História OneShot - Você Me Deixou - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Min Yoongi (Suga)
Tags Por Mais Yoonkook, Yoonkook
Visualizações 38
Palavras 1.763
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


<>Oii, turu pom com vocês?
<>Aqui estou com minha primeira OneShot focada nos nossos queridos Suga e Jeongguk
<>Em algumas partes será mais tristes, por isso aconselho vocês pegarem lenços
<>Desculpa pelos erros ortográficos e boa leitura <3

Capítulo 1 - Capítulo Único


        Narrado por Min Yoongi

Era uma noite chuvosa. Estava deitado no sofá com meu pijama azul e coberto por cobertores macios. Meu colega de quarto Jeon Jungkook havia saído fazia meia hora pra comprar comida para podermos assistir alguns filmes mais a vontade.

A preocupação começou a aumentar e com isso eu me levantei vestindo meu conjunto de moletom branco e saindo apressadamente do apartamento. Tranquei a porta e fui ao elevador encontrando com alguns vizinhos. Permaneci quieto e quando a porta abriu saí correndo tomando a atenção de todos.

A rua estava com várias poças d'água, pessoas andando com guarda-chuvas e carros se locomovendo lentamente para não provocar algum acidente. Me vi perdido não sabendo aonde procurar meu amigo até que lembrei de um mercado perto de minha casa. Coloquei a toca do moletom na minha cabeça e corri em direção ao local.

Chegando no mercado, fui em todos os corredores tentando encontrá-lo, mas não o vi em lugar nenhum. Decidi perguntar para as atendentes mas nenhuma delas haviam visto alguém com as características que eu falei.

Já estava desistindo de procurá-lo até que uma moça ruiva com sardas se aproximou de mim.

???: Olá. Eu não sei se é a mesma pessoa que você procura, mas veio um homem aqui e me entregou isso dizendo para devolver a um menino baixinho, pálido e de cabelos pretos. Acho que esse alguém seria você. -Me entregou uma folha rasgada. De imediato reconheci a letra bonita de meu amigo.

Parabéns por chegar até aqui, mas isso é só o começo. Ainda tem vários lugares para você ir e pegar essas folhas que eu estou deixando por aí. Estou muito desastrado mesmo, haha! Vou deixar uma dica pra você: Lembra da cafeteria que eu, acidentalmente, derramei aquele café amargo na moça? Pois bem, acho que lá está mais uma folha que eu deixei cair.

Sorri involuntáriamente e agradeci a moça correndo ao local que estava na folha.

Não sei o que Jungkook está tramando mas espero que compensse o frio que estou sentindo.

Chegando na cafeteria me sentei na cadeira onde ele tinha jogado o café na moça. Nesse dia eu tive que segurar muito a risada para não humilhar a atendente. Depois que ela foi embora ele ainda colocou um chiclete mascado debaixo da mesa.

É isso!

Olhei debaixo daquele objeto encontrando a folha pressa a uma fita. Retirei o papel lendo com atenção.

Você é muito esperto mesmo, mas poderia aproveitar esse tempo frio pedindo algo quente para se esquentar. Menos aquele café amargo! Que tal um cappuccino?

No mesmo instante em que eu parei de ler, um atendente colocou um cappucino na mesa junto com uma folha, provavelmente a de Jeon.

Enquanto bebericava aquela bebida quentinha peguei o papel começando a leitura.

Nem fez esforço, não é? Deveria se exercitar mais vezes, seu sedentário! Mas acho que você precisa ir em um lugar divertido, como aquele parque de diversão?

Dei um último gole na bebida e corri até o local indicado. Jungkook estava sendo tão gentil, mas preferia que ele estivesse se divertindo aqui comigo.

No local fui para a fila da roda gigante. Esse lugar era muito especial pra mim e pelo visto pra Jungkook também. Foi aqui em que nós nos beijamos. Um beijo doce e inocente que ficou na nossa memória.

Não demorou muito para que chegasse na minha vez de entrar no brinquedo e fosse conduzido até um banco específico, o mesmo em que nós nos beijamos. Visualizei uma folha no banco e a peguei começando a ler.

