1. Spirit Fanfics >
  2. One Shots Hot - Camren >
  3. Detenção.

História One Shots Hot - Camren - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oii, vocês pediram bastante a continuação do capítulo anterior, então eu resolvi trazer, mas fiz algumas mudanças agora, Lauren g!p, então se preparem que vem fogo agora.

Capítulo 3 - Detenção.


Bateu o sinal das 19:30,  a escola que eu trabalho costuma ficar deserta essa hora, mas eu estou aqui porque, mais uma vez, Camila andou aprontando, então terei que ficar com ela durante a detenção. O engraçado é que ela é a única que sempre aparece aqui, já é a 3° vez só nessa semana que venho para a escola de noite para ficar de olho nela, e hoje é quinta feira.

Ela entrou na sala com sua mini-saia deixando suas pernas visíveis e seu decote grintante, chamei ela em minha mesa para assinar a presença, quando ela se abaixou para assinar, seus peitos inevitavelmente apareceram e isso me chamou a atenção. Ela terminou de assinar e foi sentar, assim que virou de costas, foi impossível não reparar o tamanho da sua bunda que se moviam a cada movimento que ela fazia com o barulho do salto alto. Não é fora do normal ve-la sempre com essas roupas, ja tem um tempo que eu fico imaginando o que tem por de baixo delas. As luzes fora da sala estavam todas apagadas, assim como a janela de vidro estava refletindo o céu escuro e estrelado. A luz acabou e ela gritou, estávamos sozinhas na escola totalmente escura.

​— Ai, meu Deus! Professora, por favor me abraça! — ela disse enquanto eu caminhava até perto dela sendo guiada pela luz da lua, me sentei ao seu lado e ela automaticamente pulou sentando ao meu colo, acabou ficando coincidentemente com os seus seios no meu rosto e sua bunda em meu pau, eu apenas não sei se ela sabia que eu tinha ele entre as pernas, até ela virar de frente a mim e seus peitos baterem em meu rosto, automaticamente meu amigo ficou duro e ela pareceu gostar, começou a roçar indo para frente e para trás, aumentando a velocidade, o que o deixava cada vez mais dura.

— Quer saber de um segredo, professora? — ela sussurrava em meu ouvido. — Eu me masturbo pensando em você, arrumo problemas só pra te ver aqui.

— Você se masturba pensando em mim? — disse e ela me deu um beijo muito erótico, babado e estalado.

— Sim, então faça isso por mim, me fode. — ela sussurra em meu ouvido, me deixando cada vez mais excitada, enquanto roçava em meu pau. — Hmm... Me fode, Lauren.

— Agora você vai ter que aguentar. — tirei sua camisa e seu sutiã, cai de boca em seus peitos os apertando.

— Eu aguento, eu aguento! — ela disse respirando ofegante. Tirei da minha calça o meu velho amigo e ela tirou sua calcinha, apenas levantou a saia.

— Antes de sentar, você vai ter que conquista-lo. — ela automaticamente se ajoelhou e começou a toca-lo, estava tocando minha barriga de tão duro. Pegou ele nas suas mãos e começou a bater uma para mim muito rápido, até levar a cabecinha de encontro com sua lingua e girar a lingua em todo  o redor e sem mais delongas, abocanhou tudo aquilo, colocou até onde conseguia e fez movimentos muito rápidos, eu segurava sua cabeça e empurrava, fazendo ela pegar cada vez mais e engasgar. — Hmm.. Ahn... E-engole isso, garota! Você pediu por isso, você ta tendo isso.

— É tão bom sentir seu pau, tão vermelhinho e quente, em minha garganta! — ela disse enquanto respirava e voltava a abocanha-lo por inteiro, me levando a loucura a cada vez que via seus olhos lacrimejarem e ela me encarar enquanto se masturbava, até que não pude aguardar mais. a puxei para o meu colo e ela se sentou em cima de frente para mim, deixando meu pau pulsante encostar em sua vagina totalmente molhada. — Eu não aguento mais, esperei tanto tempo, me fode, caralho, fode essa boceta!

— Pode deixar. — disse e em seguida meti com força, a fazendo revirar os olhos e dar um grito alto.

— Ahnn... Hmmm... Vo-você... Hmmm... — ela tentava falar, mas quicava tão rápido que não conseguia. — É-É tão bo-bom... AHHNNN! Te-ter você den-dentro de mi-miHMMM...mim.

— Você é tão, hmmm... apertadinha, tão gostosa, eu quero que seja minha puta! — eu disse apertando sua bunda e auxiliando a subida e descida dela, com seus seios balançando em minha cara.

— Agora vem. — ela saiu de cima e ficou de quatro no chão, então eu me ajoelhei atrás dela e meti com toda a forca que tinha. — AAAAAHNNNNN!!

— Eu disse que ia ter que aguentar! Ahn... — eu disse indo rápido e forte, fazendo altos barulhos quando minhas bolas batiam na bunda dela com a intensidade que eu enfiava.

— Hmmm... Ahnn... Eu esperei tanto pra sentir você, Lauren... Hmmmm... Me arrombaAHNN... vai mais rápido! — não economizei energias e fui o mais rápido e forte que eu conseguia, ela estava quase chorando de tanto prazer, gritava como se estivessem a matando, só que de prazer. —Eu... Ahnnn... gozar... ahnnnn... hmmm.. eu vou... AAAAHNN...

A deitei no chao com as pernas abertas e cai de boca, chupei seu clitóris e lambi rápido e forte, o mais profundo que consegui, rodendo seu clitóris com a língua, até ela gozar, então passei a mão por ali e levei até a boca dela, ela então egoliu todo o seu próprio mel.

— Agora se prepara. — ela disse se ajoelhando e eu então me levantei, ela começou a bater punheta e eu já estava vendo estrelas, até ela abocanhar com toda a agilidade do mundo, chorou umas duas lágrimas de tão fundo que enfiou e ameaçou vomito três vezes pois meu pau tocava ao final da garganta, mas ela estava amando, estava tão fundo que quando gozei em sua boca, ela engasgou com o liquido mas engoliu tudo enquanto a terceira lágrima de prazer caia de seu olho vermelho, de tanto engasgo que meu pau tinha lhe causado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...