1. Spirit Fanfics >
  2. One-shot Park Jimin >
  3. Bônus

História One-shot Park Jimin - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Sorry pela demoraaa kkk❤

Enfim, fiquem ai com um bônus do nosso maravilhoso Jimin :)
(Talvez o prox One-shot será do Jin!)

Capítulo 2 - Bônus


Fanfic / Fanfiction One-shot Park Jimin - Capítulo 2 - Bônus


- Você não vai se vestir? - Pergunto para Jimin após colocar meu vestido e o ver deitado na cama, me olhando com um sorriso de canto.

- Claro que vou - Ele bagunça seus cabelos e se levanta, vindo até mim. - princesa. - fala perto do meu ouvido e sorri sapeca.

- Então anda logo. - Coloco meu dedo em seu peito o afastando, então o mesmo segura em minha mão e aproxima seu rosto do meu, mas antes de seus lábios tocarem o meu, desvio sorrindo. 

- Ama me provocar né. - Jimin diz sorrindo de leve e eu apenas o olho convencida.

- Mas é claro. - O respondo maliciosa e vou até um espelho que tinha ali, arrumando meu cabelo. 

- Engraçadinha. Espera só. Vai ter volta... - Dita me observando mordendo os lábios, e logo vai até suas roupas. 


...


- Bom, vou ver se acho minha amiga. - Falo após eu e Jimin descermos as escadas e indo de encontro ao tanto de pessoas q estavam na festa.

- Bem, olha ela aí. - Jimin fala e eu olho para o lado, vendo Thafines vindo até nós. 

- humm pelo jeito vcs se conheceram melhor... - Thafines fala apontando para nós dois sorrindo se um jeito malicioso. 

- Digamos que eu ajudei sua amiga em uma coisinha. - O garoto ao meu lado retribui minha amiga com o mesmo sorriso.

- Ai Deus..- Falo revirando os olhos mas logo dou um sorriso. 

- E ai? Gostou do Jungkook? - Jimin pergunta para Thafines, que o olha no mesmo instante. 

- Ah sim. Ele é um ótimo cara. - Sorri. - Vcs se conhecem?

- Sim, somos amigos.- Fala simples.

- E onde ele está? - Pergunto. 

- Ele teve que ir embora... maaasss, consegui o número dele. - Ela fala sorrindo levantando seu celular para cima. - Mas enfim, eu já vou, estou morta... - Dizia fazendo uma leve careta.

- Eu vou com vc. - Falo. Agora, nesse momento só quero tomar um bom banho e ir dormir. 

- Mas já...? Fica mais...- Jimin fala fazendo um biquinho.

- Eu estou cansada...- Dito.

- Tá. - Ele revira os olhos. - Então, se quiser de outra ajudinha, estou aqui. - Agora sorria sapeca. 

-.Sei disso. - Dou uma piscadela e vou até minha amiga, a puxando para andar.

- Ajudinha em? Sei... - Thafines fala e sorrimos.

Saímos da casa de Jimin e logo chegamos no nosso lar.

- Não vejo a hora de chegar na minha cama. - Thafines dita assim q adentramos, encontrando um Lucas triste e pensativo. - Lucas? 

- Ah, oi meninas. - Ele fala sorrindo de leve e logo seu olhar se direciona a mim.

- Tá tudo bem? - Tha pergunta enquanto fecho a porta e dou alguns passos em sua direção. 

- Tá sim. Eu só queria ter uma conversa com a S/N... a sós. - Eu e Tha nos olhamos estranhando esse pedido.

- S/N? - Ela me olha. 

- Tá tudo bem. - Assenti para a mesma e então ela se direcionou as escadas, logo subindo em passos lentos até que ficasse apenas eu e Lucas naquela sala. - Então? - Me aproximo e sento ao seu lado no sofá. 

- Bom, não quero pegar mt do seu tempo, vc parece bem cansada então... - Fala coçando a nuca.

- Bem, estou te ouvindo. 

- Olha... Você tinha razão. - Arqueio a sobrancelha.

- Sobre...?

- Que foi realmente eu que não te esqueci. - Ele fixa seu olhar ao chão. - Eu dizia que era você que não me esquecia, mas na verdade sou eu que não largo do seu pé. 

Disso eu já sabia, mas o que me deixou surpresa foi o fato dele ter enxergado isso, pois o mesmo sempre foi orgulhoso a ponto de não perceber seus erros, uma das coisas q eu odiava nele.

- Que bom q percebeu isso né. - Falo e ele me olha, logo sorrindo abafado.

- E percebendo isso, vi que ainda gosto de vc... - Ele fala. - Sinto sua falta...

