1. Spirit Fanfics >
  2. One-shots e histórias (traduções e minhas próprias) de novo. >
  3. Bakugou BL: Desculpa...?

História One-shots e histórias (traduções e minhas próprias) de novo. - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


..... Essa foto.... Eu.... Nós.... Nós amamos infinitamente!!!!(●♡∀♡)

Capítulo 32 - Bakugou BL: Desculpa...?


Fanfic / Fanfiction One-shots e histórias (traduções e minhas próprias) de novo. - Capítulo 32 - Bakugou BL: Desculpa...?

AU - Nenhum


Quirk - não importa


~ POV do leitor ~


Eu vejo Bakugou enfurecer com raiva seu curry enquanto seu amigo Kirishima continuamente lhe faz perguntas sobre sua vida pessoal. Se você conheceu Bakugou, então você sabe o quanto ele odeia quando as pessoas tentam mas em sua vida. Especialmente quando é algo que ele prefere manter em segredo, assim como nosso relacionamento. Na verdade, era meio engraçado como a personalidade dele dava um total de 180 graus quando éramos apenas ele e eu sozinhos, ele gosta de fingir que é o cara mais durão do mundo, mas quando estamos sozinhos, ele não é nada além de um menino suave.


Bakugou adorava sentar no meu colo e acariciar tanto que parecia um gato de colo!



"Oi! O que você pensa que está olhando ?!" Bakugou grita comigo, finalmente percebendo o fato de que eu não estava comendo, mas olhando para ele intensamente.


"Nada" eu respondo com uma voz monótona que é quase parecida com a de Todoroki, minha atenção vai para a conversa que Midoriya e Uraraka estão tendo. Eu podia ouvir o bufo zangado da minha adorável loira daqui enquanto ele murmurava "foi o que eu pensei"




~ X ~


Deitei no chão do meu dormitório com preguiça de me preocupar em fazer minha lição de casa quando uma batida na minha porta chamou minha atenção.


"Quem é esse?"


"Eu" A voz de Bakugou entra pela minha porta, eu me viro de barriga para baixo e abro a porta.


Bakugou entra e eu fecho a porta atrás dele, nós nos encaramos por um bom minuto antes que a loira Pomerânia que chamo de meu namorado envolva seus braços em volta do meu torso me prendendo em um abraço. Eu limo e envolvo meus braços (finos / musculosos) em torno dele enquanto ele se aninha no meu peito quase ronronando como a porra de um gato.



"Desculpe pelo almoço" Ele se desculpa, sua voz abafada


"Não se preocupe com isso, coelho" Eu o tranquilizo usando seu apelido favorito, pude sentir seu aperto ficar mais forte, o que significava que ele estava agora confuso. Nós nos movemos para a cama para que pudéssemos nos abraçar adequadamente e ele mais uma vez se sentou no meu colo, coloquei minha cabeça na dele e ficamos assim por alguns minutos.




"Ei (S / N)"


"Sim, coelho?"


"Fiquei me perguntando se..."


"Sim?" Eu digo novamente, dizendo a ele para continuar


"Eu ... hum" Ele respira fundo antes de me empurrar de repente para a cama "Eu quero fazer isso!" Seu rosto estava completamente vermelho devido ao constrangimento, embora ele fizesse isso com frequência. Se ele quisesse fazer sexo, simplesmente me deixaria saber, houve alguns casos em que ele me puxou de lado nos corredores e fizemos sexo dentro da sala de aula vazia mais próxima.


Ele se inclina e me beija apaixonadamente enquanto, ao mesmo tempo, esfrega sua bunda contra o meu pau vestido, minhas mãos viajam por seu corpo até que estejam colocadas em seus quadris. Nosso beijo fica mais agressivo quando eu enfio minha língua em sua boca e começamos a trocar saliva, pelo jeito que seu corpo tremia eu pude perceber que ele já estava começando a sentir prazer com nossas ações. Eu nos viro, então estou pairando sobre ele e ele emaranha as mãos no meu cabelo (H / C), correndo os dedos pelas minhas mechas (H / L) enquanto nossas línguas continuam a se enredar.


Minhas mãos deslizam por sua camisa muito lentamente até que eu estava tocando seu peito bastante grande, um gemido escapa de sua boca e em nosso beijo quando eu belisco um de seus mamilos. Eu finalmente interrompi nosso beijo, deixando meu namorado ofegando por ar por quanto tempo durou.


Eu removo sua camisa de seu corpo e beijo seu peito, lambendo um dos botões eretos. Ele suspira e arqueia as costas.