Esse brinquedo virou meu preferido depois daquele dia. Pude sentir seus lábios macios contra os meus. Explorar sua boca foi a segunda melhor coisa que eu já fiz na vida, pois a primeira foi te conhecer. Acho que você já andou de mais por hoje, já foi nos lugares onde temos as melhores lembranças. Você precisa descansar meu pequeno, e estar disposto para o que vai vir.

Senti um frio na barriga por suas palavras junto com uma vontade de chorar, mas precisava estar disposto como ele disse.

Depois de um tempo saí do brinquedo voltando pra minha casa. Minhas roupas estavam molhadas e meu nariz já estava ficando irritado por conta da chuva.

Jeon Jungkook ficaria chateado por me ver resfriado, mas foi por culpa dele de sumir nessa noite de chuva.

Subi até meu andar parando em frente ao meu apartamento. Respirei fundo e destranquei a porta adentrando no lugar. Estava silencioso. Andei lentamente até minha cama encontrando mais uma folha de meu amigo junto com um pen-drive.

Eu sei que eu te fiz andar por vários lugares e que você precisa descansar, mas eu preciso que você veja mais uma coisa. Pega esse pen-drive, seu notebook e se ajeite na cama.

Fiz o que ele havia me pedido encontrando um vídeo com o título "Vai logo! Eu não tenho muito tempo!". Confesso que fiquei com medo do conteúdo que poderia ter no vídeo, mas preferi deixar minhas teorias longe nesse momento e entender o por que de tudo isso.

No vídeo, Jungkook estava com um moletom preto e óculos redondos que eu achava extremamente sexy nele. Ele parecia estar no meu quarto, mais especificamente na minha cama.

[Vídeo]

Jk: Olá Min Yoongi! Como foi o seu passeio pelas nossas lembranças? Sentiu saudades daqueles tempos? Pois eu senti, e muito. -Suspirou profundamente.- Aigoo, estou com vontade de colar sua boca na minha. De apertar sua cinturinha. De sentir suas unhas arranharem minhas costas. De ouvir seus gemidos manhosos. Estou com vontade de ter você por perto, meu amor. -Sentia minhas bochechas esquentarem pelo seu comentário. - Eu não sei o que dizer. Só queria poder te enrolar nos meus braços e te beijar eternamente, mas eu não posso. Desculpa amor! -Encerrou o vídeo mandando um beijo e eu pude ver uma lágrima rolando pelo seu rosto.

Fiquei imóvel fitando a tela do notebook não percebendo as lágrimas que caíram de meus olhos.

Por quê ele estava pedindo desculpas? Ele fez algo de errado? Ele... também me amava?

Saí dos meus desvaneios quando percebi alguém atrás de mim pela tela do notebook. Esse alguém que eu mais queria por perto.

- JUNGKOOKIE-AH! -O abracei deixando minha cabeça na curvatura de seu pescoço molhando seu moletom com minhas lágrimas.

Jk: Meu pequeno! Quanta saudade eu tive de você! -Dizia bagunçando meus cabelos.

- Isso tudo era brincadeira, não é? -Levantei minha cabeça vendo seu sorriso se desmanchando.

Jk: Eu queria conversar com você sobre isso. -Me afastei um pouco dele para visualizar melhor seu rosto.

- Você está me deixando com medo Jungkook.

Jk: Amor... -respirou fundo antes de prosseguir.- Eu não posso mais ficar aqui com você.

- C-como assim? -Perguntei confuso.

Jk: Eu terei que ir embora e te deixar, meu pequeno...

- M-m-mas você volta, não é? -Ele negou com a cabeça me trazendo um aperto no peito, como se meu coração quebrasse em vários pedacinhos.

Jk: Talvez eu volte, mas eu quero que saiba que você foi uma pessoa muito especial pra mim. Sempre esteve comigo nos momentos bons e ruins. Me confortava com seus abraços e me fez ter a melhor experiência que já pude ter na vida, que era de te beijar. -Ficamos nos olhando por um tempo sem falar nada, mas eu tive que quebrar o silêncio entre nós.

- E-eu p-posso pedir uma c-coisa sua?

Jk: Claro, meu amor!