Quem terminou nosso relacionamento foi o Lucas, ele tinha dito q não dava mais, que não sentia mais nada por mim. No começo eu fiquei mal, mas digamos que eu já superei então... n sinto mais nada por ele.

- Lucas... Eu fiquei mal quando tudo terminou, mas eu superei... e... não gosto mais de Você, não da mesma maneira que você gosta.

- Uau... - Ele sorri de leve, mas de uma maneira tristonha. - Eu entendo... Eu acho que sempre soube disso, mas não queria estar certo...

- Bom, agora você não precisa mais me "provocar" - Dito rindo de leve mas ele apenas me olhou cabisbaixo. 

- Me desculpa por isso...

- Tudo bem.

- Bem, vai ser doloroso tentar te esquecer, mas um dia eu consigo. - Ele se levanta. - Vou ficar só alguns dias aqui, então...

- Olha... - Me levanto e fico em sua frente.- Um dia você encontrará alguém. - Coloco minha mão em seu ombro e ele apenas assente com a cabeça e sorri de leve.

- Tá... então, acho q já vou subir. Você também deveria, pra  descansar.

- Ok. Boa noite. 

- Boa noite. - Fala rindo de canto e vai até as escadas.

Nunca esperei isso do Lucas. Ele me chamou pra conversar calmamente e ainda pediu desculpas... ele não é disso. Mas enfim, ainda bem q já está tudo resolvido entre nós, acho.

Decido ir ao meu quarto e chegando lá, tomo um banho e me jogo na cama, logo me aconchegando.

Meus pensamentos vão até Jimin e naquele momento em que o mesmo me levou ao céus. Acho que em toda a minha vida, nunca fiquei com um cara como Jimin; ele tem um beijo e uma pegada viciante. Ele faz qualquer uma ficar louca só pelo olhar, aquele olhar malicioso e sexy. 

Não demorando muito, meus olhos pesam e o sono vem.

...

- ACORDA! E LEVANTE! ESTÁ UM LINDO SÁBADO ENTÃO VAMOS APROVEITAR! - Thafines grita abrindo as janelas, clareando o quarto. 

- Anaooo só mais um pouco. - Cubro meus olhos, os quais estavam doendo pela claridade. 

- De jeito nenhum! Já são 1 da tarde. - Fala puxando meus lençóis.

- Tá cedo ainda. - Dito tentando me acostumar com a luz.

- Cedo?! - Ela ri falso. 

- Sim. E porque está me chamando? Hoje é sábado.... - Falo.

- Porque eu vou sair hj com Jungkook e quero que me ajude com a roupa.

- Sair? - A olho maliciosa. 

- Sim. - Ri - Ele disse que gostaria de me conhecer melhor... então eu aceitei.

- Você não é disso. - Mantenho meu olhar malicioso. 

- Eu sei, mas tem algo nele que me atrai. Não sei dizer.

- Está apaixonada?! - Falo surpresa e feliz ao mesmo tempo. 

- Bom, não sei. Mas agora você, me fala como foi com o gato do Jimin. 

- Não muda de assunto. 

- Eu já te falei... tenho vontade de o conhecer melhor. - Ela sorri.

- Sei... quero avalia-lo. - Dito autoritária e logo sorrimos.

- Taaa. Agora.... o Jimin. 

- Ah sim. Bem, a gente ficou. 

- Sabia! - Ela ri. - E como foi?

- Sério que quer os detalhes? - A olho arqueando a sobrancelha. 

- É... melhor não. - Faz uma cara de nojo e logo ri.

Contei mais um pouco sobre aquela noite, a parte da tal "ajuda", para Thafines e ela me falou um pouco sobre o Jungkook. A maneira que ela falou dele foi tão sincera e cheia de sorrisos bobos... é, acho que minha amiga está apaixonada. 

Bem, ajudei minha querida amiga a se arrumar e como sempre, ficou linda. Logo depois Jungkook chega e bem, ele realmente parece ser um cara legal, e é muito bonito também. O mesmo disse que a qualquer dia, todos nós saímos juntos, e brincou dizendo sobre encontro de casais: ele e Thafines, eu e Jimin. 

Bem, não recusaria o pedido, mas acho que eu e Jimin não somos um casal, só ficamos uma vez e ele também parece ser do tipo que não fica só com uma; e eu comecei a ser assim, nada de relacionamentos sérios por enquanto. 

Lucas saiu e não disse pra onde, então está apenas eu e algumas pessoas que trabalham nessa casa aqui. E "aproveitando" esse sábado, está eu aqui com um pote de sorvete assistindo um filme qualquer e jogada no sofá. 

Estava tudo bem, até a campainha ser tocada. Maria, umas das pessoas que trabalham aqui, foi lá e atendeu. 

- Olá! - Jimin brota do nada na sala.