"Você é tão sensível, coelho ~" Eu ronrono, mas a única coisa que sai de sua boca é um gemido


Eu continuo a brincar com seus mamilos, envolvendo meus lábios em torno de um deles e chupando. Mais gemidos e gemidos saem de sua boca e ele começa a se esfregar em mim novamente como uma forma de pedir mais, e eu, querendo agradar meu namorado, dar mais a ele. Abaixando suas calças e boxers para que ele ficasse completamente exposto para mim, e eu pudesse ver e cheirar a umidade vindo de seu cu. Isso me fez querer destruí-lo.


Pelo olhar dele, eu poderia dizer que ele queria que eu ficasse nua, então é claro que para agradá-lo eu me despi também até que ambos estivéssemos expostos um ao outro, eu pude ver meu namorado babar e olhando meu pau.


Ele abre as pernas e eu me coloco entre elas, mas antes de realmente entrar nele, decidi brincar um pouco com ele primeiro.


"Bunny ~" Eu ronrono, ele choraminga "Me diga o que você quer ~" Eu ronrono


"(SY / N) Por favor, me foda ... ~" Ele geme baixinho, colocando seus quadris para cima


"Desculpe o que foi isso? Não estou ouvindo você, Bunny ~"


"(S / N) POR FAVOR, APENAS ME FODA JÁ !! ~" Bakugou grita comigo em um tom frustrado


"Como desejar, Bunny ~" E com isso eu bato meu pau em sua bunda, ele instantaneamente derrete e arqueia as costas.


Já gritando meu nome, que eu amo e ele sabe disso, eu empurrei duramente nele, não lhe dando um segundo para se ajustar, que não importava, já que fizemos isso tantas vezes antes. Suas unhas estavam arranhando minhas costas enquanto eu esculpia suas entranhas com meu pau.


Ele estava tão apertado e quente por dentro que eu não pude parar o movimento dos meus quadris, suas pernas envolveram minha cintura enquanto altos gemidos e gritos saíam de sua garganta e saíam de sua boca. Os únicos sons que podiam ser ouvidos eram seus gritos altos, meu gemido e aquele som de nossa pele se batendo com cada impulso. No fundo da minha cabeça, eu estava preocupado com alguém nos ouvir, mas eu poderia dizer que Bakugou poderia ser descuidado nesta situação.


"AHHH !! ~~ TÃO PROFUNDO !! ~~" Ele grita enquanto suas costas se arqueiam lindamente para fora da minha cama "TÃO BOM !! ~~ S-TÃO BOM !! ~~~" Ele continua a gritar por mim


"Você é tão fofo como este coelho ~ Eu não me canso ~" Eu ronrono entre gemidos silenciosos


"S-SÓ PARA VOCÊ !! ~~~" Ele grita, eu poderia dizer que ele estava chegando perto, então envolvo minha mão em torno de sua ereção e começo a bombear. Tentar igualar a velocidade das minhas estocadas, enviando mais prazer, o jogou.


"CUM (S / N) !! ~~ ESTOU INDO CUM !! ~~~" Ele me avisa, mas eu apenas empurro com mais força nele e ele grita continuamente meu nome enquanto eu faço isso "(S / N)! ~ (S / N)! ~ AHHH !! ~~ (S / N)! ~ (S / N)! ~ (S / N)! ~ "Havia lágrimas em seus olhos e sua língua estava saindo de sua boca, ele parecia tão lascivo e foi um saco para mim.


"Foda-se coelhinho, você é tão apertado ~" Eu gemo "Eu vou gozar ~"


Ele de repente libera e eu sinto o esperma espirrar em nossos estômagos, quando isso acontece, suas entranhas ficam mais tensas, o que me faz finalmente liberar minha semente também. Eu gozo dentro do meu namorado e ele geme enquanto isso o preenche.


Eu olho para o meu coelho e posso dizer que ele está exausto, eu puxo e vejo meu esperma escorrer de sua bunda. Ele olha para mim e estende os braços em sinal de abraço e, claro, eu dou o que ele quer. Deitei-me ao lado dele e ele se aninha no meu peito enquanto ainda tenta recuperar o fôlego, continuamos nos abraçando até que ambos acabamos adormecendo nos braços um do outro.


~ Visão de 3ª Pessoa ~


Enquanto os dois amantes dormiam pacificamente após uma noite agitada, outros alunos processavam o que acabaram de ouvir, enquanto outros tinham o maior sangramento possível no nariz e gostariam de ter visto.



Notas Finais


.... Meu santo kami-sama!!!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...