História Oneshot - Singularity Taehyung - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Tags Bangtan, Bts, Ommalita, Singularity, Taehyung
Visualizações 26
Palavras 1.031
Terminada Sim
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente! Tudo bem? Espero que sim. Então, eu sou escritora de LongFics e essa é a primeira Oneshot que escrevo. Espero que gostem!

Capítulo 1 - Singularity


Fanfic / Fanfiction Oneshot - Singularity Taehyung - Capítulo 1 - Singularity

A minha beleza é superior à vários homens e desde que fui eleito o homem mais bonito do mundo em 2017 algo brotou dentro de mim. Um amor própio, um egoísmo e impetulância sem comparação do qual eu fiquei insuportável pelos membros do Bangtan.

Jin era o visual do grupo e se gabava por isso, mas eu o superei. Jungkook sempre foi o maknae de ouro e cobiçado por muitos, mas eu o superei. Eu sou o mais bonito de todos que meu ego não cabe nesse grupo.

Larguei o Bangtan por amor a minha própia imagem e hoje moro em uma casa que não faço questão de arrumá-la porque o enfeite ja sou eu. Mandei construir um espelho d'água no meio do pátio para que eu sempre faça o que estou a fazer nesse exato momento.

Admirando a minha própia imagem e apaixonando por mim mesmo. Não preciso do Bangtan, preciso apenas de mim.

Taehyung

- Eu sou lindo demais!

Falo à minha própia imagem que se reflete na água.

Voz

- Por quanto tempo você será lindo?

Uma voz sai de dentro da água me deixando apavorado.

Taehyung

- Eternamente serei lindo! Quem é você?

Continuo egoísta e arrogante.

Voz

- Eu sou você daqui alguns anos!

Ela me responde me fazendo rir debochado.

Taehyung

- Como assim?

Continuo debochando com minhas risadas.

De repente eu caio naquele espelho d'água me debatendo para não morrer. Eu estava sozinho, eu procurei me afastar do Bangtan e agora não tenho ninguém para me socorrer. Uma nuvem escura aparece sobre meus olhos e caio em sono profundo. Saio da água e vejo que nada mudou e eu dou risadas do que a minha imagem projetada falou.

Taehyung

- Ainda continuo lindo mesmo depois de me afogar!

Ajeito meu cabelo e caminho até uma sala onde eu vi a mim mesmo dançando com roupas em um cabide.

Voz

- Está vendo aquele homem?

Ouço uma voz do além conversando comigo.

Taehyung

- Estou! Sou eu e ainda estou lindo!

Continuo debochando daquilo tudo.

Voz

- Ele ja foi amado e seu egoísmo o fez perder o amor da vida dele!

Ela continua me pertubando.

Meu coração acelera e minha respiração fica ofegante e eu fecho os olhos dando alguns passos para trás. Ao abrir, me lembro de S/N olhando diretamente em meus olhos vestida com o casaco vermelho que eu dançava.

S/N

- Eu te amo! O Bangtan te ama! Volte para onde é seu lugar!

Fala colocando a mão em meu rosto.

Taehyung

- Que coincidência! Eu também me amo! Meu lugar é onde minha beleza é realçada e o Bangtan é muito pequeno para mim!

Falo arrogante com S/N enquanto tiro a sua mão de cima de mim e cruzo meus braços.

S/N

- Você mudou tanto! Não te conheço mais Tae! Eu vou embora...

Fala e se vira de costas para mim.

Taehyung

- Me dê meu casaco!

Falo e S/N tira a peça com lágrimas nos olhos e sai.

Pego o casaco e coloco em um cabide onde tinha o restante das suas roupas. Sou arrebatado a um outro momento onde eu estava em plano escuro com seis máscaras brancas me rodiando.

Voz

- Você já teve amigos e seu egoísmo o fez perder todos!

Ela fala e uma rosa aparece em minha mão.

Cada mascara representava um amigo meu e momentos em que a nossa amizade foi bastante forte. Como quando eu quase cai de cansaço em um show e Jin me segurou para me manter em pé. Quando eu cantei junto com Namjoon a música 4 o'clock e senti uma conexão de irmão entre nós. Cada minuto daquela gravação foi especial. Teve uma vez que atrapalhei o sono de Yoongi na gravação da música N.O somente para pertubar e ele mesmo ele querendo me matar por isso ainda sorriu. Teve um dia que medi o tamanho do meu dedo mindinho com Jimin e me trouxe muitas risadas. O dia que beijei na boca de Hoseok em uma brincadeira foi estranho e engraçado. E todas as vezes que Jungkook foi como um irmão para mim e nos divertimos feito crianças no parque de diversão.

Taehyung

- Mesmo sem amigo, eu continuo lindo!

Permaneço egoísta e de braços cruzados.

Voz

- Entregue a flor à algum amigo então?

Sou desafiado e caminho confiante.

Tento entregar e todos me rejeitam e eu me vejo sozinho naquele plano escuro.

Taehyung

- O que houve?

Reclamo.

Voz

- Você disse que não precisava de nenhum deles e que apenas suas beleza bastava!

A justificativa vem e uma onda de tristeza bate em meu peito.

Minha autoconfiança fica abalada e um choro se entala na minha garganta. Mais uma etapa do meu transe se conclui e de repente sou conduzido à minha casa onde eu estava deitado no chão magro, velho e nu. Estava feio, sozinho e quase morto.

Taehyung

- O que está acontecendo? Eu estou horrível demais!

Fico apavorado.

Voz

- Eu disse que sua beleza não era eterna! O que é eterno você disperdiçou...

Um arrependimento bate em meu peito e um desespero me deixa ofegante.

Taehyung

- Como assim?

Meus olhos são inundados por lágrimas.

Voz

- O amor de S/N você deixou partir e ainda pediu seu caso de volta!

No mesmo momento em que me falava a imagem de S/N apareceu para mim.

Taehyung

- Eu não queria...

Perco minha voz com meu choro silencioso invadindo minha dor.

Voz

- A amizade você deixou para trás e disse que era feliz sozinho!

A imagem de cada membro do Bangtan aparece diante dos meus olhos.

Taehyung

- Eu não queria...

Meu choro mais uma vez entala minha garganta.

Voz

- Você optou por morar aqui sozinho, sem amigos e sem amor! Então você adoeceu, ninguém ficou sabendo e agora está morrendo ali no chão!

Fico ainda mais apavorado e meu coração acelera junto com minha respiração.

Taehyung

- Eu não queria...

Quando ia falar, sou interrompido novamente.

Voz

- A beleza é o mais importante?

Sou questionado por algo que antes de todo esse transe aconteceu.

Taehyung

- Não! Não faço questão de beleza! Quero a S/N e o Bangtan de volta! Me tire daqui por favor!

Falo vendo meu corpo agonizando ao morrer. Cubro meus olhos com as mãos.

Água invade meu pulmão e começo a me debater por estar afogando naquele espelho d'água do pátio. Sinto alguém segurando minha mão e me tirando dali. Logo mais mãos surgem para me ajudar e ao abrir os olhos, as pessoas mais importantes da minha vida estavam ali. Abro um sorriso e sou recebido pelo mesmo gesto vindo deles. Ali senti que estava em casa.

Taehyung

- Me perdoem por ser tão egoísta!

Falo arrependido em abraçando cada um.


Notas Finais


Comente o que achou e se querem que eu faça mais Oneshots❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...