História One shot Naruto - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 73
Palavras 1.695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sakura x kakashi

Capítulo 1 - Desejos carnais


Fanfic / Fanfiction One shot Naruto - Capítulo 1 - Desejos carnais

 Sakura acordará assustada, a mesma se sentia observada, a garota olha em volta em busca de algo suspeito, sua respiração estava acelerada mas a mesma tentava manter sua calma.

Após percorrer toda extensão de seu quarto com os olhos a mesma voltou a se deitar, agora a mesma já não conseguia mais dormir.

A mente da rosada viajava por conta dos últimos acontecimentos da sua vida, ja se fazia um bom tempo que Sasuke Uchiha teria ido embora da vila, mas já não era isso que ocupava sua mente, o verdadeiro problema era seu sensei, Kakashi Hatake, o homem de quem a mesma sentia uma grande admiração - mas não só isso, como também um grande desejo sobre o mesmo-.

E esse era seu maior problema, Haruno não achava certo tal pensamentos com um homem mais velho, e ainda por cima seu Sensei! A mais ou menos um mês antes quando Sakura tivera seu primeiro pensamento sexual com o mais velho ela disse há si mesma que devia impor um fim neste caso, assim então evitando o mesmo, para a pequena garota essa era a melhor coisa a ser feita.

Ela não esperava que não passasse disso, como uma adolescente de 17 virgem e com sua grande criatividade era normal a mesma ter pensamentos impróprios, certo?

Só que a mesma não esperava que Hatake possuía sentimentos pela garota, podendo dizer assim que era algo recíproco.

Quanto a garota estava quase pegando no sono escutou novamente um barulho em seu quarto, a ninja então se levanta rapidamente pegando uma kunai.

Seus olhos se arregalaram, o homem que insistia pesar sua mente estava lá, sentando com um rosto pleno em sua janela.

- S-sensei...- a rosasa abaixou sua arma, seu coração pulava.

O que ele estava fazendo lá a essas horas?

- Boa defesa, Sakura. - o grisalho disse em um tom brincalhão, o mesmo estava se divertindo com a visão da garota em um pijama um tanto sexy.

- O-oque o senhor faz aqui? Aconteceu alguma coisa??- ela se preocupou, não era algo normal ter visitas de seu sensei a essas horas.

- Hmm, ó não, não, eu apenas queria conversar com você, se importa que eu entre, Sakura.- ao ouvir seu nome sendo pronunciado de forma lenta na voz rouca de Kakashi a Haruno estremeceu.

- Claro, fique a vontade, sensei.- Sakura saiu em disparada até seu roupão, estar de forma tão íntima aos olhos dele a envergonhava, mas algo imprevisto aconteceu, Kakashi parou em frente a mesma.

O olhar sensual e penetrante a deixavam hipnotizada.

- Tudo bem, querida, pode ficar assim, eu não me importo- a garota arregalou seus olhos pelo apelido carinhoso.

Sakura abaixou seus olhos enquanto sentia seu rosto queimar.

- V-você quer beber algo, sensei?- ela tentava mudar de assunto.

O mais velho sorriu por de baixo da máscara, e inclinou-se para manter seu rosto próximo ao da pequena.

- Não obrigada, querida. Aliás seus pais estão? - disse ele começando a rodar seu quarto enquanto observava os detalhes, havia fotos da rosada por toda parte, com seus amigos e até mesmo com Sasuke, o que deixava o Hatake com um nó em sua garganta.

- Meus pais? Eles tiveram uma missão e precisariam sair por um tempo.- o pequeno pontinho rosa disse, estava envergonhada por ver hatake observando suas coisas.

- A, então está sozinha? - olhou-a de canto, vendo a reação da menina ao escutar sua frase.

- Hum, pode se dizer que sim.- ela viu o grisalho se aproximando da mesma novamente.

- Você parece distante ultimamente, vim falar sobre isso, o que aconteceu?- ele estava fingindo, sabia o que se passava na mente da mesma, não era idiota, e ele gostava das informações que tinha.

Sakura congelou, o que diria a ele? Ele sabia de algo?

- Haha, sensei, isso é coisa da sua cabeça, eu sou a mesma de antes.- disse rindo de forma nervosa, e tentando evitar contato visual.

Era uma cena fofa e engraçada aos olhos de Kakashi, que adorava ver a menina sem graça buscando uma resposta.

Até que a garota teve uma idéia, com que total certeza faria Kakashi acreditar.

- E-estou com saudades de Sasuke, sabe como gosto dele.- ela não estava mentindo em toda frase, sentia saudades se seu colega mas apenas isso, seus sentimentos pelo mesmo haviam morrido.

Mas escutar aquela frase saindo da delicada boca da Haruno fez algo em Kakashi sentir raiva, e então o fazendo agir.

Com rapidez ele prendeu Sakura na parede e abaixou sua marcará.

Antes que a mesma pudesse emitir qualquer surpresa ao ver o rosto da Kakashi pela primeira vez os lábios do mais velho tocaram os seus.

A garota sem saber como reagir então acabou apenas cedendo as carícias de seu sensei.

O beijo rápido e selvagem e cheio de desejo da parte dos dois estava por acontecer e aumentando sua intensidade cada vez mais.

As mãos curiosas da menina subiam pelas costas e cabelo do Hatake, enquanto ele segurava sua nuca com cuidado e sua outra mão percorria a lateral do corpo da rosada.

