1. Spirit Fanfics >
  2. One Shots - Snowbarry >
  3. Machucados

História One Shots - Snowbarry - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Machucados


Fanfic / Fanfiction One Shots - Snowbarry - Capítulo 12 - Machucados

O meta-alarme disparou e Barry entrou no córtex, Caitlin e Cisco já estavam tentando encontrar a fonte do alarme.

"Um meta com... super força, oh garoto, isso vai ser divertido, escapou das alturas de ferro." Cisco disse preocupado.

"A caminho." Barry disse quando ele vestiu seu terno antes de parar para beijar Caitlin.

"Tome cuidado, tudo bem? Se você precisar de apoio, nós estaremos lá." Ela disse e ele assentiu antes de correr.

Poucos minutos depois, Barry estava lutando contra o meta. 

De volta ao laboratório; Caitlin e Cisco estavam ouvindo tudo.

Eles podiam ouvir os sons de Barry se movendo em super velocidade e socos, muitos e muitos socos, seguidos pelo som dos ossos quebrando e um grito alto, era de Barry, ele estava machucado.

Caitlin podia ver seus sinais vitais enlouquecendo. “Barry? Barry, você está bem?" Ela gritou pelo o comunicador.

Mas nada de Barry podia ser ouvido no final e ela ficou preocupada. "Cisco, precisamos  ir buscá-lo."

Ele estava prestes a abrir uma brecha quando Barry entrou no corredor e imediatamente caiu inconsciente.


🌼🌼🌼


Imprudente.

Ele tinha sido imprudente.

Esse é o último pensamento que passa pela cabeça de Barry antes dele atingir o chão e tudo ficar escuro.

Lentamente ele volta, mas mantém os olhos fechados por um momento, avaliando a atmosfera. Ele sabe que está de volta à ala médica, suas costas estão deitadas na maca com tanta frequência ultimamente que reconheceria a sensação em qualquer lugar. Se ele abrisse os olhos veria que a sua imprudência causou-lhe dor mais uma vez, ele subestimou o meta com quem lutou, depois de todos esses anos, sem necessidade de esperar por backup ou algo assim. Ele cometeu esse erro tão estúpido. E agora ele se machucou.

Ainda assim, ele não consegue sentir nada ligado ao corpo, não conseguiu ouvir o bipe do monitor cardíaco, afinal não deve ter sido tão ruim assim. Ele suspira por dentro, preparando-se para encontrar Caitlin com raiva. Lentamente, não, apreensivo, ele abre os olhos.

Imediatamente ele pôde ver que Caitlin não estava feliz, ela sempre odiava quando ele fazia isso. "Cait, me desculpe"

"Por que você não pediu ajuda, você poderia ter morrido". Ela disse com raiva.

"Mas eu o peguei no final e estou bem, graças a você." Ele tentou pegar a mão dela, mas ela se afastou.

"Eu não posso continuar com isso, já faz mais de uma semana que isso vem acontecendo, você sempre está distraído com coisas besta, você quase morreu Barry e eu não posso suportar isso. Eu já perdi o homem que amei uma vez e não vou passar por isso novamente, você precisa parar de correr riscos assim." Ela estava tentando o seu melhor para não se derramar em lágrimas, mas alguns ainda fizeram o seu caminho até as bochechas.

"Cait, eu..." Ele tentou explicar por que ele estava sendo tão imprudente e distraído nos últimos dias, mas foi abruptamente cortado por ela.

"Tudo bem Barry, talvez essa coisa entre nós realmente não foi uma boa ideia, você só vai se matar e eu quem vou sofrer tudo de novo." Ela praticamente gritou com ele antes de sair do quarto.

Barry ficou parado ali em silêncio, ele estava olhando para onde ela estava parada momentos antes, o olhar em seu rosto dizendo mais que mil palavras. Ele não podia acreditar no que ela acabou de dizer.

Cisco, que havia testemunhado tudo isso do canto da sala, aproximou-se e pôs a mão no ombro de Barry. "Olha cara, ela está com raiva de você, mas você a conhece. Dê a ela algumas horas a ela e tudo ficará bem."

No entanto Barry não reagiu, ele sabia que ela queria dizer cada palavra do que ela disse. Caitlin sempre foi verdadeira com seus sentimentos. E mesmo machucado sem dizer uma palavra, ele correu.


