História Oneshot - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Jikook
Visualizações 124
Palavras 1.891
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Acabei de fazer então não está tão boa quanto eu esperava, mas... Boa leitura ^°°

Capítulo 1 - Oneshot


                    *Jimin on*


 

 Eu não parava de pensar naquele beijo, minha barriga parecia que ia explodir, era um sentimento estranho, mas ao mesmo tempo tão bom, sacudi a cabeça negativamente não podia ter gostado, meu amigo estava bêbado, ele era meu melhor amigo e nada mais que isso.


 

                 *Flashback on*


 

   — JungKook, você já bebeu demais, vamos embora eu te levo.

 

  — ah, Jiminnie-ah não quero ir, vamos beber, toma um pouco, isso aqui tá muito bom - disse quase enfiando o copo na minha cara.

 

   — aish, vamos embora agora - disse isso, puxando ele pelo braço o levando para onde estacionei meu carro.

 

   — Jiminnie piedade - disse choramingando.

 

  — nós vamos agora, você já bebeu demais.

 

    Chegamos na casa do JungKook, seu pai não estava em casa, trabalhava bastante, havia feito uma viagem de negócios, deixando JungKook sozinho, e eu como sou um bom amigo, vim passar a semana com ele para o fazer companhia.

 

    O levei até seu quarto, ele não conseguia parar em pé, peguei uma cadeira colocando debaixo do chuveiro e o levei logo em seguida.

 

   — Jiminnie-ah não quero tomar banho - disse manhoso, seus olhos fechavam, parecia estar morrendo de sono.

 

   Tirei a blusa dele, vendo aqueles gominhos tão bem marcados, fiquei olhando por um bom tempo, até ser chamado.

 

   — hey Jiminnie, pare de me secar - Eu corei na hora, eu não tinha percebido o que estava fazendo, mas ele ter percebido me deixou completamente envergonhado.

 

   — E-eu não estava te olhando, seu bêbado fique quieto, você está delirando - disse desviando o olhar de suas íris de jabuticaba que me encaravam com certa profundidade.

 

   — bom agora vou tirar sua calça, fique quietinho.

 

    Desabotoei sua calça e a tirei jogando perto de sua blusa por qualquer lugar do banheiro.

 

    — agora só falta a cueca - disse me olhando ainda com certa profundidade, que eu apenas havia ignorado.

 

    — c-cala b-boca - minhas bochechas coraram na hora, eu não sabia o que dizer apenas liguei o chuveiro no gelado.

 

   — aaaah - JungKook disse se tremendo de frio.

 

   — ninguém mandou passar do ponto - disse esfregando seu corpo.

 

   Terminando o banho, vi que estava completamente molhado, suspirei, a culpa era toda desse bêbado maldito.

 

   Sai do banheiro, indo no armário do mesmo escolhendo algumas roupas, optei por pegar um short largo, é uma blusa branca sem nada.

 

   Quando entrei no banheiro vi ele se enxugando pelado, meu rosto parecia um pimentão, desviei o olhar entregando suas roupas, o mesmo a pegou e as vestiu, saindo do banheiro logo se jogando na cama.

 

  Sai de lá, indo para o quarto de hóspedes onde eu estava por esses dias, tomei um banho bem quente, sai vesti um short largo e uma blusa preta, desci para a cozinha preparando um leite bem quente, tomei um pouco e resolvi levar para o bêbado lá em cima.

 

   — JungKook - disse batendo na porta três vezes, ouvi um pode entrar bem baixinho.

 

   Entrei no quarto se sentando ao seu lado, ele estava de costas para mim, mexi nele, e o mesmo virou me olhando com os olhos vermelhos e a cara inchada.

 

  — você não parece nada bem - disse rindo da careta que ele fez.

 

  — e você está lindo como sempre - disse fechando os olhos repetidas vezes.

 

  — obrigado, agora toma seu leite e vá dormir.

 

  — obrigado, Jiminnie não sabia o que seria de mim sem você - disse se sentando na cama e tomando seu leite.

 

  — entretanto - o olhei assustado - você me fez perder uma boa foda, aquela menina tava me azarando, eu ia pegar ela depois de beber mais um pouco.

 

 — eu acho que ela estava de olho na sua bebida - disse rindo

 

  — não pense que você ficará impune.

 

   Disse isso logo me empurrando sobre a cama e subindo em cima de mim.