- Oi!- Falei e sorri tentando disfarçar o susto. Agradeci a Maria e logo ela se retira, nos deixando  a sós. 

- Que situação... Tá em um dia ruim? - Ele pergunta e então logo percebo do que se trata. Me arrumo no sofá e deixo o sorvete de lado.

- Ah Não. - Sorri - É que n tenho nada pra fazer mesmo.

- Te entendo. - Ele senta-se ao meu lado. - Eu também não tinha nada de interessante para fazer, por isso vim aqui.

- Bem, acho que perdeu seu tempo porque aqui não há nada  - Dito rindo e ele me acompanha.

- Eu acho que não. - Agora ele me olhava com aquele olhar sapeca e cheio de malícia. 

O mesmo se aproxima de mim olhando diretamente nos meus olhos até que ele se afasta novamente, mas dessa vez ele segurava um pote de sorvete. Espera, meu pote de sorvete!

- Você... - Fico sem palavras e apenas o olho.

- Eu o que? - Faz cara de desentendido e toma um pouco do sorvete. 

- Esquece. - Reviro os olhos e pego o sorvete de suas mãos. - Folgado. 

- Nossa... - Faz um biquinho fofo e não me segurando começo a rir. - Mas enfim, quer fazer algo hoje? Quer alguma ajuda, não sei...

- Bem... - Mordi os lábios, ato que fez Jimin olhar diretamente para eles. - Eu acho que tenho que te falar algo. - Seu olhar agora é voltado aos meus olhos. 

- O que?

- Entre mim e o Lucas... já esta tudo resolvido. - Dito isso, fui encarada por Jimin, sem uma expressão exata.

- Vocês... como assim? Poderia ser mais específica? Por favor. - Ele sorri divertido. 

- Digamos que já tá tudo resolvido entre nós. Pelo que conversamos, ele vai me deixar em paz, parar de ficar em cima de mim.

- Aah sim. Então isso quer dizer que não precisará mais de mim. - Jimin disse e estranhamente me senti um tanto triste por isso. 

- Mas isso não quer dizer que nunca vamos nos ver novamente.- Sorri para ele que me secou satisfeito. 

- Tirou as palavras da minha boca. - falado isso, o platinado avançou em meus lábios iniciando um beijo afoito e cheio de intensidade junto com várias mordidas em meus lábios inferior.

Deixei o sorvete de lado e subi em seu colo, retribuindo seu beijo, sentindo seus lábios frios e doces por conta do sorvete. Minhas mãos foram pra sua nuca e depois para seu pescoço o arranhando levemente. 

- Você não sabe o quanto me excita. - Falou entre o beijo apertando minhas coxas, querendo aumentar nosso contato. 

Estava tudo uma maravilhosa, os toques, os apertos e mordiscadas no pescoço... estávamos quase passando pra "segunda parte" e podia acontecer ali mesmo naquele sofá, porém ouvi vozes vindo do lado de fora e rapidamente tentei me afastar, mas Jimin não facilitava nada as coisas.

- Jimin...- O chamei mas ele continuava com os beijos molhados em meu pescoço. 

- Que...- Fala sussurrando e ofegante. 

- Tem alguém vindo.

- Não...

- Jimin! - Ele agora me olhava e fez uma expressão de que também escutou vozes. Sai rapidamente de seu colo e tentei me recompor, assim como o ser ao meu lado.

- Então! - Thafines e Jungkook entrou na sala sorrindo e conversando divertido. 

- Achei estranho isso. - Jungkook gargalhava de um assunto ao qual somente os dois sabia do que se tratava.

- Pois é, e tamb- Ela para de falar assim que vê eu e Jimin os olhando. 

- Jimin? - Jungkook diz confuso.

- Oi! - o respondeu sorrindo. Olhei para minha amiga e ela me encarava segurando o riso. - Olá Thafines! - Ele sorri doce para ela que retribui. 

- Oi! Veio fazer companhia pra minha querida amiga? - Sorriu sapeca, disfarçadamente. 

- Claro! - Ele me olha - E ela adorou, sim? 

- Bom. - Coço a garganta mudando de assunto. - Se divertiram? Pelo que parece sim.

- Sim, muito. Thafines é uma bela garota. - Jungkook fala fofo e Tha fica sem jeito, o que deixa a cena engraçada. - É... Então, espero que não tenhamos atrapalhado algo...

- Atrapalhou si-

- Não. Não interromperam nada. - Falei cortando Jimin.

- Ta... - Jungkook e Thafines vão até o sofá e sentam no mesmo. 

- Então. Eu e Jungkook vamos em uma balada. Uma que seu amigo é o dono... qual é o nome dele mesmo? - Thafines fala  colocando a mão no queixo pensando.

- A do Yoongi? - Jimin a ajudou. 

