História One-Shots MHA - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Visualizações 66
Palavras 545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hoje é meu aniversário... mas ninguém liga, então história :P

Capítulo 2 - A escuridão e a sua luz.


Fanfic / Fanfiction One-Shots MHA - Capítulo 2 - A escuridão e a sua luz.


- Qualé cara, é só um drinque! O que tem de mal? - dizia Kaminari oferecendo uma bebida qualquer. Ocorreu uma festa na Yuuei por causa do resgate da Eri, e todos na escola participaram.


- O que tem de mal é que eu não acabar bêbado que nem o "granadinha" ali. - Tokoyami dizia apontando para Bakugou, sendo que o loiro estava cambaleando lentamente, quase caindo. Percebeu a presença do menino-pássaro e lançou dedo do meio, que foi ignorado. Tokoyami nunca quis ir pra essa festa, ele foi forçado como estudante.


- Deixa de brincadeira, irmão! Até o Midoriya tá se divertindo ali! - o loiro apontou para o lado oposto do salão, onde o menino de olhos verdes estava dando uns amassos com Uraraka... É, o álcool pode levar as pessoas ao extremo. E era por isso que ele não queria tomar isso.


- Desculpa, mas ainda não. Eu tenho meus limites. - disse o pássaro dando um olhar de desaprovação ao loiro, logo depois encostando-se na parede mais próxima de braços cruzados. Ficou parado observando seus arredores... várias pessoas estavam no chão desacordadas, e a maioria estava se pegando. Não era mistério que alguns alunos estavam desaparecidos, já foram aos quartos para levar as coisas ao "outro nível".


Mas tem algo que chamou sua atenção. No outro extremo, na última mesa da sala, Tsuyu estava sozinha brincando com um copo qualquer. Claro, sua melhor amiga era Ochako, e já que ela estava... "se divertindo" com Deku, não era surpresa dela estar sozinha. Fumikage decidiu ir até o local, afinal é desrespeitoso deixar uma dama sozinha.


- Oi. - é o primeiro que tenta iniciar uma conversa. - Se divertindo?


- Na verdade não, gero. Eu não bebo. - diz com um polegar na bochecha, pensativa. Tokoyami fica surpreso com essa resposta... Finalmente alguém com classe! Finalmente achou alguém com que pudesse conversar normalmente, não embriagado. Eles conversam por horas, até que ambos desistiram da festa.


- Isso aqui tá muito chato, quer sair? - questiona apontando para a saída. A garota-sapo acena com a cabeça e agarra seu braço, fazendo-o avermelhar, mesmo que difícil perceber por causa de sua pele escura. Andaram por algumas horas até chegarem a um lago cristalino no qual refletia a luz da Lua.


- Isso é muito belo, gero. Vem sempre aqui? - Asui diz surpresa, mesmo que sua expressão não indique isso. Tokoyami olha aquilo como se fosse qualquer coisa normal.


- Sim, a lua é uma das coisas mais belas pra mim. Esse é o meu lugar pra relaxar. - fala com uma expressão séria, encarando a brancura eterna da lua. Tsuyu o olhava intensamente, como se pensasse em algo.


...!!! Rapidamente, o agarrou pelas bochechas e encostou seus lábios! O garoto ficou parado tentando processar o que aconteceu, mas desistiu e retribui o beijo. Ficaram naquela posição por hora, mas se separaram pela necessidade de ar. Tokoyami ainda olhava confusa, e Tsuyu mantinha a expressão nula de sempre.


- Desculpa, é que sempre quis saber você beija com um bico. - disse dando um sorriso sincero. Tokoyami ainda estava vermelho, mas se escondeu com a capa enquanto observava o lago. Aquilo não era mais sua calmaria... já tinha achado outra coisa muito mais bonita.
 


Notas Finais


Ficou curto, eu sei... mas a maioria vai ser, então desculpa!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...