🌼🌼🌼


Como Cisco previu algumas horas depois, Caitlin estava de volta. Ela ainda estava com os olhos inchados provavelmente pelo choro e parecia preocupada.

"Onde está Barry?" Ela perguntou ansiosa.

"Uh, eu não sei, eu pensei que ele fosse tentar encontrar você." Ele disse parecendo confuso.

Ela balançou a cabeça. "Eu tentei ligar para ele, mas ele não responde. Ele disse alguma coisa antes de sair?"

"Bem, depois do que você disse que ele ficou aqui por um tempo, ele parecia muito chocado, e então ele saiu correndo." Cisco explicou. "Mas eu não sei para onde ele foi, ele não disse nada."

Ela se sentou e começou a chorar novamente. "Eu não quis dizer o que eu disse antes, só estava com medo de perdê-lo, Cisco. E agora ele provavelmente me odeia."

Ele se sentou ao lado dela e a abraçou. "Então diga isso a ele. Ele vai entender, ele te ama Caitlin." Ele disse.

"Como vou fazer isso?" Ela disse soluçando. "Ele nem atende minhas ligações e eu procurei em todos os lugares, não consigo encontrá-lo."

Foi quando Cisco começou a digitar alguns parâmetros de pesquisa no computador e em alguns minutos localizou o telefone de Barry.

"Ele está em... Coast City?" Cisco disse surpreso. Porque Barry tinha ido tão longe.

Caitlin deu a ele um olhar suplicante e ele simplesmente assentiu e abriu uma brecha.

Ela saiu do outro lado e o que viu quebrou seu coração.

Barry estava sentado na praia, olhando para o pôr do sol, com lágrimas nos olhos. Ele estava chorando e parecia que todo o seu mundo tinha acabado.

"Barry?" Ela perguntou quando se aproximou para mostrar sua presença, mas ele não reagiu. Quando ela se aproximou um pouco mais, ela podia ver que algo estava na areia a poucos centímetros a frente dele.

Ela tentou identificar o objeto e notou que era um anel. Ela olhou para ele em choque por alguns segundos. ‘Ele ia pedi-la em casamento?’ , pensou ela.

E foi aí que Barry falou. "Eu estava querendo perguntar a você, bem aqui." Ele deu a ela um leve sorriso sonhador porém um pouco triste.

"Eu ia lhe convidar para vir em um piquenique para que pudéssemos assistir ao pôr do sol e então eu ia..." Ele parou quanto pensou no que ela disse a alguns horas atrás, e ficou em silêncio.

Ela se sentou ao lado dele e pegou a mão dele na dela. "Barry, eu sinto muito pelo que eu disse antes. Eu estava com tanto medo que eu poderia perder você e eu..."

Ela começou a chorar e o abraçou, ele ficou um pouco surpreso, mas ele abraçou de volta. "Eu te amo." Ela sussurrou baixinho.

Eles ficaram sentados, envolvidos nos braços um do outro pelo que pareceram horas.

Depois de um tempo, Barry se afastou, pegou a caixinha e abriu-a, novamente revelando o belo anel de diamante. "Eu sei que não é assim que eu imaginei, com o pôr do sol e tudo mais, mas..."

Ele ficou de joelhos. "Eu amo você, Caitlin Snow. E eu quero passar o resto dos meus dias com você. Você quer casar comigo?"

Ela estava completamente perdida por palavras, ela não podia nem dizer um simples 'sim'. Então ela pulou em seus braços e o beijou.

"Então é um sim, eu presumo." Ele disse sorrindo enquanto deslizava o anel em seu dedo.

Eles decidiram ficar por mais algum tempo e aproveitar o belo céu noturno.

"É lindo." Ela disse olhando para as estrelas.

"Sim, é Dra. Snow." Ele disse, mas em vez de olhar para o céu, ele estava olhando para ela. Com as estrelas refletindo em seus olhos e a luz da lua brilhando sobre ela, ela parecia um anjo enviado do céu.

Ela corou quando percebeu que ele não estava falando sobre as estrelas.

Eles ficaram sentados por quase todo o resto da noite, abraçados e observaram uma ocasional estrela cadente passar. Enquanto cada um fazia seu pedido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...