História Oneshoot Vkook Mentiu... e porque? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Drama, Friendzone, Jungkook, Oneshoot, Romance, Taekook, Taetae, Tragedia, Vkook
Visualizações 206
Palavras 2.719
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii
Vocês gostam de oneshoot??
Vai ser longa e fofinhaaa
Preparem seus corações vkookos para chorar de tristeza com o Jungkook, mentir com o TaeTae e pular que nem pipoca de alegria com os dois... ''juntos''? Quem sabe...
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

A
M
O
R
E
S
<3
^^

Capítulo 1 - Mentiu... e porque?


Fanfic / Fanfiction Oneshoot Vkook Mentiu... e porque? - Capítulo 1 - Mentiu... e porque?

JUNGKOOK ON :

Eram 5 da manhã. Porque eu estava acordado? Tive um pesadelo...

''-Eu... gosto de você! -digo a Taehyung com um rostinho fazendo cosplay de tomate.

-Ah, eu não gosto de você, Jungkook! Eu gosto de meninas, como qualquer outra pessoa normal! -diz rude e curto.

-Claro, me desculpe! -saio correndo e começo a chorar. Corria pelas ruas sem nem ao menos olhar para onde estava indo. Meu desespero era tão grande, que na minha cabeça, nada poderia ser pior do que o que acabara de acontecer. O problema, era que tinha sim como ficar pior! Atravessei a rua sem olhar se haviam carros passando e, haviam carros passando! Dai, eu morri atropelado. Belo pesadelo, não?

-Jungkook, acorde, Jungkook... -Tae cantarola pelos corredores e entra no meu quarto. -Ah, você já acordou! 

Sim, eu sou completamente apaixonado por Kim Taehyung! Moramos juntos em um apartamento até... bem ''jeitosinho'', como diria Tae, em Seul, Incheon. Somos melhores amigos desde o primeiro dia em que nos vimos, 05 de maio de 2013. 5 anos de amizade! Eu gosto dele desde de 2015, então o certo seria dizer, 2 anos de amizade e 3 anos babando pelo meu colega de apartamento. Eu não contei a ele... vai estragar tudo!

-É, eu acordei sim.

-Porque? Ainda nem são 06 horas! 

-Tive um pesadelo.

-Hum... -saiu da porta do quarto e se aconchegou do meu lado na cama. -Me conta?

-Conto! -comecei a contar normalmente, a não ser o fato que mudei uma coisinha... -Eu estava contando a você que gosto de... alguém, e você me disse que esse alguém não gostava de mim... -assim continuei sem revelar o ''alguém'', o deixando bravo e curioso. 

-Que alguém, Jungkook? -diz com um tom enciumado.

-Ah, não lembro!

-Ta, continua e depois me conta quem é. -continuei a história normalmente, dessa vez sem forjar nada.

-Estranho, né?

-Não, já sonhei com algo parecido. Mas... você ta gostando de alguém, Jungkookie? -seu semblante era sério e parecia até um pouco meio triste.

-Eu? Jeon Jungkook?

-Responde.

-Se eu tiver, você vai querer saber quem é?

-Claro que sim! Vou matar esse babaca! -quando escuto isso, meu corpo gela. Ele parece gostar de mim, não?

-Porque vai fazer isso?

-Não é obvio? Você é só meu! Meu melhor amigo pra sempre! -essas palavras martelavam na minha cabeça, fazendo meus olhos lacrimejarem. Você não pode chorar, Jungkook! Se controla, cara! Tu ouve isso sempre! E isso machuca tanto...

-Eu não vou te contar!

-Porque não?

-Taehyung, você é hétero?

-Eu acho que sim, né. Nunca senti atração por homens. 

-Nenhum?

-Nenhum! -CLARO! ELE É HÉTERO, VIU? QUE BELEZURA!

-Eu acho que sou ''bi'', Tae.

-Uow! Porque acha isso?

-Porque eu gosto de um menino.

-Tem certeza?

-Tenho!

-Jungkook, me conta?

-Não!