- Sim! - Sorri - É essa mesmo. 

 - Isso. Vocês vão querer ir também? - Jungkook pergunta esperançoso. 

Eu e Jimin nos entreolhamos; até que não seria uma má ideia. 

- Eu topo! - Falo empolgada. - E você Jimin?

- Claro! Eu topo também. - Sorri doce e fofo; nem parece aquele cara que estava quase transando com uma garota no sofá, no caso, eu.

- Está marcado então! Hoje as 9 da noite. - Jungkook fala, mostrando seus lindos dentinhos de coelho.


...


- Foda-se, não vou esperar. - Jimin dita e então para o carro em uma rua escura e quase deserta. 

Eu e Jimin estavamos voltando da balada, digamos que todos os quartos de lá estavam lotados; então inventamos uma "desculpa" para Thafines e Jungkook e então viemos embora.

- Vem aqui. - Jimin me puxa e sento em seu colo.

- Não quer mesmo esperar até em casa? - Pergunto enquanto Jimin beija meu pescoço e deixando marcas me fazendo soltar uns leves gemidos de dor e ao mesmo tempo de tesão. 

- Não...- Diz e me olha sedento e faminto, como um animal que conseguiu pegar sua presa e está prestes a degusta-la ansiosamente. 

- Entendi. - Ri. 

- Você não sabe o quanto - Ele se aproxima do meu ouvido e continua sussurrando. - o quanto tava com saudade desse seu corpo... do seu cheiro... do seu gosto...- Ele morde minha orelha e logo vai passando sua língua pela minha bochecha até chegar nos meus lábios. 

- Você fala como se tivesse passado meses que ficamos. - Ri e o beijei.

- Pra mim foi. - rimos e então nos beijamos novamente, com intensidade. 

Nosso beijo era quente e afoito, cheio de tesão e vontade, era como se aquele fosse nosso último toque, ultimo encontro. Quando percebi, Jimin já levantava meu vestido, logo o retirando do meu corpo.

Suas mãos foram passeando pelo meu corpo até chegar em minhas coxas, em que ele não tinha dó de apertar. 

Parei o beijo para respirar um pouco e aproveitei para logo abrir o zíper da calça de Jimin.

- Olha como você me deixa, S/N...- Falou após ver seu membro já duro.

- Não tenho culpa se eu sou gostosa. - Disse rindo maliciosa.

- Tem razão. - Ri e morde os lábios. - Agora... rebola pra mim vai... bem gostoso.

- Seu pedido é uma ordem. 

Dito e feito, logo sou preenchida por Jimin, fazendo nós dois soltar gemidos manhosos em uníssono. Começo a me movimentar lentamente, deixando tanto eu quanto ele mais sedentos por mais.

Coloco minha cabeça na curvatura de seu pescoço e aumento o ritmo, criando sons eróticos que nos davam mais tesão; nossos gemidos, e até gritos vindo de mim, preenchia todo o veículo que mesmo com os ar condicionado ligado, o calor predominava o ambiente. 

Depois de mais um tempo, chegamos ao nosso ápice, cansados e ofegantes. 

- Caralho... isso foi tão... tão... - Disse procurando as palavras. 

- Gostoso. - Ele termina e rimos. Dou um beijo em seus lábios doces e carnudos e saio de cima do mesmo, logo colocando meu vestido.

- Você vai me viciar em você. - Dito e encosto a cabeça no banco, olhando pra cima procurando o ar que ainda me faltava.

- Então estou no caminho certo.- Ele ri sapeca enquanto fechava sua calça. 

De repente na janela de Jimin, aparece uma luz e logo alguém bate no vidro. Nós nos olhamos surpresos até que Jimin devide abrir a janela. 

- Boa noite. - Um policial fala nos olhando estranho. - Ta tudo bem por aqui? Algum problema com o carro?

- Boa noite.- Jimin disse. - Ah não, tá tudo bem. Aliás, já estamos de saída. 

- Ah sim. Então tá ok né?

- Sim sim.

- Ok. Tenham uma boa noite jovens. - Ele diz e se retira. Eu e Jimin nos olhamos e começamos a rir.

- Foi culpa sua Jimin, que para no meio do caminho pra transar.

- Era só eu né, que queria. - Ele dita rindo após dar partida no carro. 

- Ok ok. - Ri. - Estamos chegando já? Depois disso, fiquei cansada.

- Cansada? - Ele balança negativamente com a cabeça. - Você acha que isso já acabou? Está enganada. - Ele me olha e sorri malicioso. 

- Então... um segundo round? - Ri sapeca. 

- Sim, um segundo round. 





Fim.













Notas Finais


Foi isso anjos kkk
Até mais e me desculpem qualquer erro kkk
Enfim, se cuidem bastante em!
Ate mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...