho que vou...

Ele nem terminou a frase e eu senti o seu sêmen dentro de mim, e acabei gemendo alto. Depois ele finalmente tirou o seu membro dali e eu fiquei parada, ainda ofegante com a língua de fora.

-Ah Laura, você é simplesmente perfeita

Falava enquanto deslizava a sua mão pelo meu corpo. Eu ainda sentia o seu sêmen escorrendo pelas minhas coxas, e a sensação de estar estragada por dentro.

-Em compensação, eu tô toda fodida

Eu falei me deitando com dificuldade.

-Não se preocupe, eu vou cuidar de você

-Acho bom

Eu apoiei a mão sob o peitoral de Kaique e adormeci enquanto ele alisava o meu cabelo, com nós dois cobertos pela coberta.

Elias POV.

Eu cheguei na casa da Laura com o restante do nosso grupo (Bryan, Gabriel, Konrado, JP e a Elly) para ver como estava ficando o projeto deles, mas vi os dois dormindo cobertos, com as suas roupas no chão.

-Sabia que um dia eles ficariam juntos

Laura POV.

Eu acordei com Kaique entre as minhas pernas e então acabei acordando-o

-Acorda dorminhoco!

-Eu já estava acordado

-Sei

-Ah Laura, parece até que estou sonhando, e se isso for realmente um sonho, não me belisque agora

Eu expresso um sorriso em meu rosto.

-Ok, mas então, não acha melhor nós tomarmos um banho?

-Sim, vai você primeiro

-Tô indo baiano

-Ei! E-eu, eu não sou...

Bati a porta do banheiro rindo e fui direto para o banho.

-Tem mais um espaço aqui?

Ele falou enquanto entrava no banheiro.

-Vem logo!

Ele entrou no chuveiro junto comigo, então ele me colocou contra a parede e me beijou.

Eu amo esse garoto, mesmo ele sendo um chato.

Segunda-feira.

Fui para a escola ansiosa para me encontrar com o Kaique, pois tínhamos começado a namorar, até que eu avisto ele e corro para abraça-lo.

Logo depois, eu me lembro do trabalho em dupla, e parece que ele também se lembrou.

-A gente não tem nenhum trabalho para apresentar, né??

-Tirando o que fizemos ontem, não

Nós rimos juntos e fomos para a sala de aula sem trabalho mesmo.


Notas Finais


Obs: Konrado, JP e Elly são os novos membros do grupo, que recebeu o nome de Jovens Vagabundos / Elly é o apelido da Elen.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...