-Porque não?

-Porque você vai falar que le não gosta de mim! 

-Pesadelos não são reais, são só medos, Jungkook! 

-Se eu te contar, você vai dizer que ele não gosta de mim. -insisto na mesma resposta,

-E se eu disser ao contrario? -já imaginou que lindo?

-Tae, vamos fazer uma simulação. Vamos supor que eu gosto de você, Kim Taehyung. -ele ouve e fica vermelhinho.

-Ok

-Tae, eu gosto de você!

-Aham... -diz nervoso. 

-Reage!

-Eu... eu não sinto o mesmo, mas eu te amo.

-Você acredita no impossível? Acha algo impossível?

-O que?

-Responde!

-Não.

-Então, porque não me da uma chance?

-Ahn...

-Entendeu? -ele tinha o semblante totalmente nulo. 

-Aham.

-Desculpe, mas ainda não estou preparado para te contar, TaeTae!

-Ok. Ah, se arruma, Jungkook! Já são 06 horas.

-Ta! -falo continuo e viro os olhos. 

Podemos dizer que sou uma pessoa consideravelmente preguiçosa pra qualquer coisa, e Tae é quem me põe no eixo. Ele é até bem organizado com suas tarefas diárias. 

Nos arrumamos e vamos para nossa rotina de todos os dias glorificados por G-Dragon. Somos da mesma faculdade, uma perto de casa. Eu faço faculdade de programação e especialização em jogos. Um dia quero ter uma grande empresa de jogos bonita e famosa. Digamos que meu curso e uma das desculpas pra eu jogar quase todo o meu tempo livre. ''Tenho que aprender na prática!''. TaeTae faz faculdade de teatro, já que é um ótimo mentiroso, né! Ele vive mentindo pra mim. Coisas bobas, como; ''sabia que o lula morreu?''. Na verdade, ele não é exatamente mentiroso, e sim infantil! Não que seja um defeito...

Durante os intervalos, sentamos todos juntos. Eu, Tae, Jimin, Jin, Namjoon, Yoongi e Hoseok. Jimin cursa dança junto com Hoseok. Yoongi faz administração, Jin faz culinária e Namjoon faz direito. Tudo isso no mesmo lugar! Que sorte demos de todos nós termos condições para pagar a mesma faculdade e ficar juntos até o ultimo dia que der! 

-E ai? Como foi sua aula de mentir? 

-Pelo menos mentir é divertido, suas matérias devem ser um porre! -Tae diz entrando na minha brincadeira. 

-Eu adoro, tá!

-Aham...

-Senta logo ai, vai!

-Poxa, todo mundo faltou hoje?

-É... parece que sim, né.

-Jungguggie -diz manhoso. -Faz um jogo pra mim, faz? -ah, ele é tão lindo...

-Claro! Agora! -digo irónico, mas ele nem percebe. 

-Aish, você é tão fofinho! -diz manhoso de novo e me esmaga em um abraço bem gostoso. Confesso que fico todo bobo quando ele faz isso ^^

-Você sabe que eu disse aquilo brincando, não sabe?

-Porque não pode fazer? Não disse que tem que ser agora! 

-Ta bom, um dia eu faço um jogo pra você. E como quer que ele se chame?

-Tae hugs.

-Porque? -começo a rir.

-Vai ser assim, vai ter um mini Taehyung que você vai desenhar e todo mundo vai querer abraçar ele, mas só pode abraçar ele quem ele quer abraçar também, por exemplo, se for uma pessoa má, ela terá que fazer coisas boas para ganhar um abraço meu, senão estava fora do jogo. Será um jogo online e a cada abraço, o jogador que foi abraçado,ganhara 10 pontos. A partir de 30 pontos, o jogador pode recaracterizar seu personagem da forma que ele quiser e comprar abraços a partir de 200 pontos. 

-Meu Deus, Tae! Quando pensou em tudo isso? 

-Sei la.

-É muito bom! Serio, anota num papel e me manda por kakao! 

-Uhul! Eu vou ter um jogo! Lero lero leroo! 

-Vai demorar alguns 2 anos, lero lero leroo!

-Não estraga meus sonhos... -dramatiza. O sinal avisando que o primeiro intervalo acabou, toca em alto e bom som. 

-Até mais, TaeTae! 

-Até... -diz tristonho.

-O que foi?

-Sinto sua falta na sala de aula... Antes era tão divertido com você do meu lado...

-Tudo que fazemos juntos é mais divertido. -ficamos em um silêncio absurdo e desconfortável. 

-Ah... aula, né! Tchau, tchau, kookiee! 

-Tchauzinho. -balanço a mão de longe para Taehyung. Aigo, porque ele é tão fofo?

Entro na sala e, claro que eu tenho amigos la também, mas nenhum é um amigo como Tae, ou até mesmo como Jimin. Sento sozinho e tento prestar o máximo de atenção nas palavras rápidas do resumo do professor, tentando também escreve-las no caderno para não esquecer nenhuma. Sei que tudo que o professor diz pode cair em algum e teste e, se ele ta forçando a voz, meu amigo, é porque é importante!  

-Blah blah... entendeu alguma coisa, Jungkook? -diz Mina, que estava sentada do meu lado. 

-Entendi todas as coisas, Mina. 

-Ah, é verdade. Esqueci que você é superdotado, desculpe.

-Ok, depois da aula eu te explico! Vai la em casa, ta? 

-Ah, não, biscoito! Semana que vem eu vou e você explica.

-Shiu, quero prestar atenção! -faço sinal com os dedos para que ela fique quieta. Faz cara emburrada e fecha o bico, assim como eu pedi ^^

Nada de mais acontece durante as aulas, a não ser o fato que, quando o professor diz ''certeza'', eu lembro de Taehyung. Então, depois de mais um tempo, temos o segundo e ultimo intervalo. Até que enfim verei Tae de novo. Penso isso literalmente todas as vezes que temos um intervalo. 

-Olha só, você de novo por aqui? -Tae brinca.

-Oh, é mesmo! Vem sempre aqui, certo?

-Sim, sim.

-Tae.

-Hum?

-Quero te contar algo.

-Pode contar.

-Você... quer dizer, eu... -eu achei, e apenas achei, que estava pronto para me declarar pro meu melhor amigo, mas eu não estava.

-Aish, Jungguggie, fale logo! -porque eu amo tanto quando e como ele fala ''junggguggie''?

-Eu vou falar, calma.

-Vai logo...

-Eu vou te contar depois, esquece!

-Aishi-ya! Isso me irrita, sabia? 

-Não posso fazer nada a respeito, infelizmente. 

O intervalo acaba novamente e vamos pra nossa casinha. 

-TaeTae. -chamo enquanto assistíamos frozen na televisão pela milésima vez. O que tem? Esse filme é muito legal...

-Sim?

-Posso falar com você sobre a pessoa que eu gosto?

-Pode!

-Então... eu penso nele todos os dias, penso em beija-lo, sempre tento fazer isso sem parecer que é estranho, mas_

-Ele gosta de você?

-Não.

-Então não beija ele, pelo amor de G-Dragon! 

-Ta bom... 

-É o Jimin?

-Não.

-Qual a cor favorita dele?

-Verde.

-Tem certeza?

-Sim. Verde, preto e branco.

-Nessa ordem?

-Sim.

-Qual a comida favorita dele?

-Ah, eu não sei se lembro!

-Lembra sim, vai! 

-Acho que... kimchi.

-Kookie.

-Hum?

-Ele me disse que gosta mais de Japchae. Vê se acerta tudo da próxima vez, ta? 

-Aham.

-Porque não me falou antes?

-Eu não sei...

-A quanto tempo?

-3 anos.

-O QUE? 

-Desculpa.

-Não, não! Não peça desculpa. 

-Não me trate diferente, ok?

-Ok

-Promete pra mim que isso não vai atrapalhar em nada na nossa amizade?

-Prometo! 

Depois dessa noite, sua promessa foi totalmente cumprida! Além de me tratar como antes, fez melhor que isso e me tratou com cada vez mais carinho. Não sei o porque, mas seus toques pareciam cada vez mais intensos... 

No dia que tinha marcado de estudar com a Mina, tivemos apenas o segundo intervalo. Os outros meninos estavam faltando todos os dias pois, coincidentemente, seus cursos viajaram pra um acampamento. 

-Seu... ilusionista!

-O que? -solto uma risada soprada.

-Isso mesmo, um ilusionista!

-Sabe o que quer dizer?

-Ah... não.

-Incrível, Tae! -solto mais uma risada nasal.

-O que é incrível?

-Você.

-Eu?

-É.

-Eu sei! -pisca um dos olhos. -Gguggie -chama manhoso -Vamos sair para beber hoje? 

-Ah, hoje?

-Sim, sim!

-Ah, não sei... 

-Tem algum trabalho de casa? Posso te ajudar? 

-De repente ficou interessado em como minha vida anda?

-Aish, que mentira! Eu sempre me preocupo com você, ta! 

-Ok, desculpe. Respondendo sua pergunta, tenho sim um trabalho bem difícil.

-E qual é?

-Ensinar a matéria para Mina. 

-Esse não é o trabalho do professor?

-Sim ,mas ela não entendeu nada e me pediu um favor.

-Acho vocês fofos quando estão juntos. Você devia gostar dela e vise versa. -meu semblante muda de feliz pra triste em apenas um milésimo de segundo. Como ele pode dizer que combino com ela? 

-Então ta, vamos beber hoje.

-Chama ela também...

-Acho melhor não!

-Porque?

-Que tal uma noite só nossa hoje, hein? Faz tempo que não ficamos com uma noite só nossa, o que acha?

-Ok, pode ser. 

A aula volta e acaba em um tempo tão longo que não faz ideia. Chego em casa antes de Taehyung, pois ele tem apresentação aos juniores de novo hoje a tarde. Troco a roupa e fico vendo TV com os cadernos e anotações próximos de mim para quando Mina chegar. 

Um barulho semelhante a um ''pii'' é escutado em alto e bom som na pequena sala de meu apartamento. Vou até a porta e abro para Mina. 

-Boa tarde, biscoito! -diz animada adentrando o lugar e se jogando no meu sofá.

-Boa tarde de estudos, senhorita Myoui!

-Ah, claro, professor Jeon.

-Meu sobrenome é mais bonito que o seu.

-É mais sexy...

-Mina! Eu hein! 

-É verdade! Mas me conta, ainda gosta do bofe? -ok, eu errei em contar a ela que gosto do Tae. Eu já sei que errei, ta legal?

-Aish, não faça assim, sua doida! 

-Quer que eu fale como? Kim Taehyung? Kim Taehyung, o senhor esta em casa? -diz a ultima frase olhando em volta da casa e fazendo uma voz dramática.

-Você é piradinha!

-Ei! Para de me chamar de doida e piradinha, ok? Você não tem esse direito, seu... bolacha.

-Bolacha? 

-Bolacha!

-Vamos estudar, então? -mudo o assunto e enfiamos a cara nos livros. Leio e releio um milhão de vezes. Porque ela tem que ter tanta dificuldade em entender o que digo? Quando a noite se aproxima, umas 18 horas, ofereço para leva-la embora.

-Ah, olá, Mina! Boa noite! -Tae chega e cumprimenta.

-Boa noite, senhor Taehyunggie. 

-Ei, só Jungguggie pode me chamar assim, assim como só eu o chamo de Jungguggie. Entendeu?

-Aham!

-Estão de saída?

-Sim, tchau Taehyung. -digo curto antes que ele cometa algum erro, como por exemplo...

-Não quer ir beber com a gente, Mina? -por exemplo isso! 

-Ah, não vai dar! Fica pra próxima! Beijinhos! -as vezes, nem foi tão ruim ter contado a ela, sabe. 

-Vai levar ela em casa, kookie?

-Sim.

-Ok, vão bem.

-Fique bem! -Mina responde. Ela pode ser rude as vezes, mas foi bem educada por Jeon Jungkook desde o primeiro ano do ensino fundamental. Ela me deve respeito! Ainda bem que cumpre com seu dever.

Pegamos meu carro e a levo até seu belo e grande condomínio de casas. Sua casa era enorme, maior que todos os apartamentos de meu prédio juntos. Ela era sim, realmente rica! Eu também não era uma pessoa classe baixa, mas não tinha tantas condições como ele tem e sempre teve, apesar de tirar notas não tão boas pelo fato de que não sabe prestar atenção. 

-Tchau, biscoito!

-Até segunda! Durma bem!

-Não pule refeições!

-Tudo bem, você também! Dê um beijo em seus pais por mim! 

-Pode deixar! Tchau!

-Tchau! 

Alguns podem dizer que se parece ate mesmo uma despedida de um casal, mas acontece que somos praticamente irmãos, não tem nem a possibilidade de um dia sermos um casal! Pelo menos, isso é o que eu penso!

Volto pra casa e me arrumo com Taehyung. Como sempre, ele põe musica alta e fica dançando e cantando enquanto se arruma. Já eu, me divirto com ele, né! Ate porque, não sou bobo nem nada! 

-Isso, estamos prontos, agora desliga a musica, Tae.

-Ok. Vamos a onde?

-Não pensou nisso?

-Estava estudando, senhor certinho, me desculpe. -diz irónico.

-Vamos no de sempre. Você dirige? 

-Na volta vai ser você, porque eu sempre bebo mil vezes mais. 

-Ta.

Chegamos no nosso local de sempre e nos sentamos em uma das mesas. Pedimos muita bebida e começamos a conversar, falar besteira e beber. Eu não curto tanto beber, quer dizer, até gosto, mas odeio a sensação de ficar bêbado. Já Taehyung, estava bêbado a quase 2 horas. Chegamos 19:35, e agora são mais de 23:00. 

-Tae, vamos embora, amanhã você tem outra apresentação de tarde. -sim, eu estava sobreo. 

-Aish, eu não... aish! Dói tanto!

-O que?

-A cabeça, o pescoço, o coração! -choraminga. Começa a chorar de ''verdade'' e falar várias coisas sem o menor nexo.  -Meu pais, eles me deixaram pra viver na Eugoslavia. 

-Tae, esse lugar não existe! Vamos embora! -falo com paciência enquanto tento levantar seu corpo do chão frio do bar. 

-Sabe, eu tenho amigo muito legal. 

-Serio?

-Aham. O nome dele é Jungguggie. Mas só eu posso chama-lo assim. 

-Hum...

-Ele... ele não parece gostar tanto de mim como eu gosto dele. 

-Você gosta dele?

-Eu disse a ele que era hétero, mas eu não sou. Eu gosto dele. Eu gosto do meu Jungguggie.

-Ele também gosta de você, Tae! E ele já te disse isso...

Pego Tae e o coloco no carro. Levo a gente de volta pra casa e o deito em sua cama. Tiro seus sapatos e suas roupas enquanto ele falava besteiras. Eu já vi Taehyung pelado diversas vezes, não terá problema ver outra vez, certo? Dou um banho demorado nele, já que sua parte não cooperou, e o levo pra cama de novo, porém, dessa vez cheiroso e de pijama limpinho. Deixo um beijo em sua testa e um boa noite para sair de seu quarto, porém ele não permite.

-Fica...

(GENTE, LEIAM AS NOTAS FINAIS PQ A AUTORA ME OBRIGOU A FAZER ISSO, BJSS)

 


 


Notas Finais


Gente, isso é uma oneshoot, mas pode ter segunda temporada caso alguém queira, então é muito importante que comente sua opinião!
Espero que tenham gostado, fiquei de 16hrs ate agora escrevendo.
Beijos de algodão doce!!
NÃO ESQUECE DE COMENTAR EINNN ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...