A camisola macia e fina permita que Kakashi sentisse as curvas da pequena menina, ele puxou uma de suas pernas - e que belas pernas - para que ela entrelaçasse seu corpo ao dele, e assim aconteceu.

Prensada contra a parede e com sua intimidade coberta apenas por o fino tecido se sua calcinha Sakura podia sentir o corpo de Kakashi tocando o seu.

Hatake desceu os beijos pelo pescoço da garota, escutando-a gemer baixinho " sensei", aquilo deixava o maior excitado, ele queria Sakura para si, fazê-la sua e ao mesmo tempo castiga-la por ter o feito sentir ciúmes, a ideia de punila era interessante.

Ele começou a andar com a mesma sobre seu colo até a cama, onde a deixou delicadamente sobre os lençóis.

A visão da rosasa com sua camisola até a cintura os lábios e bochechas avermelhados era algo maravilhoso.

Antes de continuar seu ato Kakashi a olhou, ele precisava saber que a mesma estava de acordo.

- Você realmente quer? Sei que essa é sua primeira vez e tomarei cuidado, mas eu também quero ser bruto.- com um sorriso malicioso a Haruno fez assentiu.

Kakashi sorriu, a sua garota finalmente seria sua.

Ele abaixou as alças do seu pijama o tirando por completo, era uma visão linda, Sakura que era muito insegura sobre o seu corpo tampou seus seios.

Kakashi tirou seu braço com delicadeza e então segurando as mãos pequenas da garota sobre sua cabeça. Ele se aproximou sorrindo até a orelha da pequena menina embaixo de si.

- Você é a coisa mais linda que eu já vi.- Ele beijou sua bochecha, seu pescoço até chegar no local de seus seios, o mais velho a encarou, queria ver sua reação, e então abocanhou o seio direito dela.

Sakura gemeu, aquilo era uma sensação nova mas tão boa, Kakashi ainda segurava suas mãos enquanto fazia o trabalho, sua língua quente passava por seus seios até que ele a mordeu, Sakura deixou sair um grande gemido, oq fez Kakashi sorrir, ele fez a mesma coisa com o outro, sua mão então desceu até entre as pernas da sua menina.

Com facilidade ele rasgou sua calcinha, e então podendo sentir a buceta encharcada que ali se encontrava, Sakura gemeu alto novamente quando os dedos habilidosos de Kakashi encontram seu clitóris.

O homem então sorriu, colou Sakura de quatro de forma que ficasse totalmente exposta a ele e prendeu as mãos da mesma com sua camisola.

Com força ele levou sua mão até a bunda da mesma, a pele esbranquiçada da mesma rapidamente ficou vermelha e com a marca de seus dedos.

- Aaaaa, s-sensei, isso dói- por mais que aquilo tivesse deixado Sakura ainda mais excitada.

Hatake começou a masturba-la, fazendo com que ela ela gritasse de prazer.

- estou te punindo, querida, pelo oq disse mais cedo sobre o Uchiha, quero que se desculpe.

- D-desculpa - Sakura foi interrompia por outro tapa forte, a pequena gemeu novamente, aquilo era tão bom - desculpa s-sensei.

Kakashi sorriu e apertou a bunda avermelhada da menina. Tirou sua roupa e a desamarrou a deitando de costas novamente, seu rosto estava vermelho e com algumas lágrimas mas ela ainda mantinha um olhar de desejo, o que significava que ainda estava gostando.

Sakura percorreu o corpo do mais velho e encarou um tango assustada seu membro ereto.

-Sakura, você realmente quer?

- Sim, sensei.- disse o abraçando, Kakashi então se encaixou e começou a empurrar devagar, não queria machucala, Sakura se remexeu um pouco com um pequeno desconforto, Kakashi a beijou enquanto abraçava seu corpo e penetrava a garota, assim que sentiu a sua barreira ser quebrada Sakura parou o beijo para soltar um gemido se dor, Kakashi passou a mão em seu rosto a tranquilizando.

Kakashi terminou de empurrar seu membro e esperou alguns segundos, enquanto escutava a respiração pesada da Haruno, estava difícil se controlar, a garota era quente e muito apertada, mas ele entedia que precisava ter calma.

A rosada estava com dor mas então logo sentiu uma sensação, e ela queria mais, mexeu seu quadril em busca daquela sensação boa, Kakashi começou a se movimentar também, Sakura podia escutar seus gemidos roucos, ter ele dentro de si era algo tão bom, aquele amor ardente e proibido deixava a situação toda mais gostosa.

Kakashi colocou uma perna da rosada sobre seu ombro e passou a beijar sua pele, o cheiro doce que a mesma transmitia era algo tão bom, ele acelerou seus movimentos enquanto Sakura revirava seus olhos de prazer, sua perna estava tremendo e os dois sabiam o que aquilo significava, a respiração ofegante dos dois e os gemidos ficavam cada vez mais alto, Sakura então se derreteu por inteira, havia chegado ao seu limite, enquanto Kakashi a fodia com força, em uma última estocada ele liberou seu prazer caindo cansado sobre o corpo de Sakura.

Ela o abraçou com força, aquilo havia sido tão bom que não tinha forças para mais nada.

- Eu amo você, Sensei.

- Eu te amo, Sakura.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...