 

  — Jiminnie eu já te disse que você é lindo - disse isso com um olhar profundo, não reconhecia aquele olhar, era sedutor, ele alternava constantemente entre meus olhos e meu lábios.

 

   — v-você já disse isso, q-quase agora - disse completamente corado.

 

   — que bom saber - disse se aproximando lentamente, eu queria o afastar, isso estava errado, mas eu não conseguia, eu sentia uma atração, queria aquela boca logo na minha.

 

   Jungkook selou nossos lábios, os movendo lentamente, minha barriga parecia estar cheia de borboletas, eu nunca havia sentido isso, parecia até que eu estava beijando pela primeira vez.

 

    Ele puxou meu lábio inferior logo o mordendo, aquilo me deu um espasmo, logo o agarrei pela nuca, aprofundando nosso beijo, ele pediu passagem com a sua língua, logo cedi, nosso beijo estava intenso.

 

  Senti sua mão sobre meu membro, mordi sua língua, logo voltando a realidade, joguei ele, e sai correndo pro meu quarto.

 

 Minha bochechas estavam ruborizadas, minha mente estava a mil, a excitação ainda continuava, eu me senti culpado, ele estava bêbado e eu me aproveitei dele.


 

                   *Flashback off*


 

       Na manhã seguinte acordei sonolento, não dormi direito pensando no que aconteceu ontem, imaginei que JungKook devia estar com uma ressaca pesada, então fui até a cozinha, peguei dois comprimidos e um copo e uma garrafa de água, levei até o quarto dele.

 

  Parei em frente a porta, minhas bochechas ficaram vermelhas, suspirei, então bati na porta, só que não ouvi nenhum barulho, abri a porta devagar, me deparando com um ser dormindo tranquilamente, o observei por alguns minutos, aquele rosto tão perfeito, suas feições eram lindas, mas me assustei quando vi aqueles dois olhos jabuticabas me encarando de volta. Desviei o olhar, minhas bochechas ruborizaram novamente.

   

    — você não está apaixonado por mim não né? - disse com a mesma expressão

 

   — o-oque? - disse quase engasgando com o ar - você tá ficando louco?

 

   — ah bom, aah como minha cabeça dói

 

   — toma esses remédios - dei os remédios e a água.

 

   — acho que vou dormir mais um pouco.

 

   — tudo bem, eu te acordo quando o almoço estiver pronto.

 

   — ok, obrigado Jiminnie

 

   Ia saindo do quarto dele, até que me lembrei.

 

  — ah, JungKook, você se lembra de alguma coisa de ontem?

 

  — não consigo me lembrar de nada, por que eu fiz alguma coisa errada?

 

  — ah, não, não eu te trouxe pra casa, antes que fizesse alguma - disse sorrindo fraco.

 

  Sai do quarto dele, aliviado, mas ao mesmo tempo desapontado, não queria que o JungKook lembrasse, mas ao mesmo tempo queria, aquilo que aconteceu ontem foi tão estranho, parecia que tínhamos uma atração, mas eu nunca havia sentido atração por ele antes, será que aquele beijo havia me tornado gay? Eu realmente não sabia o que fazer ou pensar.

 

    Decidi ligar para o meu segundo melhor amigo, Hoseok.

 

    — Alô, Hobi?

 

    — Alô, Jiminnie bom dia, disse com a voz animada, mas ainda com sono.

 

   — bom dia

 

   — aquela festa de ontem foi um arraso né? Acho que eu fiquei muito bêbado, não tanto quanto o JungKook mas fiquei loucão, acho que beijei uns 5 meninos.

 

    — ah, foi ótima mesmo, eu me diverti bastante, mas falando sobre isso, você, meninos.

 

    — eu, meninos, o quê?

 

    — como você descobriu que gosta de meninos?

 

    — bom, hmm, eu sempre achei meninos bonitos, mas nunca me aproximei deles dessa forma, até que um dia, eu tava brincando de verdade ou desafio com meus amigos, e me desafiaram a beijar de língua um menino que estava lá, eu fiquei com muita vergonha e receoso, nunca havia beijado um menino, não queria que meus amigos pensassem que eu era gay, mas fomos para uma outra sala vazia, ele só me beijou, e aquilo me fez despertar, pra uma nova vida, se é que me entende, eu apenas adorei aquele beijo, sentir aqueles braços fortes rodeando a minha cintura, eu adorei tudo, hoje em dia eu tenho preferência em homens, sei lá acho que só aconteceu, por que?

  

   — alô? Jiminnie?

 

   Eu não sei o que aconteceu aquilo me impactou, eu desliguei o celular na cara do Hoseok, eu iria pedir desculpas mais tarde, mas agora eu precisa tirar uma dúvida

 

    Subi as escadas quase que correndo, abri a porta do JungKook com certa brutalidade, aquilo estava preenchendo meu peito, a dúvida não saia da minha cabeça, afinal eu gostava ou não de Jeon JungKook?!

 

   Ele se virou para mim ainda reclamando do barulho, dizendo que queria dormir mais, eu me joguei na cama, ficando por cima dele, ele abriu os olhos, que a pouco tempo estavam semicerrados por causa do sono.

 

   — e-eu preciso tirar uma dúvida - disse gaguejando, eu realmente queria não gaguejar naquela situação, mas minhas bochechas estavam muito vermelhas, e meus braços que estavam em cada lado do seu rosto tremiam.

 

 

    — o-ontem a noite, eu te trouxe pra casa, te dei banho, só que quando vim trazer seu leite, logo depois você me beijou.

 

   JungKook abriu seus olhos mais do que já estavam abertos por conta da repentina aproximação do amigo.

 

  — e-eu te beijei? Ontem? Eu não me lembro.

 

  — eu imaginei que não, mas preciso tirar uma dúvida da minha cabeça.

 

  — que dúvida?

 

  — essa.

 

   Sem pensar duas vezes ataquei a boca do JungKook que não reagiu, movimentei meus lábios sobre os seus que ainda continuavam fechados, mas ele não pediu para parar, então continuei.

 

   Mordi seus lábios, ele gemeu de dor, então aproveitei e invadi a boca dele com minha língua, explorando todo aquele lugar, JungKook aos poucos misturou sua língua com a minha, e seus lábios se mexiam ainda lentamente.

 

   O beijo foi se intensificando, JungKook agarrava a minha nuca, e eu puxava seus cabelos, até nos separarmos pela falta de ar.

 

  Eu olhei seus olhos que continham aquele mesmo olhar de ontem a noite, seu olhar era profundo, que observavam atentamente os meus, eu observei suas feições, sua respiração desregulada, seus lábios inchados por causa dos beijos e das mordidas que eu havia dado.

 

  — você é gay? Disse olhando com a mesma expressão séria.

 

  Jungkook riu, eu fiquei o encarando sem saber do que realmente ele estava rindo, já que era uma pergunta bem séria.

 

   Ele apenas me puxou pela nuca, fazendo meu ouvido ficar perto de seus lábios.

 

   — eu me lembro de tudo.

 

   Aquela frase me causou um arrepio. Então ele se lembrava de tudo? Então ele havia gostado? Então ele era gay? Um milhão de coisas se passou pela minha cabeça, até ser puxado novamente por Jeon que beijou meus lábios ferozmente.

 

   Nos separamos novamente pela falta de ar, eu caí ao seu lado, Jeon esticou seu braço sobre mim, se deitando em meu peito.

 

   — você não acha que isso é tudo meio novo? Sabe beijar outro menino e gostar, e querer beijar de novo e de novo? - JungKook disse.

 

   — eu acho…  eu não sei o que acho, mas perai, você quer me beijar de novo?

 

   — é claro, eu gostei, você não gostou?

 

   — e- eu acho que sim.

 

   — acha? - JungKook disse se levantando um pouco me encarando com aquele sorriso lindo de coelhinho.

 

   — eu tenho certeza.

 

   Seu sorriso se alargou mais.

 

   — então já que vamos nos beijar mais, devíamos namorar não acha?

 

   — n-namorar? - disse o olhando espantado.

 

   — isso mesmo namorar, por que não tá afim?

 

  — bom eu acho que tudo isso é meio novo pra mim - JungKook desfez seu sorriso - mas se for com você, eu aceito.

 

   Jungkook abriu o sorriso mais lindo que eu já havia visto, me abraçou apertado.

 

   — obrigado Jimin, eu gosto muito de você.

 

   — eu também gosto muito de você - disse beijando sua testa.

 

*Jimin off*


Notas Finais


O final ficou uma bosta, mas eu tinha que terminar de algum jeito, me perdoem por isso, kissus :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...