- Me beija! -Jungkook sorriu de lado e grudou nossos lábios em um beijo doce que logo se tornou intenso e cheio de desejo.

Eu tinha meus braços no pescoço de Jungkook enquanto este agarrava a minha cintura com possesividade. Ele desceu os beijos para meu pescoço fazendo com que eu gemesse baixo. Suas mãos apertaram minha cintura com mais força tirando gemidos manhosos de mim.

Jungkook me derrubou na cama retirando minha calça junto com a cueca mostrando meu membro ereto. Ele pôs o pênis na boca chupando o mesmo com velocidade.

- J-Jungkookie-ah! -O prazer era tanto que eu nem mais me importava se chamava o nome dele alto demais. Sentia meu ápice chegando, quando ele mudou nossas posições juntando nossas bocas mais uma vez.

Retiramos nossas roupas para melhorar o contato de nossos corpos juntos. Rebolei em cima de seu membro sentindo o mesmo duro dentro de mim. Estávamos muito eufóricos e não queríamos perder tempo por conta das nossas inseguranças.

Enquanto eu aumentava o ritmo das reboladas, Jungkook apertava minha bunda com vontade.

Jk: Sugaa~, você é tão gostoso! -Dizia em meio aos gemidos.

Não demorou muito para que nós chegassemos ao ápice juntos e que meu corpo caísse mole ao lado de Jeon.

Jk: Suga... Eu tenho que ir. -Se levantou colocando suas roupas.

- M-mas pra onde? -Perguntei imitando seus gestos.

Jk: Eu não posso contar, meu pequeno.

- Mas por quê?

Jk: Eu só não posso. -Depositou um beijo na minha bochecha logo se virando e caminhando na direção da porta.

- JUNGKOOK! -O medo de perde-lo já me contaminava.

Jk: O quê foi Yoongi? -Perguntou ainda de costas pra mim.

- Você vai fazer isso mesmo? Você vai me deixar aqui sozinho? -As lágrimas já rolavam pelo meu rosto.

Jk: Yoongi... -Ele se virou na minha direção mostrando seus olhos marejados. - Me perdoe! -O abracei com toda minha força.

- Eu te amo, meu kookie! Eu te amo tanto!

Jk: Eu também te amo, meu pequeno! -Ele ia se afastando do meu abraço aumentando o meu medo de perde-lo. -Mas eu preciso ir. Imagina como será maravilhoso não ser acordado por uma pessoa chata como eu. -Tentou me mostrar o lado positivo da situação, mas não estava dando certo.

- Não! Não, Jungkook! Nem isso vai mais me importar! Eu só quero você e nada mais! -Tentei segurar seu pulso para impedi-lo de sair da minha casa, mas ele estava disposto a ir e me deixar sozinho.

Jk: Você ainda vai ter meu número. Pode me ligar quando tiver vontade. -Pegou uma grande mala vermelha que estava do lado do sofá tentando sair de perto de mim. -Eu preciso ir, meu pequeno.

- P-promete não s-se esquecer d-de mim?

Jk: Prometo. -Sua voz saiu baixa como se tentasse segurar o choro. -Adeus, Min Yoongi. Adeus, meu pequeno. -Fechou a porta mandando um beijo pra mim.

Deslizei meu corpo na porta derramando as lágrimas que eu tentava segurar minutos atrás. O meu amor foi embora me deixando só com a tristeza e a solidão.

Eu não poderei mais ver seu rostinho, seu sorriso de coelho, seus cabelos bagunçados e nem mesmo seus olhos. Não poderei mais brigar com ele quando me acordar ou nem mesmo tirar várias fotos escondidas dele. Não poderei mais viver como antes, ver as coisas como antes, sentir como antes por que estará faltando algo dentro de mim, e esse algo é Jeon Jungkook.

- Eu vou te esperar, nem que isso dure a minha vida toda!


Notas Finais


<>Acho que quem precisa de lenços agora sou eu
<>Pra onde vocês acham que o Jungkook foi? E o por quê? Que venham as teorias rsrs
<>Muito obrigada por tirarem um tempo para ler essa OneShot
<>Até a próxima, vlw